Mostrando postagens com marcador Copa do Mundo MTB. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Copa do Mundo MTB. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 15 de junho de 2021

Loana Lecomte e Mathias Flueckiger dominam Copa do Mundo MTB XCO em Leogang

Bikers durante prova de XCO em Leogang - Foto: Bartek Wolinski / Red Bull Content Pool


Loana Lecomte e Mathias Flueckiger dominaram a etapa da Copa do Mundo de Mountain Bike da UCI em Leogang, na Áustria, ao triunfar nas corridas XCC e XCO nos dias 11 e 13 de junho.

Embora o tempo tenha melhorado muito em relação ao Campeonato Mundial de 2020, as descidas íngremes e técnicas e as subidas muito duras permaneceram um verdadeiro teste e produziram algumas corridas brilhantes.

O brasileiro Henrique Avancini não esteve em Leogang para disputar o XCC e XCO neste ano. Em suas redes sociais o atleta relatou dificuldades logísticas relacionadas à quarentena imposta pela pandemia e que está focado nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Loana Lecomte venceu com folga na Elite Feminina


A francesa Lecomte já era a mulher a ser batida na terceira etapa da Copa do Mundo de MTB. Após atuações dominantes nas duas primeiras, e uma vitória no Short Track de sexta-feira só aumentou o hype.

Loana Lecomte no XCO da Copa do Mundo UCI, em Leogang - Foto: Bartek Wolinski / Red Bull Content Pool
Loana Lecomte no XCO da Copa do Mundo UCI, em Leogang - Foto: Bartek Wolinski / Red Bull Content Pool


Loana Lecomte seguiu de perto a largada rápida da campeã mundial Pauline Ferrand Prevot antes de abrir uma vantagem na primeira volta e seguir na ponta até vencer, com confortáveis ​​1m48s de folga, e somar três vitórias nas três primeiras corridas, a primeira mulher em 15 anos para alcançar a façanha.

A última volta foi cheia de ação na batalha pelos outros lugares do pódio, com a austríaca Laura Stigger no ataque e derrubando Ferrand Prevot, mas sendo ultrapassada pela campeã olímpica Jenny Rissveds.

"Tenho lutado um pouco com a minha autoconfiança nas últimas semanas, então esta foi uma corrida muito boa. Tenho treinado muito para me comprometer totalmente", disse a sueca Rissveds, de 27 anos.

No masculino, Flueckiger e Ondrej Cink foram protagonistas


A corrida masculina ocorreu de forma semelhante ao XCO de sexta-feira, com Flueckiger e o rival checo Ondrej Cink a repetir o primeiro e o segundo lugares.

Mathias Flueckiger no XCO da Copa do Mundo UCI, em Leogang - Foto: Bartek Wolinski / Red Bull Content Pool
Mathias Flueckiger no XCO da Copa do Mundo UCI, em Leogang - Foto: Bartek Wolinski / Red Bull Content Pool


Atrás deles, a luta pelas demais posições do pódio foi divertida com Anton Cooper facilmente à frente do francês Thomas Griot, que segurou o romeno Vlad Dascalu em uma finalização fotográfica pelo quarto lugar.

Flueckiger, 32, disse: "Hoje foi muito trabalho mental para mim. Cada vez mais na corrida encontrei o meu ritmo e consegui encontrar uma lacuna para Ondrej. Eu sabia que tinha que atacar porque, quando havia subidas constantes, ele era um pouco mais forte", declarou Flueckiger.

Cink acrescentou que Flueckiger "foi muito rápido nas descidas em comparação a mim, então abriu um pequeno espaço e, depois disso, tentou forçar e não consegui segurá-lo. Ele estava melhor hoje e parabéns a ele".

Os bikers voltam à ação pela Copa do Mundo de MTB no XCC e XCO em Les Gets, na França, de 3 a 4 de julho.

Top 5 no XCO em Leogang


Elite Feminina


1. Loana Lecomte - 1:17.03
2. Jenny Rissveds - +1.48
3. Laura Stigger - +1.50
4. Jolanda Neff - +2.02
5. Pauline Ferrand Prevot - +2.30

Elite Masculina


1. Mathias Flueckiger - 1:15.50
2. Ondrej Cink - +0.14
3. Anton Cooper - +0.45
4. Thomas Griot - +1.26
5. Vlad Dascalu - +1.27

Top 5 da classificação da Copa do Mundo MTB XCO 2021


Elite Feminina


1. Loana Lecomte - 1045 pontos
2. Pauline Ferrand Prevot - 680 pontos
3. Haley Batten - 669 pontos
4. Rebecca McConnell - 544 pontos
5. Linda Indergand - 533 pontos

Elite Masculina


1. Mathias Flueckiger - 794 pontos
2. Ondrej Cink - 654 pontos
3. Victor Koretzky - 623 pontos
4. Mathieu van der Poel - 570 pontos
5. Anton Cooper - 570 pontos

Fotos: Bartek Wolinski / Red Bull Content Pool
Conteúdo: Traduzido e adaptado de Red Bull Content Pool
Leia mais...

terça-feira, 8 de junho de 2021

Henrique Avancini anuncia que não participará das etapas 3 e 4 da Copa do Mundo MTB 2021

Henrique Avancini


Henrique Avancini anunciou nesta terça-feira, 8 de junho, que não estará presente nas etapas 3 e 4 da Copa do Mundo de MTB. A decisão foi publicada nas redes sociais do atleta e os fãs foram surpreendidos pela informação, mas apoiaram.

Segundo o atleta, dificuldades logísticas relacionadas à quarentena imposta pela pandemia foram um dos fatores que pesaram sob a decisão e que, agora, o foco está nos Jogos Olímpicos de Tóquio, onde as provas de mountain bike serão disputadas entre os dias 26 e 27 de julho.

"Após considerar, junto a equipe e as pessoas que trabalham comigo, resolvemos abortar minha participação por alguns fatores como dificuldade logística com quarentena, vacinação e otimização do meu treinamento", disse Avancini em suas redes sociais.

"Acredito ser uma decisão sábia e estou confiante de que é o que deve ser feito almejando a melhor performance possível nos Jogos Olímpicos", declarou.

Henrique Avancini ainda agradeceu aos envolvidos em sua preparação "pelo comprometimento e apoio" e finalizou: "nos vemos no Japão".

A etapa 3 da Copa do Mundo de MTB acontece em Leogang, na Áustria, no dias 12 e 13 de junho. Já a etapa 4, ocorre em Les Gets, na França, em 3 e 4 de julho.

Foto: Bartek Wolinsk / Red Bull Content Pool
Leia mais...

quarta-feira, 19 de maio de 2021

Saiba como participar da Copa do Mundo de MTB no Brasil, em 2022

Henrique Avancini competindo em avancini em Mont Saint Anne, agosto de 2019


Entre os dias 8 e 10 de abril de 2022 a Copa do Mundo de Mountain Bike será no Brasil, mas especificamente em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro. O palco da prova será o São José Bike Club onde está o circuito Henrique Avancini.

Diante das muitas perguntas sobre como fazer para participar da Copa do Mundo de MTB no Brasil, em 2022, o organizador da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin), Rogério Bernardes, e a  comissária da Union Cycliste Internacionale (UCI) e da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), Regina Barbieri, falaram sobre algumas mudanças e esclareceram dúvidas.

Vale a pena lembrar que, para Petrópolis em 2022, vale a pontuação conquistada no calendário de 2021, portanto, a corrida para atingir os critérios já estão valendo. "Araxá deve ser o foco para quem planeja largar na Copa do Mundo no Brasil, em 2022", avalia Regina. Segundo ela, a prova de XCO, que será de 30 de julho a 1 de agosto, é a única prova na América Latina que tem pontuação Hors Class, o que significa que há distribuição de pontos até o 25º colocado.

"Isso é uma grande vantagem, porque quem fica em 11º ou 15º, por exemplo, ainda consegue acumular uma pontuação boa", explica. Ela também avisou que o Campeonato Brasileiro é uma excelente oportunidade de pontuação, sobretudo para atletas sub-23. "A UCI mudou a pontuação, e hoje, você pontua até o 10º colocado no short track do Brasileiro, sendo que, no ano passado era só até o 5º colocado. Além de ter aumentado a pontuação para 50 pontos para o primeiro, em comparação com 10 pontos no ano passado", lembra.

Regina explicou sobre os critérios para todas as categorias que participarão de Petrópolis 2022, que são a sub-23 e a elite tanto no feminino quanto no masculino (a categoria Júnior não correrá nessa etapa). Ela lembrou ainda, que além desses critérios, os atletas devem ser filiados à CBC e aptos a pontuar no ranking internacional. "É a CBC que cadastra esses atletas, então é importante lembrar desse detalhe".

A comissária ainda lembra que essas regras são revisadas anualmente pela entidade, então podem ocorrer mudanças até lá.

Sub-23 feminina


A UCI define que existem três formas de atletas sub-23 participarem das etapas da Copa do Mundo. A primeira é fazer parte de uma equipe UCI. A segunda é ter, no mínimo, 20 pontos no ranking internacional de XCO para poderem se inscrever na corrida de Petrópolis. Atualmente são duas essas atletas: Marcela Lima (Caloi Henrique Avancini Racing) e Laurien Miranda (Team Groove).

A terceira é ir como integrante da federação nacional. Segundo Regina, a seleção brasileira pode levar seis atletas normalmente, e como o Brasil está recebendo o evento, ganha o direito de ter mais seis competidoras em uma equipe B, somando 12 brasileiras no bolsão de largada pela seleção do Brasil, além das classificadas por pontos ou via equipe UCI. Caso as atletas não atinjam os critério da CBC, um número menor de competidoras pode ser convocado. Para saber quais os critérios para fazer parte da seleção brasileira de mountain bike em todas as categorias, acesse aqui.

Sub-23 Masculina


A entidade é mais criteriosa para esta categoria. Para alinhar em Petrópolis no ano que vem, o atleta precisa ter no mínimo 80 pontos no ranking da UCI. "É uma pontuação alta. Tanto que, atualmente, só um atleta brasileiro conseguiria largar por esse critério, que é o Gustavo Xavier", avalia Regina. Além disso, há a possibilidade de participar pela seleção, que em Petrópolis também terá direito a 12 atletas, seis principais e mais seis por ser a sede do evento, como na feminina.

Elite feminina e masculina


O critério é o mesmo para as duas categorias. É necessário ser federado na CBC, e ter um mínimo de 60 pontos no ranking UCI para competir com a camisa da equipe, uma pontuação menor que a sub-23. Outra possibilidade é ser convidado para correr pela seleção. No caso da Elite, não existe a equipe B, portanto, o Brasil pode ter até seis atletas competindo pela seleção na categoria mais alta em Petrópolis.

Foto de destaque: Bartek Wolinski / Red Bull Content Pool
Leia mais...

segunda-feira, 17 de maio de 2021

Giugiu supera chuva e muito frio para fechar em 19º etapa de Nové Mesto da Copa do Mundo de MTB 2021

Giugiu durante etapa de Nové Mesto em 2021


No último sábado, dia 15 de maio, a petropolitana Giuliana Morgen encarou mais uma dura competição na Copa do Mundo de Mountain Bike Cross-Country Olímpico. Correndo na categoria júnior, a jovem atleta de 17 anos encontrou duras condições climáticas e uma pista extremamente técnica para conquistar a décima nona colocação da etapa que foi vencida pela suíça Lea Huber.

Em 8 de maio, em sua estreia neste ano em competições na Europa, Giugiu fechou a etapa alemã da Copa do Mundo na 21º colocação, fazendo uma excelente prova de recuperação, após sofrer uma pequena queda pouco depois da largada.  

"A chuva chegou e mudou tudo! Largamos com sol e fiz uma ótima largada, mas na primeira volta começou uma baita chuva", explicou a atleta. 

Na mesma pista, em outubro de 2020, Giugiu fez sua estreia em Copas do Mundo. Na ocasião, ela garantiu a 13ª posição da prova realizada. Vale destacar que o circuito de Nové Mesto é um dos mais técnicos da temporada, com muitos trechos de pedras, saltos desafiadores e muitas raízes - obstáculos que ficam muito mais difíceis na chuva. 

Com o corpo molhado, a brasileira mais uma vez apostou na resiliência para superar o frio e a lama, fechando assim mais uma ótima apresentação contras as melhores do mundo em sua modalidade. 

Giugiu em Nové Mesto - 2021
Pista de Nové Mesto exigiu muita habilidade técnica - Foto: Javier Martinez


"Passei as duas primeiras voltas disputando o Top 12. Mas, na terceira volta, senti as pernas e achei melhor administrar. Nas duas últimas voltas foi na raça! O vento frio congelou meus pés, e minhas articulações estavam doendo. Fiquei feliz com o resultado, principalmente por ter superado alguns limites que eu jamais havia sentido", complementou Giugiu.

"Agradeço a todos pela torcida e agora continuo em busca da evolução", finalizou. 

Com o resultado, Giugiu sobe mais posições no ranking da UCI, a entidade máxima do ciclismo. Agora, a atleta está na 9º colocação, totalizando 281 pontos.

Próximos desafios


Nos próximos finais de semana, Giugiu encara mais duas competições na República Tcheca, a Izomat MTB Cup, que acontece no sábado, dia 22 de maio, e a Strabag Cup Brno, que será realizada no sábado, dia 29 do mesmo mês.

Depois disso, Giugiu viaja para a França e, para completar um ciclo de cinco semanas competindo em altíssimo nível na UCI Junior Series, a atleta encara a Copa da França de MTB, competição que acontece nos dias 4 e 5 de Julho. O principal objetivo da temporada da ciclista é o Campeonato Mundial de MTB XCO, competição que acontece entre 25 e 27 de Agosto em Val di Solle, Itália. 

Fotos: Javier Martinez

Leia mais...

Copa do Mundo de MTB 2021: resultados do XCO em Nové Mesto, República Tcheca

Largada da Elite Masculina em Nové Mesto, em 2021


A segunda etapa da Copa do Mundo MTB 2021 terminou neste domingo, 16 de maio, em Nové Mesto, República Tcheca, com o XCO. Tanto na Elite Feminina quanto na Masculina os resultados estão bem diferentes daquilo que se viu nas últimas edições do evento

Na Elite Feminina, as duas primeiras posições foram o inverso do que ocorreu no XCC de Nové Mesto: dessa vez Loana Lecomte fechou na ponta e Haley Batten foi a segunda colocada. Na sequência, Rebecca McConnell, Pauline Ferrand Prevot e Evie Richards.

Destaque especial para Pauline Ferrand Prevot que sofreu uma queda na terceira volta do XCC e não conseguiu completar a prova. A atleta chegou a ser levada para o hospital de ambulância por sentir dores na região abdominal, mas se recuperou a tempo de partipar do XCO da segunda etapa da Copa do Mundo, em Nové Mesto, e ainda garantiu um pódio.

Na Elite Masculina as duas primeiras posições do XCO, em Nové Mesto, foram invertidas (em relação ao XCC) entre os dois prometem estar sempre nas primeiros lugares nessa edição da Copa do Mundo de MTB desse ano: Thomaz Pidcock fechou em primeiro seguido por Mathieu Van Der Poel, dessa vez com vantagem. Completaram o pódio Mathias Flueckiger, Ondrej Cink e Jordan Sarrou.

Posição dos brasileiros em Nové Mesto


Henrique Avancini, que foi o brasileiro melhor colocado, terminou na 23ª terceira posição e recordou que foi a "primeira vez em quatro anos que fico fora do top 20 num evento de Copa do Mundo". "Hora de voltar pra casa e dar um reset", afirmou.

Luiz Henrique Cocuzzi terminou em 56º lugar e declarou estar muito feliz com o resultado. "Depois de muito, mas muito trabalho mesmo, consegui dar mais grande um passo para alcançar meu maior objetivo da carreira até agora, a vaga para representar o Brasil nas Olimpíadas de Tóquio".

Ainda entre os homens, Guilherme Muller fechou 75º enquanto Ulan Galinski concluiu a prova na 96ª posição.

Entre as mulheres Raiza Goulão terminou o XCO da Copa do Mundo em Nové Mesto na 62ª colocação e se disse frustrada pelo resultado longe do que esperava. "Preciso aceitar o que não estava no meu controle", declarou.

Jaqueline Mourão, a atleta mais velha a largar, com 45 anos, terminou na 71ª posição. "Agora apertar o 'reset' e focar na preparação específica para a bike", disse.

Top 10 do XCO na Copa do Mundo de MTB em Nové Mesto


Elite Feminina


1. Loana Lecomte, 1:25:13
2. Haley Batten, +1:39
3. Rebecca McConnell, +1:51
4. Pauline Ferrand Prevot, +2:10
5. Evie Richards, +2:27
6. Linda Indergand, +2:50
7. Sina Frei, +3:22
8. Jolanda Neff, +3:39
9. Anne Terpstra, +4:06
10. Anne Tauber, +4:33

Elite Masculina


1. Thomaz Pidcock, 1:20:55
2. Mathieu Van Der Poel, +1:00
3. Mathias Flueckiger, +1:15
4. Ondrej Cink, +2:00
5. Jordan Sarrou, +2:21
6. Alan Hatherly, +2:28
7. Nino Schurter, +3:04
8. Anton Cooper, +3:14
9. Titouan Carod, +3:37
10. Thomas Griot, +3:51

Foto de destaque: Captura de tela/Redbull TV
Leia mais...

sexta-feira, 14 de maio de 2021

Copa do Mundo de MTB 2021: resultados do XCC em Nové Mesto

Chegada no foto finish em Nové Mesto


A Copa do Mundo de MTB 2021 prometia ter resultados surpreendentes e até aqui está cumprindo a promessa, conforme foi visto na prova de XCC desta sexta-feira, 14 de maio, em Nové Mesto.


Na Elite Feminina a americana Haley Batten foi a mais rápida e venceu, para a surpresa de muitos. Na sequência estavam Loana Leconte, Jenny Rissveds, Annie Last e Linda Indergand.


A atual campeã, a francesa, Pauline Ferrand Prevot sofreu uma queda na terceira volta e, embora tenha tentado continuar, precisou desistir e não completou a prova. Durante a transmissão, uma das cenas mostrou a atleta no chão com a sobre a região abdominal, indicando dores no local.


Pauline Ferrand Prevot deixou o local da prova, em Nové Mesto, de ambulância e precisou ser levada ao hospital. As expectativas de que ela participe do XCO no domingo são grandes.


Já na Elite Masculina Mathieu Van Der Poel atacou novamente e venceu a corrida, mas com mais dificuldades que na etapa anterior, que foi em Albstadt. Dessa vez ele foi seguido de perto por Thomas Pidcock e o resultado final veio no foto finish.


Completaram o pódio Jordan Sarrou, Victor Koretzky e Maximilian Brandl. Nino Schurter terminou em 12º seguido de Henrique Avancini.


Top 10 do XCC na Copa do Mundo de MTB em Nové Mesto


Elite Feminina


1. Haley Batten, 23:35

2. Loana Leconte, +0:16

3. Jenny Rissveds, +0:21

4. Annie Last, +0:21

5. Linda Indergand, +0:23

6. Laura Stigger, +0:28

7. Evie Richards, +0:36

8. Sina Frei, +0:48

9. Kate Courtney, +0:49

10. Anne Tauber, +0:51


Elite Masculina


1. Mathieu Van Der Poel, 20:48

2. Thomas Pidcock, +0:00

3. Jordan Sarrou, +0:00

4. Victor Koretzky, +0:01

5. Maximilian Brandl, +0:03

6. Maxime Marotte, +0:06

7. Anto Cooper, +0:08

8. Lars Forster, +0:11

9. Luca Braidot, +0:12

10. Vlad Dascalu, +0:13


Horários da Copa do Mundo XCO de Nové Mesto 2021


Domingo, 16 de maio de 2021


XCO feminino: a partir das 6h

XCO masculino: a partir das 10h00


Transmissões ao vivo em português pela pela RedBull TV.


Imagem de destaque: captura de tela/RedBull TV

Leia mais...

quarta-feira, 12 de maio de 2021

Avancini cai para terceiro no ranking UCI após etapa de Albstadt na Copa do Mundo de MTB

O ranking UCI acaba de se atualizar após a etapa da Copa do Mundo de MTB, em Albstadt, e se confirmam as mudanças nas primeiras posições na Elite Masculina com Henrique Avancini caindo para a terceira posição e o francês Victor Koretzky assumindo a liderança.

Entre os três primeiros, Nino Schurter foi o único que manteve o posto permanecendo na segunda colocação do ranking UCI.

Ainda com as mudanças, a diferença é muito pequena e a disputa pelo topo do ranking UCI está aberta.

Chegada de Victor Koretzky ao topo

Depois de uma corrida brilhante, Victor Koretzky venceu Nino Schurter no último domingo, 9 de maio, na Copa do Mundo de Albstadt. Com esta vitória, ele alcançou a liderança geral para ele e para sua equipe, e isso também lhe valeu a ascensão ao topo do ranking da UCI. Uma classificação que reflete bem o percurso de cada ciclista e o bom tempo de Koretzky.

Henrique Avancini teve dificuldades na pré-temporada

O brasileiro largou em desvantagem para a pré-temporada de 2021 devido às restrições impostas por causa da pandemia. Avancini iniciu seu ciclo de competições na Europa em abril e, ainda assim, conseguiu uma quarta colocação no XCC de Albstadt e, no XCO, fechou em décimo. 

"Voltas intermediárias foram pesadas por não me encaixar bem na forma como o grupo estava andando. Final de prova um pouco crescente", declarou Avancini sobre o XCO, em Albstadt.
Leia mais...

segunda-feira, 10 de maio de 2021

Giugiu Morgen finaliza em 21º etapa alemã da Copa do Mundo de MTB 2021

Giugiu Morgen em Albstadt


A estreia da ciclista Giugiu Morgen em competições na Europa no ano de 2021, reservou fortes emoções para a atleta de 17 anos. Na cidade alemã de Albstadt, a atleta de Petrópolis (RJ) garantiu na manhã deste sábado (8) a 21ª colocação na disputa da categoria júnior feminino da UCI Junior Series, a Copa do Mundo UCI de Mountain Bike XCO, modalidade olímpica do esporte.

Para entrar na Alemanha, a atleta teve que passar 14 dias em total isolamento em um hotel em Portugal, realizando treinos indoor e seguindo todos os protocolos de segurança por conta da pandemia da Covid-19.

Giugiu, integrante da equipe Sense Factory Racing, teve um excelente início, quando estava nas primeiras posições do pelotão. "Fiz uma boa largada e me mantive no top 10. Entretanto, no fim da start lap (volta de apresentação), acabou me faltando experiência nessas corridas de nível mundial, uma vez que fui jogada para fora da pista, algo que pode acabar acontecendo com qualquer ciclista", destacou Giugiu.

"Caí para a 41ª posição e, volta após volta, consegui recuperar 20 posições. Agradeço a torcida de todos e as várias mensagens de apoio que eu venho recebendo. O carinho dos fãs é sempre importante e ajuda bastante. Agora é voltar a focar no processo e na evolução", complementou a atleta petropolitana, que ocupa a 9ª colocação do ranking mundial em sua atualização mais recente, de 4 de maio.

Novos Desafios - Copa do Mundo em Nové Město


A próxima prova de Giugiu já será na semana seguinte, também na Europa. A ciclista viaja para Nové Město na Moravě, na República Tcheca, onde será realizada mais uma etapa da Copa do Mundo UCI de Mountain Bike XCO. Lá, a expectativa é de encontrar terreno e estilo de prova totalmente diferentes da cidade alemã.

Giugiu Morgen em Albstadt
Giugiu Morgen durante etapa de Albstadt - Foto: Javier Martinez


"Em Nové Město muda tudo. A pista de lá é totalmente diferente do que em Albstadt. Na prova tcheca não se repete o que temos aqui na Alemanha, com suas subidas íngremes e descidas inclinadas, mas sim se destaca por ter um percurso bem técnico e explosivo", avaliou.

Foi em Nové Město na Moravě, em outubro de 2020, que Giugiu Morgen fez sua estreia em Copas do Mundo. Na ocasião, ela garantiu a 13ª posição da prova realizada. 

Depois disso, a atleta retorna ao Brasil e, na metade do ano, Giugiu deve voltar para a Europa por mais um período de cerca de dois meses. Nesta segunda volta ao velho continente, ela deve correr mais duas etapas da UCI Junior Series, e o Campeonato Mundial de MTB XCO - principal objetivo da atleta, a competição acontece entre 25 e 27 de Agosto em Val di Solle, Itália. 

Fotos: Javier Martinez
Leia mais...

domingo, 9 de maio de 2021

Resultados do XCO da Copa do Mundo de MTB 2021 em Albstadt



Nesse domingo, 9 de maio, aconteceu o XCO da primeira etapa da temporada 2021 da Copa do Mundo de MTB, em Albstadt, Alemanha. Tanto a prova feminina quanto a masculina foram intensas e espetaculares.


Na Elite Feminina a vencedora foi Loana Lecomte surpreendendo as estimativas do blog Foto e Bike, que a deixou de fora da lista das favoritas. A atual campeã do mundo, Pauline Ferrand Prevot, fechou em segundo, seguida de Haley Batten, Kate Courtney e Yana Belomoina.


Das brasileiras presentes na prova, Raiza Goulão fechou na 74ª posição e Jaqueline Mourão na 93ª. 


Já na Elite Masculina, Victor Koretzky foi o grande vencedor no XCO, ele era um dos cotados em nossa lista para superar uma possível vitória de Mathieu Van der Poel no cross-country olímpico. Essa foi a primeira vitória de Koretzky na Copa do Mundo. 


Superado por Nino Schurter Koretzky  no sprint final, Nino Schurter fechou em segundo seguindo de Mathias Flueckiger, Ondrej Cink e Tomaz Pidcock fechou o pódio.


Henrique Avancini fechou a prova na 10ª posição e declarou que foi um "bom começo". "Voltas intermediárias foram pesadas por não me encaixar bem na forma como o grupo estava andando. Final de prova um pouco crescente", disse.


O Brasil estava com mais três ciclistas na competição. Luiz Henrique Cocuzzi, que fechou em 36º conseguiu fazer uma prova consistente e com poucos erros e declarou que "saio satisfeito com meu resultado e confiante para o próxima final de semana". Ulan Galinski fechou a prova na 71ª posição. Guilherme Muller contudo sofreu uma queda e acabou não completando a prova.


Top 10 do XCO na Copa do Mundo de MTB em Albstadt


Elite Feminina


1. Loana Lecomte, 1:21:38

2. Pauline Ferrand Prevot, +0:53

3. Haley Batten, +1:15

4. Kate Courtney, +1:20

5. Yana Belomoina, +1:30

6. Anne Terpstra, +1:47

7. Linda Indergand, +1:57

8. Laura Stigger, +2:11

9.Jenny Rissveds, +2:54

10. Sina Frei, +3:03


Elite Masculina


1. Victor Koretzky, 1:20:23

2. Nino Schurter, +0:02

3. Mathias Flueckiger, +0:23

4. Ondrej Cink, +0:25

5. Tomaz Pidcock, +0:29

6. Anton Cooper, +0:30

7. Mathieu Van Der Poel, +1:13

8. Alan Hatherly, +1:19

9. Thomas Griot, +1:33

10. Henrique Avancini, +2:05

Leia mais...

sábado, 8 de maio de 2021

Resultados do XCC da Copa do Mundo de MTB 2021 em Albstadt


A primeira prova da Copa do Mundo de MTB da temporada 2021 aconteceu em Albstadt, na Alemanha, com o XCC feminino e masculino na sexta-feira, 7 de maio.


No feminino, a grande vencedora foi Pauline Ferrand Prevot, uma da apostas que colocamos na lista para vencer o XCC. No masculino, Mathieu Van der Poel deu na cabeça do pelotão e venceu - ele era o primeiro cotado em nossa lista. Henrique Avancini terminou o XCC em 4º lugar e destacou que foi o seu "melhor resultado na abertura da Copa do Mundo ate hoje". "Começo decente e muito satisfatório considerando meu momento e meus objetivos", disse.


Top 10 do XCC na Copa do Mundo de MTB em Albstadt


Elite Feminina


1. Pauline Ferrand Prevot, 20:37

2. Linda Indergand, +0:01

3. Annie Last, +0:02

4. Kate Courtney, +0:02

5. Loana Lecomte, +0:05

6. Rebecca Mcconnell, +0:06

7. Anne Terpstra, +0:08

8. Sina Frei, +0:10

9. Eva Lechner, +0:18

10. Jenny Rissveds, +0:18


Elite Masculina


1. Mathieu Van Der Poel, 20:39

2. Victor Koretzky, +0:02

3. Nino Schurter, +0:03

4. Henrique Avancini, +0:09

5. Mathias Flueckiger, +0:10

6. Jordan Sarrou, +0:11

7. Peter Disera, +0:11

8. Luca Braidot, +0:13

9. Nadir Colledani, +0:14

10. Alan Hatherly, +0:14

Leia mais...

quinta-feira, 6 de maio de 2021

Copa do Mundo de MTB Albstadt 2021: quem são as favoritas?

Chegada do feminino na Copa do Mundo de MTB


Nos dias 7 e 9 de maio acontece a primeira etapa da Copa do Mundo de Mountain Bike, em Albstadt, na Alemanha. Aqui no Foto e Bike já publicamos uma relação com os favoritos dessa primeira etapa no masculino. E no feminino: quem são as favoritas?


Tal qual no masculino, há várias mulheres com chances reais de conquistar uma vitória na Copa do Mundo de MTB, mas vamos arriscar e colocar alguns nomes na mesa!


Evie Richards


A britânica Evie Richards (Trek Factory Team) mostrou para todos em 2020 que pode estar despontando com uma potencial dominadora dos Short Track e para 2021 pode ser facilmente incluída na lista das principais favoritadas a cruzar a linha de chega na frente em Albstadt. 


Kate Courtney


Norte americana, Kate Courtney (Scott SRAM) foi ganhou em Albstadt em 2019 e nas últimas competições ela tem se mostrado muito forte. Porém, daquele ano para cá muitas mudanças ocorreram, mas ainda assim é nome forte para ganhar.


Pauline Ferrand Prevot


Pauline Ferrand Prevot (Absolute Absalon) é a atual Campeã do Mundo e a grande rival a ser batida. Porém, para 2021, é possível que suas maiores chances de vitória estejam no XCC de Albstadt.


E aí, concorda a nossa lista? Já corre lá para o Pinkbike e para montar seu time com as nossas sugestões. Não esqueça de olhar também a lista dos favoritos no masculino.


Horários da Copa do Mundo XCC XCO de Albstadt 2021


Sexta-feira, 7 de maio de 2021


XCC feminino e masculino: a partir das 12h20


Domingo, 9 de maio de 2021


XCO feminino: a partir das 6h

XCO masculino: a partir das 9h15


Transmissões ao vivo em português pela pela RedBull TV.

Leia mais...

CIMTB Michelin, Trek e Levorin premirão vencedores da Liga CIMTB TREK

CIMTB, Trek e Levorin darão prêmios aos vencedores da liga CIMTB Trek


A CIMTB Michelin e a TREK darão prêmios para o melhor colocado na Liga CIMTB TREK no fantasy game da Copa do Mundo de XCO, no site da Pinkbike. Como prêmio, o melhor colocado ao final da temporada ganhará uma camisa oficial da Trek Factory Team e um par de pneus Levorin. 


A data limite para inscrever os times já para a primeira etapa do campeonato, e aumentar as chances de ganhar, é o dia 7 de maio. Para participar, basta se inscrever no site pinkbike.com, criar o seu time no fantasy game de XCO e se juntar à Liga CIMTB TREK.


No jogo, o participante recebe $1.500.000 para montar um time fictício de seis atletas com os competidores da Copa do Mundo de XCO, sendo três da categoria masculina e três da feminina. Ao final de cada etapa, os atletas somam pontos de acordo com a performance nas pistas. O jogador que somar mais pontos no final da temporada leva o prêmio da Liga CIMTB TREK. A cada etapa as equipes podem ser editadas com troca de atletas depois da análise dos resultados de cada um.


Game CIMTB – TREK dará também dará prêmios


Para ganhar mais prêmios, os jogadores podem também se inscrever no GAME CIMTB – TREK, jogo similar, porém com os atletas que correm nas etapas da copa. Para se inscrever, basta acessar o endereço www.game.cimtb.com.br, se cadastrar e montar a equipe. 

Premiação do game CIMTB Michelin Trek
Foto: divulgação/CIMTB

Quem fizer mais pontos no final do campeonato 2020, que soma pontos de Araxá 2020 e Congonhas que acontecerá dias 3 e 4 de julho, vai levar o combo da Bontrager, marca de elite da TREK, que contém uma sapatilha Cambio, com sola de fibra de carbono, um selim Aeolus Comp, uma lanterna dianteira Ion 450R e uma lanterna traseira Flare RT, além de brindes como uma camiseta, uma caneca e um boné da marca. Além disso, o campeão da etapa de Congonhas ganhará um capacete Bontrager Starvos WaveCel.


Com quase mil participantes, muita gente ainda pode ganhar. Quem lidera a briga é a equipe Rodrigo Silva, com 433 pontos. Em segundo lugar, com seis pontos de diferença está o time Dimas Brothers. Em terceiro, a equipe Celina com 415 pontos.


Para a temporada 2021, haverá um novo campeonato somando pontos no GAME CIMTB TREK nas etapas de Araxá, Petrópolis e Taubaté, com vários prêmios e uma bike Trek será entregue ao ganhador no final.


Foto de destaque: divulgação/CIMTB


Leia mais...

quarta-feira, 5 de maio de 2021

Quem são os favoritos na Copa do Mundo de Albstadt 2021?

Henrique Avancini em Albstadt, 2019

A Copa do Mundo de Mountain Bike começa esta semana e a primeira etapa acontece em Albstadt, na Alemanha, nos dias 7 e 9 de maio. Em 2021, pela primeira vez na história da competição, não haverá novas sedes no calendário. Serão oito etapas, além do Campeonato Mundial, marcado para Val di Sole, na Itália. 


Vale dizer que há algumas temporadas não havia tantos ciclistas com chances reais de conquistar uma vitória na Copa do Mundo de MTB. Hoje tudo está diferente e as apostas para um vencedor estão mais difíceis e equilibradas. Ainda assim, vamos arriscar e listar alguns nomes que aparecem como favoritos para vencer a etapa de Albstadt neste ano, no masculino (confira também a lista das favoritas).


Mathieu Van der Poel


Desde 2019 sem competir em MTB, Mathieu Van der Poel (Alpecin Fenix) promete chegar com tudo a Albstadt e desponta na lista como um dos favoritos para o XCC de sexta-feira.


Na briga para não deixar Van der Poel chegar na frente, estão os atletas da KMC Orbea: Milan Vader, Thomas Litscher e Victor Koretzky. Dá para colocar o mexicano Geraldo Ulloa nessa lista também e uma vitória dele não seria uma surpresa.


Henrique Avancini


Atual dono do primeiro lugar no ranking da UCI, Henrique Avanci (Cannondale Factory Racing) não conseguiu fazer a pré-temporada que desejava. Devido às restrições impostas por conta da pandemia, o brasileiro só conseguiu em participar das competições da Europa em abril. "A gente corre atrás do prejuízo de peito aberto", disse Avancini. Ou seja, disposição para lugar e ganhar ele tem! E o seu projeto social 'Pedaling for a Reason', com ele mesmo afirmou, é mais uma motivação.


Nino Schurter


A Copa do Mundo está tão mudada e tantos com chances de ganhar que já não ver uma vitória de Nino Schurter (Scott SRAM) em Albstadt nesse ano pode não surpreender, ainda mais com ciclistas tão explosivos que podem levar a melhor em um sprint.


Mathias Fluckiger


Um dos ciclistas que mais obteve vitórias na pré-temporada foi Mathias Fluckiger. Considerando esse dado e também que ele foi o último a vender em Albstadt, Fluckiger e mais um dos cotados para quebrar a banca.


Jordan Sarrou


Por último, mas não menos importante nessa lista está o atual Campeão do Mundo: Jordan Sarrou. Recentemente ele declarou que Albstadt será o primeiro gol da sua temporada e que está chegando para ganhar.


Horários da Copa do Mundo XCC XCO de Albstadt 2021


Sexta-feira, 7 de maio de 2021


XCC feminino e masculino: a partir das 12h20


Domingo, 9 de maio de 2021


XCO feminino: a partir das 6h

XCO masculino: a partir das 9h15


Transmissões ao vivo em português pela pela RedBull TV.

Leia mais...

segunda-feira, 26 de abril de 2021

Vídeo | Os 7 melhores sprints da Copa do Mundo de XCO

Sprint de Nino Schurter

Sem sombra de dúvidas a Copa do Mundo de XCO é sempre emocionante, tanto para quem assiste quanto para quem está lá, competindo. Porém, tudo fica ainda melhor quando a decisão é no sprint.


É uma explosão onde tudo se resolve em questão de segundos nos metros finais. O MTB proporciona esse tipo de emoção e é bom demais. Tanto é que a RedBull TV fez uma seleção dos 7 melhores sprints da Copa do Mundo de XCO.




1. Annika Langvad X Jolanda Neff em Nove Mesto (CZE), 2018 

2. Sam Gaze X Nino Schurter em Stellenbosch (RSA), 2018 

3. Evie Richards X Pauline Ferrand-Prevot em Nove Mesto (CZE), XCC Race 1, 2020

4. Nino Schurter X Anton Cooper em Nove Mesto (CZE), 2018

5. Pauline Ferrand-Prevot X Jolanda Neff em Val di Sole (I), 2019

6. Evie Richards X Pauline Ferrand-Prevot em Nove Mesto (CZE), XCC Race 2 2020

7. Nino Schurter X Julien Absalon em Albstadt (DE), 2016

Leia mais...

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2021

Brasil sediará Copa do Mundo de Mountain Bike em 2022

Henrique Avancini na etapa Petrópolis da CIMTB/2019. Foto: Davi Corrêa

A CIMTB Michelin em parceria com a Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) organizará a abertura da Copa do Mundo de Mountain Bike, entre 8 e 10 de abril de 2022, em Petrópolis, Rio de Janeiro. O evento que acontece em vários continentes, retorna ao Brasil após 17 anos para expandir o esporte e incentivar a prática do ciclismo em diferentes regiões do mundo.


As provas oficiais, de XCO (Cross Country Olímpico) e XCC (short Track), ocorrerão na cidade natal do primeiro brasileiro a vencer uma etapa da Copa do Mundo, Henrique Avancini, que também é um dos responsáveis pela conquista.


“Desde 2017 ou 2018 já existia um desejo muito grande da UCI, da Red Bull e dos nossos parceiros de trazer o evento para o Brasil. Eu participei muito no sentido de buscar um organizador que atendesse às exigências da UCI. Eles requisitaram que, se fosse vir para o Brasil, teria que ser na minha cidade. O Rogério [ Bernardes ] topou o desafio, o que gabaritou ainda mais a confiança deles”, conta Avancini.


A CIMTB Michelin já organizou mais de 70 eventos internacionais da UCI em sua história e uma etapa da Copa do Mundo de Mountain Bike Eliminator (XCE) em Congonhas, em 2018.


“É uma conquista coletiva. Tanto minha, que venho crescendo como atleta, para a CIMTB Michelin como organizadora e para todo o contexto do ciclismo no Brasil, que tem se tornado uma potência mundial do esporte”, completa.


As etapas da Copa do Mundo de Mountain Bike são competições muito disputadas por organizadores no mundo inteiro. De acordo com a União Ciclística Internacional (UCI), órgão máximo do esporte, os maiores eventos da UCI chegam a gerar mais de 200 milhões para os negócios locais.


Disputa entre Avancini e Cocuzzi na CIMTB, em Petrópolis. Foto: Davi Corrêa


“Essa conquista representa muito não só para nós e para o Henrique, mas para o ciclismo brasileiro, que será mais uma vez o centro do mapa mundial do esporte em 2022. Vamos fazer o melhor trabalho possível para que a Copa do Mundo não saia nunca mais do Brasil. E tenho certeza que a torcida brasileira vai eletrizar e fazer história”, conta Rogério Bernardes, organizador da CIMTB Michelin.


O mercado brasileiro de ciclismo vem crescendo de forma estável já há alguns anos. Segundo a Abraciclo, o crescimento da produção no Brasil em 2020 foi de 12,8%, com um total de 750 mil bicicletas fabricadas. Um dos motivos desse aumento é a bike entrando no dia a dia do brasileiro durante a pandemia.


“A importância de trazer uma Copa do Mundo de uma modalidade olímpica para o Brasil é sem precedentes. Estamos todos muito felizes, foram meses de muita dedicação, enfrentando várias reuniões na União Ciclística Internacional e agora recebemos essa incrível notícia da aprovação. Será uma oportunidade única para mostrarmos a força do Mountain Bike brasileiro para o mundo inteiro. Não tenho dúvidas que iremos mais uma vez entregar o nosso melhor, dentro e fora da pista, deixando um grande legado para o nosso país, assim como fizemos no Mundial de Paraciclismo em 2018, que se tornou referência na UCI”, comentou José Luiz Vasconcellos, presidente da Confederação Brasileira de Ciclismo.

Leia mais...
 
Copyright © 2021 Foto e Bike • Direitos reservados | Escreva-nos: blogfotoebike@gmail.com
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top