Mostrando postagens com marcador mtb. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador mtb. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 15 de setembro de 2021

Nino Schurter vai participar do Mundial de MTB Maratona pela primeira vez

Nino Schurter vai estará no Mundial de MTB XCM em 2021 - Foto: Elba Island - Tuscany Italy


Nove vezes campeão mundial de mountain bike cross-country (XCO), Nino Schurter vai participar pela primeira vez do Campeonato Mundial de Mountain Bike Maratona (XCM) que acontece em 2 de outubro desse ano, na Itália. O suíço quer buscar o título que ainda falta conquistar em sua sala de troféus.

O percurso Campeonato Mundial de MTB XCM não parece ser o mais adequado para especialistas em XCO, visto que é estimado que a prova tenha mais de 5 horas de duração. Mas sempre se espera ver uma boa disputa quando Nino Schurter está competindo.

A edição do mundial de XCM de 2021 será a mais dura até agora. O percurso possui um trecho de abertura seguida de uma volta de 35 quilômetros que os homens terão que repetir três vezes e as mulheres duas, terminando no trecho que levará à linha de chegada do Corso Itália, em Capoliveri.

No total, os homens percorrerão 115 quilômetros com 4.500 metros de elevação. Já as mulheres terão de percorrer 85 quilômetros com 3.200 metros de elevação nessa edição do Mundial de XCM.

Considerando a alta popularidade da rota proposta pelo ASD Capoliveri Bike Park, é esperada a aparição de outros especialistas de primeira linha, alguns dos quais já testaram a pista em abril desse ano, por ocasião da Internazionali d'Italia Series.

Foto: Elba Island - Tuscany Italy
Leia mais...

segunda-feira, 13 de setembro de 2021

Victor Koretzky muda para KTM nas próximas temporadas e terá provas de estrada na agenda



Atual líder do ranking UCI de mountain bike cross-country (XCO), Victor Koretzky vai competir com uma nova equipe nas próximas duas temporadas (2022 e 2023). A nova casa do francês será a B&B HOTELS p/b KTM.

A notícia foi veiculada pela B&B HOTELS p/b KTM nas redes sociais e compartilhada por Koretzky. O vídeo é curto e sugere que nas próximas temporadas o francês também participará de provas no ciclismo de estrada.

A B&B HOTELS p/b KTM, que também é francesa, se apressou em anunciar a apresentação de Victor Koretzky. Sobre o ciclismo de estrada, o atual número 1 do ranking UCI XCO disse que "sempre foi um sonho" e que mal pode "esperar para partir em uma aventura".

"Nas categorias de base não lutei muito na estrada, mas consegui bons resultados. Sei que terei que ajustar meu treinamento para ir bem na parte final as corridas, que às vezes podem durar mais de cinco horas, mas isso não me assusta. Vou me adaptar, pode demorar um pouco, mas estou confiante", disse Koretzky. 



"Se ainda ainda tenho que me por à prova para corridas de estrada, acho que estou em condição física. Outros ciclistas demonstraram que as corridas de estrada e de MTB podem valer a pena. Sei o que posso fazer e mal posso esperar para partir em uma aventura", completou o francês.

Victor Koretzky deve competir no próximo fim de semana na última etapa da Copa do Mundo de MTB, em Snowshoe.

Foto: Bartek Wolinski / Red Bull Content Pool
Leia mais...

Provas do Brasil Ride terão nome do Santander até 2022

Santander vai dar nome ao Tour Brasil Ride até 2022 - Foto: Fabio Piva / Brasil Ride


O Banco Santander e a Brasil Ride estão ainda mais conectados na retomada do calendário esportivo de ciclismo no País. Após o anúncio, no início deste ano, do patrocínio do grupo bancário global à agência responsável pela maior prova de mountain bike premium do mundo, agora as competições do circuito passam a ter concessão do naming rights, passando a ser chamadas de Santander Brasil Ride até o final da temporada 2022.

"Estamos muito felizes em fazer mais este anúncio, que só comprova o quanto o ciclismo no País está em crescimento, bem como a agência Roma Sports Marketing, com a globalização da Brasil Ride e a expansão do Tour Brasil Ride em todo território nacional. O mercado tem olhado de uma forma diferente para bicicleta, pois sabe que é uma solução única de mobilidade e sustentabilidade no momento que vivemos. Não escondo o imenso orgulho que para nós é ter um dos maiores bancos do mundo, que é reconhecido mundialmente como o mais sustentável pelo Índice Dow Jones, como nosso parceiro", comemorou Mario Roma, fundador da Brasil Ride.

O naming rights da Santander Brasil Ride tem mais importância por todo o envolvimento que o banco tem com a prática esportiva, atividades físicas e qualidade de vida. Quando o assunto é ciclismo, a empresa está presente na revitalização da ciclovia da Marginal Pinheiros, em São Paulo e na Parada Santander, no mesmo local, além de ter uma linha de financiamento para bicicletas.

Em 2021, serão sete as provas do circuito de ciclismo que passam a contar com o naming rights do Santander: Festival Brasil Ride e Road Brasil Ride, em setembro, Brasil Ride Bahia e Maratona dos Descobrimentos, em novembro, e Diverge Gravel Race, Brasil Ride Espinhaço e Maratona do Cipó, as três realizadas no mês de dezembro.

Confira as datas de cada prova da temporada


- Santander Brasil Ride Bahia: 7 a 13 de novembro, Porto Seguro (BA) e Guaratinga (BA);
- Santander Maratona dos Descobrimentos: 13 de novembro, em Arraial d'Ajuda (BA);
- Santander Diverge Gravel Race: 4 de dezembro, em Botucatu (SP);
- Santander Brasil Ride Espinhaço:14 a 18 de dezembro, em Conceição do Mato Dentro (MG);
- Santander Maratona do Cipó: 18 de dezembro, em Conceição do Mato Dentro (MG).

Foto: Fabio Piva / Brasil Ride
Leia mais...

segunda-feira, 6 de setembro de 2021

Loana Lecomte é campeã da Copa do Mundo de MTB 2021 de forma antecipada

Loana Lecomte é campeã da Copa do Mundo de MTB 2021 - Foto: Bartek Wolinski / Red Bull Content Pool


A francesa Loana Lecomte (Massi), vencedora das quatro primeiras rodadas da Copa do Mundo Mountain Bike nesta temporada, conquistou o título de campeã geral da competição neste no domingo (5), após terminar a etapa de Lenzerheide, na Suíça, na quarta colocação.

Lecomte venceu cinco das sete provas da Copa do Mundo de MTB neste ano. Ela precisava terminar a etapa de Lenzerheide na sétima colocação ou melhor para ganhar matematicamente o título geral antes da rodada final em Snowshoe (Estados Unidos), em duas semanas.

Depois que Pauline Ferrand Prevot anunciou que não iria mais competir em nenhuma etapa da Copa do Mundo neste ano e Jenny Rissveds não conseguiur melhor resultado nesta etapa, Loana Lecomte teve uma oportunidade de ouro para alcançar o título de campeã na classificação geral da Copa do Mundo XCO 2021.

Foto: Bartek Wolinski / Red Bull Content Pool
Leia mais...

domingo, 5 de setembro de 2021

Evie Richards consegue sua primeira vitória na Copa do Mundo de MTB XCO

Evie Richards é a atual campeã mundial de MTB - Foto: Bartek Wolinski / Red Bull Content Pool


Depois do segundo lugar no XCC, Evie Richards (Trek Factory Racing) conquista sua primeira vitória na Copa do Mundo de Mountain Bike XCO com a camisa arco-íris neste domingo (5). A britânica foi a vencedora da penúltima etapa da competição em Lenzerheide, na Suíça.

"Foi uma corrida tão estranha. Todo mundo estava segurando a corrida inteira e ninguém queria se comprometer. Então eu tive que ser muito paciente", disse Evie Richards. "Há muita pressão quando você tem a camisa arco-íris, então eu realmente não pensei que minha primeira vitória na Copa do Mundo viria tão rápido", completou.

Evie Richards cruzou a linha de chegada em primeiro lugar, o que marcou sua primeira vitória em uma etapa da Copa do Mundo de Mountain Bike e também sua primeira vitória após se tornar campeã mundial de MTB.

Na etapa da Copa do Mundo de MTB em Lenzerheide, as ciclistas encontram um circuito com longas subidas e descidas técnicas com muitas raízes. Era um percurso com quase lugar nenhum para descansar durante as cinco voltas.

Rebecca McConnell (Primaflor Mondraker Xsauce) fechou a disputa na segunda colocação. Jenny Rissveds, que venceu o XCC em Lenzerheide na sexta-feira (3), terminou em terceiro lugar.

Top 5 do XCO feminino da Copa do Mundo de MTB em Lenzerheide


1. Evie Richards: 1:19:16
2. Rebecca McConnell: +0:19
3. Jenny Rissveds: +0:58
4. Loana Lecomte: +1:12
5. Sina Frei: +1:20

Foto: Bartek Wolinski / Red Bull Content Pool
Leia mais...

Victor Koretzky vence XCO da Copa do Mundo de MTB em Lenzerheide, Suíça

Victor Koretzky (KMC - Orbea) vence em Lenzerheide - Foto: Bartek Wolinski / Red Bull Content Pool


Victor Koretzky (KMC - Orbea) desbancou o favoritismo dos suíços Nino Schurter (Scott-Sram MTB Racing Team) e Mathias Flueckiger (Thömus RN Swiss Bike Team) e venceu a penúltima etapa da Copa do Mundo de Mountain Bike XCO em Lenzerheide, na Suíça, neste domingo (5). Henrique Avancini (Cannondale Factory Racing) fechou na sexta colocação.

A expectativa do público era grande para a primeira prova de Nino Schurter com a camisa arco-íris conquistada há uma semana em Val di Sole, mas o suíço fechou a disputa na segunda colocação seguido de seu compatriota (e líder da Copa do Mundo) Mathias Flueckiger.

Durante a primeira etapa do XCO, Henrique Avancini e Victor Koretzky lideram seguidos por Alan Hatherly (Cannondale Factory Racing), Nino Schurter, Titouan Carod (Absolute-Absalon - BMC) e Milan Vader (KMC - Orbea). Esse grupo chegou a abrir uma vantagem de seis segundos no final do start lap.

No início da primeira volta, Nino Schurter lançou um ataque na subida para quebrar o grupo, porém apenas Milan Vader e Titouan Carod ficaram para trás.

Flueckiger, que largou muito mal, conseguiu se recuperar rápido para entrar no grupo da frente antes do fim da primeira volta, disputando com Avancini, Koretzky, Schurter e Hatherly.

Um fato de destaque que ocorreu durante a etapa da Copa do Mundo de MTB em Lenzerheide, foi a queda de Milan Vader quando liderava o grupo perseguidor. Houve uma fila de ciclistas tentando passar, mas, como Vader bloqueou o caminho, os líderes abrira mais vantagem.

Ondrej Cink (Kross Orlen Cycling Team), que teve azar nas últimas provas sofrendo com problemas mecânicos, não teve quebra em Lenzerheide. O tcheco chegou a andar no grupo da frente e liderando a prova em alguns momentos. No fim, Cink terminou na oitava posição.

Quando os líderes do grupo da frente começaram a abrir com Nino Schurter e Mathias Flueckiger, Victor Koretzky seguiu com eles até ultrapassar os dois na última volta para consquistar a vitória.

Schurter, que estava em terceiro, usou uma manobra parecida com a que vez sobre Mathias Flueckiger no Campeonato Mundial de MTB, em Val di Sole e pulou para a segunda colocação. Nas imagens da transmissão, Flueckiger pareceu ter balançado a cabeça em sinal reprovação à manobra de Nino, mas não houve incidentes.

Brasileiros na penúltima etapa da Copa do Mundo XCO, em Lenzerheide


Além de Henrique Avancini, que completou a prova na sexta colocação, além de ter vencido o XCC na sexta-feira (3), estiveram presentes outros quatro brasileiros.

Luiz Henrique Cocuzzi fechou na 38º posição. Os outros três ciclistas brasileiros são da equipe Caloi Henrique Avanini Racing: Ulan Galinski foi o 42º, Guilherme Gotardelo Müller fechou em 52º e Edson Rezende ficou em 78º.

Top 5 do XCO masculino da Copa do Mundo de MTB em Lenzerheide


1. Victor Koretzky: 1:18:23
2. Nino Schurter: +0:02
3. Mathias Flueckiger: +0:09
4. Alan Hatherly: +0:18
5. Titouan Carod: +0:31

Foto: Bartek Wolinski / Red Bull Content Pool
Leia mais...

sábado, 4 de setembro de 2021

Sherman Trezza e Hercília Najara vencem o XCC da 1ª etapa da CIMTB Michelin

Pódio do XCC da CIMTB com Sherman Trezza - Foto: Divulgação / CIMTB


Sherman Trezza e Hercília Najara venceram o Short Track da 1ª etapa da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin), na manhã deste sábado, 4 de setembro. Sherman havia ganhado o primeiro evento da modalidade realizado pela CIMTB, em 2010, e agora, 11 anos depois, reviveu a emoção da vitória. Hercília liderou desde a primeira volta e dominou a competição. A Super Elite, nas categorias masculina e feminina, volta às pistas amanhã, para disputar o XCO, principal prova da categoria.

“É uma emoção muito grande voltar a vencer na Copa Internacional 10 anos depois. E eu gostaria de ressaltar a importância do evento para a formação dos atletas da base. Eu não seria o atleta que sou hoje sem essa vitória em 2010 e sem ter passado pelas experiências que o evento proporcionou para mim e outros atletas”, avaliou Sherman.

Hercília destacou a qualidade da pista e a preparação especial para esta etapa. “Eu me preparei muito para esta etapa da Copa Internacional. Treinei bastante na pista e agora que  comecei bem, quero manter o foco para o XCO amanhã e para as outras etapas, de Araxá e Taubaté”, destacou.

Prova Feminina


Logo na largada, Hercília, Letícia Cândido, Isabella Lacerda e Aline Simões abriram vantagem em cima das concorrentes e formaram um pequeno grupo que ficou junto por algumas voltas. Karen Olímpio, atual campeã geral da CIMTB Michelin, ficou isolada alguns segundo atrás do grupo líder.

Em algumas voltas, Hercília conseguiu se desgarrar de Letícia, Isabella e Alinne para assumir a ponta sozinha e não largar até o final. O segundo grupo também se desfez em pouco tempo. Isabella conseguiu se distanciar de Letícia e Alinne e se manteve na vice-posição até a bandeirada. Após se distanciar de Aline, Letícia tirou o pé para economizar energia nas últimas voltas, com a cabeça já no XCO de amanhã, e administrou a 3ª posição do pódio.

Karen, que correu sozinha praticamente por toda a prova atrás das líderes, conseguiu alcançar Aline na 5ª volta e terminar na 4ª posição, à frente de Aline, que perdeu potência no final da prova e fechou o pódio na 5ª colocação.

Prova Masculina


A largada da categoria masculina foi explosiva. José Gabriel assumiu a liderança, com Mario Couto e Kennedi Sampaio logo atrás, formando um grupo que trabalhou junto, se distanciando de Shermann nas primeiras voltas. Na 5ª volta, quando José Gabriel parecia se destacar dos outros dois do pelotão líder, sofreu um acidente em um afunilamento da pista, perdendo várias posições.

Com a frente da corrida desorganizada, Sherman, que estava logo atrás, conseguiu se aproximar da ponteira e se segurar com eles até a penúltima volta, quando atacou e não obteve resposta à altura dos outros dois. Ele fez a última volta sozinho para cruzar a linha na 1ª posição. Logo atrás dele, Mário Couto resistiu aos ataques finais de Kennedi e contra atacou na última volta e ficou na 2ª colocação. Kennedi Ficou em 3º, à frente de Pedro Hillo, 4º e Halysson Ferreira, 5º, que chegaram logo em seguida.

Foto: Divulgação / CIMTB
Leia mais...

sexta-feira, 3 de setembro de 2021

Henrique Avancini vence Short Track da 5ª etapa da Copa do Mundo de MTB

Henrique Avancini vence Short Track da 5ª etapa da Copa do Mundo de MTB - Foto: Captura de tela / Red Bull TV


O brasileiro Henrique Avancini é o vencedor do Short Track (XCC) da quinta etapa da Copa do Mundo de Mundo de Mountain Bike. A prova aconteceu nesta sexta-feira (3) em Lenzerheide, na Suíça, após a pausa para os Jogos Olímpicos e o Campeonato Mundial de MTB.

Ciclista da Cannondale Factory Racing, Henrique Avancini liderou durante a maior parte do tempo, ele que é o atual vice-campeão do mundo. O brasileiro imprimiu ritmo forte nas primeiras voltas da competição trazendo Anton Cooper e outros bikers no pelotão.

Após a primeira metade houve grande alternância na liderança e Avancini permanceu entre os primeiros. Na última volta, o brasileiro ultrapassou Mathias Flueckger e assumiu definitivamente a ponta para conquistar sua quarta vitória em XCC da Copa do Mundo de MTB.

Jenny Rissveds vence XCC feminino


Na Elite Feminina, Jenny Rissveds fechou à frente de Evie Richards e da atual campeã olímpica de cross-country (XCO), Jolanda Neff. Sina Frei, que conquistou a primeira camisa arco-íris do XCC no Campeonato mundial, não ficou no top 3.

No Campeonato Mundial de XCC, Jenny Rissveds foi a oitava colocada. Ela cruzou a linha de chegada em Val di Sole 37 segundos atrás de Sina Frei.

Top 5 do XCC masculino da Copa do Mundo de MTB em Lenzerheide


1. Henrique Avancini: 19:58
2. Mathias Flueckiger: +0:01
3. Victor Koretzky: +0:01
4. Alan Hatherly: +0:02
5. Nino Schurter: +0:06

Top 5 do XCC feminino da Copa do Mundo de MTB em Lenzerheide


1. Jenny Rissveds: 20:34
2. Evie Richards: +0:02
3. Jolanda Neff: +0:16
4. Anne Tauber: +0:22
5. Loana Lecomte: +0:31

Foto: Captura de tela / Red Bull TV
Leia mais...

segunda-feira, 30 de agosto de 2021

Band Sports vai transmitir Short Track da CIMTB Michelin ao vivo



O Band Sports transmitirá as competições do Short Track (XCC) da 1ª etapa da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin), no Parque Ecológico da Cachoeira, em Congonhas, dia 4 de setembro. Além da TV, o canal da CIMTB Michelin do Youtube também transmitirá simultaneamente. A transmissão ao vivo é um oferecimento da Michelin, Sense Bike, Rosa dos Ventos e Sram.

As corridas do XCC, que serão disputadas pelos atletas da Super Elite, começam às 9h, com a largada feminina, e às 11h15, com a masculina. Entre as duas provas ao vivo, acontece o treino oficial da Fórmula 1 entre 10h e 11h. Cada prova terá duração de 20 minutos mais 1 volta.

A modalidade estará presente em todas as etapas da temporada 2021 contando pontos para os rankings mundial, nacional e estadual, além do ranking especial da Copa Sense de Short Track.

Os pontos UCI são especialmente importantes nesta temporada, pois contam para a classificação para a Copa do Mundo de Mountain Bike 2022 no Brasil, em Petrópolis, em abril. Os competidores brasileiros que quiserem participar devem cumprir alguns critérios de classificação.

O Short Track é uma modalidade relativamente nova no mountain bike. Foi introduzida pela Union Cycliste Internacionale (UCI) no calendário da Copa do Mundo somente em 2018. É uma prova mais rápida e mais explosiva que o Cross Country Olímpico (XCO) por ser disputada em uma pista mais curta, com circuitos de até 1,5 quilômetro e duração de cerca de 20 minutos, enquanto o XCO dura até 1h30, com voltas de cerca de cinco quilômetros.

O Brasil tem se destacado na modalidade com Henrique Avancini, que conquistou a medalha de prata nesta no primeiro campeonato mundial da modalidade no dia 26 de agosto, em Val di Sole, na Itália. Além dele, também se classificaram para a final, o baiano de 22 anos, Ulan Galinski, que ficou em 33º, e Luiz Henrique Cocuzzi, que não completou a prova.

“É muito importante que o mountain bike tenha uma difusão ampla para que continue crescendo como esporte e como indústria no Brasil. Portanto, ficamos muito confiantes com a parceria com o Band Sports, um canal que transmite grandes eventos como a Fórmula 1, mas que busca sempre diversificar as transmissões”, disse Rogério Bernardes, organizador da CIMTB Michelin.

A produção e planejamento de captação das imagens contará com diversas câmeras na pista além da câmera on board em uma das bikes para passar toda a emoção de dentro da circuito. Outro detalhe importante é que a CIMTB vai instalar ponto de cronometragem mostrando parcial na pista e isso poderá ser acompanhado ao vivo pelo o site seuesporte.app paralelamente à transmissão ao vivo pelo Band Sport e Youtube.
Leia mais...

Greg Minnaar é novo campeão mundial de Downhill com quase 40 anos

Greg Minnaar é novo campeão mundial de Downhill com quase 40 anos - Foto: UCI Mountain Bike


Depois de Nino Schurter, mais um gigante do mountain bike deixou sua marca no Campeonato Mundial de MTB deste ano em Val di Sole. No domingo (29), o sul-africano Greg Minnaar, com quase 40 anos, venceu e é o novo campeão mundial de Downhill.

Minnaar também venceu o seu azar relacionado à Black Snake, uma das poucas pistas no mundo onde ele nunca havia garantido o degrau mais alto do pódio.

"Eu amo isso, eu amo correr. Está no meu sangue ser competitivo", declarou Minnaar após conquistar o título mundial pela quarta vez em sua carreira. O sul-africano já havia vencido em Lugano (2003), Leogang-Saalfelden (2012) e Pietermaritzburg (2013).

Na Elite Feminina, a francesa Myriam Nicole conquistou seu segundo título mundial e falou sobre o grau de dificuldade da Black Snake em Val di Sole.

"Foi uma corrida difícil em uma pista difícil. Eu meio que sabia que era possível", disse Nicole. "Vencer em Val di Sole, onde ganhei minha primeira Copa do Mundo, significa muito", completou.

Brasileiros na competição


O Brasil contou com a presenta de Roger Vieira, único brasileiro na prova. Ele completou competição na 47ª posição.

Top 3 do mundial de Downhill masculino


1. Greg Minnaar (RFA), 3:28.963
2. Benoit Coulanges (FRA), +0.227
3. Troy Brosnan (AUS), +0.441

Top 3 do mundial de Downhill feminino


1. Myriam Nicole (FRA), 4:06.243
2. Marine Cabirou (FRA), +4.827
3. Camille Balanche (SUI), +6.099

Foto: UCI Mountain Bike
Leia mais...

sábado, 28 de agosto de 2021

Nove vezes Nino Schurter: suíço é campeão mundial de MTB XCO em Val di Sole

Nino Schurter é campeão mundial de mountain bike cross-country XCO pela nona vez - Foto: Val di Sole Bike Land


Nino Schurter se tornou campeão mundial de mountain bike cross-country XCO pela nona vez após vitória conquistada em Val di Sole neste sábado (28). O suíço foi estratégico do começo ao fim e seu compatriota Mathias Flueckiger fechou na segunda colocação. O brasileiro Henrique Avancini fechou na sétima posição.

Nino e Mathias Flueckiger se destacaram e trabalharam entre si para administrar a fuga. Na primeira parcial da volta três, os dois suíços chegaram a abrir 41 segundos de vantagem para o pelotão perseguidor liderado por Ondrej Cink. Schurter completou a prova 1:22:31.

Os dois suíços dominaram até o final e Flueckiger foi surpreendido por Nino pouco antes da penúltima reta do circuito de Val di Sole. O francês Victor Koretzky terminou na terceira posição, um minuto e oito segundos após o líder.

Henrique Avancini, vice-campeão mundial de MTB Short Track, fez boa largada e assumiu a liderança logo na primeira curva do start loop, mas na primeira volta o brasileiro cometeu um erro ao travar a roda dianteira e caiu para a terceira posição quando Nino Schurter assumiu a ponta. Avancini ficou no pelotão perseguidor e concluiu na sétima colocação.

Ondrej Cink estava na sexta colocação quando teve problemas mecânicos no câmbio de sua bicicleta na quinta volta. O ciclista tcheco teve o mesmo azar das Olimpíadas de Tóquio, onde teve problemas no pneu traseiro. Ele terminou a disputa do mundial de MTB em Val di Sole na 16ª posição.

Os brasileiros na prova de XCO do Mundial de MTB 2021


Entre os mais de cem ciclistas que largaram, estavam cinco brasileiros, incluindo Henrique Avancini. Juliano Cocuzzi, que também estava registrado para participar da prova não largou.

Luiz Henrique Cocuzzi fechou a prova na 44ª colocação. Ulan Galinski, na 49ª. Guilherme Müller terminou na 61ª posição e Edson Rezende concluiu na 79ª posição, com três voltas atrás no líder.

Top 10 do mundial cross-country XCO masculino


1. Nino Schurter (SUI), 1:22:31
2. Mathias Flueckiger (SUI), +0:02
3. Victor Koretzky (FRA), +1:08
4. Vlad Dascalu (ROU), +1:36
5. Maximilian Brandl (GER), +1:43
6. Samuel Gaze (AUS), +2:30
7. Henrique Avancini, (BRA), +2:30
8. Alan Hatherly (RSA), +2:31
9. Filippo Colombo (SUI), +2:31
10. Milan Vader (NED), +2:35

Foto: Val di Sole Bike Land
Leia mais...

Jerome Gilloux vence e é campeão mundial de e-MTB; Suíça vence na elite feminina em Val di Sole

Jerome Gilloux é campeão mundial de e-MTB - Foto: Val di Sole Bike Land


O francês Jerome Gilloux venceu a prova de e-MTB cross-country para se tornar o novo campeão mundial em prova disputada nesta sexta-feira (27), em Val di Sole. Na elite feminina, a jovem suíça Nicole Goeldi garantiu a camisa arco-íris.

Após dois vice-campeonatos mundiais de e-MTB (2019 e 2020), atrás de Alan Hatherly e Tom Pidcock respectivamente, Gilloux conseguiu a sua sonhada camisa arco-íris garantindo mais um títo para a França neste Campeonato Mundial de MTB.

O segundo colocado foi o também francês Hugo Pigeon. Além do campeão, o destaque foi o norte americano Christopher Belvins terceiro, ele que conquistou o título de campeão mundial de MTB Short Track no dia 26 de agosto.

Erick Bruske, único brasileiro na disputa, concluiu na 21ª posição.

Na elite feminina, Nicole Goldi garantiu o título de campeã mundial e-MTB. Ela foi seguida pela francesa Laura Charles que ficou em segundo. Sofia Wiedenroth, da Alemanha, ficou na terceira posição.

Foto: Val di Sole Bike Land
Leia mais...

Evie Richards é nova campeã mundial de MTB XCO

Evie Richards é nova campeã mundial de MTB XCO - Foto: Val di Sole Bike Land


Evie Richards conquistou o título de campeã mundial de mountain bike cross-country (XCO) em Val di Sole neste sábado (28). A britânica superou a neerlandesa Anne Terpstra e a suíça, Sina Frei.

Nova campeã mundial, Evie Richards, com apenas 23 anos, cruzou a linha de chegada com um minuto e três segundos de vantagem para Anne Terpstra. A francesa Pauline Ferrand Prevot, que defendia o título, chegou a liderar a prova por grande tempo, mas acabou terminando apenas na sexta posição.

Sina Frei, que conquistou a camisa arco-íris da primeira disputa mundial de MTB Short Track no dia 26 de agosto, conseguiu chegar ao pódio e garantiu o bronze.

A atual campeã olímpica de MTB, Jolanda Neff terminou a disputa na quarta colocação. No dia 24 de agosto ela sofreu uma dura queda no Rock Garden durante os treinos para reconhecimento do percurso oficial do XCO em Val di Sole, mas não teve ferimentos.

Letícia Cândido foi a única brasileira na prova e ficou na 55ª colocação após o resultado final.

Top 10 do mundial cross-country XCO


1. Evie Richards (BGR), 1:23:52
2. Anne Terpstra (NED), +1:03
3. Sina Frei (SUI), +1:08
4. Jolanda Neff (SUI), +1:08
5. Maja Wloszczowska (POL), +1:47
6. Pauline Ferrand Prevot (FRA), +2:35
7. Rebecca McConnell (AUS), +2:45
8. Anne Tauber (NED), +2:56
9. Malene Degn (DEN), +3:17
10. Alessandra Keller (SUI), +3:20

Foto: Val di Sole Bike Land
Leia mais...

sexta-feira, 27 de agosto de 2021

Henrique Avancini é primeiro brasileiro a alcançar vice-campeonato em Mundial de MTB

Henrique Avancini é primeiro brasileiro conseguir medalha de prata em Mundiais de MTB - Foto: Val di Sole Bikeland


Henrique Avancini escreveu seu nome na história do ciclismo brasileiro mais uma vez ao alcançar o posto de vice-campeão mundial de mountain bike cross-country Short Track (XCC). A prova foi disputada na quinta-feira (26) em Val di Sole, Itália, um de seus lugares favoritos para competir.

A disputa foi a estreia do XCC no programa de campeonatos mundiais UCI Mountain Bike e Henrique Avancini foi bem desde o começo da prova sempre brigando pelas primeiras colocações. Com 19 minutos e 32 segundos de competição, o norte americano Christopher Blevins chegou na frente e garantiu o título de campeão mundial.

Avancini chegou na segunda colocação, apenas dois segundos atrás de Blevins e disputando em duro sprint com o alemão Maximilian Brandl.

"Significa muito pra mim. Não tem sido uma temporada fácil por muitas razões. Voltar em um pódio do campeonato mundial é importante. Batalhei muito pela camisa de campeão. Coloquei muita energia para isso", disse Avancini, da equipe Cannondale Factory Racing.

Vice-campeão mundial em um lugar especial


Henrique Avancini foi para o Campeonato Mundial de MTB em Val di Sole disposto a superar as dificuldades impostas pelo primeiro semestre de 2021 e após reconhecer que teve dificuldades durante os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Após garantir o posto de vice-campeão mundial da primeira disputa pela camisa arco-íris da disciplina Short Track, Val di Sole continuará sendo um dos locais favoritos de Henrique Avancini "com grandes emoções e boas memórias".

"Corrida a parte, fazia tempo que não me sentia bem de estar numa competição. Hoje não alcancei o arco-íris, mas vi a luz", comentou Avancini em suas redes sociais horas após a prova.

Além de de Henrique Avancini, mais dois brasileiros estiveram participaram do mundial de MTB Short Track masculino. Luiz Henrique Cocuzzi fez uma excelente largada se colocando no pelotão da frente e fechando a primeira volta da quinta posição, mas sentiu o ritmo e não completou a corrida. Ulan Galinski completou a prova na 33º colocação.

Na disputa Mundial de MTB Short Track feminino, Letícia Cândido foi a única brasileira na prova e ficou na 32ª colocação após o resultado final.

Os brasileiros voltam à disputa no sábado (28 de agosto) na decisão do Campeonato Mundial de MTB XCO.

Transmissão do Campeonato Mundial de MTB 2021


As disputas do Campeonato Mundial de MTB vão poder ser acompanhadas a pela Red Bull TV.

Dia 28/08 – XCO feminino, a partir das 7h40 (horário de Brasília); e XCO masculino, a partir das 10h25 (horário de Brasília)
Dia 29/08 – DH feminino a partir das 7h30 e masculino a partir das 9h30 (horário de Brasília)

Foto: Val di Sole Bikeland
Leia mais...

quinta-feira, 26 de agosto de 2021

Sina Frei supera adversárias e é primeira campeã mundial de MTB Short Track

Sina Frei é primeira campeã mundial de MTB Short Track - Foto: Val di Sole Bike Land


Sina Frei se tornou a primeira campeã mundial de mountain bike cross-country Short Track (XCC) na prova que aconteceu nesta quinta-feira (26) em Val di Sole. A suíça superou a britânica Evie Richards e Pauline Ferrand Prevot.

Medalha de prata no mountain bike das Olimpíadas de Tóquio, Sina Frei conseguiu o título de campeã mundial no sprint apertado com Evie Richards. O resultado foi confirmado no photo finish.

Pauline Ferrand Prevot foi a terceira colocada completou o pódio com a medalha de prata.

Atual campeã olímpica, Jolanda Neff chegou a ficar entre as primeiras colocadas, mas cometeu um erro terminou na quinta colocação. Nesta semana, durante os treinos para reconhecimento de percurso mundial de XCO em Val di Sole, Neff sofreu uma queda dura, mas sem lesões.

Letícia Cândido foi a única brasileira na prova e ficou na 32ª colocação após o resultado final.

Top 10 do mundial Short Track feminino


1. Sina Frei (SUI), 20:11
2. Evie Richards (GBR), +0:00
3. Pauline Ferrand Prevot (FRA), +0:01
4. Linda Indergar (SUI), +0:02
5. Jolanda Neff (SUI), +0:11
6. Rebecca Mcconnell (AUS), +0:17
7. Iryna Popova (UKR), +0:26
8. Jenny Rissveds (SWE), +0:37
9. Greta Seiwald (ITA), +0:41
10. Alessandra Keller (SUI), +0:42

Foto: Val di Sole Bike Land
Leia mais...

Christopher Blevins é o primeiro campeão mundial do Short Track após vitória em Val di Sole

Christopher Blevins é o primeiro campeão mundial de MTB Short Track - Foto: UCI / Divulgação


O norte americano Christopher Blevins entrou para a história ao se tornar o primeiro campeão mundial de mountain bike cross-country Short Track (XCC) na prova que aconteceu nesta quinta-feira (26) em Val di Sole. Blevins assumiu a liderança da competição na penúltima reta do circuito superando Henrique Avancini e Maximilian Brandl. O brasileiro fechou na segunda colocação, dois segundos atrás do líder.

O primeiro campeão do mundo no cross-country XCC venceu a corrida de oito voltas no tempo de 19:39 mesmo não sendo um dos principais cotados à conquista do título.

"Eu cresci correndo em short tracks. Eu não sabia se tinha chance de lutar [pelo título do mundial]. É uma honra alinhar ao lado desses caras. Fiquei firme e tive pernas suficientes para a finalização. Eu me surpreendi com o passeio. Foi incrível", disse o campeão.

Blevins surpreendeu o alemão Maximilian Brandl que havia liderado a prova após abrir sete segundos de vantagem para o americano e Avancini, que também foi pego de surpresa com o ataque.

No dia anterior, Christopher Blevins já havia conquistado a medalha de prata na disputa do Team Relay (XCR) com a equipe dos Estados Unidos no Campeonato Mundial de MTB 2021.

Henrique Avancini cumprimenta Christopher Blevins - Foto: Captura de tela / Red Bull TV
Henrique Avancini cumprimenta Christopher Blevins - Foto: Captura de tela / Red Bull TV


Além de de Henrique Avancini, mais dois brasileiros estiveram participaram do mundial de MTB Short Track. Luiz Henrique Cocuzzi fez uma excelente largada se colocando no pelotão da frente e fechando a primeira volta da quinta posição, mas não completou a corrida. Ulan Galinski completou a prova na 33º colocação.

Top 10 do mundial Short Track masculino


1. Christopher Blevins (EUA), 19:30
2. Henrique Avancini (BRA), +0:02
3. Maximilian Brandl (GER), +0:02
4. Ondrej Cink (CZE), +0:03
5. Alan Hatherly (RSA), +0:05
6. Martins Blums (LAT), +0:17
7. Jens Schuermans (BEL), +0:21
8. Filippo Colombo (SUI), +0:21
9. Gioele Bertolini (ITA), +0:23
10. Daniele Braidot (ITA), +0:24

Foto de destaque: UCI / Divulgação
Leia mais...

quarta-feira, 25 de agosto de 2021

França é campeã mundial de MTB XCR em Val di Sole

França é campeã mundial no XCR 2021 - Foto: Val di Sole Bike Land


A primeira camisa arco-íris do Campeonato Mundial de Mountain Bike de 2021 foi para a França. A equipe venceu para se tornar a nova campeã mundial de cross-country team relay (XCR) nesta quarta-feira (25), em Val di Sole.

Com um tempo 1:22:51, os seis ciclistas do time francês superaram os Estados Unidos (+ 48 segundos) e Alemanha (+ 49 segundos) em uma disputa emocionante. Durante a prova quatro nações diferentes chegaram a liderar.

A França chegou ao seu sétimo título mundial no XCR e agora é a maior vencedora da disciplina. Atrás dela estão Suíça (6 mundiais) e Itália (3 mundiais).

Primeira disputa do Campeonato Mundial de Mountain Bike 2021


Neste ano, o Campeonato Mundial de Mountain Bike Team Relay contou com 15 seleções que inscreveram seis ciclistas de diferentes categorias (2 ciclistas juniores, 2 sub-23 e 2 elite) para dar uma volta de 4 quilômetros no circuito totalizando seis por equipe.

Um forte começo da Itália permitiu que eles assumissem a liderança com Luca Braidot (elite masculina) seguido por Alemanha e Suíça. Na primeira mudança, os EUA (Christopher Blevins, elite masculina) tiveram uma pequena vantagem sobre a Itália. Um trio se seguiu: República Tcheca, Canadá e Suíça, com a França (Mathis Azzaro, masculino Sub-23) puxando o grupo de perseguição e a diferença gradualmente diminuindo para cerca de 30 segundos.

Na segunda volta, Brayden Johnson (junior masculino) da equipe dos EUA manteve uma pequena vantagem sobre o piloto tcheco, com a França (Adrien Boichis, junior masculino) surgindo em terceiro e a Suíça em quarto.

À medida que a prova se aproximada da metade, com 12 quilômetros já percorridos, os Estados Unidos mantinham pequena vantagem sobre a Suécia, cujo terceiro piloto, Hugo Sandin (masculino sub-23), fez uma grande corrida.

Ao final da terceira volta, Suécia liderava com 18 segundos de vantagem sobre os Estados Unidos e 35 segundos sobre a França e a disputa pelo título de campeão mundial XCR ainda estava aberta e ficou assim por certo tempo.

Na penúltima volta, a junior francesa Line Burquier liderou a prova administrando a vantagem de sua equipe e deixou sua primeira equipe novamente. A Alemanha realizou uma boa quinta volta graças a ciclista sub-23 Ronja Eibl que deixou sua seleção na segunda posição ao fim daquela volta. Já os Estados unidos fazia pressão com Kate Courtney que deixou o time na terceira posição faltando uma volta para o fim.

Sob o comando de Jordan Sarrou, a França iniciou a última volta da corrida chegar à vitória com uma margem confortável para os americanos. O time francês manteve o equilíbrio necessário para defender o título e vestir a camisa arco-íris em Val di Sole, lugar onde foram campeões mundiais pela primeira vez em 2008.

Transmissão do Campeonato Mundial de MTB 2021


As disputas do Campeonato Mundial de MTB vão poder ser acompanhadas a pela Red Bull TV a partir do dia 26/08.

Dia 26/08 – XCC, a partir das 11h45 (horário de Brasília)
Dia 28/08 – XCO feminino, a partir das 7h40 (horário de Brasília); e XCO masculino, a partir das 10h25 (horário de Brasília)
Dia 29/08 – DH feminino a partir das 7h30 e masculino a partir das 9h30 (horário de Brasília)

Foto: Val di Sole Bike Land
Leia mais...

Jolanda Neff passa bem após tombo em Val di Sole

Após tombo feio, Jolanda Neff só machucou o dedinho


Jolanda Neff, que deixou os fãs do MTB preocupados nesta terça-feira (24) por causa de seu tombo forte no Rock Garden no circuito de Val di Sole, postou um story tranquilizando a todos.

"Obrigado por todas as mensagens de vocês. Tive muita sorte", disse Jolanda Neff mostrando a mão com um curativo no dedo mindinho direito.

Ainda bem que não foi nada grave e Jolanda Neff está pronta para as disputas do Campeonato Mundial de Mountain Bike!

Relembre a queda forte de Jolanda Neff no Rock Garden de Val di Sole


Leia mais...

terça-feira, 24 de agosto de 2021

Campeonato Mundial de MTB: Avancini, Cocuzzi e Galinski estão na final do XCC

Avancini, Cocuzzi e Galinski estão na final do XCC


O Campeonato Mundial de MTB 2021, em Val di Sole, iniciou suas atividades nesta terça-feira (24) com a classificação masculina para a final do Short Track (XCC). Os brasileiros Henrique Avancini, Luiz Cocuzzi e Ulan Galinski classificados para a final.

A classificação do XCC foi dividida em duas rodadas que listaram os 40 classificados para a final da modalidade estreante no programa de campeonatos mundiais UCI Mountain Bike.

Um dos grandes favoritos ao primeiro título de campeão mundial de MTB Short Track era Mathieu van der Poel, mas o neerlandês está fora das disputas por conta de lesão nas costas. Outros nomes como Nino Schurter e Mathias Flueckiger optaram por disputar somente o XCO.

A final para definição do primeiro campeão mundial de MTB Short Track será na quinta-feira, 26 de agosto.

Classificados ao final da bateria 1


1. HATHERLY Alan RSA 19:47
2. COLOMBO Filippo SUI +0:04
3. WAWAK Bartlomiej POL +0:05
4. CINK Ondrej CZE +0:07
5. MAROTTE Maxime FRA +0:14
6. SCHUERMANS Jens BEL +0:18
7. LINDBERG Jonas DEN +0:23
8. DUBAU Joshua FRA +0:38
9. BRAIDOT Daniele ITA +0:45
10. BERTOLINI GioeleITA +0:46
11. OLIVER Ben NZL +0:49
12. FUMIC Manuel GER +1:01
13. FOIDL Maximilian AUT +1:10
14. VROUWENVELDER Luke USA +1:14
15. DELICH PARDO Nicolas CHI +1:16
16. HARING Martin SVK +1:17
17. TITARENKO Dmytro UKR +1:19
18. ORSCHEL Tyler CAN +1:19
19. DAVOUST Stephan EUA +1:35
20. ULIK Matej SVK +1:57

Classificados ao final da bateria 2


1. COOPER Anton NZL 20:17
2. AVANCINI Henrique BRA +0:02
3. BLEVINS Christopher USA +0:02
4. CARSTENSEN Sebastian Fini DEN +0:03
5. BLUMS Martins LAT +0:04
6. BRANDL Maximilian GER +0:06
7. COLLEDANI Nadir ITA +0:11
8. SCHEHL Niklas GER +0:13
9. COCUZZI Luiz Henrique BRA +0:21
10. ULLOA AREVALO Jose Gerardo MEX +0:21
11. GAZE Samuel NZL +0:22
12. DISERA Quinton CAN +0:28
13. HAEGSTAD Erik NOR +0:29
14. DISERA Peter CAN +0:29 
15. FORTIER Marc Andre CAN +0:29
16. SKARNITZL Jan CZE +0:32
17. KERSCHBAUMER Gerhard ITA +0:42
18. KONIAIEV Oleksandr UKR +0:46
19. GALINSKI Ulan BRA +0:50
20. CERVEJAS Matthew RSA +0:50

Transmissão do Campeonato Mundial de MTB 2021


As disputas do Campeonato Mundial de MTB vão poder ser acompanhadas a pela Red Bull TV a partir do dia 26/08.

Dia 26/08 – XCC, a partir das 11h45 (horário de Brasília)
Dia 28/08 – XCO feminino, a partir das 7h40 (horário de Brasília); e XCO masculino, a partir das 10h25 (horário de Brasília)
Dia 29/08 – DH feminino a partir das 7h30 e masculino a partir das 9h30 (horário de Brasília)
Leia mais...
 
Copyright © 2021 Foto e Bike • Direitos reservados | Escreva-nos: blogfotoebike@gmail.com
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top