Mostrando postagens com marcador Banco Santander. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Banco Santander. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 15 de dezembro de 2021

Líderes da elite repetem vitória na segunda etapa da Santander Brasil Ride Espinhaço

Início da segunda etapa da Santander Brasil Ride Espinhaço - Foto: Marcelo Maragni / Santander Brasil Ride


A segunda etapa da Santander Brasil Ride Espinhaço, realizada nesta quarta-feira (15), em Conceição do Mato Dentro (MG), com passagem pelo histórico povoado de Córregos, e as duplas formadas por Sherman Trezza/Lukas Kaufmann e Paula Gallan/Isabella Lacerda mantêm as camisas de líderes de suas categorias.

Sherman Trezza e Lukas Kaufmann completaram os 50,6 km e 1.760 m de altimetria da segunda etapa da Santander Brasil Ride Espinhaço em 2h12min58. Já Paula Gallan e Isabella Lacerda cruzaram o pórtico de chegada em 2h53min47. As duas duplas já haviam vencido o prólogo no dia anterior.

O percurso da segunda etapa da Santander Brasil Ride Espinhaço teve a primeira metade composta por estradões, o que deixou o início bastante rápido. No km 30, os atletas enfrentaram a serra principal da etapa, para em seguida descerem em trilhas de single track (estreitas). No km 26, Sherman e Lukas lideravam com 1min16 de vantagem para Ricardo Pscheidt e Leandro Donizete, seus principais perseguidores. Ao final, conseguiram aumentar a vantagem para 7min28segundos em relação a Ricardo e Leandro, que concluíram a etapa em 2h20min26 em segundo lugar. Carlos Henrique Paixão e Marcus Silva fecharam o pódio, em 2h21min55, na terceira posição.

"Etapa rápida, porém mais difícil do que eu esperava. O terreno estava pesado e tivemos um sobe e desce o tempo todo. A serra também foi bem difícil", comentou Lukas. "Foi uma etapa que favoreceu nossa dupla, porque estamos com técnica e fluidez boas. Estamos nos surpreendendo com a forma que estamos apresentando após competirmos intensamente na Santander Brasil Ride Bahia, há pouco mais de um mês e pelo fato de o Sherman ter sofrido uma forte queda há duas semanas. Estou feliz demais por tudo isso", completou Lukas.

"O início foi rápido e simples, com apenas uma descida mais difícil porque estava bastante liso o terreno. A parte de sobe e desce era para ser mais tranquila, mas pelo excesso de lama foi realmente duro. No km 30, chegamos bem desgastados. Lukas e eu gostamos de andar nessas condições. Descemos um trecho técnico, com muita lama, e depois veio a subida final para chegar na arena. Abrimos uma boa vantagem nesse trecho final, cumprindo muito bem o planejamento traçado", revelou Sherman.

Agora, Sherman e Lukas tem a camiseta amarela com o tempo acumulado 2h56min28, contra 3h05min55 de Ricardo e Leandro, que ocupam a primeira colocação na disputa das Américas. O terceiro lugar no top 3 agora é de Carlos Henrique Paixão e Marcus Silva, com 3h09min55. João Paulo Firmino e Diogo Malagon ocupam a quarta posição, com 3h13min50, enquanto o português David Rosa e Vitor Bento estão em quinto, com o total de 3h14min09.

"Foi uma etapa dura, porque a chuva e o barro deixaram tudo mais pesado. O ponto alto foi a descida da trilha no final, muito bem feita. Foi o mountain bike raiz mesmo. Um dia bem legal, que com certeza agradou a todos", comentou Ricardo Pscheidt. "Etapa foi rápida e agitada no início. Tivemos uma primeira subida e na descida estava bem liso, ou seja, o pelotão se quebrou e em seguida reconectou-se. Daí para frente, ritmo alto, sempre com cuidado em termos físicos e de equipamento. Lama, barro, mas terminamos bem e seguimos em segundo lugar no geral", contou Leandro Donizete.

Elite feminina da segunda etapa da Santander Brasil Ride Espinhaço


Entre as mulheres, o enredo foi parecido. Paula Gallan e Isabella Lacerda não foram incomodadas por suas adversárias e lideraram na passagem do km 26. Ao final do dia, cruzaram a linha de chegada em 2h53min47, para ganhar outra etapa, com lugar de Marcella Toldi e Fabiana Brandao outra vez na segunda colocação, em 2h54min17. Letícia Cândido e a alemã Naima Diesner fecharam o top 3, em 3h01min51, repetindo o pódio do primeiro dia na elite feminina. 

Chegada de Paula Gallan e Isabella Lacerda - Foto: Mario Jordany / Santander Brasil Ride
Chegada de Paula Gallan e Isabella Lacerda - Foto: Mario Jordany / Santander Brasil Ride


"Etapa dura. Muita lama, ou seja, deixando o terreno pesado. A prova exigiu muita força, por isso estamos bem felizes com a vitória. Entregamos tudo que podíamos", resumiu Isabella. "Estamos respeitando uma a outra, com a sintonia boa. Isso que é importante em uma prova como a Santander Brasil Ride. A Paula é bem forte e estou feliz de estar com ela. Vamos dar o nosso melhor para segurarmos esta camiseta de líder até o sábado (18), último dia de competição", avaliou Isabella.

"Fiz força do começo ao fim. Minha parceira me ajudou bastante, porque sofri demais. Muitas subidas duras, trilhas incríveis. O percurso molhado dificultou, mas isso é o mountain bike. Por todos esses motivos, fico muito feliz com mais essa vitória aqui em Conceição do Mato Dentro", completou Paula, que lidera ao lado de Isabella com 3min42 de vantagem para Marcella e Fabiana, donas da camiseta azul de líderes das Américas. Letícia e Naima correm por fora na disputa do título, com 14 minutos de desvantagem para as donas da camiseta laranja.

Tiago Ferreira segue líder na solo


O português Tiago Ferreira segue na primeira colocação da categoria solo, novidade no circuito da Santander Brasil Ride quando o assunto é ultramaratona. Com o tempo acumulado de 3h10min28, Ferreira tem o quarto melhor tempo entre todas as equipes de bicicletas não assistidas.

"Diferente do prólogo, de apenas 16 km, sabia que nesta etapa deveria dosar melhor o ritmo. Nos primeiros 30 minutos consegui ir com os ponteiros, mas aí senti que estava completamente fora de condições físicas para acompanhá-los. Assim, procurei um pelotão para me encaixar e procurei apenas desfrutar das trilhas. O terreno estava pesado, com lama, mas foi possível aproveitar o pedal", comentou Ferreira, ciclista que acumula os títulos de campeão mundial e de bicampeão europeu.

Bruske e Ribeiro lideram na e-bike


Assim como ocorreu nas elites masculina e feminina, na disputa das e-bikes Erick Bruske e Isabella Ribeiro também repetiram o triunfo da primeira etapa. 

"Etapa estratégica, por conta da administração de bateria. Pegamos bastante lama e nos separamos bem dos atletas que não tinham bikes elétricas. Abri vantagem logo no início, que era o que eu gostaria de fazer. Por conta das condições climáticas, cuidar do equipamento era a principal preocupação. Tínhamos que nos adaptar bem na pilotagem e o mais difícil ficou para o final, onde consegui abrir a maior vantagem na liderança", contou Bruske.

Top 5 das elites na segunda etapa da Santander Brasil Ride Espinhaço


Masculina
1-Sherman Trezza/Lukas Kaufmann - 2h12min58
2-Ricardo Pscheidt/Leandro Donizete - 2h20min26
3-Carlos Henrique Paixão/Marcus Slva - 2h21min55
4-David Rosa (POR)/Vitor Bento - 2h25min20
5-João Paulo Firmino/Diogo Malagon - 2h25min40

Feminina
1-Paula Gallan/Isabella Lacerda - 2h53min47
2-Marcella Toldi/Fabiana Brandão - 2h54min15
3-Letícia Cândido/Naima Diesner (ALE) - 3h01min51
4-Julyana Rodrigues/Sabrina Gobbo - 3h16min48
5-Renata Spindola/Miriam Shimada - 4h08min27

Top 5 acumulado das elites da Santander Brasil Ride Espinhaço


Masculina
1-Sherman Trezza/Lukas Kaufmann - 2h56min29
2-Ricardo Pscheidt/Leandro Donizete - 3h05min55 
3-Carlos Henrique Paixão/Marcus Slva - 3h09min55
4-João Paulo Firmino/Diogo Malagon - 3h13min50
5- David Rosa (POR)/Vitor Bento - 3h14min09

Feminina
1-Paula Gallan/Isabella Lacerda - 3h49min40
2-Marcella Toldi/Fabiana Brandão - 3h53min23
3-Letícia Cândido/Naima Diesner (ALE) - 4h03min47
4-Julyana Rodrigues/Sabrina Gobbo - 4h18min45
5-Bárbara Domingues/Gabriela Vasconcelos - 5h26min41

Foto de destaque: Marcelo Maragni / Santander Brasil Ride
Leia mais...

Sherman Trezza e Lukas Kaufmann vencem prólogo da Santander Brasil Ride Espinhaço

Pódio masculino do prólogo da Santander Brasil Ride Espinhaço - Foto: Nico Ferri / Santander Brasil Ride


A edição inédita da Santander Brasil Ride Espinhaço teve início nesta terça-feira (14) em Conceição do Mato Dentro (MG). O prólogo, válido pela primeira de cinco etapas da competição de mountain bike, teve percurso de 16 km nas proximidades da arena Santander Brasil Ride. Ao completarem a disputa em 43min30, Sherman Trezza e Lukas Kaufmann largaram na frente na open. No feminino, Paula Gallan e Isabella Lacerda foram as mais rápidas, concluindo em 55min53 a prova de abertura.

Terceira dupla na largada no prólogo, Sherman Trezza e Lukas Kaufmann iniciaram a Santander Brasil Ride Espinhaço com 1min58 de vantagem para Ricardo Pscheidt e Leandro Donizete, que concluíram o percurso em 45min28. Lucas Mota e Rodrigo Nascimento fecharam o top 3 do primeiro dia, com o tempo de 47min15.

"Há um mês corremos a Santander Brasil Ride na Bahia. Pela primeira vez faço duas ultramaratonas num espaço tão curto de tempo, ou seja, vivo aqui uma experiência nova. Treinei bem nas últimas duas semanas e construí uma boa forma neste período. Correr em Minas Gerais, nessas montanhas, para mim é competir em casa. Gosto muito do tipo de trilhas que temos aqui, porque são técnicas e também exigem performance. Um prólogo é assim mesmo. Encaixamos o ritmo no começo, seguramos e fomos fluindo cada vez mais. O nosso entrosamento é muito bom. Não precisamos nem conversar tanto, porque as coisas acontecem naturalmente. Fomos rápidos e agora temos confiança extra para o restante da competição", contou Lukas Kaufmann.

"Outra vez iniciamos uma competição bem equilibrados. Isso facilita muito para uma dupla em termos técnicos e físicos. Estamos super felizes pelo resultado. Sempre quis conhecer essa região, muito legal para a prática do mountain bike. Se os próximos quatro dias forem parecidos com este prólogo, com certeza será divertido, mesmo que seja duro. Passamos por trilhas fantásticas, isso que é o mountain bike. Vamos curtir os cinco dias aqui em Conceição do Mato Dentro e nada melhor do que começar com uma vitória e ter a camiseta de líder", comentou Sherman Trezza.

Como foi a disputa feminina da Santander Brasil Ride Espinhaço


Entre as mulheres, Paula Gallan e Isabella Lacerda iniciaram com tudo a busca pelo título da competição inédita em Conceição do Mato Dentro. A dupla assumiu a camiseta de líder feminina com o tempo de 55min53, 3min14 à frente de Marcella Toldi e Fabiana Brandão. Letícia Cândido e a alemã Naima Diesner completaram o top 3, cravando 1h01min55, apenas um segundo à frente de Julyana Machado e Sabrina Gobbo. 

Pódio feminino do prólogo da Santander Brasil Ride Espinhaço - Foto: Nico Ferri / Santander Brasil Ride
Pódio feminino do prólogo da Santander Brasil Ride Espinhaço - Foto: Nico Ferri / Santander Brasil Ride


"Estava com saudades da Brasil Ride. É uma das provas mais sofridas que eu corro, mas é uma das minhas preferidas. Não sei te explicar o porquê, mas é uma energia única. Estou muito feliz. Correr em casa, num terreno espetacular. O prólogo teve uma pista incrível. Muito técnica, do jeito que eu gosto. Paula e eu temos uma amizade de muitos anos e isso contribuiu para o resultado e nosso entrosamento. Vamos levar essa amizade e respeito até o final, porque isso é fundamental. Agora, é recuperar, porque na segunda etapa é que começa de verdade. A abertura foi só um aperitivo. Vamos tentar segurar a camiseta de líderes até o fim do quinto dia. Esse é o objetivo", avaliou Isabella que é campeã da temporada 2021 da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB).

"Minha quinta vez em uma prova da Brasil Ride. Já corri quatro vezes na Bahia. Fizemos um prólogo muito bom e estou feliz de competir ao lado da Isabella, que é uma referência no mountain bike, inspiração desde que comecei. Nossa sintonia é realmente boa", disse Paula Gallan.

Top 5 das elites após o prólogo:


Masculino
1-Sherman Trezza/Lukas Kaufmann - 43min30
2-Ricardo Pscheidt/Leandro Donizete - 45mi28
3-Lucas Motta/Rodrigo Nascimento - 47min15
4-Carlos Henrique Paixão/Marcus Silva - 47min59
5-André Aikawa/Marcus Silva - 48min07

Feminino
1-Paula Gallan/Isabella Lacerda - 55min53
2-Marcella Toldi/Fabiana Brandão - 59min08
3-Letícia Cândido/Naima Diesner - 1h01min55
4-Julyana Rodrigues/Sabrina Gobbo - 1h01min56
5-Bárbara Domingues/Gabriela Vasconcelos - 1h16min16

Foto de destaque: Nico Ferri / Santander Brasil Ride
Leia mais...

quarta-feira, 1 de dezembro de 2021

Campeão mundial Tiago Ferreira está confirmado na Santander Brasil Ride Espinhaço

Tiago Ferreira durante entregas de medalhas na Bahia - Foto: Mario Jordany / Santander Brasil Ride


O campeão mundial de mountain bike maratona em 2016, Tiago Ferreira, está entre os confirmados para a disputa da Santander Brasil Ride Espinhaço. O ciclista português que é bicampeão europeu irá competir na categoria solo.

A Santander Brasil Ride Espinhaço ocorre entre os dias 14 a 18 de dezembro, em Conceição do Mato Dentro (MG). Além a novidade da categoria solo, na qual Tiago Ferreira vai competir, a competição terá mais de 140 mil reais de prêmios em dinheiro, a maior premiação do Brasil na história deste esporte.

"Será uma ótima oportunidade para estar em mais um evento da Santander Brasil Ride. Depois de um 2020 bastante complicado, quase sem corridas, e um 2021 um pouco melhor. Poder voltar à Santander Brasil Ride na Bahia foi muito bom. Agora, surgiu esta oportunidade de estar no Espinhaço. Não há como recusar. Primeiro porque aqui na Europa o tempo fica ruim nesta época. Além disso, tem fatores que todos sabemos. Excelente organização, bom ambiente em todo evento, poder rever os amigos que fiz ano após ano. Estou certo de que será mais uma prova brutal em termos de percursos e etapas. Tem todos os ingredientes para ser mais um grande evento para se participar", comenta Ferreira.

O evento em Conceição do Mato Dentro contará com cinco etapas, totalizando 290 km e 9100 m de altimetria acumulada. No primeiro dia, serão pedalados 84 km com 2531 m de altimetria, na corrida mais longa da edição. Já no segundo, 45 km e 1384 m de altimetria, enquanto na terceira etapa, 78 km e 2510 m de altimetria. A quarta será a do XCO, em uma pista de 7,8 km, totalizando 31,6 km e 1.040 m de altimetria. A decisão terá 42 km e 1605 m de altimetria total.

"Será minha primeira vez nesta região do Brasil. Pelo que tenho visto de fotos e vídeos, é parecido com aquilo que estou habituado aqui em Portugal. Mais pedras no caminho e a presença de serras normais para mim. Minha expectativa é alta, porque na Santander Brasil Ride estamos habituados a grandes organizações e grandes eventos. Percursos únicos, com uma equipe e estrutura qualificada para isso", ressalta Tiago. 

"Tenho a certeza absoluta que será uma ótima experiência. Estou curioso para conhecer a região e desfrutar das trilhas. Serão grandes momentos de mountain bike e é isso que eu procuro", finaliza.

Maratona do Cipó no encerramento da Santanter Brasil Ride Espinhaço


Disputa marcada para o sábado (18), a Maratona do Cipó será responsável por encerrar com chave de ouro a ultramaratona, com um percurso de 56 km e 2086m de altimetria acumulada na sua prova principal. Quem optar por um desafio menos intenso, pode se inscrever na categoria tour, com 27 km de extensão e 950 m de desnível altimétrico.

Foto: Mario Jordany / Santander Brasil Ride
Leia mais...

terça-feira, 30 de novembro de 2021

Maratona do Cipó marca encerramento da Santander Brasil Ride Espinhaço

Maratona do Cipó marca final da Santander Brasil Ride Espinhaço 2021 - Foto: Fabio Piva / Santander Brasil Ride


A estreia da Santander Brasil Ride Espinhaço no ciclismo nacional entre os dias 14 e 18 de dezembro, em Conceição do Mato Dentro (MG), vai ter uma corrida única para os amantes do esporte. Será a Maratona do Cipó, programada para o último dia do evento e responsável por encerrar com "guidão de ouro" a ultramaratona que terá a maior premiação da história do ciclismo brasileiro.

"Além de termos os atrativos de os participantes poderem chegar um dia antes e assistir aos melhores ciclistas do país e do mundo competindo sexta-feira (17) no cross country olímpico, e no dia seguinte pedalar pelas mesmas estradas e trilhas ao lado deles, a região do Espinhaço permite aos visitantes conhecerem lugares lindos. Para cada lado que você olha, o visual é deslumbrante e a riqueza de momentos que a natureza propicia chama muito a atenção. Quem for para a Maratona do Cipó, não vai se arrepender", comenta Mario Roma, fundador da Santander Brasil Ride.

Com um percurso de 56 km e 2.086m de altimetria acumulada na sua prova principal. Também há espaço para aqueles que optarem por um desafio menos intenso: esses poderão se inscrever na categoria tour, com 27 km de extensão e 950m de desnível altimétrico.

Com largada e chegada na arena Santander Brasil Ride, os ciclistas iniciam o percurso no centro da cidade, para então subirem a Serra da Ferrugem, um dos conjuntos de montanhas que cercam Conceição do Mato Dentro. Uma subida longa, porém não tão íngreme. Do alto, tem-se uma linda vista panorâmica do município, enxergando também o alto da Serra do Espinhaço, que foi tombada pela UNESCO em 2006, como Reserva da Biosfera, também integrando o Circuito Nacional da Serra do Cipó.

Os participantes da Maratona do Cipó também passam ao lado do "Pico do Soldado", que faz parte da Serra da Ferrugem e é o ponto mais alto de Conceição do Mato Dentro, recebendo este nome por sua semelhança a um soldado descansando com seu cão, como reza a lenda. Do Pico é possível descortinar uma bela paisagem, com grande amplitude visual para todos os lados, sendo uma importante referência geográfica na região, inclusive para o tráfego aéreo regional, com local para saltos de asa delta e paraglider. 

No final da Maratona, o percurso segue pelo Parque Natural Municipal do Salão das Pedras, criado em dezembro de 1999, com uma área de 857 hectares, que também margeia a cidade. Lá, estão sendo construídas trilhas no estilo de um bike park, um paraíso para o mountain bike. O Salão de Pedras é considerado no Brasil e no exterior o melhor local do País para a prática de escalada na modalidade boulder (escalada em pequenos blocos praticada sem o uso dos equipamentos de segurança). Local de clima agradável, que também permite uma visão panorâmica da cidade, ideal para observar o nascer e o pôr do sol e os astros. Encontram-se nesse local sítios arqueológicos que datam de 5 mil anos.

Programação da Maratona do Cipó


A disputa que encerra a Santander Brasil Ride Espinhaço tem retirada de kit na sexta-feira, entre 8h e 15h, na arena Santander Brasil Ride. Quem optar por retirar o kit no dia da prova, precisa fazê-lo entre 7h30 e 8h30. Enquanto a largada da disputa principal será às 10h, a categoria tour tem seu início logo em seguida, às 10h30.

A inscrição para a prova pode ser feita no hotsite da competição.

Foto: Fabio Piva / Santander Brasil Ride
Leia mais...

segunda-feira, 29 de novembro de 2021

Santander Brasil Ride Espinhaço terá maior premiação da história do ciclismo brasileiro

Ciclistas no percurso da Santander Brasil Ride Espinhaço - Foto: Fábio Piva / Santander Brasil Ride


A Santander Brasil Ride Espinhaço, prova de mountain bike por etapas de cinco dias, faz sua estreia entre 14 e 18 de dezembro, em Conceição do Mato Dentro (MG), a 167 km da capital Belo Horizonte, e já chega elevando a outro patamar o ciclismo nacional. Com mais de 140 mil reais de prêmios em dinheiro, o evento ofertará a maior premiação do Brasil na história deste esporte, que é um dos que mais cresce no País e no mundo. Seguindo os padrões do circuito da Santander Brasil Ride, mulheres e homens terão premiação igual na prova.

"Esse valor total, nunca foi registrado em nenhuma prova de ciclismo no Brasil, algo que é extraordinário e mostra aonde, juntos, nós da Santander Brasil Ride e nossos patrocinadores, podemos chegar", enaltece Mario Roma, fundador do evento. "Além disso, haverá um prêmio especial para o ciclista que fizer a volta mais rápida na etapa do cross country olímpico (XCO), na quarta etapa. Quem for o mais veloz entre os amadores (não federados) ganhará um capacete especial que o Henrique Avancini utilizava e ofertou como prêmio extra", complementa Mario Roma.

Para os dez primeiros colocados das elites masculina e feminina, a premiação totalizará 56 mil reais, sendo que as duplas vencedoras levarão 10 mil reais cada. Pelas etapas, na premiação da UCI, outros 42 mil reais serão distribuídos pela organização. Por fim, um prêmio inédito no Tour Bike Santander Brasil Ride, o Sprint Brasil Ride, em que uma premiação de 45 mil reais será dividida - R$ 25.000,00 para a equipe que for primeira colocada, R$ 15.000,00 para a segunda e R$ 5.000,00 para a terceira.

No Sprint Brasil Ride, a disputa pela premiação é aberta a qualquer categoria em duplas da Santander Brasil Ride Espinhaço. A premiação será para as três primeiras duplas que tiverem o maior número de vitórias ao longo das cinco etapas. Os critérios para classificação final são: equipe com maior número de vitórias nas cinco etapas; no caso de empate do número de vitórias em etapas o critério de desempate será a equipe vencedora da etapa mais longa; caso o 2º ou 3º lugares desta premiação não sejam possíveis de serem definidos pelos critérios acima, será considerado também o maior número de 2º lugares em cada etapa.

Sobre a Santander Brasil Ride Espinhaço


O evento realizado em Conceição do Mato Dentro contará com cinco etapas, totalizando 290 km e 9.100 m de altimetria acumulada. No primeiro dia, serão pedalados 84 km com 2.531 m de altimetria, na corrida mais longa da edição. Já no segundo, 45 km e 1.384 m de altimetria, enquanto na terceira etapa, 78 km e 2.510 m de altimetria. A quarta será a do XCO, em uma pista de 7,8 km, totalizando 31,6 km e 1.040 m de altimetria. A decisão, dia também da Maratona do Cipó, terá 42 km e 1.605 m de altimetria total.

Quais são as categorias da Santander Brasil Ride Espinhaço?


Visando ciclistas profissionais e amadores, a Santander Brasil Ride Espinhaço terá o total de 12 categorias: as oficiais, Open, Feminina, Mista, Master, Grand Master e Corporativa. Além dessas categorias, seis premiações especiais: “American Jersey Masculina”, “American Jersey Feminina”, “Nelore, “Iron Rider”, “Guarini” e “E-MTB”, nesta que é a primeira ultramaratona de mountain bike assistida nas Américas.

Como se inscrever na Santander Brasil Ride Espinhaço?


Os ciclistas interessados em garantir uma vaga para disputar a Santander Brasil Ride Espinhaço devem se inscrever no hotsite da competiçãoTodas as informações da prova estão disponíveis lá.

Foto: Fábio Piva / Santander Brasil Ride
Leia mais...

segunda-feira, 13 de setembro de 2021

Provas do Brasil Ride terão nome do Santander até 2022

Santander vai dar nome ao Tour Brasil Ride até 2022 - Foto: Fabio Piva / Brasil Ride


O Banco Santander e a Brasil Ride estão ainda mais conectados na retomada do calendário esportivo de ciclismo no País. Após o anúncio, no início deste ano, do patrocínio do grupo bancário global à agência responsável pela maior prova de mountain bike premium do mundo, agora as competições do circuito passam a ter concessão do naming rights, passando a ser chamadas de Santander Brasil Ride até o final da temporada 2022.

"Estamos muito felizes em fazer mais este anúncio, que só comprova o quanto o ciclismo no País está em crescimento, bem como a agência Roma Sports Marketing, com a globalização da Brasil Ride e a expansão do Tour Brasil Ride em todo território nacional. O mercado tem olhado de uma forma diferente para bicicleta, pois sabe que é uma solução única de mobilidade e sustentabilidade no momento que vivemos. Não escondo o imenso orgulho que para nós é ter um dos maiores bancos do mundo, que é reconhecido mundialmente como o mais sustentável pelo Índice Dow Jones, como nosso parceiro", comemorou Mario Roma, fundador da Brasil Ride.

O naming rights da Santander Brasil Ride tem mais importância por todo o envolvimento que o banco tem com a prática esportiva, atividades físicas e qualidade de vida. Quando o assunto é ciclismo, a empresa está presente na revitalização da ciclovia da Marginal Pinheiros, em São Paulo e na Parada Santander, no mesmo local, além de ter uma linha de financiamento para bicicletas.

Em 2021, serão sete as provas do circuito de ciclismo que passam a contar com o naming rights do Santander: Festival Brasil Ride e Road Brasil Ride, em setembro, Brasil Ride Bahia e Maratona dos Descobrimentos, em novembro, e Diverge Gravel Race, Brasil Ride Espinhaço e Maratona do Cipó, as três realizadas no mês de dezembro.

Confira as datas de cada prova da temporada


- Santander Brasil Ride Bahia: 7 a 13 de novembro, Porto Seguro (BA) e Guaratinga (BA);
- Santander Maratona dos Descobrimentos: 13 de novembro, em Arraial d'Ajuda (BA);
- Santander Diverge Gravel Race: 4 de dezembro, em Botucatu (SP);
- Santander Brasil Ride Espinhaço:14 a 18 de dezembro, em Conceição do Mato Dentro (MG);
- Santander Maratona do Cipó: 18 de dezembro, em Conceição do Mato Dentro (MG).

Foto: Fabio Piva / Brasil Ride
Leia mais...

sábado, 11 de setembro de 2021

Tembici vai aumentar número de bikes com financiamento do Santander



O Santander Brasil e a Tembici fecharam uma linha de financiamento ver de R$ 29 milhões. A informação foi confirmada pelo banco no dia 29 de setembro e a ação vai viabilizar a expansão das operações da startup de mobilidade elevando em mil o número de bicicletas de seu sistema, sendo 500 para Brasília, até o final deste ano.

Trata-se da primeira operação de crédito verde (ESG Linked Loan) feita pelo Banco para uma empresa brasileira do setor. As concessões de empréstimos verdes pelo Santander condicionam desconto nos juros à medida que a empresa comprova a melhora de indicadores ESG pré-definidos. Além das novas bikes da Tembici, a capital federal receberá 70 novas estações.

"Os negócios verdes crescerão exponencialmente nos próximos anos. Atrelar metas socioambientais às operações de crédito com benefício para o cliente é uma forma de estimular o mercado na adoção das melhores práticas, fortalecendo negócios mais preparados para uma economia limpa e mais inclusiva", avalia Carolina Learth, responsável pela área de Sustentabilidade do Santander Brasil.

Com base sustentável, a Tembici busca neutralizar as emissões de CO2 de sua operação. Somente em 2020, foram economizadas mais de 4 mil toneladas de gás carbônico. Se emitido, o gás somente seria neutralizado com o plantio de aproximadamente 30 mil árvores. Ao final das pedaladas, os usuários da plataforma têm acesso ao número de calorias gastas e CO2 economizado.

Já o Santander tem investido na melhoria da infraestrutura para ciclistas. Em maio deste ano, o Banco anunciou o incentivo ao esporte tendo como representante o biker Henrique Avancini. Entre as novidades, estão uma linha de financiamento exclusiva para compra de bicicletas e peças, e oferta de seguro com cobertura para acidentes pessoais e apólices de vida. Além disso, casos de roubo ou furto foram incluídos nos planos de seguro residencial.

Foto: Santander / Divulgação
Leia mais...

quarta-feira, 26 de maio de 2021

Strava lança desafio 'Avancini 102km, por Santander' para recordar feito do brasileiro em 2018



Referencia para praticantes de exercícios físicos, a rede social Strava lançou o desafio 'Avancini 102km, por Santander' que terá início no dia 7 de junho ficará ativo por 12 dias. A ação foi anunciada na última segunda-feira, quando o banco formalizou apoio a Henrique Avancini e estratégias de incentivo ao ciclismo brasileiro.

O desafio convida as pessoas de qualquer lugar do mundo a pedalar a mesma distância que Avancini percorreu e que o tornou campeão mundial na Mountain Bike Maratona em 2018, em Auronzo di Cadore, na Itália.

"Os atletas que quiserem um desafio extra também podem tentar o mesmo ganho de elevação atingido pelo Henrique durante a prova. Em cinco horas e oito minutos, Avancini subiu 4.200m", destaca o Strava.

A recompensa do Strava aos que completarem o desafio 'Avancini 102km, por Santander' será um badge digital exclusivo.

Para participar do desafio no Strava, acesse o link.

Foto: Fabio Piva / Red Bull Content Pool
Leia mais...

terça-feira, 25 de maio de 2021

Henrique Avancini é representante do Santander em estratégia de incentivo ao ciclismo brasileiro

Henrique Avancini


O Santander anunciou nesta segunda-feira (24) sua estratégia de incentivo ao ciclismo brasileiro, tendo como representante o ciclista Henrique Avancini, terceiro colocado no ranking mundial de mountain bike e um dos favoritos ao pódio nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Avancini fará sua preparação e último período de treinos na Europa, antes de viajar ao Japão para os Jogos que acontecem a partir de 23 de julho.

As ações marcam a ofensiva do Banco no apoio ao ciclismo esportivo, que inclui o patrocínio à exibição de provas nacionais e internacionais e soluções financeiras voltadas aos praticantes. Entre as novidades, estão uma linha de financiamento exclusiva para a compra de bicicletas e peças, e uma mudança de paradigma no mercado de seguros: a partir de agora, o Santander estende aos ciclistas amadores ou profissionais a cobertura de suas apólices de vida e acidentes pessoais. Além disso, casos de roubo ou furto qualificado de bikes foram incluídos nos planos de seguro residencial.

A marca estará presente na transmissão do Grand Tour de ciclismo de estrada dos canais ESPN. O circuito conta com as principais provas do esporte no mundo, como o Tour de Frande e o Giro D’Italia. No canal Bandsports, o banco veiculará anúncios nas exibições do MTB Festival, a mais importante competição de mountain bike do Brasil.

“A bicicleta está ou esteve presente na vida de quase todos nós em algum momento, e vemos recentemente um grande aumento do interesse dos brasileiros pelo seu uso para transporte, lazer e como prática esportiva”, afirma Patricia Audi, vice-presidente de Comunicação, Marketing, Relações Institucionais e Sustentabilidade do Santander Brasil. “Isso ficou claro para nós após patrocinarmos a revitalização da ciclovia da Marginal do Rio Pinheiros, por onde hoje já trafegam mais de 70 mil ciclistas a cada mês.”

Para Henrique Avancini, o crescente interesse dos brasileiros pelo ciclismo torna o momento propício para a parceria com o Santander. “Esse boom ainda não foi acompanhado por um aumento da estrutura, do apoio ou de visibilidade para quem vive do esporte, ou quer levar mais a sério os treinos. Quando um banco oferece serviços como um seguro para acidentes ou crédito para a compra de bikes competitivas, acredito que podemos levar o ciclismo para um outro patamar”, acrescenta o atleta.

Segundo a Associação Brasileira do Setor de Bicicletas (Aliança Bike), as vendas do veículo cresceram 50% em 2020 quando comparadas a 2019. O mercado de mountain bike, especialidade de Avancini, representa 85% das vendas no País. A união entre ganhos de saúde, segurança sanitária e a possibilidade de fazer uma atividade física ao ar livre são alguns dos fatores apontados para o aquecimento do setor neste período.

“O ciclismo esportivo é praticado por milhões de brasileiros de todas as regiões do País, de todas as idades e em zonas urbanas e rurais. Com o patrocínio ao Avancini e das transmissões de TV queremos amplificar o impacto e o conhecimento da modalidade no País e conversar diretamente com esse público, oferecendo produtos e serviços que realmente atendam às necessidades de quem gosta do esporte”, afirma Igor Puga, diretor de Marketing e Marca do Santander Brasil.

A partir de agora, quem contratar o seguro de vida do Banco estará protegido contra acidentes sofridos enquanto pedalam. Além disso, o seguro residencial passará a cobrir o roubo ou furto qualificado de bicicletas que estiverem nas casas dos clientes.

E para facilitar a entrada de novos praticantes e a renovação das bikes daqueles que já pedalam, o Santander ampliou o CDC Bike, um produto diferenciado que permite o financiamento de 100% do valor de bicicletas e peças a partir de R$ 2,5 mil – sem limite máximo de valor, para contemplar também os modelos competitivos – com taxa de 1,69% a.m. e pagamento em até 48 parcelas.

“Ciclistas esportivos costumam ter bicicletas de alto valor e correm riscos pedalando em trilhas e na estrada, mas faltavam produtos desenvolvidos sob medida para garantir a segurança e a tranquilidade dos atletas amadores e profissionais. Nossos novos seguros e a linha de financiamento vêm para ocupar esse espaço e abrir novas possibilidades para os praticantes”, disse Marcelo Labuto, diretor de Pessoa Física do Santander Brasil.

Ciclovia Pinheiros


O Santander atua ativamente no segmento desde o ano passado, quando patrocinou a revitalização da ciclovia do rio Pinheiros, em São Paulo, reinaugurada em agosto daquele ano pelo Governo de São Paulo após passar por renovações no asfalto, vegetação e segurança. Em dezembro, o Banco inaugurou a Parada Santander, uma estação de apoio e conveniência para os cerca de 70 mil ciclistas que frequentam a rota todos os meses.

Sucesso de público, a Parada Santander, localizada próxima à Estação Vila Olímpia, proporciona um local para reparos de equipamentos, carregadores de celular e espaço de descanso. O modelo será replicado em outros pontos do País, com novos formatos e serviços. No espaço patrocinado pelo Banco, os visitantes têm um atendimento gratuito com orientações básicas, além de reparos e higienização das bicicletas, carregadores de celulares e vapor d’água para as pessoas se refrescarem. O ambiente ainda tem um contêiner com diversos serviços ao ciclistas, um deles é o Light FIT, que é um atendimento diário e gratuito no qual o usuário recebe orientações de comportamento do uso e passeio da bicicleta, além de reparos básicos e higienização.

Parceria Strava


Para conectar ciclismo esportivo, e-sports e tecnologia, o Santander disponibilizará um benefício exclusivo para clientes junto ao app Strava, ampliando de um para dois meses o acesso gratuito, a partir de hoje. O Strava é um aplicativo de monitoramento de atividades físicas por GPS com integrações a redes sociais como Instagram, Facebook e Twitter.

Referência para praticantes de exercícios físicos, o Strava é amplamente adotado por milhões de ciclistas de todo o mundo, que se conectam em rede. O aplicativo permite que os usuários se convidem para disputas em circuitos pré-definidos. A parceria com o banco prevê que o próprio atleta lance desafios na plataforma: o “Avancini 102km, por Santander” convidará pessoas em qualquer lugar do mundo a pedalar a mesma distância que o tornou campeão mundial na Mountain Bike Maratona em 2018, em Auronzo di Cadore, na Itália.

Patrocínios na TV


O Santander também anunciou a aquisição de cota de patrocínio da transmissão dos principais quatro Grand Tours do ciclismo mundial: Giro D’Italia (8/5 a 30/5), Tour de Suisse (6/6 a 13/6), Tour de France (26/6 a 18/7) e Vuelta a España (14/8 a 5/9), que serão transmitidos nos canais ESPN.

No canal Bandsports, também com patrocínio Santander, será televisionado o tradicional MTB Festival, evento nacional de Mountain Bike que esse ano acontecerá em Mariporã (SP), de 05 a 07 de novembro. O MTB Festival deve contar com mais de 4.500 atletas, disputando três títulos brasileiros simultâneos, divididos nas categorias de XCM Elite Pró Brasileiro; XCM Sport; DH Brasileiro e XCO/UCI Brasileiro.

Foto: Ricardo Hara / Santander
Leia mais...
 
Copyright © 2018-2022 Foto e Bike • Direitos reservados | Escreva-nos: blogfotoebike@gmail.com
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top