Mostrando postagens com marcador peças e componentes. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador peças e componentes. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 5 de janeiro de 2022

Governo brasileiro zera imposto de importação de quatro componentes de bicicleta

Peças de bicicleta terão imposto zero - Foto: Shimano / Divulgação


O Ministério da Economia zerou temporariamente a alíquota do imposto de importação de quatro componentes de bicicletas. A decisão foi tomada através do comitê-executivo de Gestão da CAMEX (GECEX) durante a última reunião de 2021.

A medida precisa ser aprovada pelos demais países membros do Mercusul e, após isso, terá validade de 365 com possibilidade de extensão.

Os quatro componentes de bicicleta que terão a alíquota do imposto de importação reduzidas para 0% são: freios, quadros de fibra de carbono, quadros de cromo-molibdênio e correntes.

Em fevereiro de 2021, o governo federal havia publicado a resolução 159 que reduzia o imposto de importação de bicicletas, mas a medida foi revogada por conta de pressão dos senadores da bancada do Amazonas. Agora, com a nova decisão a redução do imposto chega para os componentes.

Confira na tabela abaixo o que foi aprovado pelo GECEX e as quantidades.

Tabela de redução de impostos


Os pleitos foram apresentados pela Associação Brasileira do Setor de Bicicletas (Aliança Bike) ao longo do ano de 2021 e estão enquadrados como casos de desabastecimento, de acordo com a Resolução GMC Nº 49/19 do Mercosul. A medida foi criada para ajustar desequilíbrios entre oferta e demanda de produtos específicos.

A redução do imposto de importação trará benefícios para todo o mercado de bicicletas e, principalmente, para ciclistas, pois os produtos poderão ficar mais acessíveis. Em tempos de preços elevados por conta da desvalorização do real perante o dólar, do custo do frete marítimo e dos reajustes nas matérias primas, uma redução de impostos é uma notícia importante para todos os amantes da cultura da bicicleta.

Foto: Shimano / Divulgação
Com informações de https://aliancabike.org.br
Leia mais...

sexta-feira, 17 de dezembro de 2021

Campagnolo Corsa: sistema que revolucionou os câmbios no ciclismo de estrada

Gino Bartali trocando de marcha com o Câmbio Corsa


Outro dia publicamos nas redes sociais do blog Foto e Bike um vídeo pequeno de uma pessoa mostrando a troca de marchas em um câmbio antigo de bicicleta. Após a publicação, alguns seguidores enviaram mensagens perguntando sobre aquele câmbio. Então, vamos falar um pouquinho sobre aquele Campagnolo Corsa.

Uma coisa que não pode faltar nas bicicletas é um bom câmbio, e a Campagnolo tem tradição na criação desse componente. Porém a última coisa que se pergunta é de onde veio a ideia para criar esse dispositivo tão indispensável à maioria das disciplinas do ciclismo.

A necessidade é a mãe da invenção, diz o ditado. E parece que foi seguindo essa expressão que o italiano Tullio Campagnolo se inspirou para criar o Corsa, o sistema que revolucionou os câmbios no ciclismo de estrada. No século XX, a maioria das trocas de marchas eram feitas retirando a roda traseira da bicicleta e invertendo a posição, pois em cada lado da roda havia um pinhão: um pesado e outro leve.

Sistema de quick-release patenteado por Campagnolo


Dizem que certa vez Tullio Campagnolo não conseguiu retirar a roda da bicicleta numa situação de temperatura muito baixa, com neve e com as mãos congelando de frio. Motivado por isso, em 1930 ele projetou o primeiro sistema de quick-release para bicicletas, cujo exemplar está na foto acima.

Dez anos mais tarde, em 1940, Campagnolo inventou um mecanismo que utilizava o sistema de quick-release para fazer a troca de marchas sem precisar descer da bicicleta e retirar a roda. Nascia aí o Câmbio Corsa da Campagnolo, a revolução no sistema de câmbios no ciclismo de estrada.



A foto acima mostra ciclista italiano Gino Bartali, compatriota de Tullio Campagnolo, trocando de marcha com o Câmbio Corsa em um trecho de montanha íngreme durante a corrida que venceu no Tour de France de 1948.



O sistema era simples: uma haste final de metal girava uma peça e esta empurrava a corrente para o pinhão superior ou inferior. O detalhe é que para a troca acontecer o ciclista tinha que pedalar para trás.

É legal de vez em quando a gente parar para saber um pouco sobre as histórias que envolvem o esporte que admiramos. E olha que tem muita história sobre ciclismo. Aqui no blog Foto e Bike já falamos sobre Alfred Letourneur e seu grande feito com a histórica bicicleta Schwinn Paramount Red Devil. Em breve traremos nova histórias. Aguarde!
Leia mais...

sábado, 24 de julho de 2021

Michelin anuncia chegada dos pneus Force AM² e Wild AM² no mercado brasileiro

Novos pneus foram projetados para oferecer o equilíbrio ideal entre aderência, eficiência de rolagem, longevidade, resistência ao peso e danos


A Michelin anunciou duas novas opções de pneus para os competidores e amantes do ciclismo. De acordo com a fabricante, as novidades da linha Force e Wild prometem atender aos ciclistas que precisa de alta performance em subidas e em terrenos desafiadores.

Os lançamentos proporcionam mais resistência a impactos, mais rigidez e mais aderência, estando alinhados com o desempenho oferecido pelas bikes mais modernas. Os resultados são mais velocidade e menor incidência de danos.

"Mais uma vez temos o prazer de ampliar nossa gama no mercado brasileiro de bike. As novidades são direcionadas a bicicletas de competição e têm como diferenciais seu desempenho e segurança", afirma Adriana Shoshan – Diretora de Marketing para Passeio, Caminhonete, Moto e Bicicletas.

Michelin Force AM²


O Michelin Force AM² é um pneu de rolamento rápido para terrenos duros e mistos. Ele possui uma banda de rodagem direcional projetada para proporcionar o máximo de eficiência de rolagem, mas com altos níveis de aderência em frenagem e nas curvas. A banda de rodagem possui blocos centrais alongados para redução da resistência à rolagem e menos penetração no solo, além de inúmeras bordas de bloco para aderência e frenagem. Os blocos de ombro são inspirados no pneu Michelin DownHill DH22, garantindo aderência e estabilidade nas curvas.  O pneu também oferece uma relação otimizada entre blocos de banda de rodagem e ranhuras, que mantém a performance e a dinâmica do pedal nos percursos de trilha.

Michelin Wild AM²

O Michelin Wild AM² foi projetado para terrenos mistos a macios, onde a sua banda de rodagem mais agressiva garante altos níveis de aderência e ao mesmo tempo baixa resistência a rodagem. Os blocos centrais altos são inspirados no DownHill DH34. Eles oferecem máxima penetração no solo durante a frenagem e garantem uma excelente estabilidade a transferência de forças de frenagem em condições suaves. Os blocos do ombro são novamente inspirados pelo DH22, mas foram modificados para aumentar a pegada para maior aderência, estabilidade e uma direção progressiva em condições difíceis.

Os compostos de borracha e as carcaças de ambos os pneus foram projetados para oferecer o equilíbrio ideal entre aderência, eficiência de rolagem, longevidade, resistência ao peso e danos. Eles foram testados e validados em corridas de enduro de alto nível.

Tecnologias


A tecnologia GUM-X de composto duplo de borracha apresenta uma área central mais dura para a eficiência de rolagem ideal e maior vida útil dos pneus, combinada com borracha mais macia nos ombros para aderência nas curvas.

A carcaça com a tecnologia Gravity Shield usa uma fibra de alta densidade para aumentar a resistência a impacto e danos, a cortes da parede lateral e furos, além de uma carcaça 3x60TPI para rigidez e estabilidade, mantendo bons níveis de conforto.

Os dois pneus podem ser misturados e montados nas posições dianteiras ou traseiras, conforme apresentados abaixo para se adequarem às várias condições, preferências do piloto e estilos de pilotagem.

Dimensões disponíveis


Force AM² - 61-622 (29" x 2.40")
Wild AM² - 61-584 (27,5" x 2.40")
Wild AM² - 66-584 (27,5" x 2.60")
Wild AM² - 61-622 (29" x 2.40")
Wild AM² - 66-622 (29" x 2.60")

Preços dos pneus Force AM² E Wild AM²


Preço do pneu Michelin Force AM²: R$ 599,90
Preço do pneu Michelin Wild AM²: R$ 659,90
Leia mais...
 
Copyright © 2018-2022 Foto e Bike • Direitos reservados | Escreva-nos: blogfotoebike@gmail.com
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top