segunda-feira, 18 de março de 2019

Clima fica tenso entre Avancini e Schurter após primeiro estágio do Cape Epic

Momento em que Avancini e Schurter conversam durante a prova

O clima ficou tenso entre Hnerique Avancini (Cannondale Factory Racing) e Nino Schurter (Scott-SRAM) durante o primeiro estágio do Cape Epic 2019, ocorrido nesta segunda-feira, 18 de março.

Em entrevista à repórter do Cape Epic, Avanici afirmou que desejava que existissem microfones nas bicicletas para que as pessoas pudessem escutar o que Schurter diz aos outros atletas do pelotão.




"Eles estavam fortes hoje, mas honestamente não assusta. Como eu já disse, Nino é o melhor mas a minha motivação também é grande. Para ser honesto, seria legal se tivéssemos microfones nas bicicletas e assim as pessoas poderiam conhecer quem é o 'Real Nino'", declarou Avancini.

Questionado pela repórter sobre o que tinha acontecido, O brasileiro explicou que Nino "não dá a mínima para nenhuma atleta do pelotão". "Ninguém conhece esse lado dele e eu realmente odeio isso. Eu sou uma pessoa que trabalhei duro para chegar nesse nível, para chegar nesse ponto de carreira profissional e ele está sempre falando merda para todos os corredores que assustam ele", declarou.


"Ele é o melhor. Mas honestamente, nessa corrida, ele não é o capitão do barco e não me assusta. É uma semana longa e eu vou fazer uma boa luta nos outros dias. Aos poucos ele vai mostrar quem ele é, como sempre", finalizou.




Mais tarde, em uma publicação em seu Instagram, Avancini disse que mesmo sem aprovar o comportamento de Nino Schurter, pediu desculpas pelo ocorrido. "Eu o respeito como o melhor de todos os tempos deste esporte e espero que ele me respeite como um cara que se esforçou muito para competir em alto nível", disse.



Another good stage for me and @manuelfumic . We finished 2nd behind the fast Scott duo. Mostly of the stage was really smooth apart from one racing episode I had with Nino. From my point of view a race is raced only with legs when out there. For him, using words as a “mental game” during the race is part of it. We disagree on this point, which is alright. Most important, we BOTH agree that I over reacted on my first interview and was too aggressive with my choice of words, even if I don’t like the way he behaves at times during the race. Even if I don’t approve few things he does (and he also doesn’t like few things I do), I just passed by to talk to him and his team, clear the situation, apologize to him and crack on with the race. I respect him as The Best Ever of this sport and I hope he respects me as a guy that tries really hard to race at this level. . . . Mais uma boa etapa para mim e Manuel Fumic. Terminamos em 2º atrás do dupla da Scott. A maior parte do dia foi realmente suave, exceto um episódio que tive com Nino. Do meu ponto de vista, uma corrida é disputada apenas com as pernas quando estamos na pista. Para ele, usar palavras como um “jogo mental” durante a corrida é parte disso. Nós discordamos nesse ponto, e nada de errado em ter pontos de vista distintos. Nós dois concordamos que embora, da minha perspectiva eu não goste do que ele faz, em minha primeira entrevista fui agressivo com a escolha de minhas palavras. Mesmo que eu não aprove o comportamento dele (e ele também não gosta de algumas coisas que eu faço), eu apenas passei para falar com ele e sua equipe, acalmar a situação, pedir desculpas pra ele e continuar com a corrida. Eu o respeito como o melhor de todos os tempos deste esporte e espero que ele me respeite como um cara que se esforçou muito para competir em alto nível.
Uma publicação compartilhada por Henrique Avancini (@avancinimtb) em

Compartilhe essa publicação!


Mais posts relacionados

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2021 Foto e Bike • Direitos reservados | Escreva-nos: blogfotoebike@gmail.com
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top