Mostrando postagens com marcador Jolanda Neff. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Jolanda Neff. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 25 de agosto de 2021

Jolanda Neff passa bem após tombo em Val di Sole

Após tombo feio, Jolanda Neff só machucou o dedinho


Jolanda Neff, que deixou os fãs do MTB preocupados nesta terça-feira (24) por causa de seu tombo forte no Rock Garden no circuito de Val di Sole, postou um story tranquilizando a todos.

"Obrigado por todas as mensagens de vocês. Tive muita sorte", disse Jolanda Neff mostrando a mão com um curativo no dedo mindinho direito.

Ainda bem que não foi nada grave e Jolanda Neff está pronta para as disputas do Campeonato Mundial de Mountain Bike!

Relembre a queda forte de Jolanda Neff no Rock Garden de Val di Sole


Leia mais...

terça-feira, 24 de agosto de 2021

Jolanda Neff sofre queda forte no Rock Garden de Val di Sole

Jolanda Neff sobre queda em Val di Sole - Foto: Reprodução


A atual campeã olímpica de mountain bike cross country, Jolanda Neff, postou o vídeo de sua queda no Rock Garden durante um treino no circuito de Val di Sole nesta terça-feira (24). O treino de reconhecimento do percurso oficial do XCO fazia parte da programação do Campeonato Mundial de MTB. As provas valendo títulos começam nesta quarta-feira.

Na publicação do vídeo em suas redes sociais, Jolanda Neff apenas comentou "It‘s called OTB" ("isso se chama OTB") e não eu mais detalhes sobre seu estado após o tombo. OTB é a sigla para over the bars, termo utilizado no MTB para descrever o tombo do ciclista por cima do guidão.


Queda forte de Jolanda Neff no Rock Garden de Val di Sole



Apesar do susto, Jolanda Neff está bem


No dia seguinte após o sua queda no Rock Garden, em Val di Sole, Jolanda Neff postou um story em suas redes sociais afirmando estar bem. "Obrigado por todas as mensagens de vocês. Tive muita sorte", disse Jolanda mostrando a mão com um curativo no dedo mindinho direito.

A ciclista está pronta para para as disputas do Campeonato Mundial de Mountain Bike.

Leia mais...

terça-feira, 27 de julho de 2021

Jolanda Neff é ouro e Suíça garante pódio histórico no MTB feminino em Tóquio


A competição do mountain bike feminino dos Jogos Olímpicos de Tóquio aconteceu nesta terça-feira, 27 de julho, e teve um pódio histórico com as três integrantes da equipe suíça e Jolanda Neff conquistando a vitória e o ouro, Sina Frei com a prata e Linda Indergand com o bronze.

Ao completar a prova do MTB em Tóquio com 1:15:26, Jolanda Neff desbancou o favoritismo das francesas Pauline Ferrand-Prevot e Loana Lecomte. Prevot concluiu na 10ª posição e Lecomte em 6º.

Com temperatura de 28 graus alta umidade, a corrida começou com 38 ciclistas no pelotão no Izu Mountain Bike Park. O percurso havia recebido chuva no início do dia, trazendo novos desafios de tração, e um caráter diferente do MTB XCO masculino do dia anterior, vencido por Pidcock.

Jolanda Neff durante vitória em Tóquio - Foto: Swiss Olympic Team


No start loop, houve boas escapadas e Jolanda Neff conseguiu abrir grande vantagem para as adversárias logo no início da prova, fechando a primeira volta a quase 20 segundos das demais atletas. Neff manteve o ritmo impressionante aumentando a distância.

Pauline Ferrand-Prevot, uma das grandes favoritas, teve problemas em sua bicicleta no início da terceira volta e precisou parar para trocar uma roda. Com isso, perdeu tempo e abriu espaço para o domínio das suíças.

Já na passagem da quarta volta, Jolanda já tinha colocado mais de um minuto em cima da segunda colocada e continuou mantendo a pressão nos pedais.

Para as suíças, a última volta do MTB nas Olimpíadas de Tóquio foi apenas para cumprir o protocolo, pois a vantagem já era confortável para garantir os três primeiros lugares e assegurar as medalhas olímpicas.

Prova desafiadora para Jaqueline Mourão nos Jogos de Tóquio


A representante brasileira na prova de mountain bike nas Olimpíadas de Tóquio foi Jaqueline Mourão, fazendo história ao participar pela sétima vez de uma Olimpíada (a terceira de verão).

Jaqueline Mourão - Foto: COB


Mesmo sendo a atleta mais experiente na prova, Jaqueline não conseguiu um bom desempenho por conta de problemas relacionados à dores no ombro. Ela concluiu na 35º colocação, duas voltas atrás da líder.

"Foi a prova mais desafiadora da minha carreira, circuito num outro nível, muito técnico, exigência de atenção o tempo todo. Me preparei muito para essa prova. Estou com o ombro lesionado, então, foi um desafio grande antes da prova. Feliz na minha parte técnica. Senti a respiração, não consegui entrar no ritmo da prova", disse Jaqueline.

A brasileira ainda declarou que está "fechando um ciclo muito bonito de 30 anos no mountain bike", afirmou estar muito feliz por fazer isso nos Jogos Olímpicos e agradeceu ao público e torcedores. Em publicação nas redes sociais, Jaqueline Mourão também sinalizou o encerramento de sua carreira com o fim ao término dos jogos de Tóquio.

"Dei tudo que eu pude e queria agradecer a todos pela torcida, pelo carinho. Minha volta ao MTB foi muito importante para mim e muito feliz de poder representar meu país mais uma vez", concluiu.

Top 10 do MTB feminino de Tóquio 2020


1. Jolanda Neff (Suíça) 1:15:46
2. Sina Frei (Suíça) +1:11
3. Linda Indergand (Suíça) +1:19
4. Blanka Vas Kata (Hungria) +2:09
5. Anne Terpstra (Holanda) +2:35
6. Loana Lecomte (França) +2:57
7. Evie Richards (Inglaterra) +3:23
8. Yana Belomoina (Ucrânia) +3:54
9. Haley Batten (EUA) +4:27
10. Pauline Ferrand-Prevot (França) +4:32

Foto de destaque: Swiss Olympic Team
Leia mais...

quinta-feira, 27 de maio de 2021

Suíça divulga nomes dos atletas de MTB para Olimpíadas de Tóquio

Nino Schrter - MTB XCO


O comitê olímpico da Suíça divulgou nesta quinta-feira, 27 de maio, os nomes dos seis ciclistas que representarão o país nas Olimpíadas de Tóquio, nas provas de mountain bike cross-country.

Jolanda Neff, Sina Frei e Linda Indergand são as convocadas para competir na prova de cross-country feminino. Entre os homens, Nino Schurter, Mathias Flückiger e Filippo Colombo foram selecionados.

Em se tratando de Filippo Colombo, o pré-requisito para que participe das Olimpíadas de Tóquio é que esteja totalmente recuperado da lesão que sofreu no início de maio, quando caiu na etapa da Copa do Mundo em Albstadt.

Em suas redes sociais, Jolanda Neff disse se sentir privilegiada pelo momento e agradeceu aos seus amigos e familiares por todo o apoio durante a preparação. "Sou eternamente grata por conseguir viver a vida que estou vivendo", disse.

Nino Schurter, que atualmente figura como primeiro colocado no ranking UCI de MTB e um dos principais rivais do brasileiro Henrique Avancini, declarou estar orgulhoso de conseguir a sua quarta participação em jogos olímpicos e está focado para Tóquio. "Tenho um objetivo claro para defender o título conquistado na Rio2016", afirmou.

Quais são os nomes da seleção brasileira de MTB para as Olimpíadas de Tóquio?


A Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) ainda não fez a convocação oficial dos atletas que irão representar a seleção brasileira de MTB nas Olimpíadas de Tóquio.

Segundo informações dadas ao blog Foto e Bike pela assessoria de imprensa da CBC, a previsão é de que a divulgação aconteça na próxima segunda-feira, 31 de maio.

As provas de Mountain Bike nas Olimpíadas de Tóquio serão disputadas entre os dias 26 e 27 de julho.

Foto: Divulgação / Swiss Olympic Team
Leia mais...
 
Copyright © 2018-2022 Foto e Bike • Direitos reservados | Escreva-nos: blogfotoebike@gmail.com
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top