Mostrando postagens com marcador Swift Carbon. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Swift Carbon. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 14 de março de 2022

Swift Carbon Pro Cycling Brasil em busca do entrosamento perfeito

Equipe Swift Carbon Pro Cycling Brasil


Uma equipe de ciclismo de estrada funciona como um mecanismo bem ajustado, com cada atleta fazendo o papel de uma engrenagem. Por isso, a Swift Carbon Pro Cycling Brasil preparou uma formação bem variada, com ciclistas cujas qualidades se complementam - tudo para buscar os melhores resultados em provas dentro e fora do Brasil.

A equipe Continental de ciclismo de estrada da Swift Carbon aposta na união entre talentos já consolidados como Rafael Andriato, Magno Nazaré, Rafael Braga, Cristian Egídio e Kacio Freitas, mas também em atletas em franca ascensão como João Pedro Rossi, Otávio Augusto Gonzeli e Orlando Neto.


Além deles, o time ainda contará com três nomes “coringas”: Luiz Henrique Cocuzzi, que deve correr algumas provas de estrada para variar sua experiência com a bike, Pierre de Tarde, que é Gerente de Desenvolvimento da Sense Bike e ex-atleta profissional e Diogo Sclebin, triatleta olímpico da Swift Carbon Tri.

Seguindo a tradição de intercâmbio entre modalidades das equipes S2 Sports, Sclebin terá nas provas de ciclismo um complemento para seu treinamento para provas de longa duração como o Ironman, sendo também uma importante peça para compor a equipe Swift Carbon Pro Cycling Brasil nas provas onde o desempenho coletivo é fundamental para o sucesso.

“Nossos principais objetivos para a temporada 2022 são: conquistar títulos nacionais, vitórias em Granfondo, brigar por vitória em etapas de Voltas Internacionais e começar a disputar a vaga olímpica para Paris 2024”, explicou Marcelo Donnabella, Diretor Esportivo Swift Carbon Pro Cycling Brasil. 

“Para isso, fizemos importantes contratações como o Cristian Egídio e Kacio Freitas, atletas com potencial olímpico, além dos jovens talentos Orlando, Otávio e Rafael Braga”, complementou. 


“Temos sim um grupo forte, principalmente em provas que venham para sprint e provas de contrarrelógio, com 3 atletas bem fortes nesse quesito, que é fundamental em provas por etapas que tenham contrarrelógio. Estamos muito animados com a temporada de 2022. Estreamos na Argentina dia 09/02, já com um grupo bem homogêneo, para todo o ano, com atletas experientes e jovens, mas buscando sempre evoluir e melhorar dia-a-dia”, complementou Donnabella. 

“Temos um time novo e bem completo, com velocistas, atletas bons de contrarrelógio e atletas que se defendem bem nas subidas”, explicou o experiente Cristian Egídio, atleta que coleciona resultados de destaque como um título de campeão na geral da Volta do Uruguai, outro na Volta do Paraguai, e ainda mais um na Volta de Goiás. 

“Um dos principais objetivos é evoluir como equipe, entrosar esse time novo, que tem atletas experientes e atletas novos, então isso é importante em um primeiro momento. Com certeza dessa forma vamos buscar grandes resultados em provas no Brasil, e muita experiência internacional”, complementou. 

Segundo ele, as provas internacionais são bem mais competitivas. Mas, a presença de nomes destacados no esporte tende a contrabalançar isso. 

“Magno é um atleta olímpico, o Andriato tem anos de experiência na Europa, e eu estou indo para a décima quarta temporada com ótimos resultados, com mundiais, mundiais militares, vários jogos pan-americanos, pódios nos últimos brasileiros, então a ideia é amadurecer esse time, para em 2023 definir provas internacionais”, finalizou o atleta.  

Fotos: Pedro Cury / S2 Indústria da Bicicleta / Divulgação
Leia mais...

sexta-feira, 3 de dezembro de 2021

Grupo formado por Sense Bike e Swift Carbon espera dobrar produção de bicicletas em 2022

Com nova fábrica em Manaus, S2 pretende dobrar produção em 2022 - Foto: Gustavo Lovalho / Divulgação


A S2 Indústria da Bicicleta espera dobrar a produção no próximo ano com sua nova fábrica em Manaus. Nascida em 2018 da união entre a Sense Bike, fabricante nacional de bicicletas, e da Swift Carbon, marca Sul-Africana especializada em fibra de carbono, a S2 tem como um de seus principais objetivos elevar o patamar do cenário e do mercado de bicicletas no Brasil e no mundo.

Agora, com a inauguração de sua segunda fábrica em Manaus, no Amazonas, o grupo promete dar mais um salto em diversos quesitos como volume de produção, geração de empregos e implementação de novas tecnologias de produção. E a meta é audaciosa: objetivo é de quadruplicar produção nos anos seguintes a 2022.

Em uma ampliação que vem acontecendo há cerca de dois anos de trabalho contínuo, a S2 Indústria da Bicicleta agora conta com mais de 10 mil metros quadrados voltados à fabricação e montagem de bicicletas e componentes em Manaus. 
 
Com isso, o fabricante passa a fabricar quadros em alumínio e montar bicicletas completas para as marcas Sense Bike e Swift Carbon. E também ganha capacidade na produção de rodas de alumínio e de fibra de carbono, a segunda de forma inédita na América Latina.

"Na Fábrica 1, que tem 4500 metros quadrados, serão produzidos os quadros da Sense Bike e da Swift Carbon em alumínio. A Fábrica 2 ficará com a montagem de rodas e bicicletas completas de ambas as marcas", explicou Pierre de Tarde, Gerente de Produtos S2 Indústria da Bicicleta.

Nova fábrica da S2 - Foto: Gustavo Lovalho / Divulgação
Nova fábrica da S2 - Foto: Gustavo Lovalho / Divulgação


"Com a ampliação e a nova fábrica, podemos chegar a quadruplicar nossa capacidade produtiva, e já a partir de 2022, vamos dobrar nossa produção", complementou. 

Além do espaço físico adicional, as novas fábricas vão contar com dois importantes reforços: a ampliação da força de trabalho e a adoção de novas máquinas e processos produtivos de última geração, algumas inclusive inéditas no continente americano.  

"Com as novas fábricas e com todas as ampliações, estimamos um crescimento de mais de 40% no número de funcionários contratados", explicou Joel Silva, Gerente de Fabril S2 Indústria da Bicicleta.

Além disso, a adoção de técnicas avançadas de produção irá elevar a qualidade dos produtos da S2 Indústria da Bicicleta a um novo patamar. 

"Na Fábrica 1, temos um novo laboratório de certificação de qualidade, inclusive com novas máquinas para testar os quadros. Na Fábrica 2, temos uma linha de montagem aérea inédita no país, dedicada para as bikes mais avançadas. Temos também dois novos robôs de última geração para a montagem das rodas. Trata-se de um robô inédito na América Latina para a montagem de rodas de carbono", exemplificou Pierre de Tarde.  

"São tecnologias disponíveis somente na Ásia, que domina a produção mundial de bikes, e na Europa. Por isso somos referência para estas máquinas no Brasil. Além disso, nossa linha de pintura com tecnologia italiana é referência em pinturas eletrostáticas no mundo inteiro", reforçou Joel Silva.

Maior qualidade e mais disponibilidade para o consumidor


Com certeza, quem mais se beneficia com a nova fábrica da S2 Indústria da Bicicleta em Manaus é o consumidor, que sai ganhando com mais bicicletas no mercado, sendo produzidas com cada vez mais qualidade e variedade - uma das marcas registradas da Sense Bike e da Swift Carbon. 

"Com as duas novas fábricas, estamos colocando o Brasil no mesmo patamar da Europa e dos Estados Unidos em níveis industriais, o que proporciona maior disponibilidade de bicicletas para o mercado, com um mix de produto extenso, e uma qualidade de padrão internacional", explicou Pierre de Tarde.  

Pessoal da fábrica da S2 - Foto: Gustavo Lovalho / Divulgação


Com a novidade, a S2 Indústria da Bicicleta segue sua trajetória de inovação e elevação de patamar, algo que acompanha a empresa não só no mundo industrial, mas também no estímulo ao esporte com projetos como a S2 Sports, apoio oficial à atletas de MTB, Estrada, Enduro e Triatlhon, e trabalhos como o Sense Trails e o Pump Track Sense Grom Zone, que estimulam a cultura da bike no Brasil. 

"A S2, com a Sense e a Swift Carbon, conseguiu na sua maior força a capacidade de interação e incentivo ao ciclismo, e de impacto social. Além dos produtos, que são desejados, temos essa capacidade de interação com quem realmente usa nossos produtos, e essa será a maior contribuição da S2 com o ciclismo, a nível global. Nós sempre estaremos puxando o mercado, e estimulando as demais marcas a fazer o mesmo", comentou Henrique Ribeiro CEO da S2 Indústria da Bicicleta. 

"O Brasil, que é nossa pátria mãe, temos o compromisso de ampliar nossa presença e o nosso incentivo ao mundo da bike, de norte a sul, e de leste a oeste", finalizou Henrique.

Fotos: Gustavo Lovalho / Divulgação
Leia mais...
 
Copyright © 2018-2022 Foto e Bike • Direitos reservados | Escreva-nos: blogfotoebike@gmail.com
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top