sábado, 9 de abril de 2022

Copa do Mundo de MTB: Pauline Ferrand Prevot e Alan Hatherly vencem XCC

Largada da elite feminina no XCC da Copa do Mundo de MTB em Petrópolis


O primeiro de competições da Copa do Mundo de Mountain Bike contou com muita vibração e empolgação da torcida. As disputas do Short Track (XCC) da elite feminina e masculina foi espetacular e com finais apertados entre os três primeiros colados de cada categoria. Entre os vencedores, estão Pauline Ferrand Prevot (BMC MTB Racing) e Alan Hatherly (Cannondale Factory Racing). Entre os brasileiros, Henrique Avancini (Cannondale Factory Racing) ficou em quarto e Isabella Lacerda fechou na 33ª colocação.

A prova masculina teve ritmo alucinante e Henrique Avancini foi marcado o tempo inteiro pelos adversários que tentavam neutralizar o brasileiro em todos os momentos. A intensidade da primeira corrida da Copa do Mundo de MTB em Petrópolis também foi fato destacado pelos três primeiros colocados durante a cerimônia das flores. Os ciclistas revezavam a primeira colocação a cada volta e o vencedor só assumiu a ponta nos metros finais.


Alan Hatherly assumiu a ponta nos minutos finais e venceu o XCC da Copa do Mundo de MTB em 19min57. Em segundo lugar ficou Thomas Litscher (Kross Orlen Cycling Team) que completou a prova em19min56. Litscher já havia vencido XCC da Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB) no último final de semana. Maxime Marotte (Santa Cruz FSA MTB Pro Team) fechou o P3 com o tempo de 19min57. Henrique Avanicini terminou na quarta colocação (19min57) seguido por Nino Schurter (Scott-Sram) que concluiu em 20min.

“Fiz a estratégia mais inteligente possível. Tentei não gastar muita energia durante as primeiras voltas, procurando sempre me posicionar bem no grupo da frente para que, se alguém tentasse atacar, eu estivesse pronto para ir junto. Vi que a corrida se definiria na última subida da volta final e aconteceu exatamente como eu planejei”, contou o campeão.

Hatherly também comemorou por ter feito os movimentos certos na hora certa e destacou que se sentiu feliz por participar da Copa do Mundo de MTB em Petrópolis. “As condições aqui são parecidas com o local em que cresci. Alta umidade do ar, trilhas parecidas. Me senti em casa, até porque o Avancini nos fez sentir absolutamente em casa, mostrando as melhores linhas e os caminhos a seguir. O local é incrível para pedalar e o público é único”, finalizou.

Pauline Ferrand Prevot vence no XCC


Participando de sua primeira disputa após ter conquistado o terceiro lugar no Cape Epic 2022 ao lado de Robyn de Groot, Pauline Ferrand Prevot (BMC MTB Racing) venceu o XCC da Copa do Mundo de MTB em Petrópolis em 19min55. O tempo da francesa foi o mesmo de Alan Hartherly na disputa masculina.

Pauline Ferrand Prevot após XCC em Petrópolis


“Minha corrida foi super veloz. Acabei me distanciando um pouco do pelotão da frente em determinado momento, mas consegui me recuperar e voltar. Depois disso, ataquei e conquistei a vitória”, disse a campeã Pauline Ferrand Prevot. A francesa ainda destacou a presença do público brasileiro. “Foi incrível correr aqui com tantas pessoas empolgadas. Eu já estou ansiosa para domingo. Agradeço aos fãs por todo o carinho. Estou muito feliz”, concluiu.


Em uma disputa repleta de alternância entre as posições, Laura Stigger (Specialized Factory Racing) finalizou na segunda colocação seguida por Evie Richards (Trek Factory Racing XC), ambas com o tempo de 19min56. A definição ficou no photo finish.

Top 10 da elite masculina


1º Alan Hatherly (RSA) - 19:55
2º Thomas Litscher (SUI) - 19:56
3º Maxime Marotte (FRA) - 19:57
4º Henrique Avancini (BRA) - 19:57
5º Nino Schurter (SUI) - 20:00
6º Mathias Fluckiger (SUI) - 20:00
7º Christopher Blevins (USA) - 20:00
8º Ondrej Cink (CZE) - 20:03
9º Bartlomiej Wawak (POL) - 20:03
10º Luca Schwarzbauer (GER) - 20:08

Top 10 da elite feminina


1º Pauline Prevot (FRA) - 19:55
2º Laura Stigger (AUT) - 19:56
3º Evie Richards (GBR) - 19:56
4º Rebecca McConnell (AUS) - 20:02
5º Loana Lecomte (FRA) -  20:06
6º Mona Mitterwallner (AUT) - 20:08
7º Martina Berta (ITA) - 20:14
8º Alessandra Keller (SUI) - 20:18
9º Linda Indergand (SUI) - 20:19
10º Greta Seiwald (ITA) - 20:19

Fotos: Davi Corrêa
Leia mais...

sexta-feira, 8 de abril de 2022

Jolanda Neff não disputa XCC na Copa do Mundo de MTB em Petrópolis

Jolanda Neff em Petrópolis


O Short Track (XCC) da Copa do Mundo de Mountain Bike em Petrópolis vai acontecer com a baixa de uma das ciclistas. Jolanda Neff, que foi a vencedora do XCO da Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB), divulgou que não vai estar na largada de hoje (08).

Em seu Instagram, Jolanda Neff publicou que começou a sentir mal de pois do treino de quinta-feira. A ciclista divulgou que testou negativo para covid-19 e vai tentar se recuperar a tempo do XCO de domingo (10).


Jolanda Neff era uma das cotadas para vencer o XCC da Copa do Mundo em Petrópolis. No último domingo, após vencer o XCO da CIMTB, a ciclista suíça deu feedback positivo sobre a pista e garantiu que gostou de cada momento. "A pista é incrível. É como um parque de aventuras. Uma verdadeira Disneyland. Estou realmente feliz de estar aqui disse.

A vitória de Jolanda Neff na CIMTB foi com larga vantagem sobre a segunda colocada. Ela chegou quase 6 minutos a frente da austríaca Laura Stigger.




Transmissão ao vivo da Copa do Mundo de MTB em Petrópolis


As quatro provas das elites, duas da masculina e as duas da feminina, terão transmissão na Red Bull TV e na SporTV. 

Na sexta-feira, ambos os canais irão transmitir a competição. Enquanto a Red Bull TV inicia sua transmissão às 15h50, a SporTV transmitirá as duas provas a partir das 16h. 

No domingo, apenas a Red Bull TV transmitirá ao vivo a competição da elite feminina no XCO, às 11h. Já o XCO masculino terá transmissão de ambos os canais, às 14h15 (Red Bull TV) e 14h30 (SporTV). Na segunda-feira (11), a SporTV 3 transmite a reprise da elite feminina no XCO, às 10h.

Foto: Davi Corrêa / Foto e Bike
Leia mais...

quinta-feira, 7 de abril de 2022

Shimano promove test-ride de bikes elétricas na Copa do Mundo de MTB

Test-ride da Shimano na Copa do Mundo de MTB em Petrópolis


A Shimano está promovendo test-ride gratuito na Copa do Mundo de Mountain Bike, em Petrópolis (RJ). A experiência poderá ser realizada nas e-bikes das marcas parceiras da Shimano entre os dias 7 a 10 de abril, no São José Bike Club.

Quando se fala em bike elétrica, ainda tem muitos ciclistas que torcem o nariz. Isso porque uma bicicleta com motor elétrico, de certa forma, vai contra a essência principal da bike que é 'pedalar', usar nossas próprias pernas e nossa força para movimentar a bike. Mas, o que muita gente não sabe, é que o sistema STEPS da Shimano, maior fabricante mundial de componentes para ciclismo, se destina as Pedelecs: bicicletas eletricamente assistidas. Ou seja, bikes equipadas com um sistema de motor elétrico (STEPS) que só é acionado se o ciclista pedalar.


Para todos que visitarem a Copa do Mundo MTB entre os dias 7 e 10 de abril, em Petrópolis (RJ), a Shimano vai disponibilizar E-Bikes de MTB gratuitamente para test-ride, equipadas com o sistema STEPS. Basta o interessado procurar a área de Test-Ride Shimano. Além disso, a marca estará com estrutura montada no evento, um Village, com seu serviço de Suporte Mecânico Neutro aos competidores de toda e qualquer equipe e nacionalidade, além de uma loja especial e um lounge para recepcionar os fãs com jogos, quizes e brindes.

"O nosso sistema STEPS (Shimano Total Eletric Power System) foi desenvolvido para ampliar as possibilidades do ciclista, seja ele uma pessoa que utiliza a bike para seu deslocamento diário, para se divertir em giros de fim de semana ou mesmo para acompanhar os amigos em melhor forma em pedais mais longos e desgastantes, inclusive em montanhas, trilhas e estradões de terra" afirma Giovanni Rodrigues, gerente técnico da Shimano. 

Segundo Christiano Grechi, especialista em produtos da Shimano Latin America, "o motor STEPS da Shimano possui três modos de assistência que são: Eco, Normal e High. Sendo Eco uma assistência um pouco mais baixa, normal uma assistência mais forte e High um super impulso ao ciclista".
 

Os interessados em testar as e-bikes receberão uma rápida orientação do staff da Shimano, de como utilizar e mudar de um modo de assistência a outro e poderão se divertir em uma bela pista especialmente preparada para o test-ride, dentro da principal arena da Copa do Mundo de MTB. Os modelos são de E-MTB (mountain bikes elétricas assistidas) de marcas parceiras da Shimano.

"O legal é que as pessoas poderão sentir o grande diferencial do nosso sistema em relação a sensação de pedalar numa bicicleta normal. Nosso motor elétrico está posicionado no pedivela, ou seja, no centro da bike, fazendo com que ela se comporte como uma bicicleta normal, diferente de bikes que possuem motor no cubo da roda. Além disso, as bicicletas equipadas com STEPS são fáceis de utilizar e as pessoas vão ter que pedalar de verdade para sentirem a assistência do motor".

Foto: Divulgação / Shimano
Leia mais...

Deputados analisam projeto que incentiva prática do ciclismo



Aprovado no Senado Federal, o Projeto de Lei 3598/19 chegou à Câmara dos Deputados para análise dos parlamentares. O PL incentiva a prática do ciclismo e promove a integração de modais no transporte urbano.

De acordo com a autora da proposta, a senadora Leila Barros (PDT-DF), "o projeto tem por objetivo promover o desenvolvimento do ciclismo como forma de transporte individual e a integração de todos os modais de transporte urbano para garantir efetiva  mobilidade na cidade".


O texto propõe alterações no Estatuto da Cidade (Lei 10257/01), que regulamenta os artigos 182 e 183 da Constituição Federal, tem três objetivos: 1) melhorar o planejamento urbano por meio de mobilidade e transporte; 2) obrigar que no planejamento urbano das cidades haja integração dos modais automotor, ferroviário, metroviário e cicloviário; e 3) maior participação da sociedade na implantação de ciclovias, ciclofaixas e bicicletários.

O projeto tramita em caráter conclusivo na Câmara dos Deputados e será analisado por duas comissões: Desenvolvimento Urbano; e Constituição e Justiça e de Cidadania.
Leia mais...

quarta-feira, 6 de abril de 2022

GoPro vai distribuir unidades da HERO10 Black na Copa do Mundo de MTB em Petrópolis

Logo da GoPro


A GoPro contará com um estande na Copa do Mundo de Mountain Bike, em Petrópolis (RJ), e vai distribuir unidades da HERO10 Black para algumas pessoas que visitarem o local.

No estande, a GoPro vai mostrar apresentar o potencial da HERO10 Black e a estabilização vencedora do Emmy, HyperSmooth4.0, que vem impressionando os amantes de MTB ao redor do mundo.


A GoPro é parceira oficial da Copa do Mundo de MTB e os embaixadores da marca, Daniel Cajal e Diego Sanches (Fotógrafo Viajante) também estarão presentes no evento que acontece entre os dias 7 a 10 de abril.

Durante a Copa do Mundo de MTB, a GoPro contará com um estande com brindes para o público, atividades voltadas para o registro de fotos e vídeos durante atividades radicais como o próprio percurso do campeonato e sorteios de produtos da marca.
Leia mais...

Lista de inscritos na etapa Petrópolis da Copa do Mundo de MTB é divulgada

Ciclistas participantes da Copa do Mundo de MTB Petrópolis


A lista de atletas inscritos para Copa do Mundo de Mountain Bike em Petrópolis foi apresentada nessa quarta-feira (6). As provas começam na sexta-feira com o Short Track (XCC) e terminam no domingo com o Cross Country (XCO).

Entre os nomes que constam na lista está o de Nino Schurter. No dia 5 de abril o ciclista já estava em Petrópolis onde tirou fotos com fãs e treinou no Montanha Azul Bike Park, local próximo à pista da Copa do Mundo.

Christopher Blevins, campeão mundial de XCC, também está confirmado para a Copa do Mundo. Blevins chega a Petrópolis depois de ter conquistado o terceiro lugar no Cape Epic 2022 ao lado de Matthew Beers. O ciclista norte-americano disse que estava indeciso sobre disputar uma etapa da Copa do Mundo tão perto da final da ultramaratona, mas resolveu participar. "O amor que o Brasil tem pelo nosso esporte é tão claro que não dá para perder essa corrida", disse.


Mathias Flückiger, Maxime Marotte, Ondrej Cink, Stephane Tempier, Vlad Dascalu, Lars Forster e David Serrano Valero também estão confirmados. Entre os brasileiros, Leandro Donizete, Luiz Henrique Cocuzzi, Sherman Trezza, José Gabriel Marques de Almeida e Ulan Galinski são os principais destaques. 

Henrique Avancini também está confirmado. O brasileiro foi um dos idealizadores do percurso e recentemente manifestou que não está de acordo com as mudanças que a UCI promoveu na pista. "Conheço o percurso que construí e, apesar de ser muito desafiador, o nível de segurança é maior do que de grande parte das pistas que corremos", declarou Avancini.

Entre as mulheres, os nomes de Jolanda Neff, Sina Frei Evie Richards e Kate Courtney estão confirmados e elas chegam como principais favoritas à vitória.

Pauline Ferrand Prevot também está confirmada para a Copa do Mundo em Petrópolis. Essa também será a primeira competição da ciclista francesa de pois de ter participado do Cape Epic 2022. Na ultramaratona ela ficou em terceiro lugar ao lado de Robyn de Groot.


Entre as ciclistas do Brasil, destaque para Isabella Lacerda Moreira, que foi a melhor brasileira na disputa da CIMTB. Raiza Goulão, Letícia Cândido, Aline Simões de Almeida, Luna Diniz Guimarães de Carvalho e Hercília Najara também constam entre as inscritas.

Listas dos ciclistas inscritos na Copa do Mundo de MTB em Petrópolis


Ciclistas inscritos na Copa do Mundo de Petrópolis - Lista 1

Ciclistas inscritos na Copa do Mundo de Petrópolis - Lista 2

Ciclistas inscritos na Copa do Mundo de Petrópolis - Lista 3

Ciclistas inscritos na Copa do Mundo de Petrópolis - Lista 4

Ciclistas inscritos na Copa do Mundo de Petrópolis - Lista 5


Foto de destaque: Bartek Wolinski / Red Bull Content Pool
Leia mais...

Polêmica: UCI faz mudanças de última hora na pista da Copa do Mundo de MTB em Petrópolis

Martin Vidaurre na CIMTB em Petrópolis - Davi Corrêa


Às vésperas do início da Copa do Mundo de Mountain Bike, em Petrópolis (RJ), a União Ciclística Internacional (UCI) fez algumas mudanças no desenho da pista instalada no São José Bike Club e causou polêmica.

Pelas imagens divulgadas no Instagram do São José Bike Club, algumas das alterações feitas pela UCI aconteceram na Trilha da Bananeira, um dos trechos que exige bastante técnica dos bikers. Houve inclusive modificação em alguns saltos que agora têm rampas incluídas.


As mudanças na pista vão contra o que disse Simon Burney, responsável pela organização das etapas da Copa do Mundo. Em matéria publicada pelo site Bike Magazine, o britânico declarou que "os competidores nos pediram para não mudarmos nada, porque estava tudo muito legal. Para nós, esse é um ótimo cenário".

De acordo com fontes, a decisão de fazer as mudanças partiu da UCI e também das equipes inscritas para participar da Copa do Mundo em Petrópolis.

Outro ponto que está sendo modificado no XCO Henrique Avancini é a Janela do Céu. Segundo informações do São José Bike Club, eles estão "colocando terra hoje (6) naquele gap". Esse é o terceiro e último trecho de maior exigência técnica da pista da Copa do Mundo e ao que parece não terá mais o salvo, diferente do que aconteceu na CIMTB.

Competidor faz salto na pista da Copa do Mundo em Petrópolis
Competidor faz o salto na Janela do Céu durante CIMTB - Foto: Davi Corrêa

Henrique Avancini é contrário às mudanças na pista


Nas redes sociais, Henrique Avancini afirmou que não é favorável às mudanças feitas pela UCI no percurso preparado para a Copa do Mundo de MTB. De acordo com o ciclista brasileiro que foi um dos responsáveis pelo designer da pista em Petrópolis, "as mudanças adicionam muitos riscos para situações de corrida".

"Conheço o percurso que construí e, apesar de ser muito desafiador, o nível de segurança é maior do que de grande parte das pistas que corremos", declarou Avancini.

Avancini destacou que "o percurso permanece o mesmo, mas agora é possível fazer alguns saltos pedalando". 

"Apenas compartilhando informações e reforçando que não concordo com as mudanças feitas. Mais que isso, acho que agora algumas partes vão ficar mais perigosas", concluiu.

Fotos: Davi Corrêa / Foto e Bike
Leia mais...

terça-feira, 5 de abril de 2022

Nino Schurter já está em Petrópolis para Copa do Mundo de MTB

Nino Schurter ja esta em Petropolis para Copa do Mundo de MTB


O campeão mundial de mountain bike XCO já está em Petrópolis se preparando para as disputas da Copa do Mundo de MTB, que acontecem entre os dias 7 e 10 de abril. Na manhã dessa terça-feira (5), Nino Schurter pedalou no Montanha Azul Bike Park, local que fica bem perto do local das provas.

Nove vezes campeão mundial de MTB, Nino chega ao Brasil após ter disputado o Cape Epic. Na ultramaratona, o resultado ficou muito abaixo com o que todos estavam acostumados e no final a dupla da SCOTT-SRAM conseguiu apenas o 9º lugar na classificação geral.


Ainda sobre o Cape Epic, Nino Schurter e Lars Forster conseguiram apenas uma vitória e tiveram muitos problemas relacionados a furos nos pneus, fato que prejudicou bastante o desempenho da dupla.

Já no Brasil, Nino se prepara para a disputa da Copa do Mundo de MTB em Petrópolis. Após chegar na cidade, seu primeiro contato foi com as trilhas do Montanha Azul Bike Park. O campeão mundial postou um vídeo nos stories do Instagram pedalando pelo bike park.

O ciclista suíço também tirou fotos e conversou com alguns ciclistas de Petrópolis que estavam no local. Rafael França, da loja Bike Brothers Itaipava, fez um selfie no Nino Schuter e enviou ao blog Foto e Bike. Confira a imagem logo abaixo.


Foto: Bartek Wolinski / Red Bull Content Pool
Leia mais...

Copa do Mundo de MTB: "me sinto vencedor antes da primeira pedalada", diz Avancini

Henrique Avancini em sua Cannondale para Copa do Mundo de MTB no Brasil do Mundo


O dia de início da Copa do Mundo de Mountain Bike em Petrópolis (RJ) está chegando. Foram 17 longos anos de espera até que o evento retornasse ao Brasil e um dos grandes responsáveis por essa volta é o ciclista brasileiro Henrique Avancini, que não esconde sua alegria em competir no quintal de sua casa. "Essa é provavelmente a única corrida em que já me sinto vencedor antes da primeira pedalada", disse Avancini em vídeo publicado pela Shimano.

O fato da Copa do Mundo de MTB retornar ao Brasil após tanto tempo e ter como palco principal a cidade de Petrópolis está intimamente ligado ao sucesso e trabalho duro de Henrique Avancini no cenário mundial do mountain bike. Campão mundial MTB Maratona (XCM) em 2018, o ciclista petropolitano chegou a liderar o ranking de MTB da UCI.

"Deixei minha casa e andei pelo mundo até me tornar importante o suficiente para trazer o mundo até minha casa", conta Avancini. "Ter uma a Copa do Mundo no Brasil é incrível. Ter uma Copa do mundo na minha cidade, não dá para explicar".


O brasileiro teve um cuidado muito especial na elaboração do circuito XCO Henrique Avancini, localizado no São José Bike Club. Ele e seu pai, Ruy Avancini, se empenharam muito na criação e manutenção da pista. Durante as disputas da Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB), o ciclista da Canondale Factory Racing chegou a se flagrado por Bruno Canella (canal De Bike na Montanha) um ponto específico da pista observando a performance dos competidores.

"Eu e meu pai passamos pelo menos uma vez por dia para analisar e ver como está a pista. Uma vez por semana fico cerca de meio dia trabalhando no percurso", conta Avancini o carinho e cuidado com a pista.

Durante a visita técnica ao local das provas, Simon Burney, responsável da UCI por todos os detalhes da Copa do Mundo de MTB, destacou que Henrique Avancini "está muito orgulhoso da pista e da área toda, onde ele vai querer fazer um bom show para o público. Ele terá que lidar com a pressão da torcida. Mas acho que ele vai aproveitar a ocasião para se apresentar muito bem".

Henrique Avancini fala sobre expectativa para a Copa do Mundo


Em vídeo publicado pela Shimano em 4 de abril, Henrique Avancini fala sobre a preparação da pista para a Copa do Mundo de MTB em Petrópolis e também sobre sua expectativa para a competição de nível mundial no quintal de sua casa. Confira a íntegra logo abaixo.


Copa do Mundo de MTB em Petrópolis


As disputas da Copa do Mundo de MTB vão começar no dia na sexta-feira (8 de abril) com a disputa do Short Track (XCC). Às 16h30 acontece a largada feminina e às 17h15 será a vez dos homens. O segundo dia de provas será no domingo, com as provas principais sendo XCO feminino às 11h20 e o masculino às 14h35.

A programação completa com os horários da pista XCO Henrique Avancini pode ser encontrada nessa publicação aqui no blog Foto e Bike.

Foto: Fabio Piva / Red Bull Content Pool
Leia mais...

segunda-feira, 4 de abril de 2022

XR Spherical: mais novo capacete da Bell para MTB e estrada

Novo capacete Bell XR Spherical


Um novo capacete de ciclismo chega ao mercado por meio da Bell, uma das grandes marcas do mundo no quesito de segurança para a cabeça. A marca norte-americana revolucionou mais uma vez o mercado de ciclismo e trouxe um novo capacete: o inovador XR Spherical. 

Menos de um mês após divulgar as novas cores e grafismos dos capacetes Crest, Super 3R, Super Air R e Super DH, a anuncia o XR Spherical que chega ao Brasil através da Isapa.


O novo lançamento promete ser um dos capacetes mais versáteis do mundo. Voltado para a mais alta performance, tanto no ciclismo de estrada, no gravel ou no MTB, o capacete Bell XR Spherical oferece alta tecnologia e é extremamente leve.

“O Bell XR Spherical é um capacete que veio para revolucionar o que já existe no mercado, tanto de design quanto de construção e tecnologia. O grande diferencial dele é a ampla cobertura da cabeça e alta proteção para quem sai da estrada e vai para a terra e vice-versa. Ou seja, é aquela solução curinga, bem versátil: atende as necessidades de quem pratica ciclismo de estrada, gravel e até competições de XCO”, avalia Gilberto Alves Nunes, analista de produtos da Isapa.

Bell XR Spherical tem tecnologia de sobra

 
Com tamanha versatilidade, o Bell XR Spherical se destaca, ainda, pela tecnologia aplicada. Bastante leve, pesando cerca de 285 gramas, é extremamente bem ventilado e conta com o mais alto nível de proteção integrado: a tecnologia exclusiva da Bell, a Spherical by MIPS. 

O sistema MIPS que equipa o Bell XR Spherical é um dos sistemas de proteção mais avançados e modernos do mundo: em uma eventual colisão, ele dissipa o impacto, protegendo o cérebro, pois permite que a estrutura externa gire em torno da estrutura interna. O mesmo sistema também está presente nos capacetes Super 3R e Super Air R, ambos também da Bell.

Parte de trás do capacete Bell XR Spherical


Contando com as principais certificações de construção do mais alto nível de exigência, como a CPSC e CE, o capacete Bell XR Spherical foi construído a partir do processo Fusion In-Mold, cuja espuma EPS é injetada e moldada diretamente no casco. Ele é constituído, basicamente, de um capacete dentro do outro, cada um com uma densidade diferente, para justamente elevar o nível de segurança e de absorção de impacto, além de conferir menos peso.  

Ainda é possível observar um detalhe bem importante: um porta-óculos integrado de borracha que garante alta aderência para que o seu óculos de ciclismo não escorregue.

Ventilação e conforto do Bell XR Spherical


Sobre o sistema de ventilação do XR Spherical, são 18 aberturas com grandes canais ligando as entradas dianteiras às saídas na parte de trás. Dessa forma, um alto e contínuo fluxo de ar é garantido para manter a temperatura baixa.


Outro fator que traz um conforto é o sistema Sweat Guide, ou guia do suor. De forma resumida, o formato do próprio capacete e do seu forro é capaz de direcionar todas as gotas de suor ou água da chuva para pingar fora da testa, evitando escorrer pelo rosto e nos óculos.

Outras especificações técnicas do Bell XR Spherical

 
- Sistema de ventilação Overbrow Ventilation®: aberturas sobre as sobrancelhas que mantém o frescor e refrigeração de forma constante, mesmo em dias quentes. 

- Sistema de ajuste Float Fit Race®: design minimalista e muito leve que oferece ajuste preciso e mais confortável. A regulagem pode ser feita com apenas uma mão de forma milimétrica.

Lateral do capacete Bell XR Spherical branco


- Sistema No-Twist Tri-Glides: as alças também são simples de ajustar, sem que haja qualquer tipo de torção. Assim, fica muito mais fácil de vestir o capacete.

- Sistema de fechamento Fid-Lock: com encaixe magnético, mais prático e fácil de ser utilizado, além de ser mais seguro. Basta encostar que ele trava. Para destravar, é só acionar o botão de segurança.
 
- Sistema de tratamento antimicrobiano e bactericida com o forro Ionic Plus, altamente avançado e durável.

O capacete Bell XR Spherical está disponível em 3 cores: cinza, branco/preto e Azul fosco. O lançamento do capacete chega nos próximos dias nas melhores lojas e bike shops do país, com distribuição exclusiva da Isapa. Seu valor sugerido de venda é a partir de R$ 1.819,00.
Leia mais...

Criadores de conteúdo são destaque na estratégia de marketing de empresas de ciclismo, revela pesquisa

Ciclista-da-Caloi-Henrique-Avancini-Racing


Um levantamento feito pela Aliança Bike com mais de 110 empresas revelou que 48,35% delas realizam alguma ação de marketing junto aos criadores de conteúdo, como patrocínio ou apoio com produtos para ciclismo. Os números ainda apontam o destaque desse tipo de mídia que representa cerca e 14% dos resultados em vendas.

Especificamente entre lojistas, o percentual de estabelecimentos que investem em criadores de conteúdo é de pouco mais de 35%. Já entre fabricantes, montadoras ou importadoras de bicicletas que investem neste tipo de mídia representam o dobro: 72%.


O levantamento feito pela Aliança Bike também solicitou até cinco indicações de criadores de conteúdo às empresas que realizam investimento nesse tipo de mídia. Entre os mais de 50 criadores indicados, os canais Pra quem Pedala, Canal de Bike e Pedaleria foram os principais nomes.

Top 8 criadores de conteúdo sobre ciclismo


O relatório desenvolvido pela Aliança Bike junto às empresas aponta os criadores de conteúdo como responsáveis por 14% das respostas de conversão em vendas. A pesquisa também revelou o top 8 dos criadores de conteúdo sobre ciclismo mais citados pelas empresas.

1- Pra Quem Pedala
2- Canal de bike
3- Pedaleria
4- Brou Bruto Drews
5- Pedal.com.br
6- Segredos do MTB
7- Bike é Legal
8- Power Link Bike

Foto: Davi Corrêa
Leia mais...

Campeão mundial sub-23, Martin Vidaurre vence XCO da CIMTB em Petrópolis

Martin Vidaurre foi o vencedor da CIMTB em Petrópolis


A prova que marcou o encerramento da Copa Internacional de Mountain Bike (RJ), em Petrópolis (RJ), foi a disputa da super elite masculina no Cross Country Olímpico (XCO). Com uma pista pesada por causa da chuva que caiu durante o dia e muita lama, os ciclistas percorreram os cerca de 4,5 km do circuito e a torcida viu o campeão mundial da sub-23, o chileno Martin Vidaurre Kossmann cruzar a linha de chegada na primeira colocação.

Em entrevista concedida após a vitória, Martin destacou a qualidade dos circuitos da CIMTB e ressaltou que gosta de correr no Brasil. O chileno também esteve presente no país no Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020, e na disputa do Pan-americano de 2019 conquistou a medalha de prata. Em Petrópolis, ele venceu a prova em 1h27min47 e vibrou muito ao cruzar a linha de chegada.


"Sempre gostei de correr no Brasil, pela sua gente e pelos circuitos, que na CIMTB são sempre muito bons. Fiquei feliz de vir aqui, de poder competir. E, nada melhor do que vencer a prova", comemorou o chileno. "O circuito é excelente. A organização fez um ótimo trabalho. Foi um espetáculo nossa corrida. Aproveito para convidar a todos para virem no próximo fim de semana, porque vamos competir com força total", completou o atleta da sub-23, que competirá na Copa do Mundo de Mountain Bike no próximo sábado (9).

O vice-campeão da super elite masculina da CIMTB em Petrópolis foi o romeno Vlad Dascalu, que cruzou a linha de chegada quase um minuto após o líder. "Eu aproveitei muito durante essa corrida, as condições não estavam boas, mas foi muito legal", pontuou Vlad.

Thomas Litscher, que venceu o XCC no dia anterior, cravou o terceiro lugar na disputa do XCO e afirmou que o calor do domingo (4) aliado às condições da pista prejucaram o desempenho. "Hoje estava muito quente e as condições estavam difíceis, mas estou feliz porque estive entre os mais rápidos da prova", disse o suíço. Os franceses Maxime Marotte e Jordan Sarrou completaram o top 5.

Melhores brasileiros no XCO da CIMTB em Petrópolis


Luiz Henrique Cocuzzi foi o primeiro brasileiro a finalizar a disputa do XCO. Depois de largar na terceira fila, o ciclista da Sense Factory Racing imprimiu um ritmo forte e ocupou o terceiro lugar da competição até furar o pneu traseiro durante a passagem pelo rock garden faltando duas voltas para o final. Como a distância até o ponto de apoio era grande, Cocuzzi perder muitas posições e fechou a prova em 14º lugar, mas feliz com o desempenho.

Luiz Henrique Cocuzzi durante a CIMTB, em Petrópolis


"Foi a CIMTB mais dura que já participei e estou muito feliz com meu desempenho. Fiz junto com o meu treinador Cadu Polazzo e com a minha equipe, uma base de treinos muito forte e a cada prova que participo meu ritmo vem melhorando", disse Cocuzzi, que também ressaltou que está ansioso para fazer uma grande prova na Copa do Mundo de MTB no próximo final de semana.

Outro brasileiro que também teve um incidente durante a passagem pelo rock garden a duas voltas para fim do XCO da CIMTB foi Ulan Galinski. O atleta da Caloi Henrique Avancini Racing sofreu uma queda e não conseguiu retomar o ritmo anterior. Ulan concluiu na 16ª colocação.


Gustavo Xavier (22º), Sherman Trezza de Paiva (32º), Edson Rezende (36º) e Kennedi Sampaio (38º) completaram a lista dos melhores brasileiros na disputa do XCO da CIMTB, em Petrópolis.

Top 10 do XCO - Super Elite Masculina


1 – Martin Vidaurre (CHI) – 1h27min47  
2 – Vlad Dascalu (ROM) – 1h29min
3 – Thomas Listcher (SUI) - 1h29min16
4 – Maxime Marrote (FRA) – 1h29min28
5 – Jordan Sarrou (FRA) – 1h29min41
6 – Daivid Valero (ESP) – 1h29min42  
7 – Leandre Bouchard (CAN) – 1h30min22  
8 – Julian Schelb (ALE) – 1h30min54  
9 – Ondrei Cink (CZE) – 1h31min19  
10 – Camilo Gomez (COL) – 1h31min33

Fotos: Davi Corrêa
Leia mais...

domingo, 3 de abril de 2022

Jolanda Neff é campeã da CIMTB em Petrópolis

A suíça Jolanda Neff foi a vencedora na disputa do Cross Country Olímpico (XCO) da Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB) disputado neste domingo, 3 de abril, em Petrópolis (RJ). Neff, que é a atual campeã olímpica, liderou a prova desde a primeira curva do circuito e fechou a fechou a corrida após cinco voltas, registrando o tempo de 1h26min05.

Depois de Jolanda Neff, a austríaca Laura Stigger fechou em segundo seguida da britânica Evie Richards, atual campeã mundial. A distância das duas para a líder foi de quase 6 minutos. Vencedora do XCC no dia anterior, Kate Courtney, dos Estados Unidos, ficou na quarta colocação e a suíça Sina Frei completou o top 5.


Durante entrevista após vencer o XCO da CIMTB, em Petrópolis, Jolanda Neff recordou suas outras visitas a cidade serrana do estado do Rio em 2014 e 2016 e destacou que a torcida da é muito animada pelo mountain bike. Neff também falou que achou o XCO Henrique Avancini "incrível".

"A pista é incrível. É como um parque de aventuras. Uma verdadeira Disneyland. Eu me diverti demais. Eu realmente amei cada minuto aqui", comentou a Jolanda Neff que em seguida falou sobre a expectativa para a Copa do Mundo de Mountain Bike. "Pude sentir como está o calor aqui no Brasil, uma vez que eu venho de um período de inverno na Europa. Sei que temos que nos acostumar com essa adversidade, mas sei que ainda tenho uma semana para chegar a competição. Estou realmente feliz de estar aqui", finalizou.

Em sua primeira visita ao Brasil, a vice-campeã Laura Stigger, da Áustria, exaltou a possibilidade de ter uma competição acontecendo no mesmo circuito que irá receber a Copa do Mundo de Mountain Bike em alguns dias, entre 7 e 10 de abril, também no São José Bike Club.

"Definitivamente foi um bom começo para a semana de provas da Copa do Mundo. Todos sabemos que no domingo que vem será completamente diferente. O foco será outro, mas para mim é um sentimento ótimo eu ter ido bem na prova da CIMTB e ganhar confiança. Foi maravilhoso", disse Laura. A ciclista ainda destacou que ficou "impressionada com a região e com as pessoas daqui. A natureza é linda, fiquei maravilhada. Com certeza esta não será minha única vez aqui", concluiu a austríaca.


Assim como Laura, Evie Richards também exaltou o recebimento dos torcedores brasileiros aos ciclistas estrangeiros. "É muito bom estar aqui, sentir o calor dos fãs brasileiros, que são incríveis. É legal demais ver como as pessoas gostam do nosso esporte por aqui e eu fico muito feliz de fazer parte deste show, com tantas outras atletas fortes, e assim poder incentivar as jovens ciclistas daqui, que nos assistiram fazendo nosso trabalho", exaltou Evie.

Melhores brasileiras no XCO da CIMTB em Petrópolis


Isabella Larcerda, de Minas Gerais, foi a brasileira melhor colocada no resultado final do XCO da CIMTB em Petrópolis. A brasileira fechou na 11ª posição com o tempo de 1h36min38. "Não deu lugar no pódio, mas eu lutei até o último minuto. Estava muito perto da canadense Jenn Jackson na última volta, faltou bem pouco. Porém, preferi não me arriscar tanto, porque o objetivo maior está em chegar bem na Copa do Mundo", destacou.

Isabella Lacerda comemora com a torcida na CIMTB em Petrópolis
Isabella Lacerda comemora com torcida da CIMTB, em Petrópolis - Foto: Davi Corrêa

Outras brasileiras que se destacaram na prova foram Raíza Goulão (13ª posição), Sabrina Silva (20ª), Aline Simões (24ª) e Stefanye Silva (30ª). 

Também teve destaque ciclista de Petrópolis, Giuliana Morgen, da Sense Factory Racing. Giugiu concluiu a prova 24ª colocação em seu primeiro ano disputando as provas de MTB na super elite.

Top 10 do XCO - Super Elite Feminina


1 - Jolanda Neff (SUI) - 1h26min08
2 - Laura Stiger (AUT) - 1h32min10
3 - Evie Richards (GBR) - 1h32min33
4 - Kate Courtney (EUA) - 1h33min24
5 - Sina Frei (SUI) - 1h33min42
6 - Rocío Martinez (ESP) - 1h34min17
7 - Yana Belomoina (UCR) - 1h34min28
8 - Anne Tauber (HOL) - 1h34min36
9 - Daniela Campuzano (MEX) - 1h36min10
10 - Jennifer Jackson (CAN) - 1h36min23

Fotos: Davi Corrêa / Foto e Bike
Leia mais...
 
Copyright © 2018-2022 Foto e Bike • Direitos reservados | Escreva-nos: blogfotoebike@gmail.com
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top