Mostrando postagens com marcador peças e componentes. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador peças e componentes. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2022

Veja as novas versões de pedivela e suspensões da Absolute

Pedivela Absolute Prime 2022


Procurando atender o perfil cada vez mais exigente dos ciclistas brasileiros, a Absolute Bikes lançou no mercado suas novas versões de suspensão para bicicleta MTB e pedivelas, dois itens que podem ajudar o ciclista a ter mais performance e melhor experiência nas pedaladas.

Entre os meses de janeiro e fevereiro, a Absolute já havia apresentado o quadro Prime SL,  indicado para ciclistas que buscam mais performance, e a reformulação das sapatilhas de ciclismo das linhas Prime, Nero, Mia, Wild e Luna.


Com o lançamento dos novos pedivelas e novas suspensões Absolute Prime, a marca entrega uma série de produtos de qualidade e acessíveis aos ciclistas de MTB, público cada vez mais exigente para comprar peças e acessórios para suas bicicletas.

Novas suspensões Prime SLR e Prime EXR


Depois de lançar a linha Prime de suspensões, com os tecnológicos modelos SL e EX, em diferentes versões, a equipe de pesquisa da Absolute identificou a necessidade de oferecer soluções com ainda mais recursos ao público brasileiro, como por exemplo a possibilidade de ajuste no retorno das suspensões.

Suspensão para MTB Absolute SLR 2022


“Após alguns anos de sucesso com a linha Prime, entendemos que o mercado demandava garfos com mais funções e possibilidades de personalização para otimizar a experiência. Foi aí que nasceram as versões Prime SLR e Prime EXR, inspiradas no que há de mais moderno no mundo do ciclismo, mas com um investimento sempre compatível com a nossa realidade, marca registrada da Absolute”, comenta Gilberto Alves Nunes, analista de produtos da marca. 

As versões SLR (SL + R de retorno) e EXR (EX + R de retorno) chegam nas configurações com espiga normal (1 1/8”), com gancheira normal, de blocagem, e também na versão Boost, com espiga cônica (tapered) e eixo passante de 15x110mm.

A possibilidade do ajuste de retorno é justamente o fator de inovação, responsável pela melhora na performance e experiência da pedalada, que se ajusta a cada atleta e terreno.

O retorno nada mais é do que a volta da suspensão à sua posição original após ser comprimida. Um retorno muito rápido pode levar o garfo a ejetar o ciclista após uma pancada mais forte, e um retorno muito lento pode fazer com que o garfo não volte à posição original a tempo em uma sequência de impactos.

Ajuste de retorno da Suspensão Absolute Prime SLR


“O mercado precisava de uma solução assim, pois esse microajuste é essencial para adequar a suspensão ao terreno e ao próprio perfil de cada pessoa pedalar”, comenta Giba.

Essa variação da regulagem acaba por tornar a pedalada muito mais personalizada a qualquer perfil de ciclista, ajustando a velocidade que o garfo volta à sua posição inicial de acordo com o peso e jeito de pedalar. Como consequência, promove maior controle e segurança, além de melhor rendimento.

Disponível para bikes com aros 29’’ e com 120mm de curso, a suspensão Absolute Prime EXR poderá ser encontrada a partir de R$ 1.249,00 na versão com espiga simples.


Também em duas versões diferentes, uma com boost e outra comum, ambas com 100mm e para bikes aro 29’’, o garfo Absolute Prime SLR tem valor sugerido de venda a partir de R$ 1.099,00

Upgrade ainda mais acessível


Além das suspensões completas, a Absolute complementa o lançamento com a chegada dos cartuchos de retorno compatíveis com os modelos Prime SL e Prime EX. Eles podem ser vendidos como upgrades para quem que já tem um garfo Absolute Prime e deseja melhorar a performance do equipamento a um custo reduzido. Os cartuchos de reposição Prime estão disponíveis para venda a partir de R$ 399,00

Novas versões do Pedivela Absolute Prime


Outra novidade da Absolute é a chegada dos novos pedivelas Prime ao mercado. Eles vêm em duas versões, ambas com eixo integrado, porém uma com a coroa integrada (direct mount) e outra com coroa parafusada em 4 furos (BCD 104mm).

Pedivela Absolute Prime com coroa integrada (direct mount)


Ambos os modelos são atualizações das versões anteriores, que já são sucesso no mercado há mais de dois anos.

A principal melhoria em ambos os modelos é o sistema de fixação do eixo de 24mm no braço oposto. Os dois modelos receberam um novo eixo com o desenho das estrias revisado, além de tampas em alumínio, o que garante melhor integração e robustez ao conjunto.

Outra mudança importante, presente no modelo Prime D (direct mount), é uma coroa com Offset de 3mm. Ou seja, a coroa original do pedivela não é mais uma coroa reta, mas sim com 3mm de deslocamento em direção ao movimento central, otimizando o chain-line e garantindo melhor compatibilidade com a maioria dos sistemas de transmissão e quadros do mercado.


Os dois modelos de pedivelas Absolute Prime já vem com movimento central de rosca e uma nova coroa mais moderna, com 34 dentes já instalada, com padrão de dentes narrow-wide (fino-grosso) também revisado, ideal para uso com sistemas de 1x11 e 1x12 velocidades.

O modelo direct estará disponível com preços a partir de R$ 499,00 e o modelo de quatro furos deverá ser encontrado a partir de R$ 489,00.
Leia mais...

segunda-feira, 31 de janeiro de 2022

Absolute apresenta novo design do quadro Prime SL

Quadro Prime SL, em carbono, da Absolute Bikes


A marca brasileira Absolute Bikes atualizou o design do quadro Prime SL. O quadro hardtail, que tem geometria que busca o equilíbrio entre conforto e agilidade, foi lançado inicialmente com o nome Prime LTD, em edição limitada e numerada, mas fez tanto sucesso que a Absolute Bikes decidiu incluir entre as novas versões de seu catálogo.

O quadro Prime SL da Absolute Bikes é indicado para ciclistas que buscam mais performance. Ele está alinhado ao que há de mais moderno no mundo das bikes e a nova edição do quadro em fibra de carbono tem tudo para se transformar em outro grande sucesso do mercado nacional.


Detalhes do quadro Absolute Prime SL


O quadro Prime SL foi desenvolvido para garantir excelente rigidez pra quem busca melhorar o rendimento em treinos e competições. Disponível em 3 tamanhos diferentes, S, M e L, o quadro Prime SL agora está disponível na cor cinza e azul. O modelo segue uma tendência identificada pela equipe de pesquisa da Absloute Bikes: quadro de carbono com tecnologia boost, caixa de direção tapered e cabeamento interno.

A Absolute apostou em uma geometria racing, a fim de oferecer melhor pilotagem, estabilidade e conforto. Assim, pode ser considerada uma ótima opção para o primeiro quadro em carbono de ciclistas que querem dar um upgrade no equipamento.

Novo design do quadro Prime SL, da Absolute


Outro destaque do quadro Prime SL da Absolute, é que ele foi projetado com sistema de cabeamento interno e uma combinação de cores que trazem um toque premium e um visual mais discreto e cheio de estilo. O Prime SL ainda conta com uma espuma silenciadora para os conduítes, evitando que façam barulho em terreno acidentado.

Principais especificações do Absolute Prime SL


- Fabricado em fibra de carbono japonesa Toray 24T.

- Caixa de direção tapered.

- Eixo traseiro Boost (148x12mm) incluso.

- Movimento central PressFit BB92.

- Cabeamento interno com espuma silenciadora.

- Suporte de freio a disco padrão Post Mount (PM).

- Ângulo da direção de 69º com garfo de 100mm.

- Compatível com canote retrátil (27.2mm).

- Disponível nos tamanhos S (15”), M (17”) e L (19”).

- Peso: aproximadamente 1,2kg na versão 17”.

O Absolute Prime SL pode ser encontrado na cor cinza e azul, e já está disponível nas principais lojas e bike shops do Brasil. Além do grafismo apresentado, a marca afirma que deverá lançar pelo menos mais uma nova versão ainda no primeiro semestre de 2022.

Fotos: Divulgação
Leia mais...

sexta-feira, 28 de janeiro de 2022

Governo zera imposto de importação para pedivelas e suas partes

Pedivela terá imposto de importação reduzido no Brasil


O Comitê-executivo de Gestão da CAMEX (GECEX) aprovou a redução temporária do imposto de importação para pedivelas e suas partes, de 16% para 0%. A aprovação ocorreu no dia 26 de janeiro em resposta ao novo pleito apresentado pela Aliança Bike.

Com a decisão, as pedivelas se juntam ao grupo de outros quatro componentes de bicicleta que já tiveram o imposto de importação reduzidos para 0% no início de 2022.

No caso específico da pedivelas e suas partes, a redução do imposto de importação só não se aplica aos modelos de peça única (chamados de monobloco), pois estes têm produção em território nacional.


Os pleitos apresentados pela Aliança Bike estão enquadrados como casos de desabastecimento, de acordo com a Resolução GMC Nº 49/19 do Mercosul. A medida foi criada para ajustar desequilíbrios entre oferta e demanda de produtos específicos.

Cabe ainda ressaltar que a medida precisa ser aprovada pelos demais países membros do Mercusul e, após isso, terá validade de 365 dias com possibilidade de extensão.

Confira na tabela abaixo o que foi aprovado pelo GECEX, com a inclusão das pedivelas.

Tabela de redução do imposto de importação de peças de bicicleta

Foto: SRAM Brasil / Divulgação
Leia mais...

quarta-feira, 5 de janeiro de 2022

Governo brasileiro zera imposto de importação de quatro componentes de bicicleta

Peças de bicicleta terão imposto zero - Foto: Shimano / Divulgação


O Ministério da Economia zerou temporariamente a alíquota do imposto de importação de quatro componentes de bicicletas. A decisão foi tomada através do comitê-executivo de Gestão da CAMEX (GECEX) durante a última reunião de 2021.

A medida precisa ser aprovada pelos demais países membros do Mercusul e, após isso, terá validade de 365 com possibilidade de extensão.

Os quatro componentes de bicicleta que terão a alíquota do imposto de importação reduzidas para 0% são: freios, quadros de fibra de carbono, quadros de cromo-molibdênio e correntes.

Em fevereiro de 2021, o governo federal havia publicado a resolução 159 que reduzia o imposto de importação de bicicletas, mas a medida foi revogada por conta de pressão dos senadores da bancada do Amazonas. Agora, com a nova decisão a redução do imposto chega para os componentes.

Confira na tabela abaixo o que foi aprovado pelo GECEX e as quantidades.

Tabela de redução de impostos


Os pleitos foram apresentados pela Associação Brasileira do Setor de Bicicletas (Aliança Bike) ao longo do ano de 2021 e estão enquadrados como casos de desabastecimento, de acordo com a Resolução GMC Nº 49/19 do Mercosul. A medida foi criada para ajustar desequilíbrios entre oferta e demanda de produtos específicos.

A redução do imposto de importação trará benefícios para todo o mercado de bicicletas e, principalmente, para ciclistas, pois os produtos poderão ficar mais acessíveis. Em tempos de preços elevados por conta da desvalorização do real perante o dólar, do custo do frete marítimo e dos reajustes nas matérias primas, uma redução de impostos é uma notícia importante para todos os amantes da cultura da bicicleta.

Foto: Shimano / Divulgação
Com informações de https://aliancabike.org.br
Leia mais...

sexta-feira, 17 de dezembro de 2021

Campagnolo Corsa: sistema que revolucionou os câmbios no ciclismo de estrada

Gino Bartali trocando de marcha com o Câmbio Corsa


Outro dia publicamos nas redes sociais do blog Foto e Bike um vídeo pequeno de uma pessoa mostrando a troca de marchas em um câmbio antigo de bicicleta. Após a publicação, alguns seguidores enviaram mensagens perguntando sobre aquele câmbio. Então, vamos falar um pouquinho sobre aquele Campagnolo Corsa.

Uma coisa que não pode faltar nas bicicletas é um bom câmbio, e a Campagnolo tem tradição na criação desse componente. Porém a última coisa que se pergunta é de onde veio a ideia para criar esse dispositivo tão indispensável à maioria das disciplinas do ciclismo.

A necessidade é a mãe da invenção, diz o ditado. E parece que foi seguindo essa expressão que o italiano Tullio Campagnolo se inspirou para criar o Corsa, o sistema que revolucionou os câmbios no ciclismo de estrada. No século XX, a maioria das trocas de marchas eram feitas retirando a roda traseira da bicicleta e invertendo a posição, pois em cada lado da roda havia um pinhão: um pesado e outro leve.

Sistema de quick-release patenteado por Campagnolo


Dizem que certa vez Tullio Campagnolo não conseguiu retirar a roda da bicicleta numa situação de temperatura muito baixa, com neve e com as mãos congelando de frio. Motivado por isso, em 1930 ele projetou o primeiro sistema de quick-release para bicicletas, cujo exemplar está na foto acima.

Dez anos mais tarde, em 1940, Campagnolo inventou um mecanismo que utilizava o sistema de quick-release para fazer a troca de marchas sem precisar descer da bicicleta e retirar a roda. Nascia aí o Câmbio Corsa da Campagnolo, a revolução no sistema de câmbios no ciclismo de estrada.



A foto acima mostra ciclista italiano Gino Bartali, compatriota de Tullio Campagnolo, trocando de marcha com o Câmbio Corsa em um trecho de montanha íngreme durante a corrida que venceu no Tour de France de 1948.



O sistema era simples: uma haste final de metal girava uma peça e esta empurrava a corrente para o pinhão superior ou inferior. O detalhe é que para a troca acontecer o ciclista tinha que pedalar para trás.

É legal de vez em quando a gente parar para saber um pouco sobre as histórias que envolvem o esporte que admiramos. E olha que tem muita história sobre ciclismo. Aqui no blog Foto e Bike já falamos sobre Alfred Letourneur e seu grande feito com a histórica bicicleta Schwinn Paramount Red Devil. Em breve traremos nova histórias. Aguarde!
Leia mais...

sábado, 24 de julho de 2021

Michelin anuncia chegada dos pneus Force AM² e Wild AM² no mercado brasileiro

Novos pneus foram projetados para oferecer o equilíbrio ideal entre aderência, eficiência de rolagem, longevidade, resistência ao peso e danos


A Michelin anunciou duas novas opções de pneus para os competidores e amantes do ciclismo. De acordo com a fabricante, as novidades da linha Force e Wild prometem atender aos ciclistas que precisa de alta performance em subidas e em terrenos desafiadores.

Os lançamentos proporcionam mais resistência a impactos, mais rigidez e mais aderência, estando alinhados com o desempenho oferecido pelas bikes mais modernas. Os resultados são mais velocidade e menor incidência de danos.

"Mais uma vez temos o prazer de ampliar nossa gama no mercado brasileiro de bike. As novidades são direcionadas a bicicletas de competição e têm como diferenciais seu desempenho e segurança", afirma Adriana Shoshan – Diretora de Marketing para Passeio, Caminhonete, Moto e Bicicletas.

Michelin Force AM²


O Michelin Force AM² é um pneu de rolamento rápido para terrenos duros e mistos. Ele possui uma banda de rodagem direcional projetada para proporcionar o máximo de eficiência de rolagem, mas com altos níveis de aderência em frenagem e nas curvas. A banda de rodagem possui blocos centrais alongados para redução da resistência à rolagem e menos penetração no solo, além de inúmeras bordas de bloco para aderência e frenagem. Os blocos de ombro são inspirados no pneu Michelin DownHill DH22, garantindo aderência e estabilidade nas curvas.  O pneu também oferece uma relação otimizada entre blocos de banda de rodagem e ranhuras, que mantém a performance e a dinâmica do pedal nos percursos de trilha.

Michelin Wild AM²

O Michelin Wild AM² foi projetado para terrenos mistos a macios, onde a sua banda de rodagem mais agressiva garante altos níveis de aderência e ao mesmo tempo baixa resistência a rodagem. Os blocos centrais altos são inspirados no DownHill DH34. Eles oferecem máxima penetração no solo durante a frenagem e garantem uma excelente estabilidade a transferência de forças de frenagem em condições suaves. Os blocos do ombro são novamente inspirados pelo DH22, mas foram modificados para aumentar a pegada para maior aderência, estabilidade e uma direção progressiva em condições difíceis.

Os compostos de borracha e as carcaças de ambos os pneus foram projetados para oferecer o equilíbrio ideal entre aderência, eficiência de rolagem, longevidade, resistência ao peso e danos. Eles foram testados e validados em corridas de enduro de alto nível.

Tecnologias


A tecnologia GUM-X de composto duplo de borracha apresenta uma área central mais dura para a eficiência de rolagem ideal e maior vida útil dos pneus, combinada com borracha mais macia nos ombros para aderência nas curvas.

A carcaça com a tecnologia Gravity Shield usa uma fibra de alta densidade para aumentar a resistência a impacto e danos, a cortes da parede lateral e furos, além de uma carcaça 3x60TPI para rigidez e estabilidade, mantendo bons níveis de conforto.

Os dois pneus podem ser misturados e montados nas posições dianteiras ou traseiras, conforme apresentados abaixo para se adequarem às várias condições, preferências do piloto e estilos de pilotagem.

Dimensões disponíveis


Force AM² - 61-622 (29" x 2.40")
Wild AM² - 61-584 (27,5" x 2.40")
Wild AM² - 66-584 (27,5" x 2.60")
Wild AM² - 61-622 (29" x 2.40")
Wild AM² - 66-622 (29" x 2.60")

Preços dos pneus Force AM² E Wild AM²


Preço do pneu Michelin Force AM²: R$ 599,90
Preço do pneu Michelin Wild AM²: R$ 659,90
Leia mais...
 
Copyright © 2018-2022 Foto e Bike • Direitos reservados | Escreva-nos: blogfotoebike@gmail.com
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top