Mostrando postagens com marcador mtb. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador mtb. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 15 de dezembro de 2021

Tiago Ferreira faz melhor tempo da categoria solo no prólogo da Santander Brasil Ride Espinhaço

Tiago Ferreira preferiu disputar na categoria solo -


O campeão mundial de mountain bike maratona em 2016, Tiago Ferreira, é um dos grandes participantes da primeira edição da Santander Brasil Ride Espinhaço. O ciclista escolheu a competição para fazer seu início de temporada e fez o melhor tempo do prólogo nesta terça-feira (14), atrás apenas de Sherman Trezza e Lukas Kaufmann, cravando a volta do prólogo em 44min49, cinco minutos e meio à frente de Frederico Zacharias.

"Do que eu tinha visto no reconhecimento do prólogo, seria espetacular se o tempo ajudasse. Mesmo com a chuva da noite, o calor no período da manhã fez o terreno secar bem e a aderência estava ótima. Foi realmente divertido. Aproveitei bastante e acredito que foi um bom início", relatou Tiago.

O ciclista português está competindo na categoria solo da Santander Brasil Ride Espinhaço, uma novidade em provas de ultramaratona que historicamente são disputadas em duplas.

"Optei pela categoria solo para fazer meu ritmo, minha corrida. Iniciar a temporada, para desfrutar ao máximo desses cinco dias", comentou Tiago Ferreira.

A Santander Brasil Ride Espinhaço ocorre entre os dias 14 a 18 de dezembro, em Conceição do Mato Dentro (MG) e terá a Maratona do Cipó como responsável por encerrar com chave de ouro a ultramaratona.

Foto: Wladimir Togumi / Santander Brasil Ride
Leia mais...

Sherman Trezza e Lukas Kaufmann vencem prólogo da Santander Brasil Ride Espinhaço

Pódio masculino do prólogo da Santander Brasil Ride Espinhaço - Foto: Nico Ferri / Santander Brasil Ride


A edição inédita da Santander Brasil Ride Espinhaço teve início nesta terça-feira (14) em Conceição do Mato Dentro (MG). O prólogo, válido pela primeira de cinco etapas da competição de mountain bike, teve percurso de 16 km nas proximidades da arena Santander Brasil Ride. Ao completarem a disputa em 43min30, Sherman Trezza e Lukas Kaufmann largaram na frente na open. No feminino, Paula Gallan e Isabella Lacerda foram as mais rápidas, concluindo em 55min53 a prova de abertura.

Terceira dupla na largada no prólogo, Sherman Trezza e Lukas Kaufmann iniciaram a Santander Brasil Ride Espinhaço com 1min58 de vantagem para Ricardo Pscheidt e Leandro Donizete, que concluíram o percurso em 45min28. Lucas Mota e Rodrigo Nascimento fecharam o top 3 do primeiro dia, com o tempo de 47min15.

"Há um mês corremos a Santander Brasil Ride na Bahia. Pela primeira vez faço duas ultramaratonas num espaço tão curto de tempo, ou seja, vivo aqui uma experiência nova. Treinei bem nas últimas duas semanas e construí uma boa forma neste período. Correr em Minas Gerais, nessas montanhas, para mim é competir em casa. Gosto muito do tipo de trilhas que temos aqui, porque são técnicas e também exigem performance. Um prólogo é assim mesmo. Encaixamos o ritmo no começo, seguramos e fomos fluindo cada vez mais. O nosso entrosamento é muito bom. Não precisamos nem conversar tanto, porque as coisas acontecem naturalmente. Fomos rápidos e agora temos confiança extra para o restante da competição", contou Lukas Kaufmann.

"Outra vez iniciamos uma competição bem equilibrados. Isso facilita muito para uma dupla em termos técnicos e físicos. Estamos super felizes pelo resultado. Sempre quis conhecer essa região, muito legal para a prática do mountain bike. Se os próximos quatro dias forem parecidos com este prólogo, com certeza será divertido, mesmo que seja duro. Passamos por trilhas fantásticas, isso que é o mountain bike. Vamos curtir os cinco dias aqui em Conceição do Mato Dentro e nada melhor do que começar com uma vitória e ter a camiseta de líder", comentou Sherman Trezza.

Como foi a disputa feminina da Santander Brasil Ride Espinhaço


Entre as mulheres, Paula Gallan e Isabella Lacerda iniciaram com tudo a busca pelo título da competição inédita em Conceição do Mato Dentro. A dupla assumiu a camiseta de líder feminina com o tempo de 55min53, 3min14 à frente de Marcella Toldi e Fabiana Brandão. Letícia Cândido e a alemã Naima Diesner completaram o top 3, cravando 1h01min55, apenas um segundo à frente de Julyana Machado e Sabrina Gobbo. 

Pódio feminino do prólogo da Santander Brasil Ride Espinhaço - Foto: Nico Ferri / Santander Brasil Ride
Pódio feminino do prólogo da Santander Brasil Ride Espinhaço - Foto: Nico Ferri / Santander Brasil Ride


"Estava com saudades da Brasil Ride. É uma das provas mais sofridas que eu corro, mas é uma das minhas preferidas. Não sei te explicar o porquê, mas é uma energia única. Estou muito feliz. Correr em casa, num terreno espetacular. O prólogo teve uma pista incrível. Muito técnica, do jeito que eu gosto. Paula e eu temos uma amizade de muitos anos e isso contribuiu para o resultado e nosso entrosamento. Vamos levar essa amizade e respeito até o final, porque isso é fundamental. Agora, é recuperar, porque na segunda etapa é que começa de verdade. A abertura foi só um aperitivo. Vamos tentar segurar a camiseta de líderes até o fim do quinto dia. Esse é o objetivo", avaliou Isabella que é campeã da temporada 2021 da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB).

"Minha quinta vez em uma prova da Brasil Ride. Já corri quatro vezes na Bahia. Fizemos um prólogo muito bom e estou feliz de competir ao lado da Isabella, que é uma referência no mountain bike, inspiração desde que comecei. Nossa sintonia é realmente boa", disse Paula Gallan.

Top 5 das elites após o prólogo:


Masculino
1-Sherman Trezza/Lukas Kaufmann - 43min30
2-Ricardo Pscheidt/Leandro Donizete - 45mi28
3-Lucas Motta/Rodrigo Nascimento - 47min15
4-Carlos Henrique Paixão/Marcus Silva - 47min59
5-André Aikawa/Marcus Silva - 48min07

Feminino
1-Paula Gallan/Isabella Lacerda - 55min53
2-Marcella Toldi/Fabiana Brandão - 59min08
3-Letícia Cândido/Naima Diesner - 1h01min55
4-Julyana Rodrigues/Sabrina Gobbo - 1h01min56
5-Bárbara Domingues/Gabriela Vasconcelos - 1h16min16

Foto de destaque: Nico Ferri / Santander Brasil Ride
Leia mais...

sexta-feira, 3 de dezembro de 2021

Grande final da CIMTB 2021 começa hoje e terá transmissão ao vivo no BandSports

Largada da CIMTB em Araxá - Foto: CIMTB / Divulgação


As competições da grande final da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin) começam hoje (03/12), em Taubaté (SP), com as largadas das categorias oficiais do short track, às 16h30.

As disputas serão transmitidas ao vivo pelo BandSports e também pelo canal da CIMTB no Youtube. Quem quiser acompanhar as provas presencialmente pode comparecer ao Parque Municipal do Vale do Itaim, gratuitamente.

O evento vai acontecer de hoje até domingo, com muitas atrações entre as corridas das mais de 40 categorias, apresentação de freestyle, show de rock, área para crianças, praça de alimentação e a feira de expositores. O acesso ao evento deve ser feito pela entrada da Est. Mun. José Luis Cembranelli, no bairro Chácara Silvestre. Para chegar ao local do evento usando aplicativos como Waze basta procurar por "CIMTB Parque do Itaim" que você chegará na portaria de entrada do evento.

Tempestade quase acabou estrutura da CIMTB


Às vésperas do início da grande final da CIMTB, uma tempestade com ventos a mais de 40 km/h causou danos consideráveis em parte da estrutura que estava sendo preparada há dez dias.

O vento, junto com forte chuva, arrastou carros, destruiu a rede elétrica, quebrou vidros e derrubou todas as tendas, grades e placas que estavam montadas, além da pista que foi destruída. Cerca de dois mil metros quadrados montados, além de mais de 600 barreiras de contenção saíram voando.

Foto: CIMTB / Divulgação
Leia mais...

quinta-feira, 2 de dezembro de 2021

Tempestade causa danos à estrutura da CIMTB em Taubaté às vésperas da competição

Tempestade danificou estrutura da CIMTB em Taubaté - Foto: Divulgação / CIMTB


Uma tempestade com fortes ventos atingiram diferentes regiões de Taubaté (SP) na tarde desta quarta-feira (1º) e causou danos consideráveis em parte da estrutura da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin) que estava sendo montada há dez dias no Parque Municipal do Itaim para competições que começam na sexta-feira, 3 de dezembro.

Segundo o portal de notícias g1, a Defesa Civil informou que "os ventos chegaram a atingir mais de 40 km/h".

Por meio de nota, a organização da CIMTB confirmou que, mesmo com os danos causados, a programação está mantida e os eventos da etapa de Taubaté começaram nesta sexta-feira com as primeiras corridas dos short track e vão até domingo, quando serão definidos os campeões gerais da Super Elite da etapa e da temporada 2021.

"Imediatamente após a catástrofe chegaram pessoas de todo lado querendo ajudar. Quero tranquilizar a todos os patrocinadores, expositores e atletas e dizer que a CIMTB Michelin vai acontecer normalmente. Teremos a feira, food trucks e estrutura de alimentação, área para crianças, dirt jump e tudo mais que estava programado. Será um evento inesquecível da mesma forma", informou Rogério Bernardes, organizador do evento.

A chuva começou por volta das 15h de quarta-feira de forma leve, mas em poucos segundos, tomou proporções assustadoras. O vento, junto com forte chuva, arrastou carros, destruiu a rede elétrica, quebrou vidros e derrubou todas as tendas, grades e placas que estavam montadas, além da pista que foi destruída. Cerca de dois mil metros quadrados montados, além de mais de 600 barreiras de contenção saíram voando.

Foto: Divulgação / CIMTB Michelin
Leia mais...

quarta-feira, 1 de dezembro de 2021

Campeão mundial Tiago Ferreira está confirmado na Santander Brasil Ride Espinhaço

Tiago Ferreira durante entregas de medalhas na Bahia - Foto: Mario Jordany / Santander Brasil Ride


O campeão mundial de mountain bike maratona em 2016, Tiago Ferreira, está entre os confirmados para a disputa da Santander Brasil Ride Espinhaço. O ciclista português que é bicampeão europeu irá competir na categoria solo.

A Santander Brasil Ride Espinhaço ocorre entre os dias 14 a 18 de dezembro, em Conceição do Mato Dentro (MG). Além a novidade da categoria solo, na qual Tiago Ferreira vai competir, a competição terá mais de 140 mil reais de prêmios em dinheiro, a maior premiação do Brasil na história deste esporte.

"Será uma ótima oportunidade para estar em mais um evento da Santander Brasil Ride. Depois de um 2020 bastante complicado, quase sem corridas, e um 2021 um pouco melhor. Poder voltar à Santander Brasil Ride na Bahia foi muito bom. Agora, surgiu esta oportunidade de estar no Espinhaço. Não há como recusar. Primeiro porque aqui na Europa o tempo fica ruim nesta época. Além disso, tem fatores que todos sabemos. Excelente organização, bom ambiente em todo evento, poder rever os amigos que fiz ano após ano. Estou certo de que será mais uma prova brutal em termos de percursos e etapas. Tem todos os ingredientes para ser mais um grande evento para se participar", comenta Ferreira.

O evento em Conceição do Mato Dentro contará com cinco etapas, totalizando 290 km e 9100 m de altimetria acumulada. No primeiro dia, serão pedalados 84 km com 2531 m de altimetria, na corrida mais longa da edição. Já no segundo, 45 km e 1384 m de altimetria, enquanto na terceira etapa, 78 km e 2510 m de altimetria. A quarta será a do XCO, em uma pista de 7,8 km, totalizando 31,6 km e 1.040 m de altimetria. A decisão terá 42 km e 1605 m de altimetria total.

"Será minha primeira vez nesta região do Brasil. Pelo que tenho visto de fotos e vídeos, é parecido com aquilo que estou habituado aqui em Portugal. Mais pedras no caminho e a presença de serras normais para mim. Minha expectativa é alta, porque na Santander Brasil Ride estamos habituados a grandes organizações e grandes eventos. Percursos únicos, com uma equipe e estrutura qualificada para isso", ressalta Tiago. 

"Tenho a certeza absoluta que será uma ótima experiência. Estou curioso para conhecer a região e desfrutar das trilhas. Serão grandes momentos de mountain bike e é isso que eu procuro", finaliza.

Maratona do Cipó no encerramento da Santanter Brasil Ride Espinhaço


Disputa marcada para o sábado (18), a Maratona do Cipó será responsável por encerrar com chave de ouro a ultramaratona, com um percurso de 56 km e 2086m de altimetria acumulada na sua prova principal. Quem optar por um desafio menos intenso, pode se inscrever na categoria tour, com 27 km de extensão e 950 m de desnível altimétrico.

Foto: Mario Jordany / Santander Brasil Ride
Leia mais...

terça-feira, 30 de novembro de 2021

Maratona do Cipó marca encerramento da Santander Brasil Ride Espinhaço

Maratona do Cipó marca final da Santander Brasil Ride Espinhaço 2021 - Foto: Fabio Piva / Santander Brasil Ride


A estreia da Santander Brasil Ride Espinhaço no ciclismo nacional entre os dias 14 e 18 de dezembro, em Conceição do Mato Dentro (MG), vai ter uma corrida única para os amantes do esporte. Será a Maratona do Cipó, programada para o último dia do evento e responsável por encerrar com "guidão de ouro" a ultramaratona que terá a maior premiação da história do ciclismo brasileiro.

"Além de termos os atrativos de os participantes poderem chegar um dia antes e assistir aos melhores ciclistas do país e do mundo competindo sexta-feira (17) no cross country olímpico, e no dia seguinte pedalar pelas mesmas estradas e trilhas ao lado deles, a região do Espinhaço permite aos visitantes conhecerem lugares lindos. Para cada lado que você olha, o visual é deslumbrante e a riqueza de momentos que a natureza propicia chama muito a atenção. Quem for para a Maratona do Cipó, não vai se arrepender", comenta Mario Roma, fundador da Santander Brasil Ride.

Com um percurso de 56 km e 2.086m de altimetria acumulada na sua prova principal. Também há espaço para aqueles que optarem por um desafio menos intenso: esses poderão se inscrever na categoria tour, com 27 km de extensão e 950m de desnível altimétrico.

Com largada e chegada na arena Santander Brasil Ride, os ciclistas iniciam o percurso no centro da cidade, para então subirem a Serra da Ferrugem, um dos conjuntos de montanhas que cercam Conceição do Mato Dentro. Uma subida longa, porém não tão íngreme. Do alto, tem-se uma linda vista panorâmica do município, enxergando também o alto da Serra do Espinhaço, que foi tombada pela UNESCO em 2006, como Reserva da Biosfera, também integrando o Circuito Nacional da Serra do Cipó.

Os participantes da Maratona do Cipó também passam ao lado do "Pico do Soldado", que faz parte da Serra da Ferrugem e é o ponto mais alto de Conceição do Mato Dentro, recebendo este nome por sua semelhança a um soldado descansando com seu cão, como reza a lenda. Do Pico é possível descortinar uma bela paisagem, com grande amplitude visual para todos os lados, sendo uma importante referência geográfica na região, inclusive para o tráfego aéreo regional, com local para saltos de asa delta e paraglider. 

No final da Maratona, o percurso segue pelo Parque Natural Municipal do Salão das Pedras, criado em dezembro de 1999, com uma área de 857 hectares, que também margeia a cidade. Lá, estão sendo construídas trilhas no estilo de um bike park, um paraíso para o mountain bike. O Salão de Pedras é considerado no Brasil e no exterior o melhor local do País para a prática de escalada na modalidade boulder (escalada em pequenos blocos praticada sem o uso dos equipamentos de segurança). Local de clima agradável, que também permite uma visão panorâmica da cidade, ideal para observar o nascer e o pôr do sol e os astros. Encontram-se nesse local sítios arqueológicos que datam de 5 mil anos.

Programação da Maratona do Cipó


A disputa que encerra a Santander Brasil Ride Espinhaço tem retirada de kit na sexta-feira, entre 8h e 15h, na arena Santander Brasil Ride. Quem optar por retirar o kit no dia da prova, precisa fazê-lo entre 7h30 e 8h30. Enquanto a largada da disputa principal será às 10h, a categoria tour tem seu início logo em seguida, às 10h30.

A inscrição para a prova pode ser feita no hotsite da competição.

Foto: Fabio Piva / Santander Brasil Ride
Leia mais...

segunda-feira, 29 de novembro de 2021

Santander Brasil Ride Espinhaço terá maior premiação da história do ciclismo brasileiro

Ciclistas no percurso da Santander Brasil Ride Espinhaço - Foto: Fábio Piva / Santander Brasil Ride


A Santander Brasil Ride Espinhaço, prova de mountain bike por etapas de cinco dias, faz sua estreia entre 14 e 18 de dezembro, em Conceição do Mato Dentro (MG), a 167 km da capital Belo Horizonte, e já chega elevando a outro patamar o ciclismo nacional. Com mais de 140 mil reais de prêmios em dinheiro, o evento ofertará a maior premiação do Brasil na história deste esporte, que é um dos que mais cresce no País e no mundo. Seguindo os padrões do circuito da Santander Brasil Ride, mulheres e homens terão premiação igual na prova.

"Esse valor total, nunca foi registrado em nenhuma prova de ciclismo no Brasil, algo que é extraordinário e mostra aonde, juntos, nós da Santander Brasil Ride e nossos patrocinadores, podemos chegar", enaltece Mario Roma, fundador do evento. "Além disso, haverá um prêmio especial para o ciclista que fizer a volta mais rápida na etapa do cross country olímpico (XCO), na quarta etapa. Quem for o mais veloz entre os amadores (não federados) ganhará um capacete especial que o Henrique Avancini utilizava e ofertou como prêmio extra", complementa Mario Roma.

Para os dez primeiros colocados das elites masculina e feminina, a premiação totalizará 56 mil reais, sendo que as duplas vencedoras levarão 10 mil reais cada. Pelas etapas, na premiação da UCI, outros 42 mil reais serão distribuídos pela organização. Por fim, um prêmio inédito no Tour Bike Santander Brasil Ride, o Sprint Brasil Ride, em que uma premiação de 45 mil reais será dividida - R$ 25.000,00 para a equipe que for primeira colocada, R$ 15.000,00 para a segunda e R$ 5.000,00 para a terceira.

No Sprint Brasil Ride, a disputa pela premiação é aberta a qualquer categoria em duplas da Santander Brasil Ride Espinhaço. A premiação será para as três primeiras duplas que tiverem o maior número de vitórias ao longo das cinco etapas. Os critérios para classificação final são: equipe com maior número de vitórias nas cinco etapas; no caso de empate do número de vitórias em etapas o critério de desempate será a equipe vencedora da etapa mais longa; caso o 2º ou 3º lugares desta premiação não sejam possíveis de serem definidos pelos critérios acima, será considerado também o maior número de 2º lugares em cada etapa.

Sobre a Santander Brasil Ride Espinhaço


O evento realizado em Conceição do Mato Dentro contará com cinco etapas, totalizando 290 km e 9.100 m de altimetria acumulada. No primeiro dia, serão pedalados 84 km com 2.531 m de altimetria, na corrida mais longa da edição. Já no segundo, 45 km e 1.384 m de altimetria, enquanto na terceira etapa, 78 km e 2.510 m de altimetria. A quarta será a do XCO, em uma pista de 7,8 km, totalizando 31,6 km e 1.040 m de altimetria. A decisão, dia também da Maratona do Cipó, terá 42 km e 1.605 m de altimetria total.

Quais são as categorias da Santander Brasil Ride Espinhaço?


Visando ciclistas profissionais e amadores, a Santander Brasil Ride Espinhaço terá o total de 12 categorias: as oficiais, Open, Feminina, Mista, Master, Grand Master e Corporativa. Além dessas categorias, seis premiações especiais: “American Jersey Masculina”, “American Jersey Feminina”, “Nelore, “Iron Rider”, “Guarini” e “E-MTB”, nesta que é a primeira ultramaratona de mountain bike assistida nas Américas.

Como se inscrever na Santander Brasil Ride Espinhaço?


Os ciclistas interessados em garantir uma vaga para disputar a Santander Brasil Ride Espinhaço devem se inscrever no hotsite da competiçãoTodas as informações da prova estão disponíveis lá.

Foto: Fábio Piva / Santander Brasil Ride
Leia mais...

segunda-feira, 11 de outubro de 2021

Santander Brasil Ride terá ciclistas Top 5 do Mundial de Maratona

Santander Brasil Ride chega à sua 11ª edição - Foto: Josue Fernandez / Brasil Ride



Dois ciclistas que estiveram no top 5 do Campeonato Mundial de Maratona (XCM) no fim de semana passado, o português José Dias e o belga Wout Alleman, terceiro e quarto colocados na competição, respectivamente, prometem chegar em alta à Santander Brasil Ride Bahia 2021, com credenciais para serem protagonistas da 11ª edição do evento, entre os dias 7 e 13 de novembro, em Arraial d'Ajuda, em Porto Seguro, e Guaratinga.

Não bastasse o excelente resultado na edição de 2021 da competição internacional realizada na Ilha de Elba, na Itália, eles ainda terão ao seus lados dois atletas campeões da Santander Brasil Ride formando equipes da Buff® Scott MTB Team e da DMT Racing Team.

Enquanto José Dias fará dupla com o tricampeão da ultramaratona, o holandês Hans Becking, o belga Wout Alleman correrá ao lado de nada mais nada menos do que Tiago Ferreira, ciclista que, além de vencer duas vezes a Santander Brasil Ride, já foi vencedor do Campeonato Mundial e bicampeão da Europa, ambos na modalidade Maratona (XCM).

"Se por diversas vezes o Hans e o Tiago vieram para a Santander Brasil Ride Bahia como os responsáveis por capitanear suas equipes em busca do título, desta vez o cenário será um pouco diferente. Seus parceiros, José Dias e Wout Alleman, respectivamente, estarão no Brasil em um ótimo momento em suas carreiras. Isso só nos anima mais para ver uma disputa de alto nível na ultramaratona em novembro, no Extremo Sul da Bahia", comenta Mario Roma, fundador da Santander Brasil Ride.

Santander Brasil Ride chega à 11ª edição


Considerada a Giro d'Itália do MTB mundial, a ultramaratona marcada para o período entre 7 e 13 de novembro, oferece um forte desafio para aos participantes. Durante sete dias, eles têm pela frente cerca de 600 km e quase 11.000 m de altimetria acumulada, entre trilhas e estradas de terra que ligam Arraial d'Ajuda, em Porto Seguro, a Guaratinga, na Vila Santander Brasil Ride. No último dia da competição, o sábado (13), ciclistas de todo o País juntam-se às estrelas do mountain bike internacional para a disputa da Maratona dos Descobrimentos. Uma oportunidade única de pedalar e ver de perto os melhores mountain bikers do mundo.

Foto: Josue Fernandez / Brasil Ride
Leia mais...

terça-feira, 5 de outubro de 2021

Diego Knob estreia na elite do XCO durante CIMTB em Araxá (MG)

Diego Knob estreia na elite do XCO da CIMTB - Foto: Sense Factory Racing / Cesar Delong


Após conseguir o segundo lugar no pódio da Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB), em Araxá (MG), garantindo a dobradinha da Sense Factory Racing nas e-bikes, Diego Knob ainda estrou na Elite do XCO no final de semana dos dias 1º a 3 de outubro. 

Diego Knob, lenda brasileira das modalidades de gravidade e um dos construtores de trilhas mais importantes do Brasil, realmente encontrou uma nova paixão nas corridas de E-MTB. Correndo em Araxá de Hardtail contra os melhores ciclistas do país, o piloto da Sense Factory Racing foi vice-campeão na modalidade, perdendo apenas para o Rubinho Valeriano, outra lenda do esporte. 

"A prova foi excelente! Muitos competidores de nível altíssimo. Atletas migrando do enduro, do downhill e do XCO, para fazer uma competição equilibradíssima. Estou muito feliz com nossa performance. Não só com minha performance pessoal, mas com a performance da equipe, principalmente", afirmou Knob depois da prova. 

Além do desempenho impecável na prova de E-Bikes, Diego Knob encarou um novo desafio em sua extensa e variada carreira: pela primeira vez, o atleta alinhou com a elite brasileira do XCO, obtendo um fantástico décimo oitavo lugar, entre cerca de 70 competidores. Henrique Avancini venceu pela oitava vez consecutiva a disputa da CIMTB em Araxá.

"Não sei nem o que falar", comentou Knob após a prova visivelmente emocionado e bastante exausto.

"Eu nem ia largar, foi uma superação danada. Ontem cheguei acima do meu limite e até passei mal depois da prova. Larguei mais para participar desta festa incrível, com mais de 70 atletas", complementou o ciclista da Sense Factory Racing e que recentemente contribuiu para a abertura do Samambaia Bike Park, em Petrópolis (RJ).

"Alinhei na última fila, então foi muita poeira, muito trânsito e muita instabilidade nas duas primeiras voltas. Mas, por incrível que pareça, eu fui entendendo e percebendo que todo mundo estava em um ritmo pesado", observou Knob.

Oriundo do downhill, Knob ainda explicou que para ele o segredo foi seguir sua intuição e as orientações de seu treinador, especialmente por conta do forte calor.

"Não tenho nem o que falar. A estrutura estava bacana demais. Só queria agradecer essa oportunidade, já que vim do downhill e agora estou experimentando todas as vertentes do MTB, justamente para pegar uma bagagem e entender o esporte por completo, sempre me divertindo acima de tudo", finalizou Knob.

Foto: Sense Factory Racing / Cesar Delong
Leia mais...

Sense faz dobradinha no pódio da CIMTB em Araxá com Rubinho Valeriano e Diego Knob

Rubinho Valeriano durante etapa da CIMTB em Araxá (MG) - Foto: Sense Factory Racing / Felipe Almeida



No último fim de semana, nos dias 1, 2 e 3 de Outubro, o Tauá Grande Hotel, em Araxá (MG), foi palco da segunda etapa da Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB). Em um dos finais de semana mais importantes do calendário nacional do mountain biking, Rubinho Valeriano e Diego Knob fizeram dobradinha deixando a Sense Factory Racing com motivos de sobra para comemorar.

Na disputa das bikes elétricas, que aconteceu no sábado, dia 2, a equipe conquistou uma dobradinha espetacular, com o experiente piloto Rubinho Valeriano sagrando-se campeão, com sua full-suspension Sense Impulse E-trail, e Diego Knob ficando com o segundo lugar, usando a hardtail Sense Impact E-trail.

Além disso, a Sense Factory Racing subiu no lugar mais alto do pódio na júnior feminina da CIMTB, com mais uma vitória espetacular de Giugiu Morgen.

Rubinho Valeriano é campeão nas e-bikes 


Correndo sua primeira temporada com uma bicicleta elétrica, Rubinho Valeriano, que tem nada menos do que três participações olímpicas, parece estar se divertindo como nunca com esta nova fase em sua carreira.

O ciclista, que já se sente totalmente em casa na modalidade, conquistou mais uma vitória neste fim de semana, sendo o mais rápido do pelotão na disputa das E-Bikes da CIMTB. Há algumas semanas, em sua primeira competição de elétricas, o atleta venceu na Copa Internacional em Congonhas.

"Foi uma prova bem dura e difícil, o circuito novo está maravilhoso e a bike foi impecável em todas as voltas. Gostei demais da calibragem que fizemos na suspensão e nos pneus. Também ajustamos o motor e ganhamos muito torque", comentou Rubinho. 

"Na largada não consegui encaixar o pé, já que ainda não me adaptei em largar com o banco baixo. Quando consegui clipar, o pelotão já tinha ido embora. Mas, sabendo que a prova teria cinco voltas, mantive a calma", explicou Rubinho.
 
"Na segunda volta consegui chegar nos líderes e vi que o Knob estava disputando a frente. Vi que estava numa tocada mais forte e cheguei passando. Coloquei um ritmo forte na subida do apoio e percebi que estava conseguindo abrir nas partes técnicas. Aí, aproveitei isso para poder dar uma descansada nas subidas. Na última volta fiz mais força e consegui manter a liderança até o fim", acrescentou o piloto.

"Quero agradecer demais a equipe e todos os patrocinadores pela força, pelo apoio e pela torcida", afirmou Rubinho, comemorando ainda o segundo lugar de Diego Knob, seu companheiro na Sense Factory Racing.

Foto: Sense Factory Racing / Felipe Almeida
Leia mais...

segunda-feira, 4 de outubro de 2021

Giugiu Morgen conquista resultado importante após vitória na etapa da CIMTB em Araxá (MG)

Giugiu Morgen na CIMTB Araxá (MG) - Foto: Cesar Delong



A ciclista Giuliana Morguen conquistou mais um resultado importante ao vencer na segunda etapa da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin), uma das maiores e mais tradicionais competições do cenário nacional do Mountain Bike Cross-Country, na disciplina olímpica (MTB XCO).

Na cidade mineira de Araxá, no Tauá Grande Hotel, Giugiu Morgen correu pela júnior alinhando junto com as atletas da super elite. A petropolitana mais uma vez mostrou ótima forma física e muita habilidade com a bike, ao andar de igual para igual com as melhores atletas do Brasil, em um circuito desafiador e técnico. 

Correndo com a camisa amarela de líder na classificação geral da CIMTB em sua categoria, Giugiu encarou uma disputa quente em todos os sentidos, seja pelo calor elevado na prova, ou pela própria condição em que a disputa aconteceu.

CIMTB teve categorias femininas com largada mista


Na etapa Araxá da CIMTB, a organização colocou todas as categorias femininas - que vão da Sub-15 até a Super Elite - em uma largada única, que aconteceu ao meio dia do domingo, dia 3 de outubro. 

Por ser da Júnior, Giugiu largou atrás do pelotão da super elite e, por isso, teve que brigar com unhas e dentes por melhores colocações durante a prova. 

"Larguei na quinta fileira, atrás da elite, então foi meio difícil chegar lá na frente e até tomei algumas cotoveladas, e por isso tive que me posicionar também. Fui passando o pessoal dentro da trilha até chegar na sexta colocação. Depois disso, senti um pouco e mantive meu ritmo pelo resto da prova", explicou Giugiu. 

"O calor estava bem intenso, e a poeira também estava bem alta, mesmo com a chuva forte que caiu anteontem. Mas, mesmo assim, a experiência mais uma vez foi muito legal", completou a atleta da Sense Factory Racing.

Ainda no dia 3 de outubro, Henrique Avancini conquistou sua oitava vitória consecutiva na CIMTB em Araxá. O ciclista, que também é de Petrópolis (RJ), declarou que foi "uma das corridas mais duras que já tive" por lá.

Na elite feminina da CIMTB em Araxá, Isabella Lacerda venceu e manteve a liderança geral na categoria.

Diversão e trabalho em equipe


Apesar da prova dura, do forte calor e de muita poeira, Giugiu parece sempre estar se divertindo durante as competições. Até por isso, a ciclista elogiou bastante o percurso criado pela organização.

"Este ano, o percurso estava muito divertido, com muitos saltos e obstáculos que deixam a disputa muito mais emocionante", afirmou a ciclista que também elogiou a estrutura e o espírito esportivo de sua equipe.

"Como sempre, a Sense deu uma festa aqui pra gente, e eu gosto muito de correr em Araxá. Deixo registrado o meu agradecimento à Equipe Sense Factory Racing, porque por trás dos meus resultados, existe um excelente time de trabalho, com um espírito de união e competência, e com isso consigo alcançar os resultados mais incríveis", finalizou Giugiu.

De olho em seus próximos desafios, Giugiu mantém a animação em alta e, já pelos próximos dias, deve encarar uma nova competição. Na semana que vem, a cidade mineira de Lavras será palco de mais uma etapa da Taça Brasil de XCO, que acontece nos dias 9 e 10 de outubro e a atleta da Sense Factory Racing está confirmada.

Foto: Cesar Delong
Leia mais...

Segunda etapa da CIMTB termina com 8ª vitória seguida de Henrique Avancini em Araxá

Henrique Avancini venceu pela 8ª vez em Araxá - Foto: Cesar Delong / CIMTB Michelin



O fim de semana da segunda etapa da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin), em Araxá (MG), terminou com Henrique Avancini vencendo o XCO pelo oitavo ano consecutivo. "Uma das corridas mais duras que já tive por aqui", disse o atleta da Cannondale Factory Racing em suas redes sociais após a conquista.

José Gabriel ficou em segundo no XCO da CIMTB, em Araxá, e garantiu a liderança geral da competição. Gustavo Xavier ficou em terceiro seguido por Alex Malacarne e Guilherme Muller.

Na Elite Feminina, Isabella Lacerda teve uma vitória muito emotiva, após quatro anos fora das pistas e manteve a liderança geral.

Letícia Cândido terminou na segunda colocação. Hercília Najara fechou em terceiro seguida por Karen Olímpio. Luma de Carvalho fechou o pódio da Elite feminina da CIMTB na quinta colocação.

A disputa da CIMTB, em Araxá, foi uma das mais importantes da história, pois o evento recebeu a classificação mais alta pela UCI, de XCO Classe HC, que dará muitos pontos para o ranking mundial.

A pontuação recebida foi fundamental para atletas brasileiros e de outros países que almejam se classificar para a etapa de abertura da Copa do Mundo de MTB no Brasil, que acontecerá em abril de 2022, em Petrópolis.

XCC da CIMTB foi disputado no sábado, em Araxá 


Antes de vencer o XCO da segunda etapa da CIMTB Michelin, em Araxá, Henrique Avancini ganhou no Short Track (XCC) que foi disputado no sábado (2 de outubro), ele que é o atual vice-campeão mundial de MTB dessa disciplina. Em segundo lugar ficou Gustavo Pereira, da Sub-23, e José Gabriel ficou na terceira colocação, ele que foi o vencedor da 1ª etapa da CIMTB de 2021.

Na disputa feminina, Karen Olímpio ficou com a vitória no XCC seguida por Hercília Najara em segundo e Letícia Cândido em terceiro.

Foto: Cesar Delong / CIMTB Michelin
Leia mais...

terça-feira, 28 de setembro de 2021

Inscrições para etapa Araxá da CIMTB Michelin terminam nesta quarta-feira



As inscrições para participar da 2ª etapa da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin) terminam nesta quarta-feira, 29 de setembro. A etapa ocorrerá em Araxá (MG), nas nas dependências do Tauá Grande Hotel, entre 1º e 3 de outubro.

Será uma das mais importantes etapas de toda história de Araxá, pois o evento recebeu a classificação mais alta pela UCI, de XCO Classe HC, que dará muitos pontos para o ranking mundial.

A pontuação será fundamental para os atletas brasileiros e de outros países que almejam se classificar para a etapa da Copa do Mundo de MTB no Brasil, que acontecerá em abril de 2022, em Petrópolis. Além da prova de XCO, havará o Short Track (XCC) Classe 3 que também somará pontos importantes. 

As competições também vão contar pontos para o ranking brasileiro da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e estadual da Federação Mineira de Ciclismo (FMC).

As inscrições para a 2ª etapa da CIMTB Michelin são feitas pelo Sprinta.
Leia mais...

quinta-feira, 23 de setembro de 2021

Clima fica pesado entre Victor Koretzky e KMC Orbea após anuncio de mudança de equipe

Victor Koretzky durante Campeonato Mundial de MTB 2021 - Foto: Bartek Wolinski / Red Bull Content Pool


Parece que o clima ficou pesado entre Victor Koretzky e a KMC Orbea após o anúncio de que o ciclista vai deixar a equipe para competir no ciclismo de estrada pela B&B HOTELS p/b KTM. A divulgação foi feita por Koretzky e também pela nova equipe em 13 de setembro.

Quando anunciou que iria competir com a B&B HOTELS p/b KTM nas próximas duas temporadas (2022 e 2023), Victor Koretzky destacou que sempre foi um sonho competir no ciclismo de estrada e que estava ansioso para "partir em uma aventura".

No entanto, no dia 20 de setembro, após a última etapa da Copa do Mundo de Mountain Bike, em Snowshoe, a KMC Orbea emitiu nota afirmando que foi surpreendida com o anuncio de Victor Koretzky e da B&B HOTELS p/b KTM.

"Victor Koretzky está sob contrato com a equipe KMC ORBEA até 31 de dezembro de 2022.

Este contrato estipula o poder de decisão da Equipe KMC ORBEA sobre o programa de corrida de ciclismo de Victor Koretzky dentro da estrutura institucional da Union Cycliste Internationale", disse a equipe em nota.

Koretzky rebateu e publicou em suas redes sociais dizendo que está "prestes a viver outras aventuras, na estrada e em novas cores" além de reforçar o que já havia dito quando fez o anúncio pela primeira vez: "sempre foi um sonho".

"Não desistirei do meu primeiro amor e irei competir sempre nos maiores encontros internacionais de XCO mas, sob a camisa da equipe B&B HOTELS p/b KTM, vou satisfazer a minha vontade de descobrir o altíssimo nível na estrada participando nas maiores corridas do mundo", declarou Victor Koretzky.

O francês disse ainda que já havia comunicado esse desejo ao fundador equipe KMC Orbea, Michel Hutsebaut (falecido em 26 de julho de 2021).

Segundo Koretzky, Hutsebaut "e toda a equipe sabiam que, se a oportunidade surgisse, minha carreira naturalmente tomaria esse rumo".

"É hora de sair da minha zona de conforto, explorar outros playgrounds e, com sorte, ter sucesso longe das trilhas", afirmou Koretzky que fechou a Copa do Mundo de MTB desse ano na segunda colocação da classifIcação geral.

Em publicação feita no dia 21 de setembro, a B&B HOTELS p/b KTM, nova equipe de Victor Koretzky, confirmou que a partir de 1º de janeiro de 2022 o francês estará com eles por duas temporadas.

Foto: Bartek Wolinski / Red Bull Content Pool
Leia mais...

terça-feira, 21 de setembro de 2021

CIMTB Michelin está de volta a Araxá após um ano e meio

CIMTB volta à Araxá - Foto: Cesar Dolong


Após um ano e meio, a Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin) volta a Araxá no primeiro final de semana de outubro, para a 18ª edição consecutiva da prova mais tradicional do MTB brasileiro e latino americano. São esperados cerca de 900 atletas que devem competir nas dependências do Tauá Grande Hotel, entre 1º e 3 de outubro, em 42 categorias e três modalidades: XCC, XCO e XCM.

A competição é válida como XCO Hors Class, uma das mais altas classificações da Union Cycliste Internationale (UCI) além do XCC Classe 3, e deve atrair nomes mundiais do esporte como os principais atletas brasileiros, entre eles Henrique Avancini, o português David Rosa, o campeão mundial sub-23 de XCO, Martin Vidaurre, entre outros

“A etapa de Araxá 2020 foi a última grande competição de mountain bike antes da pandemia, e estamos muito felizes e animados para repetir a dose agora em outubro. E além disso, por sermos o maior evento anual de Araxá, a gente sente que tem uma grande responsabilidade com a cidade, no sentido de movimentar o comércio e favorecer essa retomada econômica”, diz Rogério Bernardes, organizador da copa.

Vale lembrar que, assim como na grande final de 2020, em Carandaí, e na 1ª etapa de 2021, em Congonhas, a testagem para COVID-19 será obrigatória na entrada do Tauá Grande Hotel para todos acima de 6 anos de idade. A organização, em parceria com o Tauá Grande Hotel, isolará a área onde será realizado o evento para que hóspedes e funcionários que não estarão fazendo parte da CIMTB não tenham acesso a área externa do complexo utilizada para a competição.

Circuitos da CIMTB Michelin em Araxá


A pista de XCO manterá as principais características do ano passado, mas terá alguns ajustes para dar mais fluidez ao traçado. A organização deve incluir uma escadaria de troncos logo antes da descida da Dona Beja, que aumentará o nível técnico, mas também abrirá uma passagem alternativa, porém mais lenta e segura para quem preferir não arriscar. “Devemos mexer em vários trechos tradicionais da pista, então o pessoal do cross country pode se preparar para novidades”, alerta Rogério.

O XCM terá um formato similar a Congonhas, com um percurso de aproximadamente 12 km, no qual os competidores farão voltas de acordo com a categoria, desde uma volta para os participantes da Turismo, até quatro voltas para quem já tem mais experiência. Na maratona, a exigência técnica será bem menor que no XCO, com mais estradas e single tracks.

O short track será bem diferente do que foi visto em Congonhas. A ideia é montar uma pista mais aberta, com muitos trechos de ultrapassagem para favorecer as disputas, assim como nas etapas da Copa do Mundo. A mudança aumentará a emoção da disputa, que será transmitida ao vivo pelo Band Sports.

Foto: Cesar Dolong
Leia mais...

segunda-feira, 20 de setembro de 2021

Samambaia Bike Park é inaugurado em Petrópolis

Thiago Wendling é um dos idealizadores do Samambaia Bike Park - Foto: Fabiano Maia


Os ciclistas de Petrópolis (RJ) e região agora têm um novo local para pedalar e praticar o mountain bike cross country (XCO). Trata-se do Samambaia Bike Park, inaugurado no domingo, 19 de setembro, marcando o retorno das atividades de bicicleta na Fazenda Samambaia, local que sediou um das etapas do Campeonato Carioca de MTB, em 2012.

De acordo com um dos idealizadores e membro da comissão técnica da pista, Thiago Wendling, a ideia de reabrir a pista surgiu durante conversas com amigos que tinham o mesmo desejo.

Thiago conta que durante um pedal de treino passou em frente à Fazenda Samambaia e resolveu entrar e apresentar as ideias para reabrir a pista. “Chegando lá, encontrei o diretor e proprietário da Fazenda. Consegui bater um papo com ele: falei das minhas ideias, do meu engajamento com o esporte, sobre as pessoas que poderiam ajudar a gente e ele me fez a seguinte pergunta: como eu iria fazer e como eu poderia fazer?”.

Junto com amigos e outras pessoas que se interessaram pelo projeto, iniciaram os trabalho. Dentre os envolvidos está o atleta da Sense Factory Racing, Diego Knob, que é petropolinato e trail builder. Segundo Thiago, ele “deu algumas ideias e ajudou com a sinalização”.

O percurso do Samambaia Bike Park vai atender aos ciclistas dos níveis iniciante ao avançado e os membros da comissão técnica pretendem realizar provas no local futuramente. 

“A gente quer abraçar a todos os públicos: quem está começando, quem já pedala. A ideia é abraçar todos os amantes do esporte”, declarou Thiago.

Com a pista da Fazenda Samambaia Petrópolis agora passa a ter três bike parks. A cidade conta com o Montanha Azul e o São José Bike Club, que foi palco de uma etapa da Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB) em 2019 e sediará a abertura da Copa do Mundo de MTB entre os dias 8 e 10 de abril de 2022.

O Samambaia Bike Park está com 2 quilômetros de pista prontos para uso e ainda estão trabalhando para alcançar 6 quilômetros de percurso.

Para o biker que quiser utilizar a pista, será cobrado o Day Use de R$ 30 por pessoa. O valor dá direito ao uso da pista Samambaia Bike Park, estrutura de duchas e banheiros. A pista fica na Estrada da Samambaia, 138, Samambaia – Petrópolis/RJ.

Siga o Samambaia Bike Park pelo Instagram.

Foto: Fabiano Maia
Leia mais...

quarta-feira, 15 de setembro de 2021

Nino Schurter vai participar do Mundial de MTB Maratona pela primeira vez

Nino Schurter vai estará no Mundial de MTB XCM em 2021 - Foto: Elba Island - Tuscany Italy


Nove vezes campeão mundial de mountain bike cross-country (XCO), Nino Schurter vai participar pela primeira vez do Campeonato Mundial de Mountain Bike Maratona (XCM) que acontece em 2 de outubro desse ano, na Itália. O suíço quer buscar o título que ainda falta conquistar em sua sala de troféus.

O percurso Campeonato Mundial de MTB XCM não parece ser o mais adequado para especialistas em XCO, visto que é estimado que a prova tenha mais de 5 horas de duração. Mas sempre se espera ver uma boa disputa quando Nino Schurter está competindo.

A edição do mundial de XCM de 2021 será a mais dura até agora. O percurso possui um trecho de abertura seguida de uma volta de 35 quilômetros que os homens terão que repetir três vezes e as mulheres duas, terminando no trecho que levará à linha de chegada do Corso Itália, em Capoliveri.

No total, os homens percorrerão 115 quilômetros com 4.500 metros de elevação. Já as mulheres terão de percorrer 85 quilômetros com 3.200 metros de elevação nessa edição do Mundial de XCM.

Considerando a alta popularidade da rota proposta pelo ASD Capoliveri Bike Park, é esperada a aparição de outros especialistas de primeira linha, alguns dos quais já testaram a pista em abril desse ano, por ocasião da Internazionali d'Italia Series.

Foto: Elba Island - Tuscany Italy
Leia mais...

segunda-feira, 13 de setembro de 2021

Victor Koretzky muda para KTM nas próximas temporadas e terá provas de estrada na agenda



Atual líder do ranking UCI de mountain bike cross-country (XCO), Victor Koretzky vai competir com uma nova equipe nas próximas duas temporadas (2022 e 2023). A nova casa do francês será a B&B HOTELS p/b KTM.

A notícia foi veiculada pela B&B HOTELS p/b KTM nas redes sociais e compartilhada por Koretzky. O vídeo é curto e sugere que nas próximas temporadas o francês também participará de provas no ciclismo de estrada.

A B&B HOTELS p/b KTM, que também é francesa, se apressou em anunciar a apresentação de Victor Koretzky. Sobre o ciclismo de estrada, o atual número 1 do ranking UCI XCO disse que "sempre foi um sonho" e que mal pode "esperar para partir em uma aventura".

"Nas categorias de base não lutei muito na estrada, mas consegui bons resultados. Sei que terei que ajustar meu treinamento para ir bem na parte final as corridas, que às vezes podem durar mais de cinco horas, mas isso não me assusta. Vou me adaptar, pode demorar um pouco, mas estou confiante", disse Koretzky. 



"Se ainda ainda tenho que me por à prova para corridas de estrada, acho que estou em condição física. Outros ciclistas demonstraram que as corridas de estrada e de MTB podem valer a pena. Sei o que posso fazer e mal posso esperar para partir em uma aventura", completou o francês.

Victor Koretzky deve competir no próximo fim de semana na última etapa da Copa do Mundo de MTB, em Snowshoe.

Foto: Bartek Wolinski / Red Bull Content Pool
Leia mais...

Provas do Brasil Ride terão nome do Santander até 2022

Santander vai dar nome ao Tour Brasil Ride até 2022 - Foto: Fabio Piva / Brasil Ride


O Banco Santander e a Brasil Ride estão ainda mais conectados na retomada do calendário esportivo de ciclismo no País. Após o anúncio, no início deste ano, do patrocínio do grupo bancário global à agência responsável pela maior prova de mountain bike premium do mundo, agora as competições do circuito passam a ter concessão do naming rights, passando a ser chamadas de Santander Brasil Ride até o final da temporada 2022.

"Estamos muito felizes em fazer mais este anúncio, que só comprova o quanto o ciclismo no País está em crescimento, bem como a agência Roma Sports Marketing, com a globalização da Brasil Ride e a expansão do Tour Brasil Ride em todo território nacional. O mercado tem olhado de uma forma diferente para bicicleta, pois sabe que é uma solução única de mobilidade e sustentabilidade no momento que vivemos. Não escondo o imenso orgulho que para nós é ter um dos maiores bancos do mundo, que é reconhecido mundialmente como o mais sustentável pelo Índice Dow Jones, como nosso parceiro", comemorou Mario Roma, fundador da Brasil Ride.

O naming rights da Santander Brasil Ride tem mais importância por todo o envolvimento que o banco tem com a prática esportiva, atividades físicas e qualidade de vida. Quando o assunto é ciclismo, a empresa está presente na revitalização da ciclovia da Marginal Pinheiros, em São Paulo e na Parada Santander, no mesmo local, além de ter uma linha de financiamento para bicicletas.

Em 2021, serão sete as provas do circuito de ciclismo que passam a contar com o naming rights do Santander: Festival Brasil Ride e Road Brasil Ride, em setembro, Brasil Ride Bahia e Maratona dos Descobrimentos, em novembro, e Diverge Gravel Race, Brasil Ride Espinhaço e Maratona do Cipó, as três realizadas no mês de dezembro.

Confira as datas de cada prova da temporada


- Santander Brasil Ride Bahia: 7 a 13 de novembro, Porto Seguro (BA) e Guaratinga (BA);
- Santander Maratona dos Descobrimentos: 13 de novembro, em Arraial d'Ajuda (BA);
- Santander Diverge Gravel Race: 4 de dezembro, em Botucatu (SP);
- Santander Brasil Ride Espinhaço:14 a 18 de dezembro, em Conceição do Mato Dentro (MG);
- Santander Maratona do Cipó: 18 de dezembro, em Conceição do Mato Dentro (MG).

Foto: Fabio Piva / Brasil Ride
Leia mais...
 
Copyright © 2018-2022 Foto e Bike • Direitos reservados | Escreva-nos: blogfotoebike@gmail.com
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top