segunda-feira, 11 de outubro de 2021

Nova Iguaçu cria Dia Municipal do Ciclista para difundir uso da bicicleta

Três ciclistas de bicicleta em ciclovia de Nova Iguaçu - Foto: Prefeitura de Nova Iguaçu / Divulgação



Os ciclistas de Nova Iguaçu (RJ) foram incluídos no calendário oficial de eventos da cidade após lei sancionada pelo prefeito Rogerio Lisboa em 7 de outubro. Com isso, o dia 19 de agosto passa a ser o Dia Municipal do Ciclista, data a ser comemorada anualmente.

De acordo com decreto sancionado pelo prefeito de Nova Iguaçu, os objetivos da nova lei municipal são "difundir o uso da bicicleta, tanto na forma de exercício físico quanto como meio de transporte e promover a conscientização da importância do ciclismo e da prática de esportes como instrumento de qualidade de vida".

Além disso, o Dia Municipal do Ciclista na cidade de Nova Iguaçu também vai buscar "desenvolver o mútuo respeito entre ciclistas, motoristas e pedestres" além de "promover campanhas, eventos educativos e esportivos, incentivando o uso da bicicleta".

Cidade de Nova Iguaçu está investindo em ciclovias


De acordo com a Prefeitura de Nova Iguaçu, a cidade tem investido na construção de ciclovias. "Até o início do primeiro mandato do prefeito Rogerio Lisboa, a cidade contava com apenas 3,2 km de pistas destinadas para o tráfego de bicicletas. Atualmente este número é de cerca de 8,795 km".

"Três das ciclovias de grande destaque são a de Jardim Guandu, paralelo à Rodovia Luiz Henrique Rezende Novaes, com 2,2 km de extensão, a pista que liga o bairro da Luz a Comendador Soares, com 2,4 km, e a ciclovia existente na Av. Luiz de Lemos, da Av. Goiânia até Av. Roberto da Silveira, e a interligação deste trecho existente até a Av. Barros Junior, num total de 3,2 km. Além disso, será construída uma ciclovia que faz parte do projeto de canalização do Rio Botas e irá de Comendador Soares até Ouro preto", afirma a Prefeitura de Nova Iguaçu em seu site.

Em âmbito nacional, Brasil já tem Dia do Ciclista


No Brasil, o Dia Nacional do Ciclista também é comemorado anualmente em 19 de agosto desde 2017, data instituída pela Lei 13.508. O dia tem por objetivo incentivar a população brasileira a praticar uma reflexão sobre os problemas do trânsito e a necessidade de criação de políticas de trânsito voltadas a garantir mobilidade social a todos.

Foto: Prefeitura de Nova Iguaçu / Divulgação
Leia mais...

Santander Brasil Ride terá ciclistas Top 5 do Mundial de Maratona

Santander Brasil Ride chega à sua 11ª edição - Foto: Josue Fernandez / Brasil Ride



Dois ciclistas que estiveram no top 5 do Campeonato Mundial de Maratona (XCM) no fim de semana passado, o português José Dias e o belga Wout Alleman, terceiro e quarto colocados na competição, respectivamente, prometem chegar em alta à Santander Brasil Ride Bahia 2021, com credenciais para serem protagonistas da 11ª edição do evento, entre os dias 7 e 13 de novembro, em Arraial d'Ajuda, em Porto Seguro, e Guaratinga.

Não bastasse o excelente resultado na edição de 2021 da competição internacional realizada na Ilha de Elba, na Itália, eles ainda terão ao seus lados dois atletas campeões da Santander Brasil Ride formando equipes da Buff® Scott MTB Team e da DMT Racing Team.

Enquanto José Dias fará dupla com o tricampeão da ultramaratona, o holandês Hans Becking, o belga Wout Alleman correrá ao lado de nada mais nada menos do que Tiago Ferreira, ciclista que, além de vencer duas vezes a Santander Brasil Ride, já foi vencedor do Campeonato Mundial e bicampeão da Europa, ambos na modalidade Maratona (XCM).

"Se por diversas vezes o Hans e o Tiago vieram para a Santander Brasil Ride Bahia como os responsáveis por capitanear suas equipes em busca do título, desta vez o cenário será um pouco diferente. Seus parceiros, José Dias e Wout Alleman, respectivamente, estarão no Brasil em um ótimo momento em suas carreiras. Isso só nos anima mais para ver uma disputa de alto nível na ultramaratona em novembro, no Extremo Sul da Bahia", comenta Mario Roma, fundador da Santander Brasil Ride.

Santander Brasil Ride chega à 11ª edição


Considerada a Giro d'Itália do MTB mundial, a ultramaratona marcada para o período entre 7 e 13 de novembro, oferece um forte desafio para aos participantes. Durante sete dias, eles têm pela frente cerca de 600 km e quase 11.000 m de altimetria acumulada, entre trilhas e estradas de terra que ligam Arraial d'Ajuda, em Porto Seguro, a Guaratinga, na Vila Santander Brasil Ride. No último dia da competição, o sábado (13), ciclistas de todo o País juntam-se às estrelas do mountain bike internacional para a disputa da Maratona dos Descobrimentos. Uma oportunidade única de pedalar e ver de perto os melhores mountain bikers do mundo.

Foto: Josue Fernandez / Brasil Ride
Leia mais...

terça-feira, 5 de outubro de 2021

Leo Aversa desqualifica ciclismo e ofende seus praticantes em texto publicado no Globo

Foto: Pavla Kozáková / Pixabay


Nesta terça-feira, 5 de outubro, foi publicado um artigo do fotógrafo e colunista Leo Aversa intitulado 'A invasão dos playboys ciclistas' na editoria de cultura do O Globo. No texto, o articulista critica algumas atitudes dos ciclistas, vestimentas, equipamentos... enfim, só reclama parecendo um daqueles que querem as bikes fora das ruas e tenta de todo jeito desqualificar o esporte e seus praticantes!

Resumindo o conteúdo, Aversa critica as cores das roupas utilizadas pelos ciclistas (playboys ou não) e o fato de serem, em sua maioria, coloridas e justas. O autor também afirma ter "ranço" por conta dos ciclistas comprarem acessórios caros e bicicletas caras também (vai vendo).

"Se o objetivo é fazer gastar energia, não seria mais adequado uma Caloi Barra Forte ou uma Monark Barra Circular?", questionou Leo Aversa no decorrer de seu texto. E a resposta à questão é: depende! O biker que quiser andar com essas bicicletas e estiver feliz com o equipamento não tem de que reclamar. O mesmo podemos aplicar para a questão do investimento: quem define o quanto vai querer gastar em equipamentos é o próprio ciclista.

Em seu artigo, Leo Aversa apresenta o que pensa do ciclismo ao deixar transparecer que o objetivo de pedalar é só para gastar energia ou "impressionar as louras wellness e matar de inveja os tiozões". O que o autor não leva em consideração é que qualquer pessoa (playboy ou não) pode andar de bike simplesmente por gostar de fazer isso, por sentir prazer ao praticar o esporte.

Aversa fala da expressão "fechada e tensa" do "ciclista gourmet" quando está pedalando sua bike e diz que é "como se estivesse pilotando uma nave espacial". Bom, e qual o problema nisso? Nenhum! O que há aí é só o descontentamento do cara que escreveu o artigo, pois geralmente quem vai na bike está feliz.

Ainda arrisco dizer que talvez Leo Aversa tenha tido sensação parecida quando conquistou sua primeira câmera fotográfica e depois uma superior e outra ainda melhor do que a primeira e a segunda.

Não é porque tem duas rodas que é algo simples


É certo que as bicicletas são veículos de "propulsão humana, dotado de duas rodas", conforme define o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), mas isso não quer dizer que não haja bikes exclusivas e diferenciadas, pois há.

Além do mais, querer reduzir as bicicletas ao simplório - como fez Leo Aversa em seu artigo - é desvalorizar o trabalho de tantos engenheiros, projetistas e todo o corpo técnico que emprega esforços no desenvolvimento e aperfeiçoamento das bikes no Brasil e no mundo inteiro. E sim, eles projetam bicicletas para o 'tio Zé' da barra forte, para o ciclista amador, profissional e se o cara for playboy o projeto é para ele também.

Sobre os motoristas de ônibus


A maioria da galera que pedala, ao ser questionada sobre as cores das roupas de ciclismo, diz que é para chamar a atenção dos motoristas. Contudo, Aversa também se sente incomodado com isso.

Leo Aversa lida com estética: o cara é fotógrafo. Porém, não vamos entrar nesse campo visto que não é foco. Ao invés disso, um zoom em outro trecho do artigo dele pode ser mais interessante.

"Alguém deve explicar aos praticantes [de ciclismo] que não é que o chofer do ônibus, por exemplo, não os veja: é que ele simplesmente não se importa", disse Leo Aversa. Ora, se a situação é essa evidentemente existe: 1) falta de humanidade, pois sobre a bike vai uma vida; 2) falta de desconhecimento das leis de trânsito; 3) falta de conscientização e aplicação da lei.

Leo Aversa só acertou em uma coisa


No meio de tantas coisas que Aversa falou em seu artigo 'A invasão dos playboys ciclistas', só tem uma coisa que onde ele tinha razão: tem muito ciclista que não para nos sinais fechados. Galera, no Brasil, sinal vermelho é para parar, inclusive de bike! Há estudos que sugerem a revisão disso, mas enquanto não muda a norma é a que está no CTB.

De resto, Leo Aversa só disse caca!

Foto: Pavla Kozáková / Pixabay
Leia mais...

Diego Knob estreia na elite do XCO durante CIMTB em Araxá (MG)

Diego Knob estreia na elite do XCO da CIMTB - Foto: Sense Factory Racing / Cesar Delong


Após conseguir o segundo lugar no pódio da Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB), em Araxá (MG), garantindo a dobradinha da Sense Factory Racing nas e-bikes, Diego Knob ainda estrou na Elite do XCO no final de semana dos dias 1º a 3 de outubro. 

Diego Knob, lenda brasileira das modalidades de gravidade e um dos construtores de trilhas mais importantes do Brasil, realmente encontrou uma nova paixão nas corridas de E-MTB. Correndo em Araxá de Hardtail contra os melhores ciclistas do país, o piloto da Sense Factory Racing foi vice-campeão na modalidade, perdendo apenas para o Rubinho Valeriano, outra lenda do esporte. 

"A prova foi excelente! Muitos competidores de nível altíssimo. Atletas migrando do enduro, do downhill e do XCO, para fazer uma competição equilibradíssima. Estou muito feliz com nossa performance. Não só com minha performance pessoal, mas com a performance da equipe, principalmente", afirmou Knob depois da prova. 

Além do desempenho impecável na prova de E-Bikes, Diego Knob encarou um novo desafio em sua extensa e variada carreira: pela primeira vez, o atleta alinhou com a elite brasileira do XCO, obtendo um fantástico décimo oitavo lugar, entre cerca de 70 competidores. Henrique Avancini venceu pela oitava vez consecutiva a disputa da CIMTB em Araxá.

"Não sei nem o que falar", comentou Knob após a prova visivelmente emocionado e bastante exausto.

"Eu nem ia largar, foi uma superação danada. Ontem cheguei acima do meu limite e até passei mal depois da prova. Larguei mais para participar desta festa incrível, com mais de 70 atletas", complementou o ciclista da Sense Factory Racing e que recentemente contribuiu para a abertura do Samambaia Bike Park, em Petrópolis (RJ).

"Alinhei na última fila, então foi muita poeira, muito trânsito e muita instabilidade nas duas primeiras voltas. Mas, por incrível que pareça, eu fui entendendo e percebendo que todo mundo estava em um ritmo pesado", observou Knob.

Oriundo do downhill, Knob ainda explicou que para ele o segredo foi seguir sua intuição e as orientações de seu treinador, especialmente por conta do forte calor.

"Não tenho nem o que falar. A estrutura estava bacana demais. Só queria agradecer essa oportunidade, já que vim do downhill e agora estou experimentando todas as vertentes do MTB, justamente para pegar uma bagagem e entender o esporte por completo, sempre me divertindo acima de tudo", finalizou Knob.

Foto: Sense Factory Racing / Cesar Delong
Leia mais...

Sense faz dobradinha no pódio da CIMTB em Araxá com Rubinho Valeriano e Diego Knob

Rubinho Valeriano durante etapa da CIMTB em Araxá (MG) - Foto: Sense Factory Racing / Felipe Almeida



No último fim de semana, nos dias 1, 2 e 3 de Outubro, o Tauá Grande Hotel, em Araxá (MG), foi palco da segunda etapa da Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB). Em um dos finais de semana mais importantes do calendário nacional do mountain biking, Rubinho Valeriano e Diego Knob fizeram dobradinha deixando a Sense Factory Racing com motivos de sobra para comemorar.

Na disputa das bikes elétricas, que aconteceu no sábado, dia 2, a equipe conquistou uma dobradinha espetacular, com o experiente piloto Rubinho Valeriano sagrando-se campeão, com sua full-suspension Sense Impulse E-trail, e Diego Knob ficando com o segundo lugar, usando a hardtail Sense Impact E-trail.

Além disso, a Sense Factory Racing subiu no lugar mais alto do pódio na júnior feminina da CIMTB, com mais uma vitória espetacular de Giugiu Morgen.

Rubinho Valeriano é campeão nas e-bikes 


Correndo sua primeira temporada com uma bicicleta elétrica, Rubinho Valeriano, que tem nada menos do que três participações olímpicas, parece estar se divertindo como nunca com esta nova fase em sua carreira.

O ciclista, que já se sente totalmente em casa na modalidade, conquistou mais uma vitória neste fim de semana, sendo o mais rápido do pelotão na disputa das E-Bikes da CIMTB. Há algumas semanas, em sua primeira competição de elétricas, o atleta venceu na Copa Internacional em Congonhas.

"Foi uma prova bem dura e difícil, o circuito novo está maravilhoso e a bike foi impecável em todas as voltas. Gostei demais da calibragem que fizemos na suspensão e nos pneus. Também ajustamos o motor e ganhamos muito torque", comentou Rubinho. 

"Na largada não consegui encaixar o pé, já que ainda não me adaptei em largar com o banco baixo. Quando consegui clipar, o pelotão já tinha ido embora. Mas, sabendo que a prova teria cinco voltas, mantive a calma", explicou Rubinho.
 
"Na segunda volta consegui chegar nos líderes e vi que o Knob estava disputando a frente. Vi que estava numa tocada mais forte e cheguei passando. Coloquei um ritmo forte na subida do apoio e percebi que estava conseguindo abrir nas partes técnicas. Aí, aproveitei isso para poder dar uma descansada nas subidas. Na última volta fiz mais força e consegui manter a liderança até o fim", acrescentou o piloto.

"Quero agradecer demais a equipe e todos os patrocinadores pela força, pelo apoio e pela torcida", afirmou Rubinho, comemorando ainda o segundo lugar de Diego Knob, seu companheiro na Sense Factory Racing.

Foto: Sense Factory Racing / Felipe Almeida
Leia mais...

segunda-feira, 4 de outubro de 2021

Giugiu Morgen conquista resultado importante após vitória na etapa da CIMTB em Araxá (MG)

Giugiu Morgen na CIMTB Araxá (MG) - Foto: Cesar Delong



A ciclista Giuliana Morguen conquistou mais um resultado importante ao vencer na segunda etapa da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin), uma das maiores e mais tradicionais competições do cenário nacional do Mountain Bike Cross-Country, na disciplina olímpica (MTB XCO).

Na cidade mineira de Araxá, no Tauá Grande Hotel, Giugiu Morgen correu pela júnior alinhando junto com as atletas da super elite. A petropolitana mais uma vez mostrou ótima forma física e muita habilidade com a bike, ao andar de igual para igual com as melhores atletas do Brasil, em um circuito desafiador e técnico. 

Correndo com a camisa amarela de líder na classificação geral da CIMTB em sua categoria, Giugiu encarou uma disputa quente em todos os sentidos, seja pelo calor elevado na prova, ou pela própria condição em que a disputa aconteceu.

CIMTB teve categorias femininas com largada mista


Na etapa Araxá da CIMTB, a organização colocou todas as categorias femininas - que vão da Sub-15 até a Super Elite - em uma largada única, que aconteceu ao meio dia do domingo, dia 3 de outubro. 

Por ser da Júnior, Giugiu largou atrás do pelotão da super elite e, por isso, teve que brigar com unhas e dentes por melhores colocações durante a prova. 

"Larguei na quinta fileira, atrás da elite, então foi meio difícil chegar lá na frente e até tomei algumas cotoveladas, e por isso tive que me posicionar também. Fui passando o pessoal dentro da trilha até chegar na sexta colocação. Depois disso, senti um pouco e mantive meu ritmo pelo resto da prova", explicou Giugiu. 

"O calor estava bem intenso, e a poeira também estava bem alta, mesmo com a chuva forte que caiu anteontem. Mas, mesmo assim, a experiência mais uma vez foi muito legal", completou a atleta da Sense Factory Racing.

Ainda no dia 3 de outubro, Henrique Avancini conquistou sua oitava vitória consecutiva na CIMTB em Araxá. O ciclista, que também é de Petrópolis (RJ), declarou que foi "uma das corridas mais duras que já tive" por lá.

Na elite feminina da CIMTB em Araxá, Isabella Lacerda venceu e manteve a liderança geral na categoria.

Diversão e trabalho em equipe


Apesar da prova dura, do forte calor e de muita poeira, Giugiu parece sempre estar se divertindo durante as competições. Até por isso, a ciclista elogiou bastante o percurso criado pela organização.

"Este ano, o percurso estava muito divertido, com muitos saltos e obstáculos que deixam a disputa muito mais emocionante", afirmou a ciclista que também elogiou a estrutura e o espírito esportivo de sua equipe.

"Como sempre, a Sense deu uma festa aqui pra gente, e eu gosto muito de correr em Araxá. Deixo registrado o meu agradecimento à Equipe Sense Factory Racing, porque por trás dos meus resultados, existe um excelente time de trabalho, com um espírito de união e competência, e com isso consigo alcançar os resultados mais incríveis", finalizou Giugiu.

De olho em seus próximos desafios, Giugiu mantém a animação em alta e, já pelos próximos dias, deve encarar uma nova competição. Na semana que vem, a cidade mineira de Lavras será palco de mais uma etapa da Taça Brasil de XCO, que acontece nos dias 9 e 10 de outubro e a atleta da Sense Factory Racing está confirmada.

Foto: Cesar Delong
Leia mais...

Segunda etapa da CIMTB termina com 8ª vitória seguida de Henrique Avancini em Araxá

Henrique Avancini venceu pela 8ª vez em Araxá - Foto: Cesar Delong / CIMTB Michelin



O fim de semana da segunda etapa da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin), em Araxá (MG), terminou com Henrique Avancini vencendo o XCO pelo oitavo ano consecutivo. "Uma das corridas mais duras que já tive por aqui", disse o atleta da Cannondale Factory Racing em suas redes sociais após a conquista.

José Gabriel ficou em segundo no XCO da CIMTB, em Araxá, e garantiu a liderança geral da competição. Gustavo Xavier ficou em terceiro seguido por Alex Malacarne e Guilherme Muller.

Na Elite Feminina, Isabella Lacerda teve uma vitória muito emotiva, após quatro anos fora das pistas e manteve a liderança geral.

Letícia Cândido terminou na segunda colocação. Hercília Najara fechou em terceiro seguida por Karen Olímpio. Luma de Carvalho fechou o pódio da Elite feminina da CIMTB na quinta colocação.

A disputa da CIMTB, em Araxá, foi uma das mais importantes da história, pois o evento recebeu a classificação mais alta pela UCI, de XCO Classe HC, que dará muitos pontos para o ranking mundial.

A pontuação recebida foi fundamental para atletas brasileiros e de outros países que almejam se classificar para a etapa de abertura da Copa do Mundo de MTB no Brasil, que acontecerá em abril de 2022, em Petrópolis.

XCC da CIMTB foi disputado no sábado, em Araxá 


Antes de vencer o XCO da segunda etapa da CIMTB Michelin, em Araxá, Henrique Avancini ganhou no Short Track (XCC) que foi disputado no sábado (2 de outubro), ele que é o atual vice-campeão mundial de MTB dessa disciplina. Em segundo lugar ficou Gustavo Pereira, da Sub-23, e José Gabriel ficou na terceira colocação, ele que foi o vencedor da 1ª etapa da CIMTB de 2021.

Na disputa feminina, Karen Olímpio ficou com a vitória no XCC seguida por Hercília Najara em segundo e Letícia Cândido em terceiro.

Foto: Cesar Delong / CIMTB Michelin
Leia mais...

quarta-feira, 29 de setembro de 2021

Vídeo completo de Avancini competindo disfarçado de idoso no L'Étape Brasil é publicado

Henrique Avancini se transforma em idoso para competir no L'Étape Brasil - Foto: Fabio Piva / Red Bull Content Pool


A Cannondale Brasil divulgou o vídeo completo de Henrique Avancini (Cannondale Factory Racing) competindo no L'Étape Brasil disfarçado de idoso no dia 26 de setembro. O ciclista assumiu o personagem de um senhor 65 anos que nunca havia disputado uma prova, apesar de competir há anos.

A ação intitulada 'Além das aparências' foi promovida pelos patrocinadores Cannondale e Strava. Nela, Henrique Avancini se disfarçou de Agnaldo da Silva, um idoso fora de forma correndo em uma bicicleta clássica antiga.

O objetivo da ação foi aproximar o atleta dos fãs do ciclismo e mostrar que as pessoas podem surpreender os outros, que aparência não deve definir o próximo.

Em suas redes sociais, Henrique Avancini falou sobre a experiência divertida e por poder voltar a participar de uma prova como ciclista anônimo.

"Além de gerar entretenimento e reflexão, confesso que foi uma experiência muito marcante pra mim estar num evento de ciclismo e ser um anônimo", disse o atleta da Cannondale Factory Racing.

Avancini também informou que fará uma live às 18h30 desta quarta-feira (29 de setembro), no Instagram da Cannondale Brasil, para contar algumas curiosidades e falar sobre o projeto 'Além das aparências'.

Confira o vídeo do Avancini disfarçado de Sr. Agnaldo



Foto: Fabio Piva / Red Bull Content Pool
Leia mais...

Strava anuncia planejamento de rotas em 3D

Planejamento de rotas 3D do Strava vai facilitar a visualização dos trechos - Foto: Strava / Divulgação


O Strava continua fazendo uma série de melhorias em sua plataforma e trazendo novos recursos. No dia 28 de setembro, o site anunciou o planejamento de rotas em 3D para facilitar a visualização do trecho a ser percorrido.

"Dar de cara com uma subida daquelas no meio do treino pode não ser uma surpresa muito agradável para alguns. É por isso que o planejamento de rotas é ótimo, e o planejamento de rotas em 3D é ainda melhor", afirma a nota do Strava sobre o lançamento do novo recurso.

A nova ferramenta de 3D no construtor de rotas do Strava pode ser acessada pela versão web da plataforma. Nela, o ciclista pode ter uma visão do trecho que vai percorrer e saber se a montanha é alta demais para ele subir. Segundo o site, funcionalidade dará ao biker "uma noção mais clara do que esperar".

Em 24 de setembro, o ciclista australiano Pete Stokes, de 45 anos, utilizou o recurso de planejamento de rotas do Strava para fazer uma pedalada desenhando o contorno da imagem que ilustra o álbum Nevermind, da banda Nirvana.

O planejamento de rotas 3D do Strava também pode ser utilizado em conjunto com os mapas de calor, seja o global ou pessoal. A função mapas de calor foi lançada pela plataforma em 22 de abril.

Ainda de acordo com o Strava, "o criador de rotas é um recurso da assinatura Strava, portanto, para obter acesso a uma visualização 3D e melhor planejamento da rota" é preciso se inscrever.

Ferramenta de localização no Strava agora é grátis


No final de agosto de 2021, o Strava tornou o Beacon gratuito em sua plataforma. Esse é um sistema de compartilhamento de localização em tempo real que pode ajudar o atleta a ter mais segurança na execução de suas atividade.

Foto: Strava / Divulgação
Leia mais...

terça-feira, 28 de setembro de 2021

Inscrições para etapa Araxá da CIMTB Michelin terminam nesta quarta-feira



As inscrições para participar da 2ª etapa da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin) terminam nesta quarta-feira, 29 de setembro. A etapa ocorrerá em Araxá (MG), nas nas dependências do Tauá Grande Hotel, entre 1º e 3 de outubro.

Será uma das mais importantes etapas de toda história de Araxá, pois o evento recebeu a classificação mais alta pela UCI, de XCO Classe HC, que dará muitos pontos para o ranking mundial.

A pontuação será fundamental para os atletas brasileiros e de outros países que almejam se classificar para a etapa da Copa do Mundo de MTB no Brasil, que acontecerá em abril de 2022, em Petrópolis. Além da prova de XCO, havará o Short Track (XCC) Classe 3 que também somará pontos importantes. 

As competições também vão contar pontos para o ranking brasileiro da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e estadual da Federação Mineira de Ciclismo (FMC).

As inscrições para a 2ª etapa da CIMTB Michelin são feitas pelo Sprinta.
Leia mais...

segunda-feira, 27 de setembro de 2021

Henrique Avancini participa do L'Étape Brasil caracterizado como idoso de 65 anos

Henrique Avancini caracterizado de idoso no L'Étape Brasil - Foto: Fabio Piva / Red Bull Content Pool


Henrique Avancini participou do L'Étape Brasil caracterizado de idoso neste domingo, 26 de setembro. A ação foi promovida pelos patrocinadores Cannondale e Strava nesta que foi a quara edição da competição.

Assumindo o personagem Agnaldo da Silva, um idoso de 65 anos e fora de forma, Henrique Avancini participou como atleta amador e sem o peso de ser reconhecido por todos os ciclistas e fãs.

"Foi uma experiência incrível ser um atleta anônimo numa prova de ciclismo e acompanhar as reações dos atletas e público", disse Avancini.

Ao fim da prova, o locutor revelou a verdadeira identidade do senhor ao apresentar o atleta Henrique Avancini, maior nome da história do ciclismo brasileiro e que recentemente foi o primeiro atleta do país ao alcançar o posto de vice-campeão mundial de mountain bike.

Intitulada 'Além das aparências', a ação teve como objetivo aproximar o atleta dos fãs do ciclismo. Assim como mostrar que as pessoas podem surpreender os outros, que aparência não deve definir o próximo. Além de estar com o físico de um idoso fora de forma, Avancini competiu a prova com uma bicicleta clássica antiga. O personagem que encarou, Agnaldo da Silva, tinha como objetivo aparentar 65 anos e nunca ter competido uma prova, apesar de praticar o ciclismo há anos.

Na manhã desta segunda-feira (27), Henrique Avancini falou sobre como foi intepretar o Agnaldo da Silva e também expressou pesar pelo falecimento do ciclista Fredy Tejada, que se acidentou durante o L´Étape.

"Foi muito legal interpretar Sr. Agnaldo da Silva e fizemos muitos conteúdos de vídeos e fotos. Ontem resolvemos segurar a comunicação em respeito à família e amigos do ciclista Freddy Tejada (sic). Meus sentimentos", declarou Avancini.


Foto: Fabio Piva / Red Bull Content Pool
Leia mais...

Ciclista australiano usa Strava para recriar capa do álbum Nevermind, do Nirvana

Pete Stokes reproduziu capa do álbum Nevermind no Nirvana usando Strava - Foto: Strav.Art / Divulgação


Para marcar os 30 anos do álbum Nevermind, do Nirvana, o ciclista australiano Pete Stokes pedalou cerca de 150 km em uma bicicleta single speed para desenhar o contorno da imagem do bebê que ilustra a icônica da banda.

Pete Stokes, de 45 anos, pedalou pelas ruas de Adelaide durante pouco mais de oito horas para completar o desenho utilizando o Strava.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, Stokes, que é um gerente de projeto de parques nacionais, impõe imagens sobre o Strava e depois pelada para concretizar a imagem. O bebê demorou cerca de oito horas, com paradas em padarias para se alimentar.

"É o que quer que eu goste no momento. O Nirvana tem seu lugar na minha coleção de discos", disse Stokes ao Guardian Australia.

"Quando este álbum foi lançado, eu estava no colégio - tinha cerca de 14 anos, e é aí que você está formando seu amor pela música".

Pete Stokes também já fez outros desenhos utilizando o Strava. Para marcar o 250º aniversário de Beethoven, ele desenhou o rosto do compositor. Em outras ocasiões desenhou dinossauros, dragões, raposas e um selfie.

Foto: Strav.Art / Divulgação
Leia mais...

Fredy Tejada morre aos 65 anos após acidente no L'Étape Brasil

Fredy Tejada durante competição em 2015 - Foto: Fredy Tejada / Arquivo Pessoal


O ciclista Fredy Tejada (65 anos) morreu neste domingo (26) após um acidente durante o L'Étape Brasil, em Campos do Jordão, interior de São Paulo. Tejada envolveu em um acidente com outros ciclistas durante o trecho de descida na Serra Nova.

Pedro Tejada, que é filho de Fredy, falou sobre o acidente nas redes sociais. Ele relata largou no L'Étape Brasil ao lado de seu pai, mas "infelizmente, dessa vez o destino fez ele subir uma estrada diferente".

"Meu pai se envolveu num acidente com outros ciclistas descendo a Serra Nova e, como resultado da queda, teve um traumatismo craniano gravíssimo. Ele foi atendido e transportado de helicóptero ao hospital mas, depois de horas de luta dele e da equipe médica, nos deixou as 19:45 (sic) do dia 26 de setembro de 2021", disse Pedro Tejada.

"O que mais nos conforta nesse momento é que ele nos deixou fazendo o que mais amava", continuou Pedro.

Amigo de Fredy Tejada, o ciclista e bike fitter Cleber Anderson também falou sobre a perda em suas redes sociais.

"Deus vai receber um cara muito gente fina como foi por toda a vida, e entre nós ficará eternizado por sua calma e simpatia com a imagem de um esportista fantástico" publicou Cleber Anderson.

Henrique Avancini, que participou da prova do L'Étape Brasil caracterizado como idoso como parte de uma ação promocional, publicou um story em rede social onde informou que, "resolvemos segurar a comunicação (da ação promocional) em respeito à família e amigos do ciclista Freddy Tejada (sic). Meus sentimentos", declarou.

Em nota ao blog Olhar Olímpico, a organização do L'Étape Brasil lamentou a morte de Fredy Tejada e manifestou solidariedade à família.

"A organização do L'Étape Brasil by Tour de France lamenta o ocorrido e presta profundas condolências à família de Freddy, uma pessoa querida por todos e um dos fidelis (atletas que competiram em todas as edições) da prova. Freddy era um apaixonado pelo ciclismo. Nossa única preocupação nesse momento de dor é confortar a família", disse a organização ao Olhar Olímpico.

Foto: Fredy Tejada / Arquivo Pessoal
Leia mais...

quinta-feira, 23 de setembro de 2021

Clima fica pesado entre Victor Koretzky e KMC Orbea após anuncio de mudança de equipe

Victor Koretzky durante Campeonato Mundial de MTB 2021 - Foto: Bartek Wolinski / Red Bull Content Pool


Parece que o clima ficou pesado entre Victor Koretzky e a KMC Orbea após o anúncio de que o ciclista vai deixar a equipe para competir no ciclismo de estrada pela B&B HOTELS p/b KTM. A divulgação foi feita por Koretzky e também pela nova equipe em 13 de setembro.

Quando anunciou que iria competir com a B&B HOTELS p/b KTM nas próximas duas temporadas (2022 e 2023), Victor Koretzky destacou que sempre foi um sonho competir no ciclismo de estrada e que estava ansioso para "partir em uma aventura".

No entanto, no dia 20 de setembro, após a última etapa da Copa do Mundo de Mountain Bike, em Snowshoe, a KMC Orbea emitiu nota afirmando que foi surpreendida com o anuncio de Victor Koretzky e da B&B HOTELS p/b KTM.

"Victor Koretzky está sob contrato com a equipe KMC ORBEA até 31 de dezembro de 2022.

Este contrato estipula o poder de decisão da Equipe KMC ORBEA sobre o programa de corrida de ciclismo de Victor Koretzky dentro da estrutura institucional da Union Cycliste Internationale", disse a equipe em nota.

Koretzky rebateu e publicou em suas redes sociais dizendo que está "prestes a viver outras aventuras, na estrada e em novas cores" além de reforçar o que já havia dito quando fez o anúncio pela primeira vez: "sempre foi um sonho".

"Não desistirei do meu primeiro amor e irei competir sempre nos maiores encontros internacionais de XCO mas, sob a camisa da equipe B&B HOTELS p/b KTM, vou satisfazer a minha vontade de descobrir o altíssimo nível na estrada participando nas maiores corridas do mundo", declarou Victor Koretzky.

O francês disse ainda que já havia comunicado esse desejo ao fundador equipe KMC Orbea, Michel Hutsebaut (falecido em 26 de julho de 2021).

Segundo Koretzky, Hutsebaut "e toda a equipe sabiam que, se a oportunidade surgisse, minha carreira naturalmente tomaria esse rumo".

"É hora de sair da minha zona de conforto, explorar outros playgrounds e, com sorte, ter sucesso longe das trilhas", afirmou Koretzky que fechou a Copa do Mundo de MTB desse ano na segunda colocação da classifIcação geral.

Em publicação feita no dia 21 de setembro, a B&B HOTELS p/b KTM, nova equipe de Victor Koretzky, confirmou que a partir de 1º de janeiro de 2022 o francês estará com eles por duas temporadas.

Foto: Bartek Wolinski / Red Bull Content Pool
Leia mais...

terça-feira, 21 de setembro de 2021

Strava e Tembici promovem desafio no Dia Mundial Sem Carro

'Bici Todo Dia, por Tembici' será o desafio no Strava


Dois dos maiores incentivadores do pedal urbano no Brasil, o Strava e a Tembici, líder em tecnologia para micromobilidade na América Latina, uniram forças para realizar um desafio em prol do Dia Mundial Sem Carro, comemorado em 22 de setembro. 

No 'Bici Todo Dia, por Tembici', o objetivo é fazer ao menos três atividades de deslocamento de bicicleta para concluir a meta, entre os dias 27 de setembro e 3 de outubro. 

A ideia de Strava e Tembici é mostrar que pedalar pode ser muito mais que um esporte ou momento de lazer, destacando a bike como meio de transporte eficiente para se deslocar pelas cidades. Quem atingir a meta ganhará um mês grátis de aluguel de Bike compartilhada de um projeto realizado pela Tembici, além de garantir um troféu digital especial do desafio. 

"Muita gente vai descobrir como é fácil, agradável e econômico usar a bicicleta no seu dia a dia. Além de atividades físicas, o Strava é amplamente utilizado para registrar deslocamentos de seus usuários", destaca Rosana Fortes, country manager do Strava no Brasil.

"Estamos muito felizes com essa parceria. Somente em 2020, registramos em nossos sistemas mais de 25 milhões de viagens feitas com as bikes compartilhadas. A bicicleta já é consolidada como meio de transporte em muitas cidades e acreditamos que a mensagem do modal atinja ainda mais pessoas, fomentando o seu uso", comenta Vinicius Berghahn, Diretor de Growth da Tembici.

Sobre o desafio 'Bici Todo Dia, por Tembici'


Para completar o desafio, os atletas dentro do Strava precisam concluir três atividades de pedalada, caminhada ou corrida, classificadas como deslocamento, e com as configurações de privacidade marcadas com visibilidade para "todos". O desafio vale para todo o Brasil, mas o prêmio, de um mês de Bike compartilhada grátis, fica válido para assinaturas feitas em São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Recife e Porto Alegre (área de atuação da Tembici). 

Usuários com planos ativos na Tembici poderão usar o benefício para assinar planos em cidades diferentes de onde possuem assinatura ativa ou presentear um amigo com o cupom.

O Strava é a maior comunidade esportiva do mundo, com mais de 91 milhões de usuários no mundo e quase 11,8 milhões só no Brasil. A plataforma é grande incentivadora não apenas das atividades físicas, mas também dos deslocamentos não motorizados. 

Com seu Strava Metro, uma ferramenta gratuita, o Strava oferece diversos insights para urbanistas, governos municipais e ativistas aprimorarem a infraestrutura de suas cidades. Funciona assim: milhões de pessoas publicam no Strava suas pedaladas, corridas e caminhadas todas as semanas, usando seus smartphones ou dispositivos GPS, e o Strava Metro então agrega estes dados, de forma anônima, para depois disponibilizá-los aos tomadores de decisão.

Para participar do desafio 'Bici Todo Dia, por Tembici' no Strava, basta acessar a página do desafio, neste link.
Leia mais...

CIMTB Michelin está de volta a Araxá após um ano e meio

CIMTB volta à Araxá - Foto: Cesar Dolong


Após um ano e meio, a Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin) volta a Araxá no primeiro final de semana de outubro, para a 18ª edição consecutiva da prova mais tradicional do MTB brasileiro e latino americano. São esperados cerca de 900 atletas que devem competir nas dependências do Tauá Grande Hotel, entre 1º e 3 de outubro, em 42 categorias e três modalidades: XCC, XCO e XCM.

A competição é válida como XCO Hors Class, uma das mais altas classificações da Union Cycliste Internationale (UCI) além do XCC Classe 3, e deve atrair nomes mundiais do esporte como os principais atletas brasileiros, entre eles Henrique Avancini, o português David Rosa, o campeão mundial sub-23 de XCO, Martin Vidaurre, entre outros

“A etapa de Araxá 2020 foi a última grande competição de mountain bike antes da pandemia, e estamos muito felizes e animados para repetir a dose agora em outubro. E além disso, por sermos o maior evento anual de Araxá, a gente sente que tem uma grande responsabilidade com a cidade, no sentido de movimentar o comércio e favorecer essa retomada econômica”, diz Rogério Bernardes, organizador da copa.

Vale lembrar que, assim como na grande final de 2020, em Carandaí, e na 1ª etapa de 2021, em Congonhas, a testagem para COVID-19 será obrigatória na entrada do Tauá Grande Hotel para todos acima de 6 anos de idade. A organização, em parceria com o Tauá Grande Hotel, isolará a área onde será realizado o evento para que hóspedes e funcionários que não estarão fazendo parte da CIMTB não tenham acesso a área externa do complexo utilizada para a competição.

Circuitos da CIMTB Michelin em Araxá


A pista de XCO manterá as principais características do ano passado, mas terá alguns ajustes para dar mais fluidez ao traçado. A organização deve incluir uma escadaria de troncos logo antes da descida da Dona Beja, que aumentará o nível técnico, mas também abrirá uma passagem alternativa, porém mais lenta e segura para quem preferir não arriscar. “Devemos mexer em vários trechos tradicionais da pista, então o pessoal do cross country pode se preparar para novidades”, alerta Rogério.

O XCM terá um formato similar a Congonhas, com um percurso de aproximadamente 12 km, no qual os competidores farão voltas de acordo com a categoria, desde uma volta para os participantes da Turismo, até quatro voltas para quem já tem mais experiência. Na maratona, a exigência técnica será bem menor que no XCO, com mais estradas e single tracks.

O short track será bem diferente do que foi visto em Congonhas. A ideia é montar uma pista mais aberta, com muitos trechos de ultrapassagem para favorecer as disputas, assim como nas etapas da Copa do Mundo. A mudança aumentará a emoção da disputa, que será transmitida ao vivo pelo Band Sports.

Foto: Cesar Dolong
Leia mais...
 
Copyright © 2021 Foto e Bike • Direitos reservados | Escreva-nos: blogfotoebike@gmail.com
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top