Mostrando postagens com marcador CIMTB. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador CIMTB. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 26 de abril de 2021

CIMTB Michelin divulga novo calendário para 2021

Atletas de mountain bike na largada da CIMTB, em Petrópolis

A CIMTB Michelin acaba de confirmar o novo calendário da temporada de 2021, que terá sua etapa de abertura em Araxá, de 30 de julho a 1º de agosto. A segunda etapa será em Petrópolis, de 24 a 26 de setembro e a grande final, vai acontecer em Taubaté, cidade que nunca recebeu a copa, de 22 a 24 de outubro.


As datas já foram definidas nos calendários das pelas entidades reguladoras do ciclismo, União Ciclística Internacional (UCI), Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e federações estaduais.


A CIMTB Michelin tem trabalhado, neste primeiro semestre marcado por dificuldades contextuais, causadas pelo aumento do número de casos de Coronavírus em todo o país, para garantir que todas as etapas sejam concluídas este ano. As pistas de Congonhas, Petrópolis, Araxá e Taubaté já estão prontas para os atletas que quiserem treinar e se preparar para as corridas do segundo semestre.


“Estamos confiantes que as etapas acontecerão seguindo este novo calendário. É claro que a presença do público vai depender do avanço da vacinação pelo país. O mais importante é garantir o máximo de segurança aos que estiverem participando do evento e nosso protocolo, já testado, se mostrou muito eficiente neste sentido. Além disso, já temos outras novidades como a negociação em andamento de milhares de kits de exames rápidos, para que todos sejam testados antes de entrarem no evento, com um custo bem acessível”, diz o organizador da CIMTB Michelin Rogério Bernardes. 


Congonhas – Final temporada 2020


A data oficial da grande final da temporada de 2020, que não ocorreu por conta do fechamento da cidade, ainda está sendo definida pela organização do evento junto com a Prefeitura de Congonhas. Em breve daremos notícias.


Foto: Davi Corrêa/Foto e Bike
Texto: assessoria de imprensa CIMTB

Leia mais...

terça-feira, 9 de março de 2021

Etapa de Araxá da CIMTB é adiada por conta da pandemia

Atletas de MTB em Araxá


Devido ao agravamento da pandemia em Minas Gerais, o Tauá Grande Hotel Thermas de Araxá, onde seria realizada a primeira etapa da temporada 2021 da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin), fechará temporariamente as portas, pelo menos até julho. Sem o apoio proporcionado pelo hotel, a organização da CIMTB Michelin decidiu adiar para o segundo semestre a etapa de Araxá para realizar um evento com mais segurança e qualidade.


Araxá foi uma das 27 cidades do Triângulo Mineiro incluídas na onda roxa, do programa Minas Consciente do Governo Estadual, que determina uma série de medidas restritivas contra a pandemia. Entre as ações estão o toque de recolher, fechamento dos serviços não essenciais, a proibição de eventos públicos, entre outras. A decisão passou a valer neste domingo (7) e durará 15 dias, quando o governo reavaliará a situação de cada município.


“Devido às restrições impostas pela onda roxa em nossa região teremos que nos reprogramar. Conto com a CIMTB Michelin para que, no segundo semestre, com tudo resolvido, a gente possa fazer um evento maravilhoso, na grandeza que ele é. Será um grande prazer, como sempre, receber atletas e equipes do mundo todo em nossa cidade. Agora é hora de todos se cuidarem”, disse Juliano Cesar da Silva, Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Turismo de Araxá.


Por conta da onda roxa e a situação da região, a Rede Tauá de Hotéis preferiu paralisar as atividades em Araxá a perder a qualidade no serviço. “Com a pandemia, a gente não consegue atender o cliente da forma que a gente gostaria. Além disso, a região acaba de entrar na onda roxa, e a cidade está perdendo muita circulação. Tudo isso vai minando as condições de atendimento mínimas ”, explica Lizete Ribeiro, diretora comercial da Rede Tauá de Hotéis.


“É uma responsabilidade muito grande para nós recebermos eventos como a CIMTB Michelin. É uma decisão muito triste, mas que estabelecimentos do mundo inteiro estão tendo que tomar. Mas, no segundo semestre estamos nos programando para fazer uma grande etapa. Inclusive, vamos garantir as reservas de todos que já estavam com quartos reservados para abril, no segundo semestre”, completa Ribeiro.


“Estávamos confiantes na realização do evento, mas com o agravamento da pandemia na região e sem a estrutura do Tauá Grande Hotel com hospedagem, salões, restaurantes, bares, thermas, nós perdemos o maior diferencial de Araxá que é a união do ambiente espetacular do Tauá Grande Hotel com uma pista reconhecida nacional e internacionalmente”, lamenta Rogério Bernardes, organizador do evento.


A CIMTB Michelin, juntamente com a Prefeitura Municipal de Araxá e Tauá Grande Hotel definirão, em breve, uma nova data para as provas no local. A decisão será tomada depois de analisar criteriosamente os calendários de competições nacionais e internacionais além dos eventos da cidade. “A etapa de Araxá é muito relevante no cenário brasileiro e mundial do mountain bike. São 18 anos com enorme volume de pontos válidos pelos rankings oficiais, que são muito importantes para atletas de todo o mundo e a visão global é fundamental para atendê-los e, também, ao mercado brasileiro”, avalia Rogério.


Texto: Assessoria CIMTB

Foto: Cesar Dolong

Leia mais...

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2021

Brasil sediará Copa do Mundo de Mountain Bike em 2022

Henrique Avancini na etapa Petrópolis da CIMTB/2019. Foto: Davi Corrêa

A CIMTB Michelin em parceria com a Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) organizará a abertura da Copa do Mundo de Mountain Bike, entre 8 e 10 de abril de 2022, em Petrópolis, Rio de Janeiro. O evento que acontece em vários continentes, retorna ao Brasil após 17 anos para expandir o esporte e incentivar a prática do ciclismo em diferentes regiões do mundo.


As provas oficiais, de XCO (Cross Country Olímpico) e XCC (short Track), ocorrerão na cidade natal do primeiro brasileiro a vencer uma etapa da Copa do Mundo, Henrique Avancini, que também é um dos responsáveis pela conquista.


“Desde 2017 ou 2018 já existia um desejo muito grande da UCI, da Red Bull e dos nossos parceiros de trazer o evento para o Brasil. Eu participei muito no sentido de buscar um organizador que atendesse às exigências da UCI. Eles requisitaram que, se fosse vir para o Brasil, teria que ser na minha cidade. O Rogério [ Bernardes ] topou o desafio, o que gabaritou ainda mais a confiança deles”, conta Avancini.


A CIMTB Michelin já organizou mais de 70 eventos internacionais da UCI em sua história e uma etapa da Copa do Mundo de Mountain Bike Eliminator (XCE) em Congonhas, em 2018.


“É uma conquista coletiva. Tanto minha, que venho crescendo como atleta, para a CIMTB Michelin como organizadora e para todo o contexto do ciclismo no Brasil, que tem se tornado uma potência mundial do esporte”, completa.


As etapas da Copa do Mundo de Mountain Bike são competições muito disputadas por organizadores no mundo inteiro. De acordo com a União Ciclística Internacional (UCI), órgão máximo do esporte, os maiores eventos da UCI chegam a gerar mais de 200 milhões para os negócios locais.


Disputa entre Avancini e Cocuzzi na CIMTB, em Petrópolis. Foto: Davi Corrêa


“Essa conquista representa muito não só para nós e para o Henrique, mas para o ciclismo brasileiro, que será mais uma vez o centro do mapa mundial do esporte em 2022. Vamos fazer o melhor trabalho possível para que a Copa do Mundo não saia nunca mais do Brasil. E tenho certeza que a torcida brasileira vai eletrizar e fazer história”, conta Rogério Bernardes, organizador da CIMTB Michelin.


O mercado brasileiro de ciclismo vem crescendo de forma estável já há alguns anos. Segundo a Abraciclo, o crescimento da produção no Brasil em 2020 foi de 12,8%, com um total de 750 mil bicicletas fabricadas. Um dos motivos desse aumento é a bike entrando no dia a dia do brasileiro durante a pandemia.


“A importância de trazer uma Copa do Mundo de uma modalidade olímpica para o Brasil é sem precedentes. Estamos todos muito felizes, foram meses de muita dedicação, enfrentando várias reuniões na União Ciclística Internacional e agora recebemos essa incrível notícia da aprovação. Será uma oportunidade única para mostrarmos a força do Mountain Bike brasileiro para o mundo inteiro. Não tenho dúvidas que iremos mais uma vez entregar o nosso melhor, dentro e fora da pista, deixando um grande legado para o nosso país, assim como fizemos no Mundial de Paraciclismo em 2018, que se tornou referência na UCI”, comentou José Luiz Vasconcellos, presidente da Confederação Brasileira de Ciclismo.

Leia mais...

quarta-feira, 27 de março de 2019

Mudanças na estrutura e pista levarão melhorias para a CIMTB Michelin, em Araxá

CIMTB - Foto: Fábio Piva/pivaphoto.com

As inscrições para a etapa de Araxá estão abertas e quem decidir ir no evento de mountain bike mais importante do calendário de toda América, vai encontrar muita novidade. A competição acontece entre os dias 25 e 28 de abril e reúne mudanças na feira, na largada, na pista e outros. O objetivo é inserir ainda mais o público no evento e dar mais acesso tanto para a feira quanto para assistir a prova de Cross Country Olímpico.


A largada por exemplo agora terá uma reta maior. Ela continuará saindo de frente às termas, porém a mudança será adiante. Os atletas farão a curva somente na Fonte da Água Suforosa Andrade Júnior. Logo depois, os competidores entraram no bosque e darão sequência no percurso indo em direção ao Parque de Aventura.

Um pouco mais adiante, os atletas também vão encontrar mudanças. Desta vez, no Descidão Dona Beja. Com a alteração, todas as categorias passarão pelo trecho. A mudança visa um acesso melhor para o público e também para os atletas, que já haviam solicitado à organização a abertura do trecho para todas as categorias.


A feira também vem com novidade. Desta vez, ela será posicionada ao longo do estacionamento do Tauá Grande Hotel em direção às termas. Serão mais de 50 expositores com as principais novidades do mercado, diversas atrações nos estandes, com brindes e brincadeiras.

Localização da feira nas edições anteriores da CIMTB - Foto: Gobro Produções

Outra mudança é a pista de Teste Ride e a pista da categoria Mirim. Com bicicletas para todos os gostos, público ou atletas, poderão testar o equipamento na pista de Teste Ride que ficará localizada próxima ao lago, em um espaço arborizado logo após a feira e próximo aos bolsões de largada. Neste local haverá uma área kids com vários brinquedos para entretenimento das crianças e famílias.


Este ano também haverão três áreas de alimentação com Food Trucks, sendo a principal perto da recepção do Tauá Grande Hotel, outra em frente as Thermas e mais uma próxima à Fonte Dona Beja. “Nosso objetivo é levar cada vez mais atrações e qualidade ao público. O mountain bike é um esporte acessível também para quem quer assistir e é isso que estamos trabalhando na CIMTB Michelin. Esperamos um grande público no Complexo do Barreiro”, disse o organizador do evento, Rogério Bernardes.
Leia mais...

quarta-feira, 20 de março de 2019

CIMTB publica carta de agradecimento aos participantes da 1ª etapa


A organização da Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB) publicou uma carta de agradecimento a todos que participaram da primeira etapa do evento em Petrópolis (RJ) nos dias 9 e 10 de março.

Foi a primeira vez que a CIMTB desembarcou em Petrópolis e, de acordo com a organização, "foi muito gratificante ver o carinho com que todos nos receberam e, também, aos atletas".



E por falar em CIMTB, confira o site Bike aos Pedaços publicou algumas fotos registradas pelo nosso fotógrafo Davi Corrêa. Confere lá!

Leia abaixo a íntegra da carta da CIMTB


Prezados (as),

Primeiramente, gostaríamos de agradecer a todos que estiveram conosco nesta etapa, que aconteceu de 9 a 10 de março. Tivemos cerca de 700 atletas inscritos o que significou mais de 3 mil pessoas de outras cidades em Petrópolis somente em função do evento neste primeiro ano e 40% deles não conheciam a cidade.

Petrópolis foi o destino da Copa pela primeira vez e foi muito gratificante ver o carinho com que todos nos receberam e, também, aos atletas. É por isso que acreditamos que o projeto de longo prazo tem grande potencial para se tornar o maior evento da cidade em alguns anos, como já aconteceu em outros locais.  Com o passar dos anos, mais atletas vão comparecer vindos dos lugares mais distantes do Brasil e de outros países junto com a imprensa. É uma questão de confiança e isso leva tempo.



Através do Ilmo. Prefeito Bernardo Rossi agradeço a todos que estiveram envolvidos com a realização do evento, contribuindo com sua dedicação. O sucesso do evento é a soma deste suor e comprometimento coletivo e a Prefeitura Municipal tem um papel vital no sucesso em todo este processo.

A nossa intenção sempre foi agregar e unir os empresários, secretarias, imprensa, entidades, população, órgãos ligados à segurança pública, etc. para terem uma prova que todos possam frequentar e se sentirem bem em um ambiente receptivo e familiar. Para nós, é muito importante trazer um público para a cidade que está ligado ao esporte e a valorização da saúde, da família, da preservação ambiental, do respeito ao próximo, entre outros valores, que fazem com que a tranquilidade da cidade seja mantida apesar da ocupação ser intensa no final de semana.



Outro agradecimento que deve ser feito é para todos os moradores do Vale do Cuiabá, em especial, à família proprietária do Sítio São José que foi sede do evento que acreditou no projeto. Nosso agradecimento, também, ao nosso campeão Henrique Avancini e seu pai Ruy e a todos que se envolveram na construção da pista, limpeza da fazenda, entre muitos outros serviços.

Além disso, tivemos o 32º Batalhão do Exército de Infantaria Leve que foi um dos responsáveis pelo sucesso do evento com sua banda, a Unimed Petrópolis, brigadistas “Águias de Resgate”, equipe SAMU, a empresa TMG do Albert e Daniela, Morelli com seus maravilhosos carros restaurados, Clube do Fusca, food trucks, cerveja Bohemia, hotéis, imprensa, atletas da cidade e todos que estiveram presente nos prestigiando.



Vamos embora de Petrópolis com a consciência tranquila, sabendo que deixamos aqui uma grande quantidade de pessoas felizes e que começam, desde já, a preparar, a cuidar, a pensar e a esperar a etapa do ano que vem. Em 2020, estaremos de volta e contamos com todos vocês novamente para renovar com muita alegria a parceria da CIMTB com Petrópolis, em todos os setores da cidade.

Muito obrigado a toda a comunidade de Petrópolis.

Um abraço,

Rogério Bernardes
Leia mais...

segunda-feira, 11 de março de 2019

Dose Dupla: Avancini e Jaqueline Mourão vencem XCO na CIMTB Michelin em Petrópolis

Avancini comemora ao cruzar linha de chegada. Foto: Davi Corrêa/fotoebike.com

A cidade que respira mountain bike foi ao delírio com a 1º etapa da CIMTB Michelin. O dono da casa, Henrique Avancini (Cannondale Factory Racing), venceu também no XCO na tarde deste domingo (10), em Petrópolis. No Feminino, Jaqueline Mourão (Sense Factory Racing) levou a experiência e a força para garantir a segunda vitória no estado fluminense, após vencer também no XCC. Os dois atletas somaram 60 pontos no ranking da União Ciclística Internacional (UCI) com a prova de XCO que é classificada como Classe 3 pela instituição.




Luiz Henrique Cocuzzi (Lar – Scott) foi vice-campeão, seguido de Guilherme Muller (Cannondale Brasil Racing). No feminino, Letícia Cândido (Corinthians Audax) subiu no segundo lugar do pódio ao da companheira de equipe Raiza Goulão, que garantiu a 3º colocação.

No masculino, a prova começou disputada com pelotão. A partir da terceira volta, Henrique Avancini e Luiz Henrique Cocuzzi ditaram o ritmo. O dono da casa abriu uma vantagem a partir da terceira volta e finalizou com 1:23:06. O vice-campeão chegou com 1:04 de diferença. Avancini ressaltou que competir em casa é um desafio. “Eu vi muita gente curtindo, feliz, pessoas do meu dia a dia que me conhecem, o ambiente acaba me relaxando. Virar a chave para competir bem, disputar bem, é difícil. Foi desafiador mas consegui contornar razoavelmente bem, estou em um momento bom e em boa forma. Agora é hora de focar em outras competições e isso aqui foi um combustível a mais para viajar com a motivação alta”, disse.






Cocuzzi já esperava uma prova dura. “Eu já sabia que não seria fácil, com seis voltas e muita subida. A prova foi forte desde o início, o Avancini deu um ataque na terceira volta e eu não consegui acompanhar. Vim forçando para não deixar abrir muita diferença”, comentou. O atleta da equipe Lar – Scott completou “Assim como eu, todos os atletas de Elite vieram muito bem preparados e treinados para a prova”, finalizou.

Elite Feminina

Foto: Davi Corrêa/fotoebike.com
Na Elite Feminina, Jaqueline Mourão, Letícia e Raiza andaram juntos nas primeiras voltas, mas a campeã desenvolveu e conseguiu abrir vantagem. “Eu cheguei com muita vontade, tinha três meses que eu não via terra. Foi muito bom hoje, o carinho das pessoas. Larguei com o coração, tentei manter a calma até encontrar meu ritmo e abrir na última volta. Mas Graças a Deus deu tudo certo”, disse. Jaqueline finalizou agradecendo. “Eu estou vivendo cada segundo como se fosse o último, agradecendo a Deus pela oportunidade de ter voltado, a toda esse energia e todas as pessoas”, comentou.




A vice-campeã completou a prova com 1:24:10, 21 segundos de diferença da 1º colocada. “Desde que eu cheguei aqui eu senti a oportunidade de dar meu melhor. Essa pista é muito técnica, me senti em um mundial, curti a energia do público, de todo mundo presente, da harmonia e graças a Deus eu cheguei aqui e consegui dar meu melhor. Tive um ótimo rendimento”, finalizou.
Leia mais...

domingo, 3 de março de 2019

Pista da primeira etapa da CIMTB Michelin 2019 é inaugurada


Descrita como desafiadora e divertida, a pista do Circuito Henrique Avancini, palco da primeira etapa da Copa Internacional de Mountain Bike 2019 (CIMTB), foi inaugurada neste domingo, 23 de março, em Petrópolis (RJ). O local ficou aberto das 9h às 17h, para que os bikers pudessem conhecer e treinar em preparação para a prova que ocorre nos dias 9 e 10.


O circuito também estará aberto nesta segunda-feira, 4. Todos os interessados, inscritos na prova ou não, podem pedalar pela pista de aproximadamente 5 km de extensão mediante pagamento de uma taxa de 25 reais (para atletas inscritos oficialmente) ou 50 reais (para quem não está inscrito).

O local já sediou o Campeonato Brasileiro de 2015 e agora foi modificado dentro dos padrões da CIMTB Michelin e com a assinatura de Avancini. "Está mais trabalhado em relação ao brasileiro e a grande diferença é que uma pista que demanda base de pilotagem. Então, se você tem base de pilotagem, em uma ou duas voltas você vai dominar o circuito, se você não tem, você vai perceber com facilidade quais os tipos de técnica que você tem que trabalhar. Todo circuito se torna fácil quando você tem o domínio da técnica, quanto maior o domínio, a dificuldade vem pela velocidade maior", comentou Avancini.



A pista foi construída no Sítio São José. Os proprietários informaram que "juntamente com Henrique Avancini estamos investindo no desenvolvimento do esporte e o Circuito Henrique Avancini tem este propósito, lembrando que muitos atletas amadores começaram a pedalar regularmente após a edição do brasileiro em 2015".

Nós do Foto e Bike fomos conhecer a pista



A pista está impressionante, muito boa e bastante divertida, como havia descrito o campeão mundial de Maratona, Henrique Avancini (Cannondale Factory Racing). Logo após a largada há uma subida enjoadinha, mas pedalável, e, após ela, o trecho é fluido.


Todas as partes nível técnico mais elevado contam com linhas alternativas devidamente sinalizadas, mas deixamos um conselho: em alguns pontos você pode perder um tempo considerável ao fazer a linha mais fácil. Por exemplo, no Rock Garden da Jararaca a linha easy tem muitos curvas fechadas para esquerda e para a direita. Como em Petrópolis esta chovendo muito, o trecho está com muita lama e poças. Logo, vale a pena tentar passar no meio das pedras.

É preciso ter atenção em algumas subidas que tem raízes. Elas estão muito (muito mesmo!) escorregadias e comprar um terreno ali não é algo tão difícil.

Como dito acima, quase todos os dias tem chovido em Petrópolis, sendo assim, muito trechos da pista estão escorregadios. As descidas antes do trecho final da pista estão um sabão bonito. A bike balança para tudo que é lado e, para quem não está acostumado, assusta (mas é bom!).


Avancini havia comentado que a pista tem muitas curvas trabalhadas, trechos de transposição e é verdade. Há vários partes da pista que você precisa transpor pedras (nem todas são pequenas) e alguns saltos.

Em certa parte da pista existe uma pedra que, em si, não é um obstáculo muito difícil. O interessante é que, antes e logo depois dela, você está em um "atoleiro". Se não se concentrar, é chão!

Dica: aproveitem a pista, divirtam-se, pois está muito boa.

Bons pedais!
Leia mais...

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

On board com Henrique Avancini na pista da 1ª etapa da CIMTB 2019


Às vésperas da primeira etapa da CIMTB Michelin, em Petrópolis (RJ), o atual segundo colocado no ranking mundial da União Ciclística Internacional (UCI), Henrique Avancini, pedalou no circuito e disponibilizou um vídeo do percurso. Ele assinou a pista que será batizada com o nome Circuito Henrique Avancini.

A inauguração do local será nos dias 3 e 4 de março. O valor para participar é de R$ 50 por dia. Atletas inscritos na CIMTB Michelin tem desconto de 50%. A primeira etapa do campeonato acontece nos dias 9 e 10 de março no Vale do Cuiabá, em Itaipava.




Leia mais...

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Jaqueline Mourão confirma participação na CIMTB Michelin, em Petrópolis


A Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin) reúne os melhores atletas de mountain bike, tanto aqueles experientes como Jaqueline Mourão, de 42 anos, quanto aqueles que buscam se profissionalizar diariamente, como Giuliana Morgen, de 15 anos. As atletas Sense Factory Racing já confirmaram a participação na primeira etapa do evento que acontece entre 9 e 10 de março em Petrópolis.




Desta vez, a CIMTB Michelin será uma reestreia para a multiatleta Jaqueline. A competidora que volta às pistas da CIMTB Michelin após 11 anos quando foi a primeira mulher brasileira a representar o Brasil no mtb em Jogos Olímpicos. Jaqueline representou o país em Atenas 2004 e Pequim 2008. Foi a melhor brasileira no ranking da União Ciclística Internacional (UCI) até hoje, chegando a ficar ficar em 7º lugar. Atualmente, com 42 anos, Jaqueline é a única brasileira que participou das Olimpíadas de Verão e de Inverno.

Na CIMTB Michelin, a multiatleta é bicampeã, sendo que ela levou o título geral em 2006 e 2008. O evento faz parte da história esportiva de Jaqueline. “A CIMTB tem um lugar todo especial na minha carreira. Comecei a competir ainda quando era Ametur. É muito bom ver toda evolução do evento, que foi fundamental para o crescimento do MTB no Brasil”, disse.




Para Jaqueline, o evento é uma oportunidade de preparar o atleta que almeja o profissionalismo. “A CIMTB proporciona aos atletas brasileiros a oportunidade de vivenciar toda a grandiosidade de um evento internacional e prepara para os competições fora do país. A estrutura e organização são gigantes, digno de copas do mundo e assim pode se preparar tanto fisicamente quanto mentalmente para provas grandes”, disse. A atleta completou, “As pistas também são muito exigentes e minuciosamente elaboradas. O que facilita esta transição e vivência internacional”, concluiu.


Quem já busca esta experiência e almeja o profissionalismo, é a companheira de equipe de Jaqueline, Giuliana Morgen. Com 15 anos, a jovem já possui no currículo, dentre vários títulos, a de campeã pan-americana juvenil 2018. “Eu sempre tive este sonho, de ter uma mulher no mesmo time que eu para que eu pudesse me espelhar nela. E é isso que a Jaqueline me proporciona. Eu sei que ter ela na mesma equipe, me dá a chance de adquirir grandes experiências e cada vez mais evoluir como atleta e como pessoa”, comentou.

Leia mais...

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

Avancini assina pista da CIMTB Michelin e se prepara para inauguração Petrópolis

Circuito Henrique Avancini. Foto: Divulgação/CIMTB

Desafiadora e divertida. Foi assim que o campeão mundial de Maratona, Henrique Avancini (Cannondale Factory Racing) definiu a pista de Cross Country Olímpico (XC) da CIMTB Michelin de Petrópolis assinada por ele. O evento acontece nos dias 9 e 10 de março e está com as inscrições abertas. A pista será inaugurada antes do evento, nos dias 3 e 4 de março (domingo e segunda de carnaval) e batizada de Circuito Henrique Avancini. Para participar da inauguração, o atleta pode se inscrever no local e no mesmo dia por um valor de R$ 50 para os dois dias. Os acompanhantes dos atletas não pagam.




As inscrições para a CIMTB Michelin estão abertas. A organização do evento fechou parcerias com os hotéis da cidade que apoiam o esporte. Acesse aqui e reserve com os parceiros do mountain bike.

O local já sediou o Campeonato Brasileiro de 2015 e agora foi modificado dentro dos padrões da CIMTB Michelin e com a assinatura de Avancini. “Está mais trabalhado em relação ao brasileiro e a grande diferença é que uma pista que demanda base de pilotagem. Então, se você tem base de pilotagem, em uma ou duas voltas você vai dominar o circuito, se você não tem, você vai perceber com facilidade quais os tipos de técnica que você tem que trabalhar. Todo circuito se torna fácil quando você tem o domínio da técnica, quanto maior o domínio, a dificuldade vem pela velocidade maior”, comentou Avancini.




Henrique contou que o atleta pode esperar bastante subidas, porém com uma fluidez maior em comparação à outras pistas no país. “No Brasil, nossos circuitos tem a características de serem um pouco mais travados. Nessa etapa da CIMTB será percurso que tem exigência física, pois sobe mais do que geralmente as pistas no Brasil sobem, com uma altimetria por quilômetro muito próximo do que é uma Copa do Mundo na Europa, porém teremos uma fluidez muito maior. É um circuito com menos frenagem. Você vai usar os freios para controlar a bicicleta, não tem muito zigue-zague e não tem muitas curvas lentas”, disse Avancini

Para o atleta, XCO tem que ser desafiador mas também divertido. “É um circuito mais trabalhado, a gente tem muitas curvas trabalhadas, trechos de transposição, como por exemplo, rochas, pequenos saltos. Uma vez que você dominar o obstáculo, você vai passar com velocidade, com segurança e vai conseguir passar por lugares visualmente imponentes, Vamos trazer o conceito de pilotagem, construído, calculado. Não tem nada na pista que não foi aproveitado”, afirmou Henrique. Ele também disse que teve cuidado com relação aos tempo. “A gente calculou muito bem cada obstáculo, sequência de tempo de subida com tempo de descida, as conexões, as transições, os trechos planos para que fique uma pista onde todos os atletas consigam andar, sejam desafiados e se divirtam”, afirmou.




A pista foi construída no Sítio São José. Os proprietários informaram que “Juntamente com Henrique Avancini estamos investindo no desenvolvimento do esporte e o Circuito Henrique Avancini tem este propósito, lembrando que muitos atletas amadores começaram a pedalar regularmente após a edição do brasileiro em 2015. Contamos com a colaboração de alguns empresários da região que estão fornecendo materiais e máquinas para a melhoria percurso. Esperamos uma parceria duradoura com a CIMTB, com outros organizadores e assessorias de treinamento para que possamos atingir nossos objetivos a longo prazo.”, afirmou.

Para o organizador do evento, Rogério Bernardes, "a experiência como atleta e o comprometimento com a construção da pista do Henrique aliado às exigências que temos na CIMTB Michelin rendeu uma pista espetacular. Temos uma pista segura e que atende todos os atletas, do amador ao profissional, do iniciante ao experiente, da mesma forma. Todos os locais técnicos possuem uma passagem lateral mais fácil, um pouco mais lenta, sem risco para o competidor. E para quem vier ao Vale do Cuiabá, seja o atleta, familiares ou publico, vai encontrar um local de beleza natural ímpar e com topografia ideal para uma pista de mountain bike. E o mais importante é que todos estão com o mesmo foco em fazer um evento maravilhoso."
Leia mais...

terça-feira, 29 de janeiro de 2019

Categorias femininas passam a ser oficiais na CIMTB Michelin

Foto: Bruno Senna/CIMTB Michelin

A Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin) começa a temporada trazendo novidades. Em busca de valorizar o esporte, a organização fez algumas mudanças nas categorias. Agora, todas as Femininas fazem parte da CIMTB Michelin, ou seja, são categorias oficiais e contam pontos para a Confederação Brasileira de Ciclismo, Federação Mineira e Federação de Ciclismo do Rio de Janeiro. Além disso, duas novas categorias foram criadas: a Over 65 e Sub65. A primeira etapa do evento é em Petrópolis, entre os dias 9 e 10 de Março.




Apesar das categorias femininas serem oficiais, não é necessário que a competidora seja filiada. A mudança foi feita para acompanhar a valorização do esporte através da CBC. Agora, as categorias femininas começam na Sub15 e vão até Over50.

“Anteriormente as Femininas faziam parte da Copa Sense Bike de Amadores, e nós nos esforçávamos para incluir esses pontos nos rankings estaduais e o nacional. Agora, vamos acompanhar as alterações da CBC e as categorias femininas passam a ser Oficiais”, explicou o organizador do evento, Rogério Bernardes.


Além das mulheres, os atletas acima de 60 anos também terão novas categorias. Anteriormente, o evento disponibilizava a Over 60, que incluía todos os atletas acima de 60 anos. Agora, serão duas: Sub65 para nascidos entre 1959 a 1955 e Over65, de 1954 e anos anteriores.




Para o atleta Hélio Vilela de Carvalho, de 68 anos, a mudança vai equilibrar a competição. “Eu fiquei muito feliz porque vai equalizar a categoria. Na nossa idade, cinco anos ou mais faz muita diferença e com isso vamos competir de forma mais equilibrada. Para mim, que já estou com 68 anos, tenho certeza que terei um resultado diferente em relação aos outros anos”, disse o atleta.

Leia mais...

sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

Confira as etapas do calendário CIMTB Michelin 2019


O calendário 2019 Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin) foi planejado com foco na valorização da competição e interação de forma decisiva para a busca de pontos no ranking mundial para os atletas brasileiros, proporcionando o intercâmbio com os melhores atletas do mundo presentes nas etapas no Brasil.

A primeira etapa da CIMTB será uma estreia. A cidade de Petrópolis é palco da CIMTB Michelin com Cross Country Olímpico (XCO) Classe 1 e Short Track (XCC) Classe 3 com 70 pontos para o campeão no ranking da União Ciclística Internacional (UCI). O evento também oferecerá o XCO para categorias da CIMTB e Copa Sense Bike de Amadores.




A segunda parada é em Araxá. Em 2019, a etapa será uma das três provas do mundo classificada como SHC, na qual o atleta campeão soma 160 pontos no ranking da UCI. A novidade é que o evento acontece durante quatro dias para a Super Elite e vai exigir muita força e físico dos atletas já que começa com uma Maratona (XCM) na quinta-feira, seguida do Time Trail (XCT) de sexta-feira, o Short Track (XCC) de sábado e encerrando a competição, o Cross Country Olímpico (XCO) de domingo. A decisão será a partir da somatória de tempos das quatro provas. Para as demais categorias, acontecerá o XCO no sábado e no domingo.

A terceira etapa é em Ouro Preto. O evento continua com o formato de 2018 e com uma etapa da UCI Junior Series. A competição oferece para a Elite o XCC e o XCO com 70 pontos para o campeão no ranking mundial. Para as categorias da CIMTB e Copa Sense Bike de Amadores as provas de XCO acontecerão no sábado e no domingo.

Fecha o calendário a etapa de Congonhas. O evento vai oferecer pelo 14º ano, o tradicional Desafio Internacional de Maratona para a Super Elite e também para as categorias da CIMTB e Copa Sense Bike de Amadores. O evento soma pontos para o ranking da UCI Marathon Series.




“O Calendário de 2019 ficou excelente, bem distribuído, e será decisivo na soma de pontos do Ciclo Olímpico de Tóquio 2020. Teremos muitas novidades que prometem deixar a CIMTB ainda mais atrativa e disputada para os atletas, equipes, patrocinadores e público. Será um verdadeiro show a cada etapa”, comentou o organizador Rogério Bernardes.

Confira o calendário CIMTB Michelin 2019


1º etapa: Petrópolis, 9 e 10 de março
SuperElite: XCO e XCC
Demais categorias CIMTB Michelin e Copa Sense Bike: XCO

2º etapa: Araxá, 25 e 28 de abril
SuperElite: XCM, XCT, XCC e XCO
Demais categorias CIMTB Michelin e Copa Sense Bike: XCO

3º etapa: Ouro Preto, 29 e 30 de junho
SuperElite: XCC, XCO
Demais categorias CIMTB Michelin e Copa Sense Bike: XCO

4º etapa: Congonhas, 17 e 18 de agosto
SuperElite: XCM e Desafio da Ladeira
CIMTB Michelin de Sub30 a Sub60, Dupla Pró e Ultra: XCM (62 km)
Demais categorias CIMTB Michelin e Copa Sense Bike e Duplas: XCP (42 km)
Leia mais...

terça-feira, 22 de janeiro de 2019

CIMTB Michelin abre as inscrições para a temporada 2019


Uma oportunidade que vai economizar tempo e dinheiro. É isso que a Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin) propõe ao disponibilizar para os competidores um combo com as inscrições para todas as etapas do evento de 2019. A organização elaborou um pacote para os competidores correrem todas as etapas por um valor promocional e terem a chance de somar os pontos de todas as competições, o que fará diferença no resultado final da temporada. O valor de cada pacote depende da categoria dos atletas. A promoção vai até o dia 3 de março. Acesse e se inscreva para todas as etapas.




Desta vez, a primeira parada será em Petrópolis entre os dias 9 e 10 de março. Berço de atletas do mountain bike, como o campeão mundial de Maratona Henrique Avancini (Cannondale Factory Racing) e a campeã Pan-americana juvenil 2018, Giuliana Morgen (Sense Factory Racing), as competições acontecem entre os dias 9 e 10 de março no Vale do Cuiabá, na região de Itaipava. O evento vai oferecer provas de Cross Country Olímpico (XCO) e Cross Country Short Track (XCC) para a SuperElite. Para as demais categorias da CIMTB Michelin e Copa Sense Bike Amadores, os atletas irão pedalar na pista de XCO.

A etapa seguinte é em Araxá, que se consolida em 2019 como uma das três no mundo com classificação Stage Race Hors Class (SHC) pela União Ciclística Internacional (UCI) e única na América Latina. A prova tem um novo formato este ano para a Super Elite Masculina e Feminina, sendo quatro dias de competições, de 25 e 28 de abril. A terceira etapa será em Ouro Preto nos dias 29 e 30 de junho. Congonhas fecha o calendário nos dias 17 e 18 de agosto.




O valor para as quatro etapas de 2019 para a Super Elite Masculina e Feminina é de R$ 940 incluindo todas as provas do ano, Cross Country Olímpico, Short Track, Time Trail, Maratona e Desafio da Ladeira. As demais categorias da CIMTB Michelin poderão garantir todas as etapas por R$ 540. Cyclocross, E-Bike, Sub65, Over65, PNE podem garantir o pacote por R$ 270. O combo para os atletas da Copa Sense Bike Amadores é de R$ 320. O valor não inclui a taxa do boleto.

A organização incluiu o pacote para facilitar as inscrições para os atletas que desejam correr a CIMTB Michelin durante todo ano de 2019. “Voltamos a dar esta opção a pedidos dos atletas que estão conosco em todas as etapas. É uma chance de pagar mais barato na inscrição e faz parte de uma série de novidades que estamos implantando este ano”, comenta Rogério Bernardes organizador da prova.

Etapas CIMTB Michelin 2019


A primeira etapa da CIMTB será uma estreia. A cidade de Petrópolis é palco da CIMTB Michelin com Cross Country Olímpico (XCO) Classe 1 e Short Track (XCC) Classe 3 com 70 pontos para o campeão no ranking da União Ciclística Internacional (UCI). O evento também oferecerá o XCO para categorias da CIMTB e Copa Sense Bike de Amadores.

A segunda parada é em Araxá. Em 2019, a etapa será uma das três provas do mundo classificada como SHC, na qual o atleta campeão soma 160 pontos no ranking da UCI. A novidade é que o evento acontece durante quatro dias para a Super Elite e vai exigir muita força e físico dos atletas já que começa com uma Maratona (XCM) na quinta-feira, seguida do Time Trail (XCT) de sexta-feira, o Short Track (XCC) de sábado e encerrando a competição, o Cross Country Olímpico (XCO) de domingo. A decisão será a partir da somatória de tempos das quatro provas. Para as demais categorias, acontecerá o XCO no sábado e no domingo.




A terceira etapa é em Ouro Preto. O evento continua com o formato de 2018 e com uma etapa da UCI Junior Series. A competição oferece para a Elite o XCC e o XCO com 70 pontos para o campeão no ranking mundial. Para as categorias da CIMTB e Copa Sense Bike de Amadores as provas de XCO acontecerão no sábado e no domingo.

Fecha o calendário a etapa de Congonhas. O evento vai oferecer pelo 14º ano, o tradicional Desafio Internacional de Maratona para a Super Elite e também para as categorias da CIMTB e Copa Sense Bike de Amadores. O evento soma pontos para o ranking da UCI Marathon Series.

“O Calendário de 2019 ficou excelente, bem distribuído, e será decisivo na soma de pontos do Ciclo Olímpico de Tóquio 2020. Teremos muitas novidades que prometem deixar a CIMTB ainda mais atrativa e disputada para os atletas, equipes, patrocinadores e público. Será um verdadeiro show a cada etapa”, comentou o organizador Rogério Bernardes.
Leia mais...

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Organização da CIMTB fala sobre novo patrocinador e calendário 2019

Foto: Divulgação/Facebook Copa Internacional de MTB

Por meio de um artigo de apresentação da temporada 2019 da Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB), a organização da prova revelou oficialmente a principal novidade do evento para este ano: a saída da Levorin e a chegada da Michelin como patrocinador principal da prova.




“Ficamos felizes demais em ter a Michelin, marca mundial sinônimo de qualidade e inovação, ao nosso lado compartilhando os mesmos valores. Temos muito a fazer nos próximos anos e a expectativa é muito grande”, afirmou o organizador da prova, Rogério Bernardes.

Sobre o calendário CIMTB 2019


Para 2019, foi planejado um calendário com foco na valorização da competição e interação “de forma decisiva” para a busca de pontos no ranking mundial para os atletas brasileiros e proporcionando o intercâmbio com os melhores atletas do mundo presentes nas etapas no Brasil.

A primeira etapa será em Petrópolis (RJ), cidade imperial e terra natal do campeão mundial de MTB XCM 2018, Henrique Avancini. O evento acontece entre os dias 9 e 10 de março.

A prova será realizada no Vale do Cuiabá . “A pista terá assinatura de Henrique Avancini e será em uma fazenda linda com single tracks e estrutura que vai deixar o evento ainda mais bonito”.




A segunda etapa acontecerá em Araxá (MG) entre os dias 25 e 28 de abril. A realização da CIMTB nessa cidade completa 16 anos em 2019 e, segundo os organizadores, “expectativa é sempre enorme”.

“É considerado um dos maiores eventos da América e em 2019 a expectativa é que venham atletas de mais de 15 países com destaque para os mais distantes como Eslováquia, Sérvia, Suiça, Hungria, Israel, Portugal, Estados Unidos, além da América Latina em peso. Ser a primeira e única prova da América e uma das quatro no mundo com peso SHC sempre aumenta nossa responsabilidade”.

Ouro Preto (MG) sedia a terceira etapa da CIMTB em 2019 entre os dias 29 e 30 de junho. A cidade já é destaque no calendário latino-americano por ter etapa válida pelo mundial da categoria Júnior pelo quinto ano consecutivo no Brasil.




“Ouro Preto terá um importante papel na CIMTB Michelin pois é um dos principais destinos internacionais do turismo no Brasil e tem grande expressão na história do mountain bike nacional. A expectativa é que o evento tenha enorme repercussão na terceira etapa e se consolidando como destino imperdoável para amantes do mountain bike”, afirma Rogério Bernardes.

A última etapa e grande final acontece em Congonhas (MG) pelo décimo quinto ano. É a maior maratona do país e contará pontos mais uma vez para Marathon Series da UCI. Tal como em 2018, esta etapa terá o número de vagas limitado a1800 atletas.
Leia mais...

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Primeira etapa da CIMTB 2019 acontece em Petrópolis (RJ)

Henrique Avancini na CIMTB 2018. Foto: @thiagolemosfer

Eis que a Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB) chega a Petrópolis (RJ), cidade natal do campeão mundial de MTB XCM 2018, Henrique Avancini.

A cidade imperial receberá a primeira etapa do calendário da CIMTB nos dias 9 e 10 de março de 2019. É um grande incentivo para Petrópolis e os ciclistas petropolitanos.




O Superintendente de Esporte e Lazer da Prefeitura Municipal de Petrópolis, Hingo Hammes, fez uma publicação no Facebook onde divulgou a etapa da CIMTB que ocorrerá na cidade e ainda agradeceu a Henrique Avancini "por todo o apoio".

Em agosto de 2018, a Prefeitura de Petrópolis estreou a sua primeira competição fixa de MTB no calendário esportivo da cidade: a Copa Imperial de Mountain Bike. Na ocasião foram disponibilizadas 300 inscrições gratuitas e arrecadadas latas de leite em pó que foram entregues a instituições filantrópicas.

Programação da etapa Petrópolis da CIMTB


Sexta-feira – 8 de março


• 08h às 18h: último dia para montagem dos estandes
• 10h às 17h: treino livre XCC + XCO (proibido treinar sem equipamentos de segurança)
• 17h: Congresso técnico Super Elite Masculina e Feminina

Sábado – 9 de março:


08h: Abertura da secretaria para confirmação das inscrições e credenciamento de apoio
• 08h30: Início do Congresso Técnico com atletas e equipes
• 09h às 12h horas: treino livre XCO (trecho usado pelo Short Track (XCC) estará indisponível para treino durante a competição)
• 09h30: 1a LARGADA – CIMTB Michelin – XCC (SHORT TRACK) – SUPER ELITE Feminina
• 10h30: 2a LARGADA – CIMTB Michelin – XCC (SHORT TRACK) – SUPER ELITE Masculina
• 12h30: 3a LARGADA – Categoria E-BIKE / CX (CycloCross) – 2 voltas na pista de XCO
• 13h30: 4a LARGADA – Copa Sense Bike – Segurança Pública, Veterano, Femininas CIMTB, Peso Pesado
• 15h30: 5a LARGADA – Copa Sense Bike – Expert, Cadete e Master
• 15h: Passeio Ciclístico PEDALANDO PELA VIDA
• 17h: Premiação E-Bike, CX + Copa Sense Bike (largada das 12h30 e 13h30)
• 18h: Premiação Copa Sense Bike (largada das 15h30)
• 19h: 6a LARGADA NIGHT RUN e em seguida premiação




Domingo – 10 de março:


• 08h: 1a LARGADA – CIMTB Levorin (Sub17, Sub15, Sub60, Sub65, Over65/PNE)
• 10h: 2a LARGADA – CIMTB Levorin (Sub40, Sub45, Sub50, Sub55) + MIRIM
• 11h30: Premiação categorias 1a LARGADA
• 12h – 3a LARGADA – CIMTB Levorin (Júnior Masculina e Feminina, Sub30, Sub35)
• 13h15: Premiação categorias 2a LARGADA
• 14h: 4a LARGADA – CIMTB Levorin – XCO – SUPER ELITE Masculina e Feminina
• 14h30: Premiação categorias 3a LARGADA
• 16h15: Premiação 4a LARGADA
Leia mais...
 
Copyright © 2021 Foto e Bike • Direitos reservados | Escreva-nos: blogfotoebike@gmail.com
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top