Mostrando postagens com marcador notícias. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador notícias. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 27 de janeiro de 2022

Egan Bernal nasceu de novo após acidente, afirma mãe do ciclista

Egan Bernal bateu em um ônibus enquanto treinava


O acidente de Egan Bernal foi tão grave e preocupante que um dia após os médicos da Clínica Univerdidad de La Sabana divulgarem que ele está consciente e com sinais de mobilidade a mãe de Egan Bernal publicou mensagem de alívio nas redes sociais e disse que ele "nasceu de novo".

"Poderia comparar minha felicidade de hoje com a que senti há 25 anos, pois sinto que meu filhinho nasceu de novo", declarou Flor Marina Gomez, mãe de Egan Bernal, via stories de sua conta no Instagram.

Egan Bernal atingiu um ônibus na segunda-feira, (24) enquanto treinava em seu país. O ciclista da Ineos Grenadiers completou 25 anos de idade no dia 13 de janeiro.


Atual condição de saúde de Egan Bernal


Segundo nota divulgada pela Clínica Univerdidad de La Sabana no dia 26, o plano de tratamento de Egan Bernal tem se concentrado "no controle da dor e na obtenção de novas imagens de controle diagnóstico, que confirmam o excelente resultado da cirurgia da coluna vertebral. Por outro lado, os pulmões se expandiram adequadamente".

O hospital ainda que foi iniciado "o suporte nutricional juntamente com a intervenção do nosso serviço de reabilitação".

"Continuaremos a fornecer a Egan os melhores especialistas e esperamos sua rápida recuperação. Continuaremos acompanhando o paciente e sua família, no cuidado e atenção", concluiu a nota.

Sobre o acidente de Egan Bernal


Bernal, que faz parte da equipe Ineos Grenadiers, atingiu um ônibus na segunda-feira, 24 de janeiro, enquanto treinava. Campeão do Tour de France (2019) e do Giro d'Italia (2021), o ciclista sofreu fraturas nas vértebras, no fêmur direito e na patela direita. Também teve trauma torácico e um pulmão perfurado por causa do acidente.

Egan Bernal passou por duas cirurgias para imobilizar a perna direita e depois para estabilizar a fratura da vértebra, que ameaçou danificar sua medula espinhal.

Foto: Ineos Grenadiers / Divulgação
Leia mais...

quarta-feira, 26 de janeiro de 2022

Egan Bernal está consciente e com sinais de mobilidade, afirma hospital

Egan Bernal se acidentou e precisou passar por cirurgias


Egan Bernal está consciente e com sinais de mobilidade nos quatro membros depois que médicos na Colômbia o ajudaram a se recuperar de uma cirurgia no fêmur e nas vértebras fraturadas após ter batido em um ônibus na segunda-feira, 24 de janeiro, enquanto treinava.

A Clínica Universidad de La Sabana, em Bogotá, explicou que Egan Bernal precisou ser submetido à cirurgias após o acidente e também registram que ele já foi extubado e "com o passar das horas, o paciente teve uma excelente resposta ao tratamento e as doses de inotropia foram reduzidas".


"O paciente tolerou adequadamente o protocolo de extubação sem complicações. Neste momento, ele está consciente, com mobilidade das quatro extremidades", disse a atualização do hospital.

"O suporte ventilatório e o suporte inotrópico foram monitorados e ajustados. Além disso, foi realizada profilaxia antimicrobiana e antitrombótica. Ele recebeu gerenciamento de fluidos e eletrólitos. O mencionado anteriormente inclui maior avanço na evolução pós-operatória", conclui o comunicado hospitalar sobre o estado de saúde de Egan Bernal.

Acidente de Egan Bernal


Bernal bateu na traseira de um ônibus na segunda-feira, 24 janeiro, enquanto treinava perto de sua casa na Colômbia com vários companheiros da equipe Ineos Grenadiers. O time de ciclismo confirmou Egan Bernal havia sofrido fraturas nas vértebras, no fêmur direito e na patela direita. O ciclista também teve trauma torácico e um pulmão perfurado por causa do acidente.

Egan Bernal passou por duas cirurgias para imobilizar a perna direita e depois para estabilizar a fratura da vértebra, que ameaçou danificar sua medula espinhal.


"A equipe de neurocirurgia realizou uma redução de uma fratura deslocada de T5 [vértebra] para T6 [vértebra] com uma hérnia de disco traumática", explicou um comunicado do hospital.

"Sob monitoramento constante da atividade do sistema nervoso, foi implantada uma ferramenta do T3 ao T8, mantendo a integridade neurológica e conservando a funcionalidade dos segmentos envolvidos".

"A equipe interdisciplinar continuará empenhada em cuidar da melhor forma de tudo o que a atual condição médica do paciente implica", disse a Clínica Universidad de La Sabana.

Bernal recebeu votos de recuperação de todo o pelotão profissional e além através das mídias sociais. Muitas das mensagens nas redes sociais foram acompanhadas pela hashtag #FuerzaEgan.

Foto: Divulgação / Ineos Grenadiers
Traduzido de Cycling News com adaptações
Leia mais...

quinta-feira, 20 de janeiro de 2022

CIMTB e prefeitura de Petrópolis acertam detalhes para Copa do Mundo de MTB

Organização da CIMTB ao lado de Rubens Bomtempo, prefeito de Petrópolis


A organização da Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB) esteve na cidade de Petrópolis (RJ) para uma série de reuniões sobre as etapas da CIMTB e da Copa do Mundo de Mountain Bike que acontecerão no município entre os dias 1º e 10 de abril. Na segunda-feira (17), foram apresentadas todas as informações dos eventos ao prefeito do município, Rubens Bomtempo, e todos os demais secretários.

De acordo com o organizador da CIMTB, Rogério Bernardes, a reunião com o prefeito de Petrópolis e os secretários foi excelente e foi criada uma Comissão de Eventos que será liderada pelas Secretarias de Desenvolvimento Econômico e Turismo que irá dar suporte nos temas pertinentes à etapa da Copa Internacional de MTB e da Copa do Mundo.

"Além disso, o prefeito assinou nesta reunião o convênio com o Ministério da Cidadania, onde faremos um trabalho com as crianças da rede pública de ensino, entre a Copa Internacional Michelin de MTB e a Copa do Mundo Mercedes de MTB. Este convênio foi firmado através de uma verba do Deputado Federal Hugo Legal", completou.

"A Prefeitura de Petrópolis será uma grande parceira para agregar valor a esses importantes eventos esportivos, que são a Copa Internacional de Mountain Bike e a Copa Mundo Mercedes Benz de Mountain Bike de 2022. Vamos trabalhar junto com os organizadores, pois esta é uma oportunidade de mostrarmos a cidade para o mundo, tendo em vista que estaremos recebendo atletas dos quatro continentes", comentou o prefeito, Rubens Bomtempo.

Estão envolvidas no apoio a CIMTB Michelin praticamente todas as secretarias da Prefeitura Municipal como Turismo, Desenvolvimento Econômico, Cultura, CPtrans, Segurança, Serviços e Ordem Pública (SSOP), Comdep, Esportes, Obras, Educação, Saúde, Comunicação e Fazenda. Fato esse que mostra a importância que Petrópolis dá ao evento, também sendo valorizado com a criação de um Comitê formado para a Copa do Mundo.

"A reunião desta segunda-feira foi muito produtiva, porque considero que tanto o prefeito, vice-prefeito e secretários puderam perceber a importância e a grandeza do evento, que certamente movimentará a economia do município, aquecerá o turismo e levará a imagem da Cidade Imperial para todos os continentes. Mostrará Petrópolis como um destino turístico que tem muito a oferecer: turismo cultural, gastronômico, de compras, ecoturismo, esportivo, de negócios, dentre outros", enalteceu Silvia Guedo, secretária de Turismo da cidade.

Foto: Divulgação / CIMTB
Leia mais...

segunda-feira, 17 de janeiro de 2022

Ex-ciclista entra em programa da NASA que levará primeira mulher à Lua

Christina Birch entra em programa da NASA e pode ser primeira mulher enviada à Lua - Foto: Divulgação / UCI


Após ter sido ciclista de pista, ciclocross e gravel, a norte americana Christina Birch foi selecionada para compor a classe de candidatos a astronautas da geração Artemis da Nasa e pode ser a primeira mulher a ir à Lua.

Christina Birch (35 anos) teve uma carreira bem-sucedida no ciclismo. Conquistou onze campeonatos nacionais e ouro em dois Jogos Pan-Americanos.

Além do vitorioso currículo no ciclismo, a Birch conta um currículo acadêmico que inclui licenciatura em matemática, bioquímica e biofísica molecular. Ela também tem doutorado em engenharia biológica pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT).

Conforme divulgado no comunicado à imprensa emitido pela NASA, os candidatos a astronauta se apresentam em janeiro de 2022 para dar início a dois anos de treinamento em cinco categorias principais, que são: "operação e manutenção dos sistemas complexos da Estação Espacial Internacional, treinamento para caminhadas espaciais, desenvolvimento de habilidades robóticas complexas, operação segura de um jato de treinamento T-38 e habilidades no idioma russo".

Se aprovados após a conclusão do treinamento "eles podem ser atribuídos a missões que envolvem a realização de pesquisas a bordo da estação espacial, lançamentos do solo americano em espaçonaves construídas por empresas comerciais, bem como missões espaciais para destinos como a Lua na espaçonave Orion e foguete Space Launch System da NASA", diz o comunicado.

Foto de destaque: Divulgação / UCI
Leia mais...

quinta-feira, 13 de janeiro de 2022

Mathieu van der Poel passa por cirurgia no joelho e segue afastado das competições

Mathieu van der Poel passa por cirurgia no joelho - Foto: Bartek Wolinski_Red Bull Content Pool


Mathieu van der Poel passou por uma pequena cirurgia no joelho no sábado, 8 de janeiro, no hospital AZ Herentals, na Bélgica. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da equipe Alpecin-Phenix.

"Esta operação não tem relação com a lesão nas costas da qual van der Poel está se recuperando", diz o comunicado da Alpecin-Phenix, equipe da qual Mathieu van der Poel faz parte.

Em um acidente anterior, um rasgo havia aparecido na cápsula da rótula. Como resultado desse rasgo, formou-se um tecido cicatricial no qual um fio endurecido esfregou contra o osso. A cirurgia a qual Van der Poel foi submetido teve o objetivo de corrigir isso.

De acordo com informações dadas pela assessoria de imprensa da equipe Alecin-Phenix, Mathieu van der Poel não estava sentindo dores no joelho por conta disso, mas como o ciclista está afastado dos treinos com a bicicleta para se recuperar de uma lesão nas costas, identificaram que era o momento certo para realizar o procedimento no joelho do atleta.

A cirurgia a qual Mathieu van der Poel foi submetido foi considerada um sucesso pelo médico cirurgião ortopedista Dr. Toon Claes.

Mathieu van der Poel está afastado do ciclismo por conta de outra lesão


No início de 2022, Mathieu van der Poel e a Alpecin-Phenix informaram que o ciclista ia precisar se afastar da bicicleta para se recuperar de uma lesão nas costas que atormenta o atleta desde uma queda nas Olimpíadas de Tóquio.

"Não posso falar muito sobre isso, é o que é. Por causa dessa dor nas costas, não tenho conseguido atingir o nível desejado desde o Tour. Eu só quero que isso fique no passado", declarou Mathieu van der Poel.

Por conta dessa afastamento, van der Poel não poderá defender o título de campeão mundial de ciclocross nesse ano, o que deixou o ciclista frustrado.

Mathieu van der Poel reconheceu que é preciso manter um período de recuperação mais longo e sem interrupções para auxiliar no processo e declarou que "seria tolice interromper este período novamente e ainda tentar chegar ao Campeonato Mundial".

Foto: Bartek Wolinski / Red Bull Content Pool
Leia mais...

terça-feira, 11 de janeiro de 2022

Marcela Lima divulga campanha para ajudar moradores de Itabirito afetados pelas chuvas



Marcela Lima, ciclista de mountain bike e integrante do Team Groove Bikes, publicou um vídeo no Instagram falando sobre a situação de sua cidade, Itabirito (MG), que foi fortemente atingida pelas chuvas no último final de semana. A atleta também divulgou uma campanha de arrecadação para ajudar para pessoas do município mineiro.

"Minha cidade sofre com um dos piores momentos que ela já enfrentou. Tem diversas pessoas passando fome, pessoas precisando de ajuda, pessoas sem lugares para ficar, sem o que vestir. Então, diante disso, eu também quero ajudar de alguma forma", conta Marcela.

"Diante deste fato, eu Marcela Lima, atleta da região me senti na postura de ajudar as pessoas nesta situação e fazer está campanha online para que vocês possam ajudar comigo", disse a ciclista.

Marcela destacou que "se cada pessoa colaborar com um real a gente já tem um saldo bacana para poder ajudar essas pessoas". A atleta disponibilizou a chave Pix marcelalibrama@gmail.com para receber as doações.

Cidade de Itabirito em estado de calamidade pública


No domingo, 9 de janeiro, o prefeito de Itabirito, Orlando Caldeira (Cidadania) assinou o decreto declarando estado de calamidade pública no município que foi afetado por um "volume histórico de chuvas".

Em nota, a Prefeitura de Itabirito esclareceu que "tem priorizado as ações de salvamento emergencial e a retirada de pessoas de áreas de risco e áreas mais afetadas".

Foto: Captura de tela de vídeo no Instagram
Leia mais...

segunda-feira, 10 de janeiro de 2022

Anunciante que tentava aplicar golpes com venda de bicicletas é removido da Shopee



Um anunciante que estava presente no marketplace da Shopee desde o início do ano teve sua loja removida da plataforma na manhã de hoje, 10 de janeiro. O suposto vendedor oferecia bicicletas com valor muito abaixo do praticado no mercado e condições de pagamento fora dos padrões do site.

O 'ofertas_semanal' (Inports___variados) apresentava diferentes marcas de bicicletas em seu catálogo na Shopee, com bikes da Caloi, Gios, KSW, GTSM1 entre outras em seu portfolio. O anunciante supostamente também vendia itens para celulares, camping, decoração, fitnes e carros.

Tirando o erro de português no nome da loja, até aí estava tudo bonito. O problema eram os preços das bicicletas. Por exemplo, você não vai encontrar uma Caloi E-Vibe City Tour nova por menos de 10 mil reais em lojas e anunciantes sérios. Mas eles tinham um anúncio dizendo que vendiam por 2 mil.

A loja ainda exibia dois anúncios de bicicletas da GTSM1 full suspension da série RAV, linha de bicicletas desenvolvidas em parceria com o multicampeão de MTB, Márcio Ravelli. No site oficial da fabricante, o preço das RAV circula entre 20 mil e 49 mil reais, dependendo das configurações, mas com a loja golpista você poderia pagar entre 4 e 5 mil reais.

Ciclistas denunciaram a loja ao Shopee


A notícia de que esse anunciante estava tentando aplicar golpes na Shopee circulou em vários grupos no WhatsApp e diversos ciclistas e outros consumidores denunciaram a loja a Shopee. Como resultado, na manhã desta segunda-feira (10 de janeiro) a loja foi retirada do ar e os produtos estão sendo removidos da plataforma.

Como o número de ciclistas vem aumentando, anúncios como os dessa loja que estava presente no marketplace da Shopee podem saltar aos olhos e, caso o interessado não tenha noção dos valores praticados, pode acabar sendo enganado. Mesmo as bicicletas de valor mais baixo estavam com os preços muito atrativos nesse anunciante.

Fora os preços baixos, a prática do anunciante 'ofertas_semanal' (Inports___variados) estava fora do recomendado pela Shopee, pois na descrição dos anúncios eles afirmavam ter ainda mais desconto para pagamento via Pix ou boleto.

O que diz a Shopee


A Shopee pede que os usuários realizem todas as transações dentro da plataforma e pede aos compradores que fiquem atentos "a qualquer pessoa que lhe peça para realizar pagamentos sem passar pela página de finalização da compra".

Ainda no aplicativo da Shopee é possível denunciar a loja à plataforma, sinalizando a eles a tentativa de golpe para que tomem as devidas providencias.

O que pode ser feito?


Se você caiu em algum tipo de golpe semelhante, procure uma delegacia de polícia para fazer o registro de ocorrência. Caso não tenha sido lesado, denuncie à plataforma para que medidas possam ser tomadas.

Foto: Captura de imagem
Leia mais...

quarta-feira, 5 de janeiro de 2022

Governo brasileiro zera imposto de importação de quatro componentes de bicicleta

Peças de bicicleta terão imposto zero - Foto: Shimano / Divulgação


O Ministério da Economia zerou temporariamente a alíquota do imposto de importação de quatro componentes de bicicletas. A decisão foi tomada através do comitê-executivo de Gestão da CAMEX (GECEX) durante a última reunião de 2021.

A medida precisa ser aprovada pelos demais países membros do Mercusul e, após isso, terá validade de 365 com possibilidade de extensão.

Os quatro componentes de bicicleta que terão a alíquota do imposto de importação reduzidas para 0% são: freios, quadros de fibra de carbono, quadros de cromo-molibdênio e correntes.

Em fevereiro de 2021, o governo federal havia publicado a resolução 159 que reduzia o imposto de importação de bicicletas, mas a medida foi revogada por conta de pressão dos senadores da bancada do Amazonas. Agora, com a nova decisão a redução do imposto chega para os componentes.

Confira na tabela abaixo o que foi aprovado pelo GECEX e as quantidades.

Tabela de redução de impostos


Os pleitos foram apresentados pela Associação Brasileira do Setor de Bicicletas (Aliança Bike) ao longo do ano de 2021 e estão enquadrados como casos de desabastecimento, de acordo com a Resolução GMC Nº 49/19 do Mercosul. A medida foi criada para ajustar desequilíbrios entre oferta e demanda de produtos específicos.

A redução do imposto de importação trará benefícios para todo o mercado de bicicletas e, principalmente, para ciclistas, pois os produtos poderão ficar mais acessíveis. Em tempos de preços elevados por conta da desvalorização do real perante o dólar, do custo do frete marítimo e dos reajustes nas matérias primas, uma redução de impostos é uma notícia importante para todos os amantes da cultura da bicicleta.

Foto: Shimano / Divulgação
Com informações de https://aliancabike.org.br
Leia mais...

Mathieu van der Poel não participará do Mundial de Ciclocross em 2022

Lesão tira Mathieu van der Poel do Mundial de Ciclocross 2022 - Foto: Alpecin-Fenix


Mathieu van der Poel não defenderá seu título mundial de ciclocross no final deste mês devido à lesão sofrida nas costas durante as Olimpíadas de Tóquio. Por conta disso, o atleta e a equipe Alecin-Fenix decidiram encerrar a participação na temporada de ciclocross.

"Não posso falar muito sobre isso, é o que é. Por causa dessa dor nas costas, não tenho conseguido atingir o nível desejado desde o Tour. Eu só quero que isso fique no passado", declarou Mathieu van der Poel.

Depois de adiar sua estreia na temporada 2020/2021 de ciclocross, Van der Poel teve sua primeira participação no dia 26 de dezembro e dias depois exames revelaram um inchaço no disco intervertebral. Por recomendação médica, o ciclista foi orientado a deixar a bicicleta de lado temporariamente. "É frustrante, mas é o que é", disse ele.

Mathieu van der Poel reconheceu que é preciso manter um período de recuperação mais longo e sem interrupções para auxiliar no processo e declarou que "seria tolice interromper este período novamente e ainda tentar chegar ao Campeonato Mundial".

Van der Poel participou do Campeonato Mundial de Ciclocross em 10 vezes consecutivas e sentiu um gosto amargo por ter que ficar fora da disputa em 2022. "Não ser capaz de defender meu título nos Estados Unidos é muito deprimente", afirmou.

Especulações sobre o tempo de recuperação de Mathieu van der Poel


Os gerentes da equipe Alpecin-Fenix afastaram as especulações sobre o tempo de recuperação de de Mathieu van der Poel e informaram que a lesão do atleta está sendo monitorada por uma equipe médica e pelo especialista responsável pelo tratamento.

"As especulações sobre se isso (a recuperação) levará semanas ou meses são infundadas. Atualmente, é impossível prever a rapidez com que o inchaço desaparecerá", mas "os médicos responsáveis ​​pelo tratamento concordam que ele desaparecerá efetivamente com o repouso", afirmam Christoph e Philip em nota.

Sobre a programação de retorno às competições e início da temporada no ciclismo de estrada, a equipe Alpecin-Fenix não soube apontar previsões. "Ele só começará sua temporada na estrada quando a lesão tiver passado e quando ele for capaz de se preparar adequadamente".

Foto: Alpecin-Fenix / Divulgação
Leia mais...

terça-feira, 4 de janeiro de 2022

Projeto de Lei regulamenta transporte de bens e serviços por meio de bicicletas no Brasil

Projeto de Lei regulamenta transporte de bens e serviços em bicicletas - Foto: Mike Ramirez / Pixabay


A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que regulamenta o transporte de bens e serviços por meio de bicicletas e triciclos no Brasil. O texto cria a Política Federal de Ciclologística e tem por objetivo estimular e monitorar a logística sustentável no país.

Entre outras medidas, a Política Federal de Ciclologística estabelece que a administração pública poderá priorizar os ciclistas para a realização de serviços públicos sempre que a natureza do serviço permitir.

De acordo com o autor do Projeto de Lei 3599/20, o deputado Eduardo Bismarck (PDT-CE), o que está sendo proposto são "requisitos para o prestador do serviço, definindo equipamentos mínimos a serem usados, na bicicleta e pelo ciclista, na prestação do serviço, alguns benefícios para garantia do ciclista, entre outros".

Bismarck disse se preocupar com os ciclistas que fazem entregas por aplicativos. Segundo ele, "o desgaste sofrido pelo profissional é muito mais extenso, haja vista o grande esforço que eles precisam fazer para completar o serviço".

"Nesse contexto, estamos apresentando uma proposta para regular o serviço de entrega de mercadorias com o uso de bicicleta por intermédio de empresa de plataforma digital", disse Bismarck.

O PL 3599/20 foi aprovado na forma do substitutivo do relator, deputado Rodrigo Coelho (Pode-SC). Para ele, a criação da política de ciclologística representa "um marco na modernização da legislação referente a entregas feitas por meio de veículos de propulsão humana".

Rodrigo Coelho destaca que as bicicletas se tornaram veículos de uma complexa cadeia logística de alimentos, remédios e outros itens essenciais e se mostrou otimista com o texto do Projeto de Lei.

"Acredito que a medida será capaz de contribuir com o desenvolvimento da ciclologística no Brasil e incentivará iniciativas de logística
sustentável", disse Coelho.

Tramitação do PL 3599/20


O projeto segue para análise, em caráter conclusivo, pelas pelas comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços; de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Foto: Mike Ramirez / Pixabay
Leia mais...

segunda-feira, 3 de janeiro de 2022

Luiz Henrique Cocuzzi é novo ciclista da Sense Factory Racing para 2022

Luiz Henrique Cocuzzi é novo ciclista da Sense Factory Racing - Foto: Luan / Sense Factory Racing Divulgação


Luiz Henrique Cocuzzi é o novo ciclista da Sense Factory Racing para a temporada de 2022. Agora o time oficial da Sense Bike passa a contar com a performance e a experiência de um dos atletas mais renomados do continente.

Sete vezes campeão Brasileiro de XCO, campeão Pan-Americano e atleta olímpico praticamente dispensa apresentações, Luiz Henrique Cocuzzi dispensa apresentações. Nos últimos anos, o biker consolidou seu nome como um dos principais ciclistas do mountain biking nacional, com resultados extremamente relevantes dentro e fora do Brasil.

Atual vice campeão brasileiro de MTB XCO e agora com 28 anos de idade, o Cocuzzi se prepara para entrar na melhor fase de sua carreira como nova contratação da Sense Factory Racing, equipe pró-continental da Sense Bike.

"Ao longo dos anos tive parceiros ao meu lado que alavancaram a minha carreira e acreditaram no que eu poderia me tornar. Para 2022 não será diferente, tenho ao meu lado uma equipe que sonha e acredita no meu propósito. E é com muito prazer que anúncio minha nova equipe para esta temporada", disse Cocuzzi em suas redes sociais.

O atleta chega para reforçar um time já extremamente variado e competente, que ainda conta com estrelas do esporte como Rubinho Valeriano, Mário Couto e Giugiu Morgen, atletas de mountain bike cross-country e e-MTB, e Rafael Juriti, do cross-triathlon.

Apostando mais uma vez no conceito da multidisciplinaridade, além de representar a Sense Factory Racing em provas de MTB, Luiz Cocuzzi também vai correr algumas provas pela Swift Carbon Pro Cycling Brasil, equipe pró-continental de ciclismo de estrada da S2 Sports, marca que abrange todas as equipes oficiais da Sense Bike, que ainda conta com times de Enduro e de triathlon - com isso, ele vai ganhar ainda mais experiência, em diferentes modalidades do mundo da bike. 

Integração e apoio com objetivo olímpico


Ao longo dos anos, as equipes da S2 Sports ficaram conhecidas por apostarem na integração entre os atletas e em uma grande estrutura de apoio para levantar a régua da profissionalização do esporte com bicicletas no Brasil, e a contratação de Luiz Henrique Cocuzzi é mais um passo nessa direção.

Foto: Luan / Sense Factory Racing Divulgação


"Acreditamos muito no potencial do Cocuzzi, e temos certeza que temos muito para colaborar com um atleta que está entrando na melhor fase de sua carreira. Com essa contratação, estamos entrando em um novo patamar, com mais um atleta que é referência na América Latina, assim como o Rubinho, o Mário e a Giugiu", comentou Marlen Ferreira, Team Manager da Sense Factory Racing.

"Com a contratação do Cocuzzi e nossos outros atletas, teremos uma equipe de ponta, com toda a estrutura de apoio que ele precisa para performar da melhor maneira possível dentro deste ciclo olímpico, com o objetivo de conquistar uma das vagas para as Olimpíadas de Paris em 2024, então vamos para cima deste objetivo", complementou Marlen. 

Para isso, a equipe promete começar o ano com força total, reunindo seus atletas para trocar experiências e acertar os ponteiros em dois training camps que vão acontecer ao longo de janeiro. 

"A temporada 2022 promete ser muito legal, já que diferente de 2020 e 2021, teremos muitas provas. Meu objetivo é sempre entregar meu melhor na prova, e acredito que a união de forças e a estrutura do time Sense vai agregar muito nos resultados, então estou ansioso para começar a temporada 2022", comentou Cocuzzi.

Cocuzzi nas principais provas de MTB no Brasil e América Latina


Ao longo do ano, Cocuzzi deve participar de todas as principais provas de cross-country no Brasil e na América Latina, além de competições da Copa do Mundo de MTB XCO, e também do Campeonato Mundial da modalidade, que acontece entre os dias 24 e 28 de agosto em Les Gets, na França.

Foto: Luan / Sense Factory Racing Divulgação


"A união do time e a troca de experiências será positiva para mim e para os outros atletas, tanto é que já estão organizando um training camp na Serra da Canastra onde vamos passar 10 dias trocando experiências e pegando ritmo, e depois teremos mais um training camp com o Cadu Polazzo, então vamos passar bastante tempo juntos. Acredito que isso será positivo para mim e para meus companheiros de equipe", complementou o atleta. 

Mas, muito mais do que apenas somar na equipe, o que engrandece o esporte com bicicletas no Brasil, a experiência de Luiz Cocuzzi pode trazer outros benefícios para o cenário nacional da bike, o que vai trazer benefícios até mesmo para os consumidores finais dos produtos da Sense Bike. 

"A contratação do Cocuzzi vai muito além de acrescentar na equipe, já que ela acrescenta na Sense Bike enquanto marca. Pelo know-how que ele tem e pela experiência com vários equipamentos, ele tem a possibilidade de nos ajudar no desenvolvimento de produtos, e essa sinergia é fundamental para que nós possamos continuar performando bem, dentro e fora das pistas", finalizou Marlen.

Foto de destaque: Luan / Sense Factory Racing Divulgação
Leia mais...

quarta-feira, 29 de dezembro de 2021

Marcela Lima vai disputar temporada 2022 de MTB na Team Groove

Marcela Lima volta para a Team Groove após três anos - Foto: Team Groove / Captura de tela de vídeo no Instagram


Marcela Lima disputará a temporada de 2022 de mountain bike defendendo a Team Groove. A informação foi confirmada pela ciclista e pela Groove Bikes nesta quarta-feira, 29 de dezembro.

A ciclista teve passagem pelo Team Groove entre os anos de 2017 e 2018. Após três anos competindo pela Henrique Avancini Racing, Marcela Lima volta a integrar o time da Groove ao lado de Laurien Miranda e Leandro Donizete.

"Trabalho bem feito é orgulho no passado, tranquilidade no presente e certeza de um futuro", disse Marcela Lima.

"Para a temporada 2022 do MTB Brasileiro, vamos continuar apostando no poder e no potencial da juventude, com um time jovem, com nomes que já carregam inúmeras conquistas e são grandes promessas para o mundo do MTB", destacou a Team Groove.

Foto: Team Groove / Captura de tela de vídeo no Instagram
Leia mais...

Mathieu van der Poel pode ficar fora do Mundial de Ciclocross por causa de lesão



Mathieu van der Poel segue enfrentando problemas devido à lesão sofrida nas Olimpíadas de Tóquio, quando caiu aos 10 minutos de prova no Sakura Drop e abandonar a competição. Há chances de que a contusão não permita que o ciclista dispute o título de campeão mundial de ciclocross em janeiro.

No domingo (26 de dezembro) após a corrida da Copa do Mundo de ciclocross em Dendermonde, na Bélgica, Van der Poel voltou a se deparar com dores nas costas. A dor piorou durante a corrida em Heusden-Zolder (27 de dezembro) levando o ciclista a abandoar por precaução.

Exames médicos realizados na terça-feira revelaram um inchaço no disco intervertebral, o que significa que Mathieu van der Poel precisará deixar a bicicleta de lado temporariamente. Ainda não está claro quando o ciclista da Alpecin-Fenix vai retomar os treinos e rotinas de competição. "É frustrante, mas é o que é", disse Van der Poel.

Desde a queda durantes o XCO de Tóquio, o Van der Poel teve diversos altos e baixos provocados pela lesão. Inclusive, o ciclista não pôde participar do Campeonato Mundial de Mountain Bike de 2021, disputado em Val di Sole, por causa da mesma lesão nas costas.

"O problema já existe há algum tempo e estou um tanto aliviado por haver uma causa identificável que pode ser remediada com repouso e tratamento extras. Todos sabem que o Campeonato Mundial nos Estados Unidos é o primeiro grande objetivo de 2022, mas certamente não é o único nem o último", destacou Mathieu van der Poel.

Para o gerente da equipe Alpecin-Fenix, Christoph Roodhooft, a situação foi inesperada, mas o time vai dar prioridade à recuperação de Van der Poel para que o atleta possa encarar os desafios da temporada de 2022. 

"Obviamente, isso é um revés, mas não há motivo para pânico. Os médicos garantem-nos uma recuperação total e isso é uma prioridade no momento. Mesmo que isso levasse a ajustar as ambições para o Campeonato Mundial de ciclocross. A curto prazo, seria uma pena, mas 2022 oferece muitos desafios desportivos para os quais a prontidão física é a primeira condição", declarou Christoph.

Mathieu van der Poel está confiante no tempo de recuperação e ansioso pela temporada de 2022, mesmo havendo a possibilidade de não poder defender o título de campeão mundial de ciclocross.

"Quero me recuperar totalmente primeiro, sem pressão de tempo, para poder usar todas as minhas possibilidades. Portanto, só vou retomar a competição quando estiver totalmente pronto. Se eu chegar ao Campeonato Mundial (de Ciclocross), melhor ainda. Se não for o caso, estarei ansioso pela temporada de primavera na estrada", pontuou Mathieu van der Poel.

Foto: Alpecin-Fenix Cycling Team
Leia mais...

terça-feira, 28 de dezembro de 2021

Marcela Lima e Guilherme Müller deixam Henrique Avancini Racing após três anos na equipe

Marcela Lima e Guilherme Müller defenderam a Henrique Avancini Racing por três anos - Foto: Felipe Almeida / Henrique Avancini Racing


A Henrique Avancini Racing comunicou que os ciclistas Guilherme Müller e Marcela Lima encerram o ano de 2021 fora do quadro de atletas da equipe. A informação foi publicada nesta terça-feira, 28 de dezembro, nas redes sociais do time.

Ao falar sobre a trajetória de Guilherme Müller e Marcela Lima, a equipe recordou seu comprometimento com a evolução dos atletas e manifestou o desejo de sucesso para os dois ciclistas.

"O time Henrique Avancini Racing sempre teve como objetivo contribuir com o crescimento dos atletas que passam pela equipe e esperamos que esse seja o efeito no futuro de ambos. Marcela e Guilherme deixarão saudades em nosso time e com certeza seguirão seus caminhos acrescentando muito ao nosso esporte", afirmou a equipe.

Por enquanto, a Henrique Avancini Racing termina o ano de 2021 com apenas dois ciclistas: Ulan Galinski e Edson Rezende. Os nomes para completar o time para a temporada de 2022 de MTB ainda não foram divulgados.

Marcela Lima e Guilherme Müller defenderam a equipe por três anos


Marcela declarou que terá "muita admiração e carinho por todos" e disse ter vivido "experiências surreais" durante o período em que defendeu a Henrique Avancini Racing.

"Três grandes anos intensos representando a Caloi Avancini Team. Experiências surreais que vou levar para o resto da minha vida. Momentos que marcaram minha história e deixará rastro para sempre. Com o coração leve e agradecida por tudo que fizeram por mim", disse a atleta em suas redes sociais.

No dia 29 de dezembro, Marcela Lima foi anunciada como nova ciclista da Team Groove, equipe que ela volta a defender. 

Já Guilherme Müller recordou que foram três anos de parcerias entre Cannondale Brasil e Caloi Henrique Avancini Racing e agradeceu pelas lições e aprendizados.

"Hora de encerrar mais um ciclo! Foram 3 anos de parcerias entre Cannondale Brasil e Caloi Henrique Avancini Racing. Anos de grandes conquistas, lições e aprendizados. Muita gratidão por todos os momentos compartilhados. Muito obrigado pela torcida de todos. Vamos ver o que o futuro nos reserva", pontuou.

Foto: Felipe Almeida / Henrique Avancini Racing
Leia mais...

domingo, 19 de dezembro de 2021

Sherman Trezza e Lukas Kaufmann são campeões da inédita Santander Brasil Ride Espinhaço

Sherman e Lukas cruzam linha de chegada - Foto: Marcelo Maragni / Santander Brasil Ride


A edição inédita da Santander Brasil Ride Espinhaço, prova de mountain bike por etapas de cinco dias, realizada em Conceição do Mato Dentro (MG), terminou na tarde deste sábado (18), coroando vencedores em 14 categorias. Em paralelo, teve ainda a realização da Maratona do Cipó, prova de um dia de duração. Na open e na feminina, as duplas Sherman Trezza/Lukas Kaufmann e Paula Gallan/Isabella Lacerda garantiram o lugar mais alto do pódio em suas categorias, respectivamente. Nas e-bikes, os líderes Andre Catatau e Isabella Ribeiro também confirmaram o título, sem grandes sustos na etapa final, com 37 km e 1.286 m de altimetria acumulada. Tiago Ferreira foi o destaque na solo, com o melhor tempo do acumulado após as cinco etapas.

Com mais de 24 minutos de folga na liderança da open, Sherman Trezza e Lukas Kaufmann apenas administraram a vantagem e assistiram seus adversários tomarem frente na disputa. Assim, viram Ricardo Pscheidt e Leandro Donizete assumirem o protagonismo por boa parte dos 37 km, até que nos quilômetros finais chegaram na dupla campeã das Américas. A chegada dos quatro foi praticamente junta, Ricardo e Leandro cruzaram o pórtico em 1h49min08 e Sherman e Lukas em 1h49min18. A terceira posição ficou com Raphael Mendes e Jhefferson Paiva. No acumulado, Carlos Henrique Paixão e Marcus Silva garantiram o lugar no pódio. 

Festa para a dupla que ganhou quatro das cinco etapas na competição. "Vi passar um filme da minha vida. Ainda não estou acreditando. Primeira edição da Santander Brasil Ride em 2010, na Bahia, foi minha primeira vez aqui no País. Um mundo novo e agora, 11 anos depois, ganhei meu primeiro título na ultramaratona Brasil Ride. Aprendi muito nesses anos todos e me dediquei, então estou muito feliz por essa conquista", comemorou Lukas Kaufmann.

"Estou orgulhoso. Uma honra vencer esse título. Uma retribuição dentro de uma competição que somou tanto para o meu desenvolvimento como atleta. Somou também para elevar o patamar do mountain bike nacional para outro nível. Ter vencido na Bahia em 2013 e no Espinhaço em 2021, logo na estreia, para mim é especial. Esta prova veio para ficar, porque a região dispensa comentários. O verdadeiro mountain bike está aqui. Muita trilha e montanhas. Meu nome está escrito nas duas e não tem como eu estar mais feliz, ainda mais ao lado de um cara como o Lukas. Ele é muito especial, como atleta e como pessoa, um grande amigo", contou Sherman.

Campeões da America Men

Quem acompanha as provas do Circuito Santander Brasil Ride durante o ano, acostumou-se a ver sempre os atletas Ricardo Pscheidt e Leandro Donizete marcando presença. Ambos têm histórias especiais com o evento. Enquanto Pscheidt foi o primeiro brasileiro a vencer uma etapa da ultramaratona na Bahia, em 2010, Donizete se consagrou ao conquistar o título do Festival Santander Brasil Ride Botucatu, em 2020.

"Sabíamos que seria uma prova rápida, apesar do cansaço acumulado. Estávamos cientes de que todos tentariam beliscar essa vitória. Primeiro o Lucas Motta e o Rodrigo Nascimento tentaram, e fomos juntos. Depois, na primeira trilha técnica nós abrimos. Na metade final, os líderes da competição chegaram em nós dois. Mesmo assim, persistimos e nas últimas subidas aceleramos e conseguimos a vitória. Venci na última etapa de 2010, na Chapada Diamantina, e agora, 11 anos depois, venci também a última no Espinhaço", disse Pscheidt.

"Quando Pscheidt e eu decidimos vir para o Espinhaço, sabíamos que seria difícil, principalmente porque eu vinha de uma sequência de provas muito grande. Fizemos sempre nosso ritmo e conseguimos crescer nos últimos dias. A etapa final era difícil e acirrada, porque muitas duplas não tinham o que perder. No final, garantimos a vitória. Minha primeira em uma ultramaratona da Santander Brasil Ride. Estou muito contente", vibrou Donizete.

Disputa feminina


A disputa entre as mulheres repetiu o enredo dos homens. Enquanto as vice-campeãs Marcella Toldi e Fabiana Brandão venceram pela primeira vez na competição, Paula Gallan e Isabella Lacerda apenas administraram a ótima vantagem, de 35 minutos, para garantirem o título inédito na carreira. Marcella e Fabiana ficaram com o título das Américas. O top 3, do dia e geral, teve ainda Letícia Cândido e Naima Diesner, da Alemanha.

"A vantagem era boa, mas largamos para fazer o nosso melhor. Em uma prova de estágio, sabemos que tudo pode acontecer. Cuidamos do equipamento, não tivemos quedas. Muito feliz pelo título. Minha parceira é mais forte do que ela pensa. Pode acreditar mais, que ela é uma grande atleta. Feliz demais por ter feito essa dupla com ela. Amizade, respeito e ajuda entre nós duas, esta foi a marca", comemorou Isabella Lacerda.

"Tive muita sorte de ter a Isabella ao meu lado. Ela é uma grande atleta, me ajudou muito a tirar meu melhor nesses cinco dias", enalteceu Paula. "Esta foi a minha quinta vez em uma prova da Santander Brasil Ride, concluída com chave de ouro. Voltarei para casa com as energias renovadas", disse Paula Galan.

Campeãs da America Women


Para Marcella Toldi e Fabiana Brandão, defender a segunda colocação era mais importante do que tentar buscar o título geral entre as mulheres, uma vez que a distância para as líderes Paula e Isabella era de 35 minutos, enquanto para Letícia e Naima era de pouco menos de 15 minutos.

"A estratégia era marcar a Letícia e a Naima, para garantirmos o vice-campeonato. Porém, no início elas e as líderes geral abriram, então resolvemos ir no nosso ritmo. Economizamos e administramos, até que, quando vimos, passamos a Paula e a Isabella, e depois a Letícia e a Naima. Não fomos agressivas, respeitamos bastante elas, mas fomos num ritmo ótimo. Um dia bom em cima da bike. Finalmente", relatou Marcella.

"Fiquei muito feliz. Senti que minha parceria merecia esse triunfo na etapa, porque ela estava muito forte. Ganhar uma etapa foi bem legal. Fechamos com chave de ouro. Agora, é nos preparar para voltarmos mais fortes na próxima edição da prova", comentou Fabiana. A próxima edição da Santander Brasil Ride Espinhaço já tem data marcada: entre os dias 19 e 23 de abril de 2022, em Conceição do Mato Dentro.

Campeões da e-bike


A primeira ultramaratona de mountain bike com e-bikes coroou os ciclistas Andre Catatau e Isabella Ribeiro como campeões. Entre os homens, o top 3 geral do acumulado teve ainda os ciclistas Erick Bruske, como vice-campeão, e Andre Bretas, em terceiro lugar.

"É fantástico. Nunca tinha ido para a prova com o objetivo de ser campeão, mas sim de me divertir e conhecer novos lugares. Aqui tivemos lindas trilhas, o verdadeiro mountain bike. As provas da Santander Brasil Ride são incríveis. Pude ganhar de atletas gigantes, algo fenomenal. Eu tinha uma certa folga na liderança, então fui conservador. Deu certo, saí com o título. Agradeço a todos pela oportunidade", disse Catatau.

"Esta etapa decisiva foi uma prova super rápida. Outra vez, com bastante subida. No começo estava bem difícil, porque o terreno estava escorregadio. Assim, tomei bastante cuidado para completar e não comprometer os cinco dias. Foi demais, trilhas excelentes. Estou bastante feliz por fechar com chave de ouro", contou Isabella.

Top 5 da etapa


Open:
1-Ricardo Pscheidt/Leandro Donizete - 1h49min08
2-Sherman Trezza/Lukas Kaufmann - 1h49min18
3-Raphael Mendes/Jhefferson Paiva - 1h51min36
4-Lucas Motta/Rodrigo Nascimento - 1h53min47
5-David Rosa (POR)/Vitor Bento - 1h55min55

Feminina:
1-Marcella Toldi/Fabiana Brandão - 2h14min52
2-Paulla Gallan/Isabella Lacerda - 2h20min20
3-Letícia Cândido/Naima Diesner (ALE) - 2h22min42
4-Julyana Machado/Sabrina Gobbo - 2h34min46
5-Renata Spindola/Miriam Shimada - 3h25min09

Top 5 acumulado após 5 etapas


Open:
1-Sherman Trezza/Lukas Kaufmann - 10h21min57
2-Ricardo Pscheidt/Leandro Donizete - 10h46min09
3-Carlos Henrique Paixão/Marcus Silva - 11h07min38
4-David Rosa (POR)/Vitor Bento - 11h16min46
5-João Paulo Firmino/Diogo Malagon - 11h33min24

Feminina:
1-Paulla Gallan/Isabella Lacerda - 13h51min14
2-Marcella Toldi/Fabiana Brandão - 14h21min34
3-Letícia Cândido/Naima Diesner (ALE) - 14h43min45
4-Julyana Machado/Sabrina Gobbo - 15h51min16
5-Renata Spindola/Miriam Shimada - 21h00min21

Vencedores das 14 categorias

Open: Lukas Kaufmann e Sherman Trezza
Feminino: Paula Gallan e Isabella Lacerda
América homens: Ricardo Pscheidt e Leandro Donizete
América mulheres: Marcella Toldi e Fabiana Brandão
E-bike masculina: André Catatau
E-bike feminina: Isabella Ribeiro
Mista: Koren Dias e Carolina Coleman
Máster: João Silva e Euso Silva
Nelore: Osmar Barbosa e Mark Norberto
Corporativa: Célio Oliveira, Anderson Molinari e Raone Gonçalves
Guarinis: Gustavo Astolphi e Paulo Jeveaux
Ironrider: José Filho e Marcos Branco
Solo masculina: Tiago Ferreira 
Solo feminina: Tatiana Furlan

Foto: Marcelo Maragni / Santander Brasil Ride
Leia mais...
 
Copyright © 2018-2022 Foto e Bike • Direitos reservados | Escreva-nos: blogfotoebike@gmail.com
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top