Mostrando postagens com marcador Luiz Cocuzzi. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Luiz Cocuzzi. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 3 de janeiro de 2022

Luiz Henrique Cocuzzi é novo ciclista da Sense Factory Racing para 2022

Luiz Henrique Cocuzzi é novo ciclista da Sense Factory Racing - Foto: Luan / Sense Factory Racing Divulgação


Luiz Henrique Cocuzzi é o novo ciclista da Sense Factory Racing para a temporada de 2022. Agora o time oficial da Sense Bike passa a contar com a performance e a experiência de um dos atletas mais renomados do continente.

Sete vezes campeão Brasileiro de XCO, campeão Pan-Americano e atleta olímpico praticamente dispensa apresentações, Luiz Henrique Cocuzzi dispensa apresentações. Nos últimos anos, o biker consolidou seu nome como um dos principais ciclistas do mountain biking nacional, com resultados extremamente relevantes dentro e fora do Brasil.

Atual vice campeão brasileiro de MTB XCO e agora com 28 anos de idade, o Cocuzzi se prepara para entrar na melhor fase de sua carreira como nova contratação da Sense Factory Racing, equipe pró-continental da Sense Bike.

"Ao longo dos anos tive parceiros ao meu lado que alavancaram a minha carreira e acreditaram no que eu poderia me tornar. Para 2022 não será diferente, tenho ao meu lado uma equipe que sonha e acredita no meu propósito. E é com muito prazer que anúncio minha nova equipe para esta temporada", disse Cocuzzi em suas redes sociais.

O atleta chega para reforçar um time já extremamente variado e competente, que ainda conta com estrelas do esporte como Rubinho Valeriano, Mário Couto e Giugiu Morgen, atletas de mountain bike cross-country e e-MTB, e Rafael Juriti, do cross-triathlon.

Apostando mais uma vez no conceito da multidisciplinaridade, além de representar a Sense Factory Racing em provas de MTB, Luiz Cocuzzi também vai correr algumas provas pela Swift Carbon Pro Cycling Brasil, equipe pró-continental de ciclismo de estrada da S2 Sports, marca que abrange todas as equipes oficiais da Sense Bike, que ainda conta com times de Enduro e de triathlon - com isso, ele vai ganhar ainda mais experiência, em diferentes modalidades do mundo da bike. 

Integração e apoio com objetivo olímpico


Ao longo dos anos, as equipes da S2 Sports ficaram conhecidas por apostarem na integração entre os atletas e em uma grande estrutura de apoio para levantar a régua da profissionalização do esporte com bicicletas no Brasil, e a contratação de Luiz Henrique Cocuzzi é mais um passo nessa direção.

Foto: Luan / Sense Factory Racing Divulgação


"Acreditamos muito no potencial do Cocuzzi, e temos certeza que temos muito para colaborar com um atleta que está entrando na melhor fase de sua carreira. Com essa contratação, estamos entrando em um novo patamar, com mais um atleta que é referência na América Latina, assim como o Rubinho, o Mário e a Giugiu", comentou Marlen Ferreira, Team Manager da Sense Factory Racing.

"Com a contratação do Cocuzzi e nossos outros atletas, teremos uma equipe de ponta, com toda a estrutura de apoio que ele precisa para performar da melhor maneira possível dentro deste ciclo olímpico, com o objetivo de conquistar uma das vagas para as Olimpíadas de Paris em 2024, então vamos para cima deste objetivo", complementou Marlen. 

Para isso, a equipe promete começar o ano com força total, reunindo seus atletas para trocar experiências e acertar os ponteiros em dois training camps que vão acontecer ao longo de janeiro. 

"A temporada 2022 promete ser muito legal, já que diferente de 2020 e 2021, teremos muitas provas. Meu objetivo é sempre entregar meu melhor na prova, e acredito que a união de forças e a estrutura do time Sense vai agregar muito nos resultados, então estou ansioso para começar a temporada 2022", comentou Cocuzzi.

Cocuzzi nas principais provas de MTB no Brasil e América Latina


Ao longo do ano, Cocuzzi deve participar de todas as principais provas de cross-country no Brasil e na América Latina, além de competições da Copa do Mundo de MTB XCO, e também do Campeonato Mundial da modalidade, que acontece entre os dias 24 e 28 de agosto em Les Gets, na França.

Foto: Luan / Sense Factory Racing Divulgação


"A união do time e a troca de experiências será positiva para mim e para os outros atletas, tanto é que já estão organizando um training camp na Serra da Canastra onde vamos passar 10 dias trocando experiências e pegando ritmo, e depois teremos mais um training camp com o Cadu Polazzo, então vamos passar bastante tempo juntos. Acredito que isso será positivo para mim e para meus companheiros de equipe", complementou o atleta. 

Mas, muito mais do que apenas somar na equipe, o que engrandece o esporte com bicicletas no Brasil, a experiência de Luiz Cocuzzi pode trazer outros benefícios para o cenário nacional da bike, o que vai trazer benefícios até mesmo para os consumidores finais dos produtos da Sense Bike. 

"A contratação do Cocuzzi vai muito além de acrescentar na equipe, já que ela acrescenta na Sense Bike enquanto marca. Pelo know-how que ele tem e pela experiência com vários equipamentos, ele tem a possibilidade de nos ajudar no desenvolvimento de produtos, e essa sinergia é fundamental para que nós possamos continuar performando bem, dentro e fora das pistas", finalizou Marlen.

Foto de destaque: Luan / Sense Factory Racing Divulgação
Leia mais...

segunda-feira, 26 de julho de 2021

Ritmo forte prejudica performance de Avancini e brasileiro fica fora do top 10 em Tóquio

Henrique Avancini nas Olimpíadas de Tóquio - Foto: Jonne Roriz / COB


Mesmo com a boa largada na prova de mountain bike XCO nas Olimpíadas de Tóquio, Henrique Avancini não conseguiu performar como esperava e concluiu a corrida na 13ª colocação.

"Eu estava muito tranquilo em relação a como eu poderia performar. Não consegui tirar tudo que meu corpo tinha pra dar e isso é muito ruim", disse Avancini.

O ritmo do MTB masculino nos Jogos Olímpicos de Tóquio foi forte desde o início e Avancini chegou a liderar a primeira volta. Com a alternância nas primeiras colocações, Henrique acabou perdendo algumas posições importantes, mas se manteve sempre na perseguição e fechou sua participação na 13ª posição.

Ao fim da prova em Tóquio, Henrique Avancini entrou para a história ao estabelecer o melhor resultado do Brasil no MTB em olimpíadas. Contudo, o atleta se disse decepcionado por não ter conseguido entregar toda a performance.

"Falo com muita segurança que cheguei na minha melhor forma física e não consegui entregar isso. Meu último treino na pista foi extremamente bom, me senti muito rápido no circuito. Não sei se essa é minha última participação ou não, mas não vim para adquirir experiência, vim pra entregar performance. A satisfação é pelo que trabalhei para estar aqui, mas fico decepcionado porque busquei defender o país da forma mais honrosa possível. Agora é tentar tirar o melhor proveito disso", declarou Avancini.

Estreia de Luiz Henrique Cocuzzi em Jogos Olímpicos


Outro brasileiro na prova de MTB foi Luiz Henrique Cocuzzi, que teve sua estreia em olimpíadas nos Jogos de Tóquio e fechou sua participação na 27ª posição.

Luiz Henrique Cocuzzi nas Olimpíadas de Tóquio - Foto: Jonne Roriz / COB


"Eu levo muita coisa dos Jogos Olímpicos. Nessa prova você aprende no que tem que melhorar. O que eu aprendi com esses Jogos é que por mais que você treine, trabalhe, sempre temos algo a melhorar, um detalhe para acertar. Apesar de tudo, gostaria de agradecer o trabalho da comissão técnica e todos que ficaram torcendo no Brasil", comentou Cocuzzi.

A prova masculina do mountain bike XCO dos Jogos Olímpicos de Tóquio aconteceu nesta segunda-feira, 26. O britânico Tom Pidcock conquistou o ouro e se tornou o atleta mais jovem a vencer na modalidade.

Mathias Flueckiger ganhou a medalha de prata após cruzar a linha de chegada com 20 segundos atrás de Pidcock. O espanhol David Serrano Valero completou o pódio com a medalha de prata.

A prova feminina do MTB acontece nesta terça-feira, 27, às 3h. Jaqueline Mourão estará alinhada para representar o Brasil.


Fotos: Jonne Roriz / COB
Leia mais...

quinta-feira, 15 de julho de 2021

Olimpíadas de Tóquio: conheça o perfil dos atletas do ciclismo brasileiro

Ateltas do ciclismo brasileiro em Tóquio 2020 - Foto: CBC


A menos de 10 dias para o início oficial dos Jogos Olímpicos de Tóquio, que começam oficialmente no dia 23 de julho, através da cerimônia de abertura, no Estádio Olímpico, os brasileiros estamos confiantes no bom desempenho dos atletas que representarão o país no ciclismo, que tem grandes nomes e ainda conta com a boa fase de nomes como Henrique Avancini


A atual edição dos Jogos Olímpicos terá um número recorde de 33 esportes, sendo 339 eventos disputados em 42 sedes diferentes. A festa de encerramento será realizada no domingo, 8 de agosto, no mesmo local.

O ciclismo brasileiro vai estrear em Tóquio com os atletas Henrique Avancini e Luiz Henrique Cocuzzi, na prova masculina de Mountain Bike XCO, que será disputada realizada no dia 26 de julho. Jaqueline Mourão participa da prova feminina no dia 27. Ambas as disputas estão programadas para largar as 3h da manhã (horário de Brasília) e serão realizadas na pista que foi montada na montanha de Izu, a 120km da capital.

No BMX Racing, os brasileiros Renato Rezende e Priscilla Stevaux competem nos dias 28 e 29 de julho.  As provas serão realizadas a partir das 22h00 (horário de Brasília), na pista de BMX SX do Parque Esportivo Urbano de Ariake. As datas são referentes ao calendário do Brasil, considerando o fuso de +12h referente ao Japão.

Conheça o perfil dos atletas da equipe brasileira de Ciclismo para as Olimpíadas


Henrique Avancini

Modalidade: Mountain Bike XCO
Clube/Equipe: Cannondale Factory Racing
Idade: 32 anos
Altura: 1,76m
Peso: 68kg
Local de nascimento: Petrópolis (RJ)

Por influência do seu pai (Ruy Avancini), Henrique Avancini protagonizou as suas primeiras pedaladas ainda com 8 anos de idade.

De lá para cá, foram muitos títulos nacionais (17x), continentais e internacionais, incluindo a vitória na etapa da Copa do Mundo (República Tcheca/2020) e vários outros pódios a nível mundial, chegando a liderar o ranking internacional durante um longo período na última temporada.

Hoje, Avancini é considerado uma das grandes esperanças de medalha do Time Brasil.

Jaqueline Mourão

Modalidade: Mountain Bike XCO
Clube/Equipe: Trek Brasil
Idade: 45 anos
Altura: 1,70m
Peso: 54kg
Local de nascimento: Belo Horizonte (MG)

Jaqueline Mourão comemora em Tóquio a sua sétima participação em Jogos Olímpicos, sendo três de verão e quatro de inverno. Trata-se de uma das atletas entre todas as modalidades com maior número de participações olímpicas representando o país. Ela já sinalizou que poderá encerrar a carreira após Tóquio.

Foi medalhista de bronze no Pan de Lima 2019, cinco vezes campeã brasileira, entre outros títulos importantes conquistados ao longo da sua carreira.

Luiz Cocuzzi

Modalidade: Mountain Bike XCO
Clube/Equipe: Lar Nossa Senhora Aparecida
Idade: 27 anos
Altura: 1,80m
Peso: 74kg
Local de nascimento: São Paulo (SP)

Luiz Henrique Cocuzzi é fruto do Lar Nossa Senhora Aparecida. O ciclismo faz parte da sua vida desde a infância. Sua primeira competição foi ainda aos oito anos de idade.

Entre os seus principais resultados, estão a medalha de ouro no Campeonato Pan-Americano (2018), na Colômbia, e a prata nos Jogos Sul-Americanos (2018), em Cochabamba.

Renato Rezende

Modalidade: BMX Racing
Clube/Equipe: Bicho do Mato Clube
Idade: 30 anos
Altura: 1,72m
Peso: 77kg
Local de nascimento: Rio de Janeiro (RJ)

Renato se profissionalizou em 2008, com 17 anos de idade. Os primeiros resultados expressivos vieram pouco depois, já em 2010, quando conquistou a medalha de bronze nos Jogos Sul-Americanos de Medellin.

Depois, em 2014, Renato ficou com o ouro nos Jogos Sul-Americanos de Santiago, e recentemente foi 4º colocado no Pan de Lima em 2019. O atleta acumula pódios em Pan-Americanos, Torneios Continentais e diversas outras competições.

Priscilla Stevaux

Modalidade: BMX Racing
Clube/Equipe: Associação BMX de Indaiatuba
Idade: 27 anos
Altura: 1,55m
Peso: 55kg
Local de nascimento: Sorocaba (SP)

Priscilla estreou nos Jogos Olímpicos na Rio 2016. Entre os seus principais resultados, destacam-se a final do mundial Junior (2011), campeã pan-americana (2018), 4ª colocada nos Jogos Pan-Americanos de Toronto (2015) e Lima (2019), além de ser tetracampeã brasileira.

Foto: Divulgação / CBC
Leia mais...

terça-feira, 1 de junho de 2021

Henrique Avancini, Jaqueline Mourão e Luiz Cocuzzi são os nomes do Brasil nas Olimpíadas de Tóquio

Henrique Avancini, Jaqueline Mourão e Luiz Cocuzzi


A Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) divulgou a convocação dos atletas do mountain bike para as Olimpíadas de Tóquio na tarde desta segunda-feira, 31 de maio. O ranking de classificação olímpica foi finalizado após a etapa da Copa do Mundo de MTB em Nové Mesto, República Tcheca. 

O Brasil conquistou três vagas para o mountain bike cross-country para os jogos olímpicos de Tóquio: duas no masculino e uma no feminino. Os atletas confirmados após a convocação da CBC foram Henrique Avancini, Luiz Henrique Cocuzzi e Jaqueline Mourão, conforme presumido pelo blog Foto e Bike.

Os escolhidos no MTB para as Olimpíadas de Tóquio


Principal atleta de mountain bike no Brasil, Henrique Avancini disputará os jogos olímpicos pela segunda vez em sua carreira. Na primeira ocasião, concluiu na 23º na Rio2016 e, desde então, seus resultados foram históricos para o país na modalidade. Ele chega a Tóquio com chances de vitória.

Jaqueline Mourão, de 45 anos, vai participar pela sétima vez de uma edição de jogos olímpicos. Hoje competindo no mountain bike, a atleta já disputou no esqui cross-country em Olimpíadas anteriores.

No MTB, o melhor resultado de Jaqueline Mourão foi nos jogos olímpicos de Atenas, em 2004, quando terminou em 18º. Os jogos de Tóquio devem marcar o fim das participações da atleta em Olimpíadas.

Com 27, Luiz Henrique Cocuzzi vai representar o Brasil em Olimpíadas pela primeira vez. "Depois de muita superação, suor e muito trabalho ao longo dos últimos anos, chego aonde eu sempre sonhei estar", comentou o atleta em suas redes sociais.

As provas de Mountain Bike nas Olimpíadas de Tóquio serão disputadas entre os dias 26 e 27 de julho.
Leia mais...
 
Copyright © 2018-2022 Foto e Bike • Direitos reservados | Escreva-nos: blogfotoebike@gmail.com
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top