Mostrando postagens com marcador Henrique Avancini. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Henrique Avancini. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 12 de abril de 2022

"Esse é o ápice da minha carreira", diz Henrique Avancini

Henrique Avancini durante Copa do Mundo de MTB em Petrópolis


Dois dias após o fim da Copa do Mundo de Mountain Bike em Petrópolis, Henrique Avancini publicou um mensagem em suas redes sociais e compartilhou com os fãs o que vivenciou durante o fim de semana marcante para os apaixonados por MTB. "Até aqui, esse é o ápice da minha carreira", garantiu o biker brasileiro.

Ao cruzar a linha de chegada no domingo (10), Henrique Avancini estava na 13º posição e muito emocionado. O brasileiro chorava demais enquanto o público presente gritava seu nome em retribuição por sua dedicação ao esporte. No Instagram, Avancini disse que sonhava com o momento de fazer a bicicleta marcar a vida das pessoas.

"A bicicleta mudou o rumo da minha vida. Sonhei com um momento que pudesse gerar isso nas pessoas. Marcar os corações e criar novas percepções", disse Avancini. "É a primeira vez na minha carreira e vida que me preparo tanto pra algo (isso fiz várias vezes), não tenho uma boa performance (isso aconteceu algumas vezes) e não me sinto frustrado ou decepcionado (isso nunca aconteceu)", acrescentou o atleta da Cannondale Factory Racing.


Dias antes do início da Copa do Mundo de MTB em Petrópolis, Henrique Avancini já havia declarado em vídeo publicado pela Shimano que essa seria "provavelmente a única corrida em que já me sinto vencedor antes da primeira pedalada".

No Instagram, Avancini também garantiu que nunca viveu algo parecido com essa edição brasileira da Copa do Mundo de MTB. "Já competi com os melhores do mundo na casa deles, e aqui foi diferente", comentou o Henrique. O brasileiro ainda recordou de algumas conquistas ao longo de sua carreira como o título de campeão mundial de mountain bike maratona (XCM), em 2018, vitórias na Copa do Mundo e ter alcançado o primeiro lugar no ranking da UCI.

Natural de Petrópolis, cidade que sediou a abertura do XCC e XCO da Copa do Mundo de MTB nesse ano, Henrique Avancini disse que seus conterrâneos receberam "muito bem gente do mundo inteiro" e ainda destacou que seus maiores rivais agradeceram "pelo esforço em criar uma pista tão incrível".

Em entrevista concedida após o fim da disputa do XCO, o vencedor da prova, Nino Schurter destacou o crescimento da cultura do MTB no Brasil e falou sobre o trabalho feito por pelo brasileiro. "Agradeço também ao Avancini, por ter feito um trabalho tão bacana pelo esporte, aqui na América do Sul, principalmente no Brasil. É legal ver como o esporte tem sido desenvolvido pelas ações dele em seu país natal", disse Nino.


Henrique Avancini disputou o Short Track (XCC) e terminou na 4ª colocação. No fim da prova, o brasileiro foi até a mesa que fica após a 'Janela do Céu' e saudou o público presente no São José Bike Club. A segunda competição de Avancini aconteceu no domingo (10) quando correu no Cross Country Olímpico (XCO) e foi o brasileiro com o melhor resultado, chegando em 13º.

"Até aqui, esse é o ápice da minha carreira. Mas entendam que o esporte não precisa de mim pra ser grande e valorizado. Precisa de nós", disse Avancini. "Acreditem na força e potencial individual que cada um tem dentro de si. Estamos sempre muito mais próximos da grandeza do que imaginamos. Que esse momento não seja o fim, mas seja apenas o começo de algo muito maior. Obrigado Deus por me fazer brasileiro", concluiu.


Foto: Davi Corrêa
Leia mais...

quarta-feira, 6 de abril de 2022

Polêmica: UCI faz mudanças de última hora na pista da Copa do Mundo de MTB em Petrópolis

Martin Vidaurre na CIMTB em Petrópolis - Davi Corrêa


Às vésperas do início da Copa do Mundo de Mountain Bike, em Petrópolis (RJ), a União Ciclística Internacional (UCI) fez algumas mudanças no desenho da pista instalada no São José Bike Club e causou polêmica.

Pelas imagens divulgadas no Instagram do São José Bike Club, algumas das alterações feitas pela UCI aconteceram na Trilha da Bananeira, um dos trechos que exige bastante técnica dos bikers. Houve inclusive modificação em alguns saltos que agora têm rampas incluídas.


As mudanças na pista vão contra o que disse Simon Burney, responsável pela organização das etapas da Copa do Mundo. Em matéria publicada pelo site Bike Magazine, o britânico declarou que "os competidores nos pediram para não mudarmos nada, porque estava tudo muito legal. Para nós, esse é um ótimo cenário".

De acordo com fontes, a decisão de fazer as mudanças partiu da UCI e também das equipes inscritas para participar da Copa do Mundo em Petrópolis.

Outro ponto que está sendo modificado no XCO Henrique Avancini é a Janela do Céu. Segundo informações do São José Bike Club, eles estão "colocando terra hoje (6) naquele gap". Esse é o terceiro e último trecho de maior exigência técnica da pista da Copa do Mundo e ao que parece não terá mais o salvo, diferente do que aconteceu na CIMTB.

Competidor faz salto na pista da Copa do Mundo em Petrópolis
Competidor faz o salto na Janela do Céu durante CIMTB - Foto: Davi Corrêa

Henrique Avancini é contrário às mudanças na pista


Nas redes sociais, Henrique Avancini afirmou que não é favorável às mudanças feitas pela UCI no percurso preparado para a Copa do Mundo de MTB. De acordo com o ciclista brasileiro que foi um dos responsáveis pelo designer da pista em Petrópolis, "as mudanças adicionam muitos riscos para situações de corrida".

"Conheço o percurso que construí e, apesar de ser muito desafiador, o nível de segurança é maior do que de grande parte das pistas que corremos", declarou Avancini.

Avancini destacou que "o percurso permanece o mesmo, mas agora é possível fazer alguns saltos pedalando". 

"Apenas compartilhando informações e reforçando que não concordo com as mudanças feitas. Mais que isso, acho que agora algumas partes vão ficar mais perigosas", concluiu.

Fotos: Davi Corrêa / Foto e Bike
Leia mais...

terça-feira, 5 de abril de 2022

Copa do Mundo de MTB: "me sinto vencedor antes da primeira pedalada", diz Avancini

Henrique Avancini em sua Cannondale para Copa do Mundo de MTB no Brasil do Mundo


O dia de início da Copa do Mundo de Mountain Bike em Petrópolis (RJ) está chegando. Foram 17 longos anos de espera até que o evento retornasse ao Brasil e um dos grandes responsáveis por essa volta é o ciclista brasileiro Henrique Avancini, que não esconde sua alegria em competir no quintal de sua casa. "Essa é provavelmente a única corrida em que já me sinto vencedor antes da primeira pedalada", disse Avancini em vídeo publicado pela Shimano.

O fato da Copa do Mundo de MTB retornar ao Brasil após tanto tempo e ter como palco principal a cidade de Petrópolis está intimamente ligado ao sucesso e trabalho duro de Henrique Avancini no cenário mundial do mountain bike. Campão mundial MTB Maratona (XCM) em 2018, o ciclista petropolitano chegou a liderar o ranking de MTB da UCI.

"Deixei minha casa e andei pelo mundo até me tornar importante o suficiente para trazer o mundo até minha casa", conta Avancini. "Ter uma a Copa do Mundo no Brasil é incrível. Ter uma Copa do mundo na minha cidade, não dá para explicar".


O brasileiro teve um cuidado muito especial na elaboração do circuito XCO Henrique Avancini, localizado no São José Bike Club. Ele e seu pai, Ruy Avancini, se empenharam muito na criação e manutenção da pista. Durante as disputas da Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB), o ciclista da Canondale Factory Racing chegou a se flagrado por Bruno Canella (canal De Bike na Montanha) um ponto específico da pista observando a performance dos competidores.

"Eu e meu pai passamos pelo menos uma vez por dia para analisar e ver como está a pista. Uma vez por semana fico cerca de meio dia trabalhando no percurso", conta Avancini o carinho e cuidado com a pista.

Durante a visita técnica ao local das provas, Simon Burney, responsável da UCI por todos os detalhes da Copa do Mundo de MTB, destacou que Henrique Avancini "está muito orgulhoso da pista e da área toda, onde ele vai querer fazer um bom show para o público. Ele terá que lidar com a pressão da torcida. Mas acho que ele vai aproveitar a ocasião para se apresentar muito bem".

Henrique Avancini fala sobre expectativa para a Copa do Mundo


Em vídeo publicado pela Shimano em 4 de abril, Henrique Avancini fala sobre a preparação da pista para a Copa do Mundo de MTB em Petrópolis e também sobre sua expectativa para a competição de nível mundial no quintal de sua casa. Confira a íntegra logo abaixo.


Copa do Mundo de MTB em Petrópolis


As disputas da Copa do Mundo de MTB vão começar no dia na sexta-feira (8 de abril) com a disputa do Short Track (XCC). Às 16h30 acontece a largada feminina e às 17h15 será a vez dos homens. O segundo dia de provas será no domingo, com as provas principais sendo XCO feminino às 11h20 e o masculino às 14h35.

A programação completa com os horários da pista XCO Henrique Avancini pode ser encontrada nessa publicação aqui no blog Foto e Bike.

Foto: Fabio Piva / Red Bull Content Pool
Leia mais...

terça-feira, 22 de março de 2022

Avancini busca KOM no Strava em subida emblemática de Petrópolis

Henrique Avancini concentrado na bicicleta


Henrique Avancini publicou um vídeo em seu canal do YouTube estabelecendo um novo KOM em uma subida emblemática de Petrópolis (RJ). O conteúdo marca o lançamento dos Vlogs do Avança, apresentado pelo Strava, onde o brasileiro vai compartilhar assuntos sobre os seus treinos e preparação ao longo do ano.

O desafio fez parte de uma sessão de treinos de Avancini. Além dele, participaram três atletas da Caloi Henrique Avancini Racing (Ulan Galinski, Edson Rezende e Cainã Oliveira) e Wolfgang Soares Olsen, o Wolf, ciclista petropolitano que compete pela Santa Cruz Brasil Racing.


O caminho até as torres do Morin é uma subida muito dura que fica no bairro de mesmo nome (Morin) no primeiro distrito de Petrópolis. A rua dá acesso às torres de emissores de rádio e televisão, operadoras de telefonia e empresas de conexão à interne. O trecho do segmento no Strava tem 3,66 km de extensão e conta com uma inclinação média de 14,5%.

"Era um treino que dava para encaixar. São algumas repetições de 20 minutos. O melhor tempo da subida é 22 (minutos). Vamos fazer três vezes a subida e aí na terceira a gente vai deixar as pernas irem um pouco mais e tentar tirar esse KOM", disse Henrique Avancini.

Outro objetivo era trazer o KOM desse segmento do Strava de volta para um ciclista de Petrópolis. O rei da montanha na Estrada das Torres do Morin era o Wolf com 22:37, mas ele perdeu o posto para Luiz Henrique Cocuzzi que baixou o tempo para 22:10 em outubro de 2021.

O vídeo mostra a terceira subida dos cinco ciclistas e apresenta o trecho onde o KOM volta para as mãos de um ciclista de Petrópolis no Strava. Henrique Avancini estabeleceu uma nova marca: 20:42.

KOM Torres do Morin no Strava


Além de Henrique Avancini, Luiz Henrique Cocuzzi e Wolf, outros nomes conhecidos no cenário nacional do MTB brasileiro constam top 10 do segmento Estrada das Torres do Morin no Strava. Entre eles, Diego Knob (Sense Factory Enduro) e Albert Morgen, que também participou de provas pela Sense Factory Racing em 2021.

Ao fim, Henrique Avancini ainda fez o desafio. "Se alguém quiser tentar bater o KOM aí eu venho para bater mesmo. Aí eu subo queimando na primeira".


Confira aí o vídeo para ver se anima!

Leia mais...

segunda-feira, 7 de março de 2022

Henrique Avancini consegue sua primeira vitória na temporada 2022

Henrique Avancini comemorando


Henrique Avancini conquistou a sua primeira vitória na temporada 2022. O brasileiro da Cannondale Factory Racing foi o primeiro colocado na 1ª etapa da Copa Soul Sul Mineiro, válida pela 2ª etapa da Taça Brasil no cross country olímpico (XCO) no domingo, 6 de março.

"Primeira vitória da temporada. Como é bom competir com o barulho da galera. A proximidade do público com os atletas e pista é realmente algo especial no MTB", disse Avancini em suas redes sociais após a prova. Em seguida, o biker agradeceu a todos que compareceram em Lavras (MG) para prestigiar a prova.


Essa foi a terceira prova de Henrique Avancini em 2022 e a melhor colocação alcançada até o momento. As outras disputas foram fora do Brasil: Internacionales XCO Chelva, onde terminou na oitava colocação e Copa Catalana, onde fechou em nono.

Top 10 da segunda etapa da Taça Brasil 2022


Elite masculina
1- Henrique Avancini, 1:24:33
2- José Gabriel, 1:25:02
3- Ulan Galinski, 1:26:24
4- Kennedi Lago, 1:27:28
5- Nicolas Machado, 1:27:28
6- Pedro Bertallo, 1:28:05
7- Sherman Trezza, 1:28:11
8- Luiz Coccuzzi, 1:28:42
9- Rubens Valeriano, 1:28:52
10- Mario Couto, 1:28:52

Elite feminina
1- Isabela Lacerda, 1:24:49
2- Karen Olímpio, 1:26:31
3- Raiza Goulão, 1:26:35
4- Hercila Najara, 1:28:43
5- Letícia Cândido, 1:29:49
6- Giuliana Morgen, 1:32:32
7- Sabrina Oliveira, 1:35:51
8- Aline Simões, 1:35:51
9- Paula Gallan, 1:38:20
10- Jaqueline Leal, 1:38:36

Foto: Davi Corrêa
Leia mais...

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2022

De luto, Avancini inicia temporada com 8º lugar na Espanha

Henrique Avancini na Internacionales XCO Chelva


De luto, Henrique Avanicni (Cannondale Factory Racing) iniciou a temporada de 2022 no domingo (20) participando da Internacionales XCO Chelva, tradicional prova de mountain bike cross country olímpico (XCO), na Espanha.

Na terceira volta da prova, Henrique Avancini sofreu uma pequena queda, mas se recuperou. Contudo, um furo de pneu na quinta volta da disputa o fez perder mais posições e ele concluiu na 8ª colocação.


"Um furo de pneu um pouco longe da área técnica na 5ª volta. P8 no fim. Forma é boa, mas preciso colocar a cabeça no lugar", comentou Avanicni nas redes sociais.

O Avancini disputou a prova com uma faixa preta em seu braço direito em sinal de luto pelas vítimas da tragédia provocada pelas chuvas em Petrópolis (RJ), terra natal. No início da tarde desta segunda-feira (21/02), o número de mortos era de 178.

O vencedor da Internacionales XCO Chelva foi Alan Hatherly, que assim como Henrique Avancini, também é ciclista da Cannondale Factory Racing. Ele foi seguido por Filippo Colombo e David Valero.

Entre as mulheres, Jolanda Neff foi a vencedora. Em segundo lugar, Linda Indergand seguida por Martina Berta.

Foto: Cloot / Internacionales XCO Chelva
Leia mais...

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2022

Caloi Henrique Avancini Racing tem 3 novos ciclistas para 2022

Henrique Avancini junto com equipe Caloi Henrique Avancini Racing


Agora os veteranos Edson Rezende (25 anos) e o campeão brasileiro de Mountain Bike Cross-Country Marathon, Ulan Galinsky (23 anos) têm três novos companheiros de equipe na Caloi Henrique Avancini Racing para a temporada de 2022.

A equipe a anunciou a chegada de três novos atletas da categoria Sub-23 para compor o quadro de ciclistas da Caloi Henrique Avancini Racing. São eles: a curitibana Luiza Souza, a paulistana Sabrina Oliveira (ambas com 19 anos), e o brasiliense Cainã Oliveira (20 anos).


Até o fim de 2021, a Caloi Henrique Avancini Racing tinha três atletas, sendo apenas uma mulher. A inclusão de mais uma vaga feminina na equipe consolida o projeto de desenvolver a categoria no Brasil, que sem dúvidas irá beneficiar todo o mercado.

Enquanto Luiza, Sabrina e Cainã recebem estrutura e mentoria para começarem uma trajetória de conquistas nas pistas, Edison e Ulan têm um objetivo principal em mente: os Jogos Olímpicos de Paris em 2024.

"Nós mantivemos o Ulan Galinski e o Edson Rezende, que são os atletas que acredito que já tenham absorvido nosso método muito bem, então com esses dois é mais uma questão de desenvolvimento do que de formação. Nós acreditamos que os dois tenham muito potencial, são atletas com potencial olímpico, então é isso que vamos buscar nas próximas temporadas com eles", explicou Henrique Avancini.

O ciclista da Cannondale Factory Racing ainda contou que os novos ciclistas da Caloi Henrique Avancini Racing são frutos de uma busca por atletas promissores com grandes chances de performar bem utilizando o conhecimento e métodos da equipe.

"É o caso do Cainã Oliveira, atleta que tem uma desenvoltura técnica muito natural. Acredito que ele possa se beneficiar da convivência com o Edson e Ulan, e também trazer um frescor da juventude, da jovialidade para os dois. Junto a isso começamos um programa feminino mais aprofundado, mais dedicado, com um estudo mais minucioso do que podemos fazer para desenvolver mulheres e, foi com esse objetivo que trouxemos a Luiza e a Sabrina, junto com uma nova função de staff para se dedicarem a essas meninas", destaca Avancini. 


O brasileiro ainda ressaltou que "o objetivo é desenvolver um programa feminino dentro do nosso projeto que possa realmente trazer um crescimento para categoria feminina". 

"Traçamos um plano e estou bastante empolgado para ver quais resultados teremos a médio prazo", concluiu Henrique Avancini.

Ruy Avancini, pai de Henrique e ex-atleta, continua com chefe da Caloi Henrique Avancini Racing.

Atletas da Caloi Henrique Avancini Racing


Luiza Souza
19 anos, Curitiba (PR), Categoria Sub-23.

Luiza Souza Caloi Henrique Avancini Racing


Principais conquistas
- Campeã Geral do CIMTB 2021 (Sub-23)
- Campeã da Taça Brasil de XCO 2021 Goiânia (Sub-23)
- Vice-Campeã Brasileira de XCO 2020 (Júnior)
- Vice-Campeã do Brasileiro de XCO 2018/2019 (Júnior/Juvenil)
- Campeã do Ranking Brasileiro de Estrada 2019 (Júnior)

Sabrina Oliveira
19 anos, São Paulo (SP), Categoria Sub-23.

Sabrina Oliveira Caloi Henrique Avancini Racing


Principais conquistas
- Vice-Campeã do Brasileiro de XCO 2021 (Sub-23)
- Campeã do CIMTB Taubaté 2021 (Sub-23)
- Campeã do CIMTB de Araxá e Petrópolis 2019 (Júnior)
- Vice-Campeã do Brasileiro de XCO 2018 (Juvenil)
- Campeã do Brasileiro de XCO 2017 (Juvenil)

Cainã Oliveira
20 anos, Sobradinho (DF), Categoria Sub-23

Cainã Oliveira Caloi Henrique Avancini Racing


Principais conquistas
- 3º Colocado no Campeonato Brasileiro de XCO 2021 (Sub-23)
- Campeão do Brasileiro de XCO 2020 (Júnior)

Ulan Galinski
23 anos, Vale do Capão (BA), Categoria Elite

Ulan Galinski Caloi Henrique Avancini Racing


Principais conquistas
- Campeão do Brasileiro de Maratona 2021 (Elite)
- Campeão da Taça Brasil de XCO 2021 (Elite)
- Campeão da Copa Internacional 2020 (Super Elite)
- Vice-Campeão do Brasileiro de XCO 2019 e 2020 (Sub-23)
- 14º Colocado no Campeonato Mundial de XCO 2020 (Sub-23)

Edson Rezende
25 anos, Lavras (MG), Categoria Elite

Edson Rezende Caloi Henrique Avancini Racing


Principais conquistas
- 3° Colocado na Brasil Ride categoria Open 2021
- 4° Colocado no Brasileiro de XCO 2021 (Elite)
- Campeão Internacional Estrada Real 2019 (Elite)
- Campeão Brasil Ride categoria America Man (2019)
- Campeão do CIMTB 2019 (Sub-23)
- Campeão do Brasileiro de XCO 2019 (Sub-23)

Fotos: Felipe Almeida
Leia mais...

terça-feira, 28 de dezembro de 2021

Marcela Lima e Guilherme Müller deixam Henrique Avancini Racing após três anos na equipe

Marcela Lima e Guilherme Müller defenderam a Henrique Avancini Racing por três anos - Foto: Felipe Almeida / Henrique Avancini Racing


A Henrique Avancini Racing comunicou que os ciclistas Guilherme Müller e Marcela Lima encerram o ano de 2021 fora do quadro de atletas da equipe. A informação foi publicada nesta terça-feira, 28 de dezembro, nas redes sociais do time.

Ao falar sobre a trajetória de Guilherme Müller e Marcela Lima, a equipe recordou seu comprometimento com a evolução dos atletas e manifestou o desejo de sucesso para os dois ciclistas.

"O time Henrique Avancini Racing sempre teve como objetivo contribuir com o crescimento dos atletas que passam pela equipe e esperamos que esse seja o efeito no futuro de ambos. Marcela e Guilherme deixarão saudades em nosso time e com certeza seguirão seus caminhos acrescentando muito ao nosso esporte", afirmou a equipe.

A Caloi Henrique Avancini Racing terminou o ano de 2021 com apenas dois ciclistas: Ulan Galinski e Edson Rezende. Os nomes para completar o time foram revelados em fevereiro de 2022, quando a equipe passou a contar com cinco ciclistas.

Marcela Lima e Guilherme Müller defenderam a equipe por três anos


Marcela declarou que terá "muita admiração e carinho por todos" e disse ter vivido "experiências surreais" durante o período em que defendeu a Henrique Avancini Racing.

"Três grandes anos intensos representando a Caloi Avancini Team. Experiências surreais que vou levar para o resto da minha vida. Momentos que marcaram minha história e deixará rastro para sempre. Com o coração leve e agradecida por tudo que fizeram por mim", disse a atleta em suas redes sociais.

No dia 29 de dezembro, Marcela Lima foi anunciada como nova ciclista da Team Groove, equipe que ela volta a defender. 

Já Guilherme Müller recordou que foram três anos de parcerias entre Cannondale Brasil e Caloi Henrique Avancini Racing e agradeceu pelas lições e aprendizados.

"Hora de encerrar mais um ciclo! Foram 3 anos de parcerias entre Cannondale Brasil e Caloi Henrique Avancini Racing. Anos de grandes conquistas, lições e aprendizados. Muita gratidão por todos os momentos compartilhados. Muito obrigado pela torcida de todos. Vamos ver o que o futuro nos reserva", pontuou.

Foto: Felipe Almeida / Henrique Avancini Racing
Leia mais...

segunda-feira, 4 de outubro de 2021

Segunda etapa da CIMTB termina com 8ª vitória seguida de Henrique Avancini em Araxá

Henrique Avancini venceu pela 8ª vez em Araxá - Foto: Cesar Delong / CIMTB Michelin



O fim de semana da segunda etapa da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin), em Araxá (MG), terminou com Henrique Avancini vencendo o XCO pelo oitavo ano consecutivo. "Uma das corridas mais duras que já tive por aqui", disse o atleta da Cannondale Factory Racing em suas redes sociais após a conquista.

José Gabriel ficou em segundo no XCO da CIMTB, em Araxá, e garantiu a liderança geral da competição. Gustavo Xavier ficou em terceiro seguido por Alex Malacarne e Guilherme Muller.

Na Elite Feminina, Isabella Lacerda teve uma vitória muito emotiva, após quatro anos fora das pistas e manteve a liderança geral.

Letícia Cândido terminou na segunda colocação. Hercília Najara fechou em terceiro seguida por Karen Olímpio. Luma de Carvalho fechou o pódio da Elite feminina da CIMTB na quinta colocação.

A disputa da CIMTB, em Araxá, foi uma das mais importantes da história, pois o evento recebeu a classificação mais alta pela UCI, de XCO Classe HC, que dará muitos pontos para o ranking mundial.

A pontuação recebida foi fundamental para atletas brasileiros e de outros países que almejam se classificar para a etapa de abertura da Copa do Mundo de MTB no Brasil, que acontecerá em abril de 2022, em Petrópolis.

XCC da CIMTB foi disputado no sábado, em Araxá 


Antes de vencer o XCO da segunda etapa da CIMTB Michelin, em Araxá, Henrique Avancini ganhou no Short Track (XCC) que foi disputado no sábado (2 de outubro), ele que é o atual vice-campeão mundial de MTB dessa disciplina. Em segundo lugar ficou Gustavo Pereira, da Sub-23, e José Gabriel ficou na terceira colocação, ele que foi o vencedor da 1ª etapa da CIMTB de 2021.

Na disputa feminina, Karen Olímpio ficou com a vitória no XCC seguida por Hercília Najara em segundo e Letícia Cândido em terceiro.

Foto: Cesar Delong / CIMTB Michelin
Leia mais...

quarta-feira, 29 de setembro de 2021

Vídeo completo de Avancini competindo disfarçado de idoso no L'Étape Brasil é publicado

Henrique Avancini se transforma em idoso para competir no L'Étape Brasil - Foto: Fabio Piva / Red Bull Content Pool


A Cannondale Brasil divulgou o vídeo completo de Henrique Avancini (Cannondale Factory Racing) competindo no L'Étape Brasil disfarçado de idoso no dia 26 de setembro. O ciclista assumiu o personagem de um senhor 65 anos que nunca havia disputado uma prova, apesar de competir há anos.

A ação intitulada 'Além das aparências' foi promovida pelos patrocinadores Cannondale e Strava. Nela, Henrique Avancini se disfarçou de Agnaldo da Silva, um idoso fora de forma correndo em uma bicicleta clássica antiga.

O objetivo da ação foi aproximar o atleta dos fãs do ciclismo e mostrar que as pessoas podem surpreender os outros, que aparência não deve definir o próximo.

Em suas redes sociais, Henrique Avancini falou sobre a experiência divertida e por poder voltar a participar de uma prova como ciclista anônimo.

"Além de gerar entretenimento e reflexão, confesso que foi uma experiência muito marcante pra mim estar num evento de ciclismo e ser um anônimo", disse o atleta da Cannondale Factory Racing.

Avancini também informou que fará uma live às 18h30 desta quarta-feira (29 de setembro), no Instagram da Cannondale Brasil, para contar algumas curiosidades e falar sobre o projeto 'Além das aparências'.

Confira o vídeo do Avancini disfarçado de Sr. Agnaldo



Foto: Fabio Piva / Red Bull Content Pool
Leia mais...

segunda-feira, 27 de setembro de 2021

Henrique Avancini participa do L'Étape Brasil caracterizado como idoso de 65 anos

Henrique Avancini caracterizado de idoso no L'Étape Brasil - Foto: Fabio Piva / Red Bull Content Pool


Henrique Avancini participou do L'Étape Brasil caracterizado de idoso neste domingo, 26 de setembro. A ação foi promovida pelos patrocinadores Cannondale e Strava nesta que foi a quara edição da competição.

Assumindo o personagem Agnaldo da Silva, um idoso de 65 anos e fora de forma, Henrique Avancini participou como atleta amador e sem o peso de ser reconhecido por todos os ciclistas e fãs.

"Foi uma experiência incrível ser um atleta anônimo numa prova de ciclismo e acompanhar as reações dos atletas e público", disse Avancini.

Ao fim da prova, o locutor revelou a verdadeira identidade do senhor ao apresentar o atleta Henrique Avancini, maior nome da história do ciclismo brasileiro e que recentemente foi o primeiro atleta do país ao alcançar o posto de vice-campeão mundial de mountain bike.

Intitulada 'Além das aparências', a ação teve como objetivo aproximar o atleta dos fãs do ciclismo. Assim como mostrar que as pessoas podem surpreender os outros, que aparência não deve definir o próximo. Além de estar com o físico de um idoso fora de forma, Avancini competiu a prova com uma bicicleta clássica antiga. O personagem que encarou, Agnaldo da Silva, tinha como objetivo aparentar 65 anos e nunca ter competido uma prova, apesar de praticar o ciclismo há anos.

Na manhã desta segunda-feira (27), Henrique Avancini falou sobre como foi intepretar o Agnaldo da Silva e também expressou pesar pelo falecimento do ciclista Fredy Tejada, que se acidentou durante o L´Étape.

"Foi muito legal interpretar Sr. Agnaldo da Silva e fizemos muitos conteúdos de vídeos e fotos. Ontem resolvemos segurar a comunicação em respeito à família e amigos do ciclista Freddy Tejada (sic). Meus sentimentos", declarou Avancini.


Foto: Fabio Piva / Red Bull Content Pool
Leia mais...

sexta-feira, 3 de setembro de 2021

Henrique Avancini vence Short Track da 5ª etapa da Copa do Mundo de MTB

Henrique Avancini vence Short Track da 5ª etapa da Copa do Mundo de MTB - Foto: Captura de tela / Red Bull TV


O brasileiro Henrique Avancini é o vencedor do Short Track (XCC) da quinta etapa da Copa do Mundo de Mundo de Mountain Bike. A prova aconteceu nesta sexta-feira (3) em Lenzerheide, na Suíça, após a pausa para os Jogos Olímpicos e o Campeonato Mundial de MTB.

Ciclista da Cannondale Factory Racing, Henrique Avancini liderou durante a maior parte do tempo, ele que é o atual vice-campeão do mundo. O brasileiro imprimiu ritmo forte nas primeiras voltas da competição trazendo Anton Cooper e outros bikers no pelotão.

Após a primeira metade houve grande alternância na liderança e Avancini permanceu entre os primeiros. Na última volta, o brasileiro ultrapassou Mathias Flueckger e assumiu definitivamente a ponta para conquistar sua quarta vitória em XCC da Copa do Mundo de MTB.

Jenny Rissveds vence XCC feminino


Na Elite Feminina, Jenny Rissveds fechou à frente de Evie Richards e da atual campeã olímpica de cross-country (XCO), Jolanda Neff. Sina Frei, que conquistou a primeira camisa arco-íris do XCC no Campeonato mundial, não ficou no top 3.

No Campeonato Mundial de XCC, Jenny Rissveds foi a oitava colocada. Ela cruzou a linha de chegada em Val di Sole 37 segundos atrás de Sina Frei.

Top 5 do XCC masculino da Copa do Mundo de MTB em Lenzerheide


1. Henrique Avancini: 19:58
2. Mathias Flueckiger: +0:01
3. Victor Koretzky: +0:01
4. Alan Hatherly: +0:02
5. Nino Schurter: +0:06

Top 5 do XCC feminino da Copa do Mundo de MTB em Lenzerheide


1. Jenny Rissveds: 20:34
2. Evie Richards: +0:02
3. Jolanda Neff: +0:16
4. Anne Tauber: +0:22
5. Loana Lecomte: +0:31

Foto: Captura de tela / Red Bull TV
Leia mais...

sábado, 28 de agosto de 2021

Nove vezes Nino Schurter: suíço é campeão mundial de MTB XCO em Val di Sole

Nino Schurter é campeão mundial de mountain bike cross-country XCO pela nona vez - Foto: Val di Sole Bike Land


Nino Schurter se tornou campeão mundial de mountain bike cross-country XCO pela nona vez após vitória conquistada em Val di Sole neste sábado (28). O suíço foi estratégico do começo ao fim e seu compatriota Mathias Flueckiger fechou na segunda colocação. O brasileiro Henrique Avancini fechou na sétima posição.

Nino e Mathias Flueckiger se destacaram e trabalharam entre si para administrar a fuga. Na primeira parcial da volta três, os dois suíços chegaram a abrir 41 segundos de vantagem para o pelotão perseguidor liderado por Ondrej Cink. Schurter completou a prova 1:22:31.

Os dois suíços dominaram até o final e Flueckiger foi surpreendido por Nino pouco antes da penúltima reta do circuito de Val di Sole. O francês Victor Koretzky terminou na terceira posição, um minuto e oito segundos após o líder.

Henrique Avancini, vice-campeão mundial de MTB Short Track, fez boa largada e assumiu a liderança logo na primeira curva do start loop, mas na primeira volta o brasileiro cometeu um erro ao travar a roda dianteira e caiu para a terceira posição quando Nino Schurter assumiu a ponta. Avancini ficou no pelotão perseguidor e concluiu na sétima colocação.

Ondrej Cink estava na sexta colocação quando teve problemas mecânicos no câmbio de sua bicicleta na quinta volta. O ciclista tcheco teve o mesmo azar das Olimpíadas de Tóquio, onde teve problemas no pneu traseiro. Ele terminou a disputa do mundial de MTB em Val di Sole na 16ª posição.

Os brasileiros na prova de XCO do Mundial de MTB 2021


Entre os mais de cem ciclistas que largaram, estavam cinco brasileiros, incluindo Henrique Avancini. Juliano Cocuzzi, que também estava registrado para participar da prova não largou.

Luiz Henrique Cocuzzi fechou a prova na 44ª colocação. Ulan Galinski, na 49ª. Guilherme Müller terminou na 61ª posição e Edson Rezende concluiu na 79ª posição, com três voltas atrás no líder.

Top 10 do mundial cross-country XCO masculino


1. Nino Schurter (SUI), 1:22:31
2. Mathias Flueckiger (SUI), +0:02
3. Victor Koretzky (FRA), +1:08
4. Vlad Dascalu (ROU), +1:36
5. Maximilian Brandl (GER), +1:43
6. Samuel Gaze (AUS), +2:30
7. Henrique Avancini, (BRA), +2:30
8. Alan Hatherly (RSA), +2:31
9. Filippo Colombo (SUI), +2:31
10. Milan Vader (NED), +2:35

Foto: Val di Sole Bike Land
Leia mais...

sexta-feira, 27 de agosto de 2021

Henrique Avancini é primeiro brasileiro a alcançar vice-campeonato em Mundial de MTB

Henrique Avancini é primeiro brasileiro conseguir medalha de prata em Mundiais de MTB - Foto: Val di Sole Bikeland


Henrique Avancini escreveu seu nome na história do ciclismo brasileiro mais uma vez ao alcançar o posto de vice-campeão mundial de mountain bike cross-country Short Track (XCC). A prova foi disputada na quinta-feira (26) em Val di Sole, Itália, um de seus lugares favoritos para competir.

A disputa foi a estreia do XCC no programa de campeonatos mundiais UCI Mountain Bike e Henrique Avancini foi bem desde o começo da prova sempre brigando pelas primeiras colocações. Com 19 minutos e 32 segundos de competição, o norte americano Christopher Blevins chegou na frente e garantiu o título de campeão mundial.

Avancini chegou na segunda colocação, apenas dois segundos atrás de Blevins e disputando em duro sprint com o alemão Maximilian Brandl.

"Significa muito pra mim. Não tem sido uma temporada fácil por muitas razões. Voltar em um pódio do campeonato mundial é importante. Batalhei muito pela camisa de campeão. Coloquei muita energia para isso", disse Avancini, da equipe Cannondale Factory Racing.

Vice-campeão mundial em um lugar especial


Henrique Avancini foi para o Campeonato Mundial de MTB em Val di Sole disposto a superar as dificuldades impostas pelo primeiro semestre de 2021 e após reconhecer que teve dificuldades durante os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Após garantir o posto de vice-campeão mundial da primeira disputa pela camisa arco-íris da disciplina Short Track, Val di Sole continuará sendo um dos locais favoritos de Henrique Avancini "com grandes emoções e boas memórias".

"Corrida a parte, fazia tempo que não me sentia bem de estar numa competição. Hoje não alcancei o arco-íris, mas vi a luz", comentou Avancini em suas redes sociais horas após a prova.

Além de de Henrique Avancini, mais dois brasileiros estiveram participaram do mundial de MTB Short Track masculino. Luiz Henrique Cocuzzi fez uma excelente largada se colocando no pelotão da frente e fechando a primeira volta da quinta posição, mas sentiu o ritmo e não completou a corrida. Ulan Galinski completou a prova na 33º colocação.

Na disputa Mundial de MTB Short Track feminino, Letícia Cândido foi a única brasileira na prova e ficou na 32ª colocação após o resultado final.

Os brasileiros voltam à disputa no sábado (28 de agosto) na decisão do Campeonato Mundial de MTB XCO.

Transmissão do Campeonato Mundial de MTB 2021


As disputas do Campeonato Mundial de MTB vão poder ser acompanhadas a pela Red Bull TV.

Dia 28/08 – XCO feminino, a partir das 7h40 (horário de Brasília); e XCO masculino, a partir das 10h25 (horário de Brasília)
Dia 29/08 – DH feminino a partir das 7h30 e masculino a partir das 9h30 (horário de Brasília)

Foto: Val di Sole Bikeland
Leia mais...
 
Copyright © 2018-2022 Foto e Bike • Direitos reservados | Escreva-nos: blogfotoebike@gmail.com
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top