terça-feira, 5 de outubro de 2021

Leo Aversa desqualifica ciclismo e ofende seus praticantes em texto publicado no Globo

Foto: Pavla Kozáková / Pixabay


Nesta terça-feira, 5 de outubro, foi publicado um artigo do fotógrafo e colunista Leo Aversa intitulado 'A invasão dos playboys ciclistas' na editoria de cultura do O Globo. No texto, o articulista critica algumas atitudes dos ciclistas, vestimentas, equipamentos... enfim, só reclama parecendo um daqueles que querem as bikes fora das ruas e tenta de todo jeito desqualificar o esporte e seus praticantes!

Resumindo o conteúdo, Aversa critica as cores das roupas utilizadas pelos ciclistas (playboys ou não) e o fato de serem, em sua maioria, coloridas e justas. O autor também afirma ter "ranço" por conta dos ciclistas comprarem acessórios caros e bicicletas caras também (vai vendo).

"Se o objetivo é fazer gastar energia, não seria mais adequado uma Caloi Barra Forte ou uma Monark Barra Circular?", questionou Leo Aversa no decorrer de seu texto. E a resposta à questão é: depende! O biker que quiser andar com essas bicicletas e estiver feliz com o equipamento não tem de que reclamar. O mesmo podemos aplicar para a questão do investimento: quem define o quanto vai querer gastar em equipamentos é o próprio ciclista.

Em seu artigo, Leo Aversa apresenta o que pensa do ciclismo ao deixar transparecer que o objetivo de pedalar é só para gastar energia ou "impressionar as louras wellness e matar de inveja os tiozões". O que o autor não leva em consideração é que qualquer pessoa (playboy ou não) pode andar de bike simplesmente por gostar de fazer isso, por sentir prazer ao praticar o esporte.

Aversa fala da expressão "fechada e tensa" do "ciclista gourmet" quando está pedalando sua bike e diz que é "como se estivesse pilotando uma nave espacial". Bom, e qual o problema nisso? Nenhum! O que há aí é só o descontentamento do cara que escreveu o artigo, pois geralmente quem vai na bike está feliz.

Ainda arrisco dizer que talvez Leo Aversa tenha tido sensação parecida quando conquistou sua primeira câmera fotográfica e depois uma superior e outra ainda melhor do que a primeira e a segunda.

Não é porque tem duas rodas que é algo simples


É certo que as bicicletas são veículos de "propulsão humana, dotado de duas rodas", conforme define o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), mas isso não quer dizer que não haja bikes exclusivas e diferenciadas, pois há.

Além do mais, querer reduzir as bicicletas ao simplório - como fez Leo Aversa em seu artigo - é desvalorizar o trabalho de tantos engenheiros, projetistas e todo o corpo técnico que emprega esforços no desenvolvimento e aperfeiçoamento das bikes no Brasil e no mundo inteiro. E sim, eles projetam bicicletas para o 'tio Zé' da barra forte, para o ciclista amador, profissional e se o cara for playboy o projeto é para ele também.

Sobre os motoristas de ônibus


A maioria da galera que pedala, ao ser questionada sobre as cores das roupas de ciclismo, diz que é para chamar a atenção dos motoristas. Contudo, Aversa também se sente incomodado com isso.

Leo Aversa lida com estética: o cara é fotógrafo. Porém, não vamos entrar nesse campo visto que não é foco. Ao invés disso, um zoom em outro trecho do artigo dele pode ser mais interessante.

"Alguém deve explicar aos praticantes [de ciclismo] que não é que o chofer do ônibus, por exemplo, não os veja: é que ele simplesmente não se importa", disse Leo Aversa. Ora, se a situação é essa evidentemente existe: 1) falta de humanidade, pois sobre a bike vai uma vida; 2) falta de desconhecimento das leis de trânsito; 3) falta de conscientização e aplicação da lei.

Leo Aversa só acertou em uma coisa


No meio de tantas coisas que Aversa falou em seu artigo 'A invasão dos playboys ciclistas', só tem uma coisa que onde ele tinha razão: tem muito ciclista que não para nos sinais fechados. Galera, no Brasil, sinal vermelho é para parar, inclusive de bike! Há estudos que sugerem a revisão disso, mas enquanto não muda a norma é a que está no CTB.

De resto, Leo Aversa só disse caca!

Foto: Pavla Kozáková / Pixabay
Compartilhe essa publicação!


Mais posts relacionados

12 comentários:

  1. Respostas
    1. A pergunta que nao quer calar:
      - QUEM É LEO AVERSA, NA FILA DO PÃO?

      Excluir
  2. Um cara desse não merece nem comentários mas vamos lá.
    sobre o sinal de transito.
    Eu mesmo passo em tantos quanto posso(sinal Vermelho), isso poupa energia pois não preciso reacelerar a bike, lógico, não passa feito um louco desatento, é mais seguro pois vc não tem aquela largada junto com os carros, sabia que mais de 70% dos acidentes envolvendo ciclistas ocorre entre 10 a 15 segundos após esse momento. Existem estudos na europa e eua que comprovam isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sobre o lance dos sinais, é desse tipo de estudo que falei no texto. Mais para frente vou publicar mais dados desse estudo, pois é uma assunto muito interessante.

      Excluir
    2. Concordo. Também não curto largar junto com os carros. Sempre que posso eu largo antes ainda que fechado. Tem uns motoristas que adoram arrancar pr se exibir.

      Excluir
  3. Esses é só mais um escroto que saiu do esgoto nós últimos tempos.

    ResponderExcluir
  4. Esse é apenas um frustrado que ao abrir a boca, perdeu uma grande oportunidade de valorizar um esporte que cresceu em meio à pandemia, que gera emprego e faz a economia girar, mas, imagino eu, que quem fica socado em um escritório buscando uma matéria fantástica, não tem tempo pra relaxar, simplesmente lamentável, sr duble de jornalista, quem lacra não lucra.

    ResponderExcluir
  5. Sem noção, pura dor de cotovelo.
    Inveja dos ciclistas pq tem uma bike mais cara que o carro dele...kkkk
    Não tem assunto, viu que o ciclismo está em alta e resolveu arriscar em um capo que não sebe nem o que é STI...kkkkk

    ResponderExcluir
  6. Não foi só caca, talvez vc concordou foi com a caca...

    Foram críticas aos modismos e exageros supérfluos que muitos fazem atacando os que fazem o uso mais fútil do meio de vida de muitos!

    Se doer com o que foi escrito obviamente é intencional e pensar sobre muito importante bem como responder como vc fez.

    Bons roles se cuidem!

    ResponderExcluir
  7. Isso parece não ter fim, a cada 6 meses ou menos sempre aparece um idiota falando isso. Provavelmente é mais um recalcado da vida infelizmente. Sou ciclista de estrada desde os 12 anos, sempre trabalhei e juntei grana pra comprar peças de qualidade, assistindo todas as corridas e participando de provas. Treinos, planilhas, dietas, viagens tudo pq gostava. Não entendo como uma pessoa pode escrever uma materia denegrindo qq coisa e ainda ser aprovada para veicular. Nesse caso não tem um idiota, no mínimo 2 ou mais.

    ResponderExcluir
  8. Deve ter tido uma infância no jumento.

    ResponderExcluir
  9. Mas que tem mesmo um pato brabo metido a besta pensando que é pedalpower tem mesmo ,ele não desqualificou o ciclismo mas sim os playboy que não agregam só fazem moda até no ciclismo

    ResponderExcluir

 
Copyright © 2021 Foto e Bike • Direitos reservados | Escreva-nos: blogfotoebike@gmail.com
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top