Mostrando postagens com marcador CIMTB. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador CIMTB. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 5 de outubro de 2021

Diego Knob estreia na elite do XCO durante CIMTB em Araxá (MG)

Diego Knob estreia na elite do XCO da CIMTB - Foto: Sense Factory Racing / Cesar Delong


Após conseguir o segundo lugar no pódio da Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB), em Araxá (MG), garantindo a dobradinha da Sense Factory Racing nas e-bikes, Diego Knob ainda estrou na Elite do XCO no final de semana dos dias 1º a 3 de outubro. 

Diego Knob, lenda brasileira das modalidades de gravidade e um dos construtores de trilhas mais importantes do Brasil, realmente encontrou uma nova paixão nas corridas de E-MTB. Correndo em Araxá de Hardtail contra os melhores ciclistas do país, o piloto da Sense Factory Racing foi vice-campeão na modalidade, perdendo apenas para o Rubinho Valeriano, outra lenda do esporte. 

"A prova foi excelente! Muitos competidores de nível altíssimo. Atletas migrando do enduro, do downhill e do XCO, para fazer uma competição equilibradíssima. Estou muito feliz com nossa performance. Não só com minha performance pessoal, mas com a performance da equipe, principalmente", afirmou Knob depois da prova. 

Além do desempenho impecável na prova de E-Bikes, Diego Knob encarou um novo desafio em sua extensa e variada carreira: pela primeira vez, o atleta alinhou com a elite brasileira do XCO, obtendo um fantástico décimo oitavo lugar, entre cerca de 70 competidores. Henrique Avancini venceu pela oitava vez consecutiva a disputa da CIMTB em Araxá.

"Não sei nem o que falar", comentou Knob após a prova visivelmente emocionado e bastante exausto.

"Eu nem ia largar, foi uma superação danada. Ontem cheguei acima do meu limite e até passei mal depois da prova. Larguei mais para participar desta festa incrível, com mais de 70 atletas", complementou o ciclista da Sense Factory Racing e que recentemente contribuiu para a abertura do Samambaia Bike Park, em Petrópolis (RJ).

"Alinhei na última fila, então foi muita poeira, muito trânsito e muita instabilidade nas duas primeiras voltas. Mas, por incrível que pareça, eu fui entendendo e percebendo que todo mundo estava em um ritmo pesado", observou Knob.

Oriundo do downhill, Knob ainda explicou que para ele o segredo foi seguir sua intuição e as orientações de seu treinador, especialmente por conta do forte calor.

"Não tenho nem o que falar. A estrutura estava bacana demais. Só queria agradecer essa oportunidade, já que vim do downhill e agora estou experimentando todas as vertentes do MTB, justamente para pegar uma bagagem e entender o esporte por completo, sempre me divertindo acima de tudo", finalizou Knob.

Foto: Sense Factory Racing / Cesar Delong
Leia mais...

Sense faz dobradinha no pódio da CIMTB em Araxá com Rubinho Valeriano e Diego Knob

Rubinho Valeriano durante etapa da CIMTB em Araxá (MG) - Foto: Sense Factory Racing / Felipe Almeida



No último fim de semana, nos dias 1, 2 e 3 de Outubro, o Tauá Grande Hotel, em Araxá (MG), foi palco da segunda etapa da Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB). Em um dos finais de semana mais importantes do calendário nacional do mountain biking, Rubinho Valeriano e Diego Knob fizeram dobradinha deixando a Sense Factory Racing com motivos de sobra para comemorar.

Na disputa das bikes elétricas, que aconteceu no sábado, dia 2, a equipe conquistou uma dobradinha espetacular, com o experiente piloto Rubinho Valeriano sagrando-se campeão, com sua full-suspension Sense Impulse E-trail, e Diego Knob ficando com o segundo lugar, usando a hardtail Sense Impact E-trail.

Além disso, a Sense Factory Racing subiu no lugar mais alto do pódio na júnior feminina da CIMTB, com mais uma vitória espetacular de Giugiu Morgen.

Rubinho Valeriano é campeão nas e-bikes 


Correndo sua primeira temporada com uma bicicleta elétrica, Rubinho Valeriano, que tem nada menos do que três participações olímpicas, parece estar se divertindo como nunca com esta nova fase em sua carreira.

O ciclista, que já se sente totalmente em casa na modalidade, conquistou mais uma vitória neste fim de semana, sendo o mais rápido do pelotão na disputa das E-Bikes da CIMTB. Há algumas semanas, em sua primeira competição de elétricas, o atleta venceu na Copa Internacional em Congonhas.

"Foi uma prova bem dura e difícil, o circuito novo está maravilhoso e a bike foi impecável em todas as voltas. Gostei demais da calibragem que fizemos na suspensão e nos pneus. Também ajustamos o motor e ganhamos muito torque", comentou Rubinho. 

"Na largada não consegui encaixar o pé, já que ainda não me adaptei em largar com o banco baixo. Quando consegui clipar, o pelotão já tinha ido embora. Mas, sabendo que a prova teria cinco voltas, mantive a calma", explicou Rubinho.
 
"Na segunda volta consegui chegar nos líderes e vi que o Knob estava disputando a frente. Vi que estava numa tocada mais forte e cheguei passando. Coloquei um ritmo forte na subida do apoio e percebi que estava conseguindo abrir nas partes técnicas. Aí, aproveitei isso para poder dar uma descansada nas subidas. Na última volta fiz mais força e consegui manter a liderança até o fim", acrescentou o piloto.

"Quero agradecer demais a equipe e todos os patrocinadores pela força, pelo apoio e pela torcida", afirmou Rubinho, comemorando ainda o segundo lugar de Diego Knob, seu companheiro na Sense Factory Racing.

Foto: Sense Factory Racing / Felipe Almeida
Leia mais...

segunda-feira, 4 de outubro de 2021

Giugiu Morgen conquista resultado importante após vitória na etapa da CIMTB em Araxá (MG)

Giugiu Morgen na CIMTB Araxá (MG) - Foto: Cesar Delong



A ciclista Giuliana Morguen conquistou mais um resultado importante ao vencer na segunda etapa da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin), uma das maiores e mais tradicionais competições do cenário nacional do Mountain Bike Cross-Country, na disciplina olímpica (MTB XCO).

Na cidade mineira de Araxá, no Tauá Grande Hotel, Giugiu Morgen correu pela júnior alinhando junto com as atletas da super elite. A petropolitana mais uma vez mostrou ótima forma física e muita habilidade com a bike, ao andar de igual para igual com as melhores atletas do Brasil, em um circuito desafiador e técnico. 

Correndo com a camisa amarela de líder na classificação geral da CIMTB em sua categoria, Giugiu encarou uma disputa quente em todos os sentidos, seja pelo calor elevado na prova, ou pela própria condição em que a disputa aconteceu.

CIMTB teve categorias femininas com largada mista


Na etapa Araxá da CIMTB, a organização colocou todas as categorias femininas - que vão da Sub-15 até a Super Elite - em uma largada única, que aconteceu ao meio dia do domingo, dia 3 de outubro. 

Por ser da Júnior, Giugiu largou atrás do pelotão da super elite e, por isso, teve que brigar com unhas e dentes por melhores colocações durante a prova. 

"Larguei na quinta fileira, atrás da elite, então foi meio difícil chegar lá na frente e até tomei algumas cotoveladas, e por isso tive que me posicionar também. Fui passando o pessoal dentro da trilha até chegar na sexta colocação. Depois disso, senti um pouco e mantive meu ritmo pelo resto da prova", explicou Giugiu. 

"O calor estava bem intenso, e a poeira também estava bem alta, mesmo com a chuva forte que caiu anteontem. Mas, mesmo assim, a experiência mais uma vez foi muito legal", completou a atleta da Sense Factory Racing.

Ainda no dia 3 de outubro, Henrique Avancini conquistou sua oitava vitória consecutiva na CIMTB em Araxá. O ciclista, que também é de Petrópolis (RJ), declarou que foi "uma das corridas mais duras que já tive" por lá.

Na elite feminina da CIMTB em Araxá, Isabella Lacerda venceu e manteve a liderança geral na categoria.

Diversão e trabalho em equipe


Apesar da prova dura, do forte calor e de muita poeira, Giugiu parece sempre estar se divertindo durante as competições. Até por isso, a ciclista elogiou bastante o percurso criado pela organização.

"Este ano, o percurso estava muito divertido, com muitos saltos e obstáculos que deixam a disputa muito mais emocionante", afirmou a ciclista que também elogiou a estrutura e o espírito esportivo de sua equipe.

"Como sempre, a Sense deu uma festa aqui pra gente, e eu gosto muito de correr em Araxá. Deixo registrado o meu agradecimento à Equipe Sense Factory Racing, porque por trás dos meus resultados, existe um excelente time de trabalho, com um espírito de união e competência, e com isso consigo alcançar os resultados mais incríveis", finalizou Giugiu.

De olho em seus próximos desafios, Giugiu mantém a animação em alta e, já pelos próximos dias, deve encarar uma nova competição. Na semana que vem, a cidade mineira de Lavras será palco de mais uma etapa da Taça Brasil de XCO, que acontece nos dias 9 e 10 de outubro e a atleta da Sense Factory Racing está confirmada.

Foto: Cesar Delong
Leia mais...

Segunda etapa da CIMTB termina com 8ª vitória seguida de Henrique Avancini em Araxá

Henrique Avancini venceu pela 8ª vez em Araxá - Foto: Cesar Delong / CIMTB Michelin



O fim de semana da segunda etapa da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin), em Araxá (MG), terminou com Henrique Avancini vencendo o XCO pelo oitavo ano consecutivo. "Uma das corridas mais duras que já tive por aqui", disse o atleta da Cannondale Factory Racing em suas redes sociais após a conquista.

José Gabriel ficou em segundo no XCO da CIMTB, em Araxá, e garantiu a liderança geral da competição. Gustavo Xavier ficou em terceiro seguido por Alex Malacarne e Guilherme Muller.

Na Elite Feminina, Isabella Lacerda teve uma vitória muito emotiva, após quatro anos fora das pistas e manteve a liderança geral.

Letícia Cândido terminou na segunda colocação. Hercília Najara fechou em terceiro seguida por Karen Olímpio. Luma de Carvalho fechou o pódio da Elite feminina da CIMTB na quinta colocação.

A disputa da CIMTB, em Araxá, foi uma das mais importantes da história, pois o evento recebeu a classificação mais alta pela UCI, de XCO Classe HC, que dará muitos pontos para o ranking mundial.

A pontuação recebida foi fundamental para atletas brasileiros e de outros países que almejam se classificar para a etapa de abertura da Copa do Mundo de MTB no Brasil, que acontecerá em abril de 2022, em Petrópolis.

XCC da CIMTB foi disputado no sábado, em Araxá 


Antes de vencer o XCO da segunda etapa da CIMTB Michelin, em Araxá, Henrique Avancini ganhou no Short Track (XCC) que foi disputado no sábado (2 de outubro), ele que é o atual vice-campeão mundial de MTB dessa disciplina. Em segundo lugar ficou Gustavo Pereira, da Sub-23, e José Gabriel ficou na terceira colocação, ele que foi o vencedor da 1ª etapa da CIMTB de 2021.

Na disputa feminina, Karen Olímpio ficou com a vitória no XCC seguida por Hercília Najara em segundo e Letícia Cândido em terceiro.

Foto: Cesar Delong / CIMTB Michelin
Leia mais...

terça-feira, 28 de setembro de 2021

Inscrições para etapa Araxá da CIMTB Michelin terminam nesta quarta-feira



As inscrições para participar da 2ª etapa da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin) terminam nesta quarta-feira, 29 de setembro. A etapa ocorrerá em Araxá (MG), nas nas dependências do Tauá Grande Hotel, entre 1º e 3 de outubro.

Será uma das mais importantes etapas de toda história de Araxá, pois o evento recebeu a classificação mais alta pela UCI, de XCO Classe HC, que dará muitos pontos para o ranking mundial.

A pontuação será fundamental para os atletas brasileiros e de outros países que almejam se classificar para a etapa da Copa do Mundo de MTB no Brasil, que acontecerá em abril de 2022, em Petrópolis. Além da prova de XCO, havará o Short Track (XCC) Classe 3 que também somará pontos importantes. 

As competições também vão contar pontos para o ranking brasileiro da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e estadual da Federação Mineira de Ciclismo (FMC).

As inscrições para a 2ª etapa da CIMTB Michelin são feitas pelo Sprinta.
Leia mais...

terça-feira, 21 de setembro de 2021

CIMTB Michelin está de volta a Araxá após um ano e meio

CIMTB volta à Araxá - Foto: Cesar Dolong


Após um ano e meio, a Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin) volta a Araxá no primeiro final de semana de outubro, para a 18ª edição consecutiva da prova mais tradicional do MTB brasileiro e latino americano. São esperados cerca de 900 atletas que devem competir nas dependências do Tauá Grande Hotel, entre 1º e 3 de outubro, em 42 categorias e três modalidades: XCC, XCO e XCM.

A competição é válida como XCO Hors Class, uma das mais altas classificações da Union Cycliste Internationale (UCI) além do XCC Classe 3, e deve atrair nomes mundiais do esporte como os principais atletas brasileiros, entre eles Henrique Avancini, o português David Rosa, o campeão mundial sub-23 de XCO, Martin Vidaurre, entre outros

“A etapa de Araxá 2020 foi a última grande competição de mountain bike antes da pandemia, e estamos muito felizes e animados para repetir a dose agora em outubro. E além disso, por sermos o maior evento anual de Araxá, a gente sente que tem uma grande responsabilidade com a cidade, no sentido de movimentar o comércio e favorecer essa retomada econômica”, diz Rogério Bernardes, organizador da copa.

Vale lembrar que, assim como na grande final de 2020, em Carandaí, e na 1ª etapa de 2021, em Congonhas, a testagem para COVID-19 será obrigatória na entrada do Tauá Grande Hotel para todos acima de 6 anos de idade. A organização, em parceria com o Tauá Grande Hotel, isolará a área onde será realizado o evento para que hóspedes e funcionários que não estarão fazendo parte da CIMTB não tenham acesso a área externa do complexo utilizada para a competição.

Circuitos da CIMTB Michelin em Araxá


A pista de XCO manterá as principais características do ano passado, mas terá alguns ajustes para dar mais fluidez ao traçado. A organização deve incluir uma escadaria de troncos logo antes da descida da Dona Beja, que aumentará o nível técnico, mas também abrirá uma passagem alternativa, porém mais lenta e segura para quem preferir não arriscar. “Devemos mexer em vários trechos tradicionais da pista, então o pessoal do cross country pode se preparar para novidades”, alerta Rogério.

O XCM terá um formato similar a Congonhas, com um percurso de aproximadamente 12 km, no qual os competidores farão voltas de acordo com a categoria, desde uma volta para os participantes da Turismo, até quatro voltas para quem já tem mais experiência. Na maratona, a exigência técnica será bem menor que no XCO, com mais estradas e single tracks.

O short track será bem diferente do que foi visto em Congonhas. A ideia é montar uma pista mais aberta, com muitos trechos de ultrapassagem para favorecer as disputas, assim como nas etapas da Copa do Mundo. A mudança aumentará a emoção da disputa, que será transmitida ao vivo pelo Band Sports.

Foto: Cesar Dolong
Leia mais...

segunda-feira, 6 de setembro de 2021

Rubinho Valeriano estreia no E-MTB na primeira etapa da CIMTB 2021


A primeira etapa da Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB) viu a estreia de Rubinho Valeriano na categoria e-bikes no sábado, 4 de setembro. Apesar de ser um dos atletas mais experientes do Brasil, com nada menos do que três participações olímpicas, o piloto jamais havia competido na categoria e-bikes.


Mas, apesar disso, o ciclista saiu com a vitória na categoria na etapa de Congonhas da CIMTB. De quebra, o terceiro posto na competição ainda ficou com seu companheiro de Sense Factory Racing, Diego Knob.


“Estou muito feliz. Primeira vez correndo de bike elétrica, uma experiência totalmente diferente. Achei que não faria muita força, mas fiz mais do que na bike convencional. Mas o legal é que foi muito divertido”, destacou o atleta, que corre com uma Sense Impulse E-Trail.


“Foram 3 voltas em um circuito de 11Km, e logo no começo escapamos eu e o segundo colocado, Albert Morgen. Estava forçando nas partes técnicas e, aí, na segunda volta, parti para o tudo ou nada e abri um gap para ele. Mantive um ritmo insano, colocando mais de 50Km/h no plano, e mesmo com o trânsito na terceira volta consegui vencer”, complementou o piloto.


“Estou muito feliz de ter andando com a bike elétrica e de ter vencido também. Com certeza recomendo para todo mundo”, afirmou Rubinho.


No domingo, o ciclista alinhou para a prova de XCO, juntamente com outras feras do esporte nacional, inclusive seu companheiro de equipe Mário Couto. Na modalidade olímpica do mountain bike, Rubinho conquistou a quarta colocação.


“A prova foi disputada do início ao fim, e o circuito era muito técnico. Peguei o quarto lugar na primeira volta e mantive o ritmo. Quase consegui chegar no Mário e no segundo colocado na última volta, mas não tinha mais forças. Hoje a bike foi impecável, inclusive em questão de suspensão e calibragem de pneus. Hoje foi tudo perfeito em relação a bike, então estou muito satisfeito”, finalizou Rubinho.


Foto: Ox Vídeos

Leia mais...

sábado, 4 de setembro de 2021

Sherman Trezza e Hercília Najara vencem o XCC da 1ª etapa da CIMTB Michelin

Pódio do XCC da CIMTB com Sherman Trezza - Foto: Divulgação / CIMTB


Sherman Trezza e Hercília Najara venceram o Short Track da 1ª etapa da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin), na manhã deste sábado, 4 de setembro. Sherman havia ganhado o primeiro evento da modalidade realizado pela CIMTB, em 2010, e agora, 11 anos depois, reviveu a emoção da vitória. Hercília liderou desde a primeira volta e dominou a competição. A Super Elite, nas categorias masculina e feminina, volta às pistas amanhã, para disputar o XCO, principal prova da categoria.

“É uma emoção muito grande voltar a vencer na Copa Internacional 10 anos depois. E eu gostaria de ressaltar a importância do evento para a formação dos atletas da base. Eu não seria o atleta que sou hoje sem essa vitória em 2010 e sem ter passado pelas experiências que o evento proporcionou para mim e outros atletas”, avaliou Sherman.

Hercília destacou a qualidade da pista e a preparação especial para esta etapa. “Eu me preparei muito para esta etapa da Copa Internacional. Treinei bastante na pista e agora que  comecei bem, quero manter o foco para o XCO amanhã e para as outras etapas, de Araxá e Taubaté”, destacou.

Prova Feminina


Logo na largada, Hercília, Letícia Cândido, Isabella Lacerda e Aline Simões abriram vantagem em cima das concorrentes e formaram um pequeno grupo que ficou junto por algumas voltas. Karen Olímpio, atual campeã geral da CIMTB Michelin, ficou isolada alguns segundo atrás do grupo líder.

Em algumas voltas, Hercília conseguiu se desgarrar de Letícia, Isabella e Alinne para assumir a ponta sozinha e não largar até o final. O segundo grupo também se desfez em pouco tempo. Isabella conseguiu se distanciar de Letícia e Alinne e se manteve na vice-posição até a bandeirada. Após se distanciar de Aline, Letícia tirou o pé para economizar energia nas últimas voltas, com a cabeça já no XCO de amanhã, e administrou a 3ª posição do pódio.

Karen, que correu sozinha praticamente por toda a prova atrás das líderes, conseguiu alcançar Aline na 5ª volta e terminar na 4ª posição, à frente de Aline, que perdeu potência no final da prova e fechou o pódio na 5ª colocação.

Prova Masculina


A largada da categoria masculina foi explosiva. José Gabriel assumiu a liderança, com Mario Couto e Kennedi Sampaio logo atrás, formando um grupo que trabalhou junto, se distanciando de Shermann nas primeiras voltas. Na 5ª volta, quando José Gabriel parecia se destacar dos outros dois do pelotão líder, sofreu um acidente em um afunilamento da pista, perdendo várias posições.

Com a frente da corrida desorganizada, Sherman, que estava logo atrás, conseguiu se aproximar da ponteira e se segurar com eles até a penúltima volta, quando atacou e não obteve resposta à altura dos outros dois. Ele fez a última volta sozinho para cruzar a linha na 1ª posição. Logo atrás dele, Mário Couto resistiu aos ataques finais de Kennedi e contra atacou na última volta e ficou na 2ª colocação. Kennedi Ficou em 3º, à frente de Pedro Hillo, 4º e Halysson Ferreira, 5º, que chegaram logo em seguida.

Foto: Divulgação / CIMTB
Leia mais...

segunda-feira, 30 de agosto de 2021

Band Sports vai transmitir Short Track da CIMTB Michelin ao vivo



O Band Sports transmitirá as competições do Short Track (XCC) da 1ª etapa da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin), no Parque Ecológico da Cachoeira, em Congonhas, dia 4 de setembro. Além da TV, o canal da CIMTB Michelin do Youtube também transmitirá simultaneamente. A transmissão ao vivo é um oferecimento da Michelin, Sense Bike, Rosa dos Ventos e Sram.

As corridas do XCC, que serão disputadas pelos atletas da Super Elite, começam às 9h, com a largada feminina, e às 11h15, com a masculina. Entre as duas provas ao vivo, acontece o treino oficial da Fórmula 1 entre 10h e 11h. Cada prova terá duração de 20 minutos mais 1 volta.

A modalidade estará presente em todas as etapas da temporada 2021 contando pontos para os rankings mundial, nacional e estadual, além do ranking especial da Copa Sense de Short Track.

Os pontos UCI são especialmente importantes nesta temporada, pois contam para a classificação para a Copa do Mundo de Mountain Bike 2022 no Brasil, em Petrópolis, em abril. Os competidores brasileiros que quiserem participar devem cumprir alguns critérios de classificação.

O Short Track é uma modalidade relativamente nova no mountain bike. Foi introduzida pela Union Cycliste Internacionale (UCI) no calendário da Copa do Mundo somente em 2018. É uma prova mais rápida e mais explosiva que o Cross Country Olímpico (XCO) por ser disputada em uma pista mais curta, com circuitos de até 1,5 quilômetro e duração de cerca de 20 minutos, enquanto o XCO dura até 1h30, com voltas de cerca de cinco quilômetros.

O Brasil tem se destacado na modalidade com Henrique Avancini, que conquistou a medalha de prata nesta no primeiro campeonato mundial da modalidade no dia 26 de agosto, em Val di Sole, na Itália. Além dele, também se classificaram para a final, o baiano de 22 anos, Ulan Galinski, que ficou em 33º, e Luiz Henrique Cocuzzi, que não completou a prova.

“É muito importante que o mountain bike tenha uma difusão ampla para que continue crescendo como esporte e como indústria no Brasil. Portanto, ficamos muito confiantes com a parceria com o Band Sports, um canal que transmite grandes eventos como a Fórmula 1, mas que busca sempre diversificar as transmissões”, disse Rogério Bernardes, organizador da CIMTB Michelin.

A produção e planejamento de captação das imagens contará com diversas câmeras na pista além da câmera on board em uma das bikes para passar toda a emoção de dentro da circuito. Outro detalhe importante é que a CIMTB vai instalar ponto de cronometragem mostrando parcial na pista e isso poderá ser acompanhado ao vivo pelo o site seuesporte.app paralelamente à transmissão ao vivo pelo Band Sport e Youtube.
Leia mais...

terça-feira, 24 de agosto de 2021

Inscrições para primeira etapa da CIMTB 2021 encerram nesta semana

CIMTB em Congonhas - Foto: César Delong / CIMTB


As inscrições para a 1ª etapa da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin) e Copa Sense CIMTB de Maratona, entre 3 e 5 de setembro, no Parque Ecológico da Cachoeira, em Congonhas, se encerram nesta sexta-feira, 27 de agosto. Pela primeira vez as vagas serão limitadas para que seja possível cumprir os protocolos de segurança durante as largadas. As vagas já estão acabando para algumas categorias, portanto, para garantir a participação, é recomendável que os atletas se inscrevam o quanto antes.  

As limitações não impediram a organização de manter a mentalidade inclusiva que sempre existiu na Copa Internacional. Serão 45 categorias somando a CIMTB Michelin e a Copa Sense de Maratona, claro, mantendo a qualidade e pontualidade tradicionais. "O evento é construído pelos atletas e sempre foi assim conosco. Então, a maioria dessas categorias foram sugestões e pedidos dos próprios competidores ao longo dos anos, que fomos implementando até chegar aqui. Resumindo: tem categoria para todo mundo!", conta Rogério Bernardes, organizador da competição.

Todas as etapas desta temporada valerão pontos para os rankings mundial da UCI, nacional e estadual, portanto, quem quiser correr nas categorias oficiais, terá que estar filiado a alguma federação. A etapa de Congonhas é Classe 2, valendo 30 pontos para o vencedor. Além disso, os atletas da Super Elite correrão o XCC para completar a pontuação.

Assim como foi feito na grande final do campeonato 2020, o acesso ao evento será restrito ao atleta e um acompanhante, com o objetivo de reduzir o público e viabilizar o cumprimento das medidas necessárias. Além disso, todos farão um teste rápido nasal antes de entrarem no complexo, medida que garante a eliminação dos focos de contágio.

"Com o sucesso do nosso esquema de segurança sanitária em Carandaí, criamos confiança para realizar a categoria Mirim, que havia sido cancelada. Além disso, os atletas que precisarem levar mais de um membro da equipe, poderá enviar um e-mail para info@cimtb.com.br com uma justificativa solicitando o acesso", explica Rogério.

Os valores das inscrições variam de R$ 25,00 a R$ 270,00 dependendo da categoria, e podem ser pagos via boleto, cartão de crédito ou débito, por meio da plataforma SPRINTA. Lembrando que os inscritos também devem comprar o teste rápido de COVID-19 antes de irem para a prova.

Foto: César Delong / CIMTB
Leia mais...

sábado, 14 de agosto de 2021

CIMTB Michelin abre inscrições para todas as etapas da temporada 2021

Abertas as inscrições para temporada 2021 da CIMTB - Foto: Davi Corrêa


A Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin) abriu as inscrições para as três etapas da temporada 2021. Devido aos transtornos causados pela pandemia, a organização adaptou o calendário e a estrutura dos eventos para este ano.

A maioria dos eventos do calendário nacional e mundial acontecerão no segundo semestre do ano, o que diminuiu as possibilidades de datas para todos. Por isso, as três etapas se concentrarão em setembro, outubro e dezembro.

Também por conta das restrições causadas pelo COVID-19, todos os eventos, com exceção de Taubaté, terão controle sanitário na entrada, com testes nasal rápido. Lembrando que o valor dos testes serão pagos no momento da inscrição. Se o atleta for levar acompanhante, no momento da inscrição poderá comprar o segundo teste permitido pelo protocolo. As pessoas que não comprarem no sistema poderão comprar no laboratório pagando no cartão, na entrada do evento, 

Outra novidade importante para os competidores é que as vagas foram reduzidas e serão limitadas por categoria para possibilitar o distanciamento social adequado no espaço do evento e nos bolsões de largada. Portanto, é recomendável garantir a vaga o mais rápido possível.

“Como as etapas serão com datas muito próximas, este ano decidimos abrir as três inscrições ao mesmo tempo. O  atleta poderá fazer a inscrição para todas, ou só para algumas etapas, como preferir. O importante é saber que as vagas por categorias estão limitadas”, explica Rogério Bernardes, organizador da CIMTB Michelin.

Foto: Davi Corrêa
Leia mais...

quinta-feira, 12 de agosto de 2021

Grande Final da CIMTB Michelin 2021 será em dezembro, em Taubaté

Final da CIMTB 2020 - Foto: CIMTB


A última etapa da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin) será realizada entre 3 e 5 de dezembro, em Taubaté (SP), cidade que recebe a copa pela primeira vez. Antes, a data da grande final estava programada para outubro, mas com a notícia da liberação de eventos com público em pé a partir de novembro, pelo Governo de São Paulo, a organização da CIMTB Michelin, a pedido da prefeitura de Taubaté, decidiu remarcar o evento para a data que comemora os 374 anos da cidade.

"Será um ótimo momento para comemorarmos o aniversário da cidade e, também, o retorno do público aos eventos de mountain bike em nossa cidade", comentou Alan Victor, Diretor de Competição da Secretaria de Esportes de Taubaté.

Para Rogério Bernardes, organizador da CIMTB Michelin, a notícia é animadora. "Para nós será um marco ter o público liberado de volta e curtindo o evento. É claro que continuaremos a ter os cuidados recomendados pelas autoridades como a obrigatoriedade do uso de máscara, higienização das mãos e evitar aglomerações, mas como nosso evento é espaço aberto isso não será um problema".

Apesar da liberação para a realização dos eventos, as autoridades ainda mantiveram as medidas de prevenção ao contágio como o distanciamento social, uso de máscaras o tempo todo e a aplicação de álcool em gel com frequência. A organização da CIMTB Michelin já implementou essas e outras medidas ainda mais rígidas em seus eventos, como no Campeonato Mineiro de Mountain Bike e na grande final da temporada de 2020, ambos na Fazenda Sossego.

Como a previsão é a de que 90% da população adulta de São Paulo já esteja com as duas doses da vacina aplicada nesta data, não será necessária a testagem do público na entrada do evento. Isso barateia e facilita a logística para o público, atletas, equipes e organizadores.

“Caso a previsão de vacinação se mantenha até dezembro, e os números de contágio estejam sob controle, não será necessário montar a barreira sanitária no complexo. Mas, caso seja necessário, estamos preparados para tomar esta medida também”, garantiu Rogério.

Foto: CIMTB
Leia mais...

quinta-feira, 29 de julho de 2021

CIMTB redefine calendário da temporada 2021 e Petrópolis (RJ) fica de fora

Largada da CIMTB em Congonhas - Foto: César Delong / CIMTB


Depois de inúmeras viagens e reuniões dos organizadores com as Prefeituras Municipais, o calendário da temporada 2021 da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin) foi definido e a cidade de Petrópolis, que será palco de uma das etapas da Copa do Mundo de mountain bike em 2022, ficou fora do calendário para esse ano.

A organização da CIMTB optou por adiar o evento para dar continuidade à construção da pista, já com olhos na Copa do Mundo de 2022.

Os atletas podem se programar para a etapa de abertura em Congonhas, entre 3 e 5 de setembro, Araxá, de 1º a 3 de outubro e Taubaté, fechando a temporada, no final de semana de 22 a 24 de outubro.

“Esse segundo semestre está sendo atípico pois teremos que concentrar toda a temporada de 2021 em pouco tempo. Isso será um grande desafio para toda a nossa equipe”, diz Rogério Bernardes, organizador da CIMTB Michelin.

De fato, a organização teve que tomar decisões levando em conta inúmeras situações atípicas, mas sempre priorizando os atletas, para que pudessem programar sua logística de viagem e competições.

Uma das realidades que vieram para ficar é o teste de covid-19, que será efetuado em todos os atletas, equipes, patrocinadores e membros da organização antes de entrar nas arenas das etapas. “Depois do sucesso na realização dos testes em Carandaí, vamos repetir o protocolo para dar o máximo de segurança a todos os presentes. E em tempos de pandemia, e com o surgimento de novas variantes , não podemos baixar a guarda. O grande desafio é voltar com o evento, mas com toda a segurança”, afirma Rogério.

Motivos da organização da CIMTB para adiamento da etapa Petrópolis em 2021


Em relação à etapa Petrópolis, a organização decidiu adiar o evento para dar continuidade na construção da pista, já com olhos para a Copa do Mundo de 2022. Além disso, ficou definido que a primeira etapa da CIMTB Michelin será na semana anterior à Copa do Mundo, na mesma pista onde as feras do mundo todo estarão competindo.

“Muitos atletas de Elite chegarão antes para competir na pista, e isso trará uma integração dos atletas brasileiros com eles e, principalmente, um intercâmbio que promete ser muito importante no desenvolvimento técnico do mountain bike brasileiro. Além disso, será a oportunidade de somar pontos importantes para garantir a vaga na Copa do Mundo por muitos atletas”, comenta Rogério Bernardes. Outro detalhe importante é que os atletas poderão se programar e passar uma semana inesquecível, com sua família e amigos, em uma cidade maravilhosa e com grandes atrativos históricos e naturais, aquecendo o turismo local e gerando emprego e renda na cidade.

Calendário da CIMTB para a temporada 2021


Congonhas


Congonhas fará a etapa de abertura, de 3 a 5 de setembro, no Parque Ecológico da Cachoeira, tendo como novidade uma prova de XCO para as categorias oficiais e outro formato com pista maior para a Copa Sense CIMTB de Maratona, isso sem falar do XCC para Elite. A etapa conta pontos para o ranking brasileiro da CBC (XCO e XCC) e ranking mineiro da FMC (XCO).

Araxá


Araxá receberá a etapa da CIMTB Michelin pelo 19º ano consecutivo nas dependências do Tauá Grande Hotel, entre 1º e 3 de outubro. Será uma das mais importantes etapas de toda história de Araxá, pois o evento recebeu a classificação mais alta pela UCI, de XCO Classe HC, que dará muitos pontos para o ranking mundial. A pontuação será fundamental para os atletas brasileiros e de outros países que almejam se classificar para a etapa da Copa do Mundo no Brasil, que acontecerá em abril de 2022, em Petrópolis. Além da prova de XCO teremos a prova de XCC (short Track) Classe 3 que também somará pontos importantes. As competições também vão contar pontos para o ranking brasileiro da CBC e estadual da FMC.

Taubaté


A cidade recebe a CIMTB Michelin pela primeira vez, entre 22 e 24 de outubro, e está gerando grande expectativa entre atletas, equipes e amantes do mountain bike (notícia atualizada: a grande final em Taubaté será em dezembro). A pista está pronta desde o ano passado e já recebeu muitos elogios por todos que passaram por lá. Além disso, a localização do Parque Municipal do Itaim é excelente. Ele fica bem próximo do aeroporto de Guarulhos e ao lado da Via Dutra, uma das principais rodovias do país. Outro fator positivo, que promete ser decisivo para Taubaté entrar no calendário da CIMTB Michelin de forma definitiva, é a infra-estrutura existente na cidade e região, com muitas opções de hotéis, restaurantes e outros recursos. Outro destaque é que a etapa contará pontos para o ranking mundial no XCO Classe 1, XCC Classe 3 e será uma etapa da UCI Júnior Series, uma espécie de Copa do Mundo para a categoria Júnior. As competições também vão contar pontos para o ranking brasileiro da CBC e estadual da FPC.

Foto: César Delong / CIMTB
Leia mais...

quarta-feira, 14 de julho de 2021

Pista que sediou final da CIMTB 2020 em Carandaí (MG) abrirá para treinos mensalmente

Trecho da pista da Fazenda Sossego, em Carandaí (MG) - Foto: Fotop / CIMTB


Após intenso pedido dos atletas, a pista da Fazenda Sossego, em Carandaí (MG), que sediou o Campeonato Mineiro de 2020 e a final da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike 2020, abrirá um final de semana por mês para treinos.  O primeiro final de semana será nos dias 31 de julho e 1 de agosto, sábado e domingo respectivamente.

“Depois do Campeonato Mineiro, em novembro do ano passado, muita gente nos pediu para andar na pista. Mas, na época, sentimos que ainda não estávamos preparados para dar total segurança, conforto e qualidade para os atletas que viessem na fazenda. Agora, depois da final da CIMTB Michelin, os pedidos aumentaram e, então, decidimos organizar as agendas para abrir a pista todo mês”, explica Rogério Bernardes, organizador da CIMTB Michelin.

A diária custará R$ 50,00 por ciclista, que terão toda a estrutura necessária para passar o dia, incluindo socorrista, sinalização e marcação de segurança na pista. Além disso, a fazenda oferecerá vestiários com duchas, banheiros limpos e bebedouros. Os atletas também poderão contar com uma lanchonete com lanches rápidos para manter a energia.

“O principal é que as trilhas estejam impecáveis. Vamos dar toda a manutenção para deixar nas mesmas condições que elas estavam nas competições”, garante Rogério. O atleta que se interessar pode ficar atento às redes sociais da CIMTB Michelin para mais informações sobre as datas de abertura. A Fazenda Sossego fica localizada no distrito de Pedra do Sino, em Carandaí, a cerca de 120 quilômetros de Belo Horizonte e 300 km do Rio de Janeiro. O acesso ao local é feito pela BR 040, no km 657 da rodovia.

Para reservar sua vaga é só enviar um e-mail para info@cimtb.com.br com os nomes das pessoas com o comprovante de pagamento feito pelo pix 11.868.215/0001-45 em nome da Fazenda Sossego.

Foto: Fotop / CIMTB
Leia mais...

terça-feira, 22 de junho de 2021

Etapa final da CIMTB 2021 será em Araxá

Devido às reformas do Tauá Grande Hotel, a etapa de Araxá foi adiada para o final de semana de 26 a 28 de novembro


CIMTB


Com as reformas do Tauá Grande Hotel Thermas de Araxá, a organização da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin) decidiu adiar a etapa que acontece nas dependências do estabelecimento para o final de semana de 26 a 28 de novembro. A previsão é que o estabelecimento esteja funcionando normalmente nesta data.

Sem a infraestrutura do hotel, a qualidade da competição ficaria prejudicada, por isso a organização preferiu tomar esta decisão. A partir de hoje, a rede hoteleira entrará em contato com todos que já fizeram reservas para realocar as diárias.

“Em novembro, a competição ocorrerá normalmente na pista e na área externa das dependências do Tauá Grande Hotel. O evento não teria a mesma qualidade sem os 280 apartamentos e toda a infraestrutura oferecida pela rede. Além disso, a prefeitura de Araxá e os parceiros da região estarão empenhados para realizarmos a 19º edição consecutiva na cidade”, disse Rogério Bernardes, organizador da CIMTB Michelin.

Em breve a CIMTB divulgará mais informações sobre inscrições e você pode acompanhar o podcast deles em qualquer plataforma. Basta buscar por “cimtb” no seu player preferido. Também há o Instagram, no @cimtb, onde postam novidades sobre a copa e o mundo do ciclismo, além de dicas, sorteios e imagens incríveis.

Foto: Fábio Piva / CIMTB
Leia mais...

sexta-feira, 18 de junho de 2021

Pista da final da CIMTB 2020 estará aberta para treinos no fim de junho



Conforme a anunciado pela organização da Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB), a final da temporada 2020 foi transferida de Congonhas para Carandaí e os atletas que quiserem treinar na pista poderão aproveitar o sábado e o domingo, 26 e 27 de junho, para reconhecer o traçado, das 8h00 às 17h00. 

A organização da copa montará uma estrutura com estacionamento, banheiros, duchas e água potável ao lado da pista. Quem quiser almoçar, existem várias opções na cidade de Carandaí e próximo da fazenda no distrito de Pedra do Sino.

Esta será a única janela de oportunidade para o reconhecimento antes da véspera da competição, sexta-feira, 2 de julho, quando o complexo já estará fechado ao público e apenas atletas inscritos com seus acompanhantes poderão ter acesso. Todos deverão cumprir os protocolos de segurança básicos enquanto não estiverem treinando, com o uso de máscara, distanciamento social e a aplicação de álcool em gel com frequência.

A pista está passando pelos ajustes finais, com o apoio da Prefeitura Municipal de Carandaí, antes de ser liberada para os treinos. O local foi utilizado para as corridas do Campeonato Mineiro 2020, em novembro e dezembro do ano passado. O traçado considerado “raíz” pelos competidores favorece uma disputa franca e muita diversão pelas estradas da fazenda e nos diversos single tracks pela área de reflorestamento e reserva natural.

“Estamos trabalhando com a prefeitura de Carandaí para deixar a pista perfeita para os treinos e para o dia das provas. Sobre o traçado, eu destaco as dezenas de trilhas, estradas pela fazenda e o pump track em descida logo antes da chegada, que promete trazer muitas emoções, ainda mais porque será um alternativo com outra opção ao lado”, comenta Rogério Bernardes, organizador do evento.

O pagamento será somente pelo PIX da Fazenda Sossego (11.868.215/0001-45) e pode ser feito antecipadamente. O comprovante deve ser enviado para a Carla no Whatsapp (31) 98835-8311 indicando os nomes e o dia que estarão treinando.

Foto: Adelson Duarte / CIMTB
Leia mais...

quinta-feira, 6 de maio de 2021

CIMTB Michelin, Trek e Levorin premirão vencedores da Liga CIMTB TREK

CIMTB, Trek e Levorin darão prêmios aos vencedores da liga CIMTB Trek


A CIMTB Michelin e a TREK darão prêmios para o melhor colocado na Liga CIMTB TREK no fantasy game da Copa do Mundo de XCO, no site da Pinkbike. Como prêmio, o melhor colocado ao final da temporada ganhará uma camisa oficial da Trek Factory Team e um par de pneus Levorin. 


A data limite para inscrever os times já para a primeira etapa do campeonato, e aumentar as chances de ganhar, é o dia 7 de maio. Para participar, basta se inscrever no site pinkbike.com, criar o seu time no fantasy game de XCO e se juntar à Liga CIMTB TREK.


No jogo, o participante recebe $1.500.000 para montar um time fictício de seis atletas com os competidores da Copa do Mundo de XCO, sendo três da categoria masculina e três da feminina. Ao final de cada etapa, os atletas somam pontos de acordo com a performance nas pistas. O jogador que somar mais pontos no final da temporada leva o prêmio da Liga CIMTB TREK. A cada etapa as equipes podem ser editadas com troca de atletas depois da análise dos resultados de cada um.


Game CIMTB – TREK dará também dará prêmios


Para ganhar mais prêmios, os jogadores podem também se inscrever no GAME CIMTB – TREK, jogo similar, porém com os atletas que correm nas etapas da copa. Para se inscrever, basta acessar o endereço www.game.cimtb.com.br, se cadastrar e montar a equipe. 

Premiação do game CIMTB Michelin Trek
Foto: divulgação/CIMTB

Quem fizer mais pontos no final do campeonato 2020, que soma pontos de Araxá 2020 e Congonhas que acontecerá dias 3 e 4 de julho, vai levar o combo da Bontrager, marca de elite da TREK, que contém uma sapatilha Cambio, com sola de fibra de carbono, um selim Aeolus Comp, uma lanterna dianteira Ion 450R e uma lanterna traseira Flare RT, além de brindes como uma camiseta, uma caneca e um boné da marca. Além disso, o campeão da etapa de Congonhas ganhará um capacete Bontrager Starvos WaveCel.


Com quase mil participantes, muita gente ainda pode ganhar. Quem lidera a briga é a equipe Rodrigo Silva, com 433 pontos. Em segundo lugar, com seis pontos de diferença está o time Dimas Brothers. Em terceiro, a equipe Celina com 415 pontos.


Para a temporada 2021, haverá um novo campeonato somando pontos no GAME CIMTB TREK nas etapas de Araxá, Petrópolis e Taubaté, com vários prêmios e uma bike Trek será entregue ao ganhador no final.


Foto de destaque: divulgação/CIMTB


Leia mais...

quarta-feira, 5 de maio de 2021

Abertas incrições para a grande final da CIMTB Michelin 2020

Edição de 2012 a CIMTB em Congonhas


As inscrições para a grande final da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike 2020 (CIMTB Michelin) e Copa Sense CIMTB Maratona já estão abertas no site. As provas serão realizadas de 2 a 4 de julho, no Parque Ecológico da Cachoeira, em Congonhas. Pela primeira vez, o valor das inscrições pode ser dividido em duas parcelas no cartão de crédito, mas a opção do boleto continua. A entrada será restrita para os competidores com no máximo um acompanhante.

O evento funcionará com base no novo protocolo COVID-19 CIMTB Michelin, desenvolvido para as corridas deste ano. De acordo com as regras, será obrigatória a realização do teste PCR rápido, na barreira sanitária na portaria do evento. O resultado fica pronto em até 15 minutos. A organização está negociando o custo com laboratórios, e em breve divulgará os valores.

Evento oferece 39 categorias diferentes buscando incentivar e democratizar a participação de ciclistas de todos os níveis, separados por idade, peso, portadores de deficiência, cadeirantes e amadores. O evento será fechado ao público.

Para as categorias oficiais o custo é de R$ 160,00, com desconto de 50% para quem tem mais de 60 anos. A inscrição para a Super Elite é de R$ 200,00. Quem competir na Copa Sense CIMTB Maratona, pagará R$ 95,00 nas categorias individuais e R$ 40,00 na Categoria Turismo. Duplas e a Ultra pagam R$ 180,00. Um número limitado de bonés e camisetas da CIMTB Michelin está disponível para a compra no ato da inscrição por um valor promocional.

Lembrando que os atletas que pagaram pelo combo no ano passado já estão garantidos na competição de Congonhas e nas etapas de Taubaté e Petrópolis, portanto não precisam fazer suas inscrições. Basta irem direto na secretaria pegar seu numeral da bike e postal. 

Outro detalhe importante é que os competidores farão suas inscrições nas mesmas categorias que correram em 2020, mesmo que tenham mudado a faixa de idade do ano passado para cá. Além disso, os mais ávidos por competição podem participar de mais de uma categoria, caso preencham os requisitos, e correr nos dois dias do evento. Quem correr em uma das categorias da CIMTB Michelin no sábado, por exemplo, só poderá correr em uma das categorias Duplas no domingo.

A CIMTB Michelin será realizada no Parque Ecológico da Cachoeira, mesmo local onde ocorreu a primeira Copa Internacional na cidade de Congonhas, em 2005, em um circuito completamente novo e as informações detalhadas serão divulgadas em breve. .

FAÇA SUA INSCRIÇÃO:



REGULAMENTO E PROTOCOLO DE SEGURANÇA:


Leia mais...

sexta-feira, 30 de abril de 2021

Série 'Lendas CIMTB Michelin' recebe Jane Porfírio

Jane Porfírio durante competição

Algumas pessoas não precisam ter uma longa carreira no mountain bike para se tornarem lendas. A convidada da semana da série Lendas CIMTB Michelin competiu profissionalmente por apenas três anos, e mesmo assim marcou o esporte para sempre. Jane Porfírio foi uma das primeiras mulheres a se destacar no mountain bike brasileiro, num contexto de muito preconceito, mas também de muitas conquistas e alegrias.


Jane começou a carreira de atleta profissional com 15 anos no tênis e só descobriu o mountain bike em 1993, com 27 anos, quando a vida de tenista ficou inviável financeiramente. “Na época, eu tinha ganhado um campeonato de tênis, e estava com o dinheiro disponível. Como não ia mais continuar no tênis, resolvi comprar uma mountain bike para passear na cidade e manter minimamente a forma”, lembra Jane.


O que começou como uma diversão despretensiosa, virou uma paixão instantaneamente. “A primeira vez que eu fiz uma trilha, na região do barreiro (região de Araxá com muitas trilhas, onde é realizada a CIMTB Michelin), eu entendi o que me dava alegria. A troca de energia com a natureza, o suor nos braços. Foi o esporte que eu mais amei. Posso dizer que entre 1993 e 1996 foram os melhores anos da minha vida”, conta.


A carreira de Jane começou como um relâmpago. No mesmo ano de sua primeira competição, disputou e ganhou o campeonato brasileiro. No ano seguinte, em 1994, chegou em 4º lugar no Campeonato Mundial, disputado em Cairns, na Austrália. Resultado nunca igualado até hoje pelo Brasil. No mesmo ano, Jane conquistou a medalha de bronze no campeonato sulamericano, que ocorreu em Santiago, no Chile.

Jane Porfírio com suas medalhas
Jane Porfírio. Foto: Reprodução/CIMTB

Jane estava presente no primeiro evento na Pedra do Sino, em Carandaí, onde nasceu a CIMTB Michelin, em 1996. “Eu ganhava tudo no Brasil. Naquela época éramos só eu e a Adriana Nascimento, praticamente. E eu tinha uma mentalidade muito competitiva. Entrava para ganhar nas competições. Mas eu lembro da primeira vez que perdi para a Jaqueline Mourão, num evento do Rogério (Bernardes, organizador da CIMTB), em Pedra do Sino, em 1996. Fiquei tristíssima”, relembra. “A Jaque é uma pessoa que eu sempre admiro e aplaudo pela atleta que ela é. Ela tem o físico perfeito para o mountain bike. É muito forte”, complementa.


Mas essa não foi a única dificuldade que Jane enfrentou na carreira. Ela conta que, desde pequena, se interessava muito por todos os esportes, mas que sofreu preconceito por ser atleta mulher desde sempre. “Eu sofri muito com o descrédito. As pessoas olhavam para mim e falavam ‘mountain bike é esporte de peão, o que você está fazendo nisso?’. No tênis também aconteceu muito. Só que eu pegava isso e transformava em treino. Eu descontava tudo no paredão e no pedal”, desabafa.


Jane não pode se dedicar por completo aos treinos. Ela se formou em odontologia e trabalhava como dentista entre os treinos. “Eu acordava às quatro da manhã para treinar e chegar às 8h30 no consultório”, conta.


Em novembro de 1996, ela sofreu um acidente grave, com fratura do crânio, e a partir de então, fez a transição para se dedicar à maternidade. “Eu já estava pensando em fazer essa mudança, e o acidente veio para confirmar isso, como um direcionamento”, lembra. Jane se casou e teve dois filhos, mas a vontade de competir nunca foi embora.


“Chegou em um momento da minha vida que eu falei pro César, meu marido, que eu precisava voltar a pedalar, sentir a emoção da largada de novo, me reconectar com a natureza. E eu queria voltar para o mountain bike. Mas, como eu já tinha 43 anos, com filhos, menos destreza e as pistas estavam muito mais difíceis, e preferi ir para o triatlo”, relembra sobre sua segunda troca de modalidade, na qual teve muito sucesso em sua categoria, com um título panamericano em 2010, em Vitória, Espírito Santo.

Jane Porfírio competindo em mountain bike
Jane Porfírio durante competição. Foto: reprodução/CIMTB

Além do mountain bike e do triatlo, Jane também representou o Brasil no Cross Triatlo, modalidade em que foi tetracampeã brasileira e medalha de bronze no campeonato mundial, na Espanha.


Atualmente, Jane administra sua escola de tênis, em Araxá, e está planejando construir uma pista de mountain bike em sua casa para treinar. “Quem sabe esses treinos não me dão ânimo para fazer uma corridinha ou outra?”, brinca.


Com toda essa experiência em diversos esportes, ela teve a oportunidade de conhecer e trabalhar com dois ídolos brasileiros: Gustavo Kuerten, o Guga, tricampeão de Roland-Garros, e Henrique Avancini, atual número um do ranking mundial de mountain bike cross-country.


Assim como Guga se tornou ídolo no Brasil e transformou o tênis no país, Avancini tem feito o mesmo para o MTB. “Trabalhei com o Guga em Santa Catarina e com o Avancini aqui em Araxá. Eu acho que todo esporte que tem uma estrela, uma referência como eles, vira uma coisa enorme. O Avancini é uma porta pra muita gente entrar para o mountain bike, assim como o Guga foi para o tênis”, avalia.


Para Rogério Bernardes da CIMTB Michelin, "Jane tem uma brilhante carreira no esporte, contagiando e iluminando a todos por onde passa. Desde o primeiro ano que ela competiu conosco em 1996, minha mãe ficou encantada e no ano seguinte me pediu para que ligasse para ela, convidando-a para voltar a fazenda, mas ela havia parado de competir. Depois de longos anos, quis o destino que a CIMTB fosse para Araxá e nossas famílias passaram a conviver, cultivando uma grande amizade. Além disso, queria destacar que desde o primeiro ano da competição em Araxá, a Jane faz parte da nossa equipe nos ajudando a resolver todos pepinos que aparecem. Outra coisa é que, com a ida da CIMTB para Araxá, o retorno às pistas de mountain bike acabou acontecendo de forma natural e todos ficamos muito felizes".


Sobre o 'Lendas CIMTB Michelin'


A série 'Lendas CIMTB Michelin' é um podcast que pode ser acompanhado em qualquer plataforma. Basta buscar por “cimtb” no seu player preferido.


Texto: Assessoria CIMTB
Fotos: Reprodução/CIMTB

Leia mais...
 
Copyright © 2021 Foto e Bike • Direitos reservados | Escreva-nos: blogfotoebike@gmail.com
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top